E agora? O que é que a gente faz com essa dor? Depois de uma noite insone, um dormir e acordar incessantes, coração despedaçado, remoendo os fragmentos de um pesadelo,  sentindo uma inquietação e um pesar imenso, acordei como se tivesse morrido um pouquinho. E agora, lá vai a torcida palestrina (em sua maioria), fingir uma indiferença que, na verdade não sente,  e apenas usa como defesa, para essa dor que não para de doer…

Indiferença, que nos ajuda a a “fazer de conta” que não percebemos que a mentalidade e incapacidade de nossa diretoria, o  seu ‘não delegar funções’, ‘não abrir espaços’ para que outros nomes surjam, têm levado o Palmeiras à mesmice das escolhas erradas, à falta de títulos, já por tantos anos. Os torcedores, há muito desorientados, nem se dão conta que não conseguem mais ver com clareza. Cada hora é um, o vilão  escolhido. Luxemburgo (prá mim, era vilão, sim!), Alex Mineiro, Elder Granja, Martinez, Leandro, Keirrison, Muricy, Vágner Love, Armero, Diego Souza… E eles vão saindo do time, impregnados da raiva do torcedor e nada muda… Porque não são (não eram) eles os nossos reais problemas. Diego (que vai embora) não estava ontem. Será que ele teria perdido o pênalti? Sem ele, jogamos melhor?  Mudou alguma coisa? Quem assistiu à partida sabe que a resposta é não! Jogamos como sempre… SEM FIBRA, SEM ALMA!

O juiz tinha acabado de apitar o final de jogo e as lágrimas, que eu tanto segurei, surgiram num repente. Pobre Marcos… Depois de ter feito uma partida e tanto, lá ia ele, mais uma vez, ter que ‘segurar a bucha’ da incompetência de tantas pessoas e da incapacidade de outras… E nós, torcedores, quanto mais teríamos que aguentar??

O jogo até que começara bem. O Palmeiras, que foi a Goiás, jogar como time pequeno e com o regulamento debaixo do braço, parecia estar tranquilo. Não sofria muitas investidas no primeiro tempo e, mesmo perdendo alguns gols (como é de praxe nos dias atuais), se mantinha com o comando da partida. Se é que um time “incompreensível” como o nosso, possa realmente estar no comando de algo. Marcos estava lá, seguro, e honrando a camisa. Outro que honrava o manto era Armero… que espírito de luta ele tem! E como o Atlético não vinha prá cima buscar a vitória e o Palmeiras, não era capaz de fazer um único gol e matar a partida (né Robert?), o primeiro tempo terminou no 0 x 0.

Veio o segundo tempo  e dois fatos mudaram  o ritmo da partida: a expulsão de Pierre e a entrada de Elias, no Atlético. O time da casa veio prá cima. E o nosso ininteligível Palmeiras, de tática e estratégia  confusas, deixou o Atlético gostar do jogo e começou a ficar acuado. Nossa defesa começou a ter um trabalhão! Ainda bem que a gente tem Marcos…  Ele pegou muito! Mas o Santo, pego no contra-pé, não pode evitar o gol do dono da casa. E o Palmeiras não teve competência para deixar o seu na rede adversária.. E a decisão foi para os pênaltis…

O palestrino ficou esperançoso; embaixo das traves a gente tinha Marcos. E ele não decepcionou. Pegou três penalidades!!! Mas os incompetentes Danilo, Ivo, Figueroa e Cleiton perderam 4!!! Só Ewerthon conseguiu converter! Nosso “ilustre”, incapaz e burro técnico, tinha tirado (WHY?) Lincoln e Marcos Assunção (bons cobradores), para a entrada de Ivo e Figueroa, que desperdiçaram os seus. A cada erro nosso, Marcos nos salvava com uma defesa.  Até pênalti com paradinha ele pegou!  Tava 1 x 1 quando Cleiton  foi para a última cobrança. Pensei comigo, “agora ele guarda, Marcos pega de novo, e fim de papo”. Mas não é que ele cobrou com a maior displicência e nas mãos do goleiro, como se ainda jogasse no Figueirense?   ( É… quem nasceu prá coadjuvante…) Elias então, marcou o dele e matou o Palmeiras, na Copa do Brasil! Matou o palestrino (que não pode fazer mais, a não ser que calce chuteiras e entre em campo) de tristeza e vergonha! 4 penaltis desperdiçados, é demais!! Desapontado, ferido, abandonado, o torcedor se pergunta:  “O QUE FIZERAM COM O MEU PALMEIRAS? QUANDO O TRARÃO DE VOLTA??” A resposta é apenas silêncio…

Em meio à essa catástrofe, enquanto enxugávamos as nossas lágrimas,  os gambás entravam em campo (Graças a Deus!) para enfrentar o Flamengo e buscar o que sabiam que não iriam encontrar… Para fazerem com que por algumas horas, ou mesmo um por dia,  o palestrino pudesse voltar a rir. E Libertadores e Gambás são coisas que  simplesmente não combinam. Até que eles deram a impressão que podiam mudar a escrita.;fizeram 2 x 0, mas Vagner Love (EIS AÍ O MOTIVO PARA BELLUZZO TRAZÊ-LO DE VOLTA AO BRASIL!!) deixou o seu na rede gambá e acabou com o sonho  da galinhada!   Eles estão tão acostumados com as desclassificações, que nem quebraram o Pacaembu dessa vez…  E já diz o velho ditado: P….. Q….. P……..! LIBERTADORES O CU RINTIA NUNCA VIU! E NEM VAI VER!! hahahaha

Eu sei que perder uma Libertadores é humano, e perder todas é…. CORINTIANO!!  E  como diria Valdivia: TCHUUUPA GAMBÁ!!

Mas eles não desistem! Com a camisa “loteada”, sem Copinha, sem Carnaval, sem Paulistão, sem César Cielo, sem Vagner Love (hahaha), sem Riquelme, sem Stock Car, sem “istádio” e sem Libertadores, o alvo agora é outro:

marcelinhodanadosfamoso

E como dizem que rir é o melhor remédio…  NUNCA VAMOS PARAR DE RIR!!!  UHAUAHUAHAUAHUH

ATT373726

agenda


cHORAGAMBÁ

 

Livrodocentenário



Balada R$ 900,00, corrente de ouro R$ 4.000,00, roupa de marca R$2.000,00,  carro importado R$ 200.000,00, caráter…  ah! isso o dinheiro não compra…

Brasil… País do futebol, que vê nascer tantos craques, tantos ídolos… Peraí, não é bem assim, não. Tem moleque bom de bola prá tudo quanto é lado neste país, é verdade; mas hoje em dia, é comum chamar de craque qualquer jogador em boa fase, e de ídolo, qualquer um que caia no gosto da torcida. A impren$inha adora usar esses rótulos para qualquer um.

Mas o que será que compõe o “pacote” do ídolo? Para ser ídolo basta ter talento, ginga? Claro que não! O ídolo é diferente. É aquele cara que pode jogar em times rivais durante a sua carreira e vai ter sempre o respeito de todas as torcidas que o aplaudiram, em diferentes épocas. O ídolo é aquele jogador que vai ser reverenciado por décadas, e por torcedores que nem mesmo eram nascidos quando ele jogava. Ídolo é o cara que faz história, com uma dose absurda de profissionalismo, outra de respeito ao clube e à torcida que o acolhem,  de respeito por si mesmo e pela sua carreira; outra grande dose de caráter e uma boa quantidade de talento. Aí está o ídolo!

Eu não vi Valdemar Fiume jogar. E beijei as suas mãos, quando o conheci, em reverência à historia que ele escreveu, envergando o manto sagrado verde. Eu não acompanhei a carreira Oberdan Cattani mas, à cada vez que estou em sua presença, tenho consciência da lenda que está diante de mim.  Eu vi Evair chegar, jogar, ser campeão, escrever seu nome na nossa história e se despedir. Ele jamais desrespeitou o clube e a torcida que o receberam de braços abertos. Jamais deixou de trazer prá dentro de campo, o que tinha de melhor. Nos encantou e nos fez felizes, com um futebol de primeira e muito profissionalismo. Nenhum escândalo, nenhuma briga, nenhuma fofoca, nenhuma entrevista desrespeitosa… Com todo aquele talento, nunca deixou de honrar a camisa 9 verde esmeralda.

Eu vi Edmundo, Cafu (que tinha sido ídolo em outro clube); vi Antonio Carlos, Zinho, César Sampaio, Clebão, Alex, Rivaldo e, mais recentemente, Valdivia…   Craques, de raça e comprometimento enormes dentro de campo, que nenhuma vez vestiram a camisa do Campeão do Século sem amor, sem tesão, sem respeito. E nossa história teve Ademir da Guia, César, Luisão Pereira, Dudu, Leivinha, Leão… impossível citar todos os grandes. E eles deixaram títulos, deixaram lágrimas de alegria que derramamos com os campeonatos conquistados… deixaram também muita saudade e a vontade de termos de volta aqueles que ainda estão em atividade…

E a história continua sendo contada… Hoje, Marcos, com suas “santas” mãos e um amor e respeito enormes, escreve  as nossas páginas… Temos o nosso  Guerreiro Pierre, que entrou de mansinho em nosso coração, para nunca mais sair…

E ONDE É QUE VOCÊ PENSA QUE ENTRA NESTA HISTÓRIA, VAGNER LOVE? O quê de tão maravilhoso você fez em sua carreira, até agora? Dentro de seu país, o que é que você ganhou? No seu ‘dicionário’  faltam as páginas  de “RESPEITO”, “PROFISSIONALISMO” , “INTELIGÊNCIA” e, lamentavelmente (só agora eu percebo) falta a página de “CARÁTER”. Todas as coisas que o dinheiro não compra. Hoje, você desrespeita milhões de torcedores que te receberam de braços abertos; como fez  em outra ocasião, quando esqueceu o profissionalismo. Hoje você desrespeita o clube que te revelou…

Lógico que  tem que ficar muito contrariado pela agressão que sofreu. Eu também ficaria… Mas você agora se aproveita do fato, não é mesmo? E ao sentir as dificuldades de uma transferência, não tem o menor pudor de  ferir a torcida e o clube que conseguiu (com muito esforço) te trazer de volta. Você não tem esse direito!  Já pensou se  não sair a transferência? Depois de todas as declarações que deu?  Você mostrou quem é, e a vida vai te ensinar, rapaz…  Fica vendo… O MEU PALMEIRAS É INFINITAMENTE MAIOR DO QUE VOCÊ (Pergunta pro Keirrison o que ele acha disso)!!!

E preparem as bengalas, tirem as dentaduras da água, renovem o estoque de Corega que o Campeonato Geriátrico, ooops, Paulista vai começar!!

Mas isso é no time da várzea de rio ( o”Elefômeno”, que já era gordo, voltou com mais 8 kg na ‘bagagem’ uhuahuah), na Baixada, na bicharada… Porque o time de Palestra Itália tá inteirinho, e prontinho para entrar em campo!! Vamos de Diego Souza e Robert no comando do ataque. Léo e Márcio Araújo chegaram, novos nomes devem aparecer, tem garoto do Verdinho para subir…   Prestem atenção, Muricy vai mandar a campo um time bem melhor do que o que iniciou 2009.  Vou estar lá, prá ver!!!

VAMOS LÁ, NAÇÃO!!! TODOS PRO PALESTRA, QUE SÁBADO TEM VERDÃO!!!

Como se nós não soubéssemos o modus-operandi do tribunal, né? Mas nunca vamos nos acostumar com tramóia. O Vagner Love, que em 8 partidas recebeu um amarelo, levou o vermelho direto num lance em que atingiu o jogador adversário, como se fosse um grande e usual infrator. Muito bem… Jorge Luís do Atlético-MG, em 7 partidas disputadas, levou 3 amarelos, e também levou um vermelho. Os dois foram julgados no mesmo dia, e o Vagner Love (claro que seria ele!) pegou mais um de gancho, o mineiro foi absolvido. Eu, hein?

E AÍ, PROMOTORES?? QUANDO SERÃO CHAMADAS AO TRIBUNAL, AS FIGURAS ABAIXO? E QUANTOS JOGOS  MAIS PEGARÃO, OU SERÁ QUE SÓ OS JOGADORES DO PALMEIRAS SÃO AGRESSORES?

Ronaldo agressão

Que esse tribunal tem dois-pesos-e-duas-medidas a gente sabe, que tá cheio de bambi e gambá lá, também sabemos! Que dependendo do time em que atuam, os jogadores podem bater à vontade, com as bençãos dos promotores. Não é mesmo, Dagoberto, Miranda, Ronaldo… ? Mas agora vai dar muito na cara, né? Vamos trabalhar aí, ô bambizada! Tem que denunciar Ronaldo e Rogério Ceni, sim senhores!! Afinal, todo mundo viu!!

Não sei se é porque fui ao Palestra, comprar ingressos, ou se é o de sempre, mas já entrei no clima do jogo e do título, faz tempo. Uma ansiedade desgraçada toma conta de mim. Quando penso que falta tão pouco para que possamos realizar mais esse sonho, perco até o ritmo da respiração… Uma coisa é a gente acreditar, só porque é torcedor e outra, bem diferente, é acreditar porque sabemos que podemos, que temos, time, técnico (esse trabalha!); que a diretoria fez o que devia para manter o elenco… que o time está unido e focado no título… que a torcida tá junto… Amanhã daremos mais um passo, em busca dele. Bons ventos sopram no Palestra, graças a Deus!

Lá na fila dos ingressos, enquanto esperávamos horas, a gente ia conversando com quem estava do lado. Caramba! Tá todo mundo acreditando, todo mundo sabendo que temos “bala-na-agulha”. Claro que, matematicamente, outros clubes têm chances. Mas e eu aí com a matemática? Meu coração tá me dizendo que o campeão será o Palmeiras e eu acredito nele e na minha intuição. Já provamos que com o time quase completo (porque falta Pierre e Maurício Ramos) o Palmeiras é muito difícil de ser batido. Teve um bambi dizendo por aí que eles têm mais elenco. Pois bem, tirem oito titulares dos postulantes ao título e vejam se eles conseguem ganhar de alguém.

Eu sempre procuro prestar atenção aos sinais… Vocês se deram conta que Vagner Love veio terminar o que Mustafá não permitiu, quando o vendeu? O Palmeiras liderava o Brasileiro e no meio do campeonato o “Treva” vendeu o craque do time. E não é que ele voltou e encontrou a mesma situação que deixou? Posso até estar enganada, mas VAGNER LOVE VOLTOU PARA SER CAMPEÃO BRASILEIRO!! A vida sempre se encarrega de colocar as coisas em seus devidos lugares…

Amanhã o Caldeirão Verde de Palestra Itália vai ferver!! A Que Canta e Vibra vai cantar e torcer como nunca! Os bambis acabaram de perder, no Panetone… coitadinho do Jason! uahuahuahuauah  O Goiás também perdeu. Parece que Papai do Céu tá usando a camisa verde-esmeralda mais linda do mundo. Mas não há acaso, e tampouco sorte. A diferença é que houve planejamento, há trabalho e envolvimento de todos. Não tem ninguém delegando função para jogar poker, não tem ninguém mais menosprezando o próprio time e jogadores. Quando tudo pareceu escuro, de repente se fez claro…Foi tão fácil fazer a mágica acontecer… né Belluzzo?

Ainda temos caminho à nossa frente, mas estamos seguros de que o paraíso é logo ali. O grito, aprisionado em nosso peito, feito pássaro na gaiola, espera só que as (agora frágeis) grades se rompam, e ele possa voar livre pelos ares. Até amanhã, Palmeiras! Temos um encontro marcado lá no Palestra! Juntos, a nossa força é imensa. Então, vamos buscar esse título! Ano que vem tem Libertadores… e  Valdívia!!!

Eu sabia que Belluzzo iria me dar esse presente de aniversário…

 
“…Y cuando vengan los dias 
         Que nosotros esperamos 
             Con todas las melodias  
                  Haremos un solo canto…” – Mercedes Sosa
 

QUEM VAI SER CAMPEÃO BRASILEIRO, LEVANTA A MÃO! Eu não tenho dúvidas de que o Palmeiras vai levar esse título. Meu Deus! Em onze minutinhos, o Verdão, deixou  Luxemburgo procurando Nemo. E com que categoria mostramos ao Brasil que o Campeão Brasileiro de 2009 tem nome: Palmeiras! Tá  com pinta, futebol e jeitão de campeão, o nosso “Parmera”. Foi tão convicente que o Cleber Machado, que narrou nossos gols com a alegria de quem perdeu a carteira, terminou a transmissão como se estivesse em um velório. Combinava com a cara de FAIL do Pofexô…

E alguém viu o Hugo (WHO?)? Ficamos com tanto medo e tão pressionados depois da “ameaça” que ele nos fez… uhauha Os bambis se mataram para ganhar do ultramegasuper Náutico, para continuar cinco pontos atrás do Palmeiras. Nós, enfrentaríamos o time do Vanderlei “eu sou bom” Luxemburgo, na Vila Belmiro. E, pelo visto, o Psicopata tá querendo participação no nosso título, sim. Depois do que vimos hoje, ele está querendo que o Palmeiras seja campeão. uhauhauhauhaua AQUI É TRABALHO, MEU FILHO!

O jogo começou na correria e marcação cerrada por parte do Santos. O Palmeiras aos poucos ia achando os espaços. E embora tivesse problemas de posicionamento (muito distanciados uns dos outros) e finalização, jogava melhor que o adversário. Tava na cara que ia acabar marcando. No primeiro tempo houve um certo equilíbrio. No segundo, Muricy acertou as coisas, mas quem abriu o placar foi o time da Baixada. Um vacilo, mas nem foi nada. O Palmeiras, que conduz as partidas à sua conveniência, se manteve tranquilo e empatou com Diego Souza, num perfeito cruzamento de Figueroa. Eu tinha até reclamado que Diego andava em campo, mas a fera é assim mesmo, fica à espreita da melhor oportunidade, vai lá e decide. É o craque do time. O craque do campeonato! Só Luxemburgo não sabia disso quando aqui esteve.

E o gol foi a senha para o que veio a seguir… Com autoridade de campeão, o Palmeiras foi prá cima e em dois lances, deu show, definiu o placar e acabou com as pretensões do psicopata… uahuhauah Mais um lançamento de Figueroa para Diego que driblou e chutou cruzado, rasteiro. Robert (no lugar de Obina), espertíssimo, se esticou todo e tocou pro gol. De virada é mais gostoso!! Nem parecia que a nossa torcida não tinha recebido ingressos suficientes. Como se estívéssemos todos lá, era só a nossa “voz” que se fazia ouvir. Lindo demais!

Mas quem é Palmeiras, sabe em que velocidade corre o sangue nas veias, em que ritmo bate o coração. Não desacelera nunca! Jogada de cinema, Diego levanta para Cleiton mais à frente, que tabela com Love e, magistralmente, toca para Robert ganhar de Triguinho e tocar entre as pernas do goleiro… E quem vinha lá??? Vagner Love!! GOOOOOL!! O terceiro do Verdão! Os três gols em onze minutos! Que felicidade, meu Deus! Meu time vai ser campeão! E quem é que segura as lágrimas numa hora dessas? A gente não sabe se ri, se chora, se pula, se grita, se olha a TV, se agradece aos céus e acaba fazendo tudo de uma vez. Uma doideira só…

Pintou o campeão! Inquestionavelmente. Até os abutres carniceiros da imprensinha já se rendem às evidências. Até o juiz que ia roubar, não roubou  e voltou atrás na marcação de um penalti inventado. Respeitou o futuro campeão.  São 75% de chances de levar o título. Ninguém vai poder parar o maravilhoso time do Palmeiras… Ninguém vai poder tirar a vontade de ganhar de nossos craques, nem o talento de Diego, a perfeição de Marcos, a lucidez de Cleiton e Edmilson, a competência de Danilo, Maurício e Figueroa, a velocidade de Armero…  Ninguém vai poder tirar  a garra de Souza, a vontade de Obina, a “luz” que ilumina Robert, a precisão de Vagner Love… A única coisa que poderão nos tirar é o grito de campeão, da garganta…

FALTAM 11,  PALMEIRAS!!!  TCHUUUUUUUPA, IMPREN$INHA!  TCHUUUUUUUPA, LUXEMBURGO!!

Viram só o jogo entre os bambis e o “ultramegasuperhiperfantástico” time do Náutico?? G-ZUIS! A bambizada ganhou na “bacia das almas” e parece até que enfrentaram o Real Madrid… uhauhauhauh Eu achei que aquele lance, um pouco antes do segundo gol das bibas, foi penalti para o Náutico. Mas não posso ter certeza, uma vez que as imagens não estão mais na página da Globo. Uééé… para “sumir” deve ter sido penalti, sim. Que coisa, hein bambis?

E que coisa o falastrão do Hugo (WHO?), querendo botar pilha nos jogadores do Palmeiras, enquanto ele consegue seus 15 minutos nos noticiários esportivos. Vagner Love já respondeu à altura: “Temos de pensar na gente e não em quem está atrás” – TCHUUUUUPA, BAMBI!!!

E o Luxemburgo? Não é que ele cobra méritos por ter montado o time do Palmeiras?? “Mas agora eu não ouço ninguém falar que vou ganhar um pedaço caso o Palmeiras seja campeão. Na minha primeira entrevista neste ano, em Atibaia (na pré-temporada palmeirense), eu disse que o time poderia até ganhar a Libertadores, embora não estivesse ponto para isso. Mas garanti que estávamos formando um elenco para conquistar o título brasileiro. As pessoas esquecem – lamenta.  Sai prá lá Vanderley! No seu time, que não jogava porra nenhuma, Capixaba era titular, Souza era reserva, Ortigoza só jogava quando não tinha outro, Maurício Nascimento e Wendel nem faziam parte. Vocâ só não os vendeu porque não pôde. Seu time perdeu a vaga pro Nacional/URU e saiu doPaulista perdendo desse timeco do Santos. A única coisa boa que você fez foi ter falado demais e nos dar um motivo para o ‘pé na bunda’ que te mandou para a Baixada. Vade retro!

E por falar em Santos, que vexame hein? Deve estar morrendo de medo do Palmeiras, para não mandar os ingressos a que temos direito. Nossa torcida incendeia o time, mesmo, por isso eles não nos querem lá. Time pequeno, com mentalidade menor ainda. Sinto apenas por Belluzzo ter confiado na palavra dos dirigentes santistas. Em outras ocasiões eles já mostraram não ser dignos de confiança. Ô Belluzzo! Estamos liderando o Brasileiro! Os “detalhes” não podem ser esquecidos. A presença da torcida, no clássico, é fundamental! E a Federação, nessas horas, faz o quê? Mesmo tendo que reservar uma parte para o time visitante, o Santos “some” com os ingressos e tudo bem? Multa nem pensar? Pobre futebol Brasileiro… Prá cima deles, Palmeiras!! Com ou sem torcida, vamos acabar com o time do Psicopata!

E, se precisamos ganhar, vamos ter que torcer pelos atletas que estarão em campo. Eu já fiz até campanha aqui, para que o Dunga o levasse e deixasse por lá, mas agora é hora de apoiarmos o Marcão, caso ele vá pro jogo. É com ‘esse’ que vamos até o fim do campeonato. Maurício Ramos vai ficar fora por uns 30 ou 40 dias e sabe-se lá se volta a tempo. Muito difícil. Portanto, faz-se necessário que nós torcedores apoiemos quem quer que vista a nossa camisa. Viram como o Jumar jogou bem na última partida? Marcão também
não foi tão mal. E, não podemos negar, a versatilidade dele quebra bem o galho, algumas vezes.  Marcão, pode ser zagueiro, lateral esquerdo (espero que não rsrs) e líbero. Vai, Marcão! Fica ligado os 90 minutos! Se não dá na técnica, que seja na raça. Boora ganhar esse título!

E para fechar, além da volta de Cleiton Xavier e Armero, aqui vai um lembrete bem auspicioso para a torcida:  “Os números comprovam: Vagner Love é o rei dos clássicos no Palmeiras”: Em quatro duelos, o “Predador” já balançou a rede seis vezes, três delas contra as sardinhas. Então vamos cantar: OLÊ LÊ, OLÁ LÁ, O LOVE VEM AÍ E O BICHO VAI PEGAR!!! E, como Luxemburgo diz que Diego não é craque… vamos continuar cantando: “SAI, SAI DA FRENTE, SAI QUE O DIEGO É CHAPA QUENTE”!!

Mesmo sabendo que o árbitro será Sálvio Spínola, acredito que San Genaro vai estar de plantão. Portanto, meu placar é 2 x 0 para o Verdão… e o seu? 

periquitoverde_usainbolt

Eu fiquei esperando achar meu coração para começar a escrever, mas não sei onde ele foi parar. Não sei se está lá com Diego Souza, quem sabe nós pés de Vagner Love, ou então nas mãos de São Marcos… Meu Deus! Que jogo!

Quando comecei a assistir, o time já tinha entrado em campo, e só então foi que eu vi o Jumar e o Marcão. Confesso que não gostei, mas agora é hora de torcer, jogue quem jogar. O jogo começou pegado, e nem poderia ser diferente, depois de todas as notícias e disse-me-disse da semana. Mas foi o Cruzeiro quem abriu o placar. Marcão deu uma vacilada, hein? Mas nem deu tempo de assustar, porque Diego Souza cobrou uma falta um minuto depois, com uma curva tão linda que quando o goleiro viu, tava na rede. Que maravilha! Palmeiras jogando prá ser campeão. Marcos fazendo cada defesa! Naquele chute cruzado do Kleber, que reflexo teve o Santo!

E não é que a Globo me coloca o hino dos bambis na comemoração do gol do Diego? Tenha dó, hein Globo? Isso é falha, ato falho, ou provocação, mesmo? Vá se catar!

Não devem ter gostado nem um pouco, quando Souza roubou a bola que começou a jogada do nosso segundo gol. E que golaço! Ao melhor estilo Vagner Love, o velocíssimo matador entrou driblando na área e meteu pro gol. Ô virada abençoada! Pena que o juiz inventou a expulsão do Armero, logo a seguir. E aí foi um pega prá capar. Palmeiras com um a menos, na casa do adversário, ganhando por 2×1, num terreno difícil, pesado. Aí começou um dilúvio.  Chuva que não acabava mais.  Não tava fácil, não.

E conseguimos manter a pegada graças a Muricy Ramalho, que reorganizou o time após a expulsão de Armero. Tirou atacante, colocou outro zagueiro; estreou Figueroa (que foi bem) e, ao seu melhor estilo, fez com que o Palmeiras saísse com os tão desejados três pontos. Tivemos sorte em alguns lances, é verdade. Sorte de campeão. Eu quase desmaiei, quando o jogo acabou. O mundo rodou e escureceu e nunca tremi tanto na vida. Que emoção!  As lágrimas ao final eram o alívio para o coração que fugiu do peito e batia descompassado por aí. Que amor eu sinto por esse time. Dio Santo!

Estou gostando muito do que estou vendo. Estamos azeitando a máquina, na hora certa. Abrimos a bendita vantagem sobre segundo colocado, ainda que a impren$inha achasse que seríamos ultrapassados, antes mesmo de jogar. Vitórias como essa costumam dar títulos, disse o goleiro Marcos, e ele tem razão. Tô botando a maior fé. Parece que eles enfiaram na cabeça que vão ser campeões! E eu também enfiei na minha… uhauauah

E para os penaltimaníacos,  um recado: “Vão à puta que pariu!!”  Miranda não fez penalti em Fernando, no jogo dos bambis, né?  Mas zagueiro encostar no calção de atacante é assassinato prá vocês. Logo no calção do Kleber, que sabe cavar mais que tatu. Se for da conveniência do seu Wright, Godoi, Neto, genéricos e similares, é penalti escandaloso, se não for, eles ficam quietinhos, mesmo que tenha porrada. E, ainda que tivesse acontecido todos os 4897766565 penaltis que esses pangarés enxergaram, ficam na conta dos três que não nos deram contra o Galo;  aquele do primeiro turno, contra os bambis; o gol de bicicleta do Obina, contra o ATL/PR; o roubo escandaloso contra o Goiás; os erros do jogo contra o Grêmio, no Palestra; contra o Botafogo; os jogadores que perdemos por cartões mandrakes, como hoje… A gente ainda fica no prejuízo, não é mesmo?

Falta pouco, amigos! Acho que já dá para começar a preparar a massa da pizza, colocar a cerveja para gelar, o vinho… NOSSO PALMEIRAS VAI SER CAMPEÃO BRASILEIRO!!!   

LovenaMV

Quando eu estou aqui, eu vivo este momento lindo…

Estar no Palestra, vendo o Palmeiras jogar é inexplicável! A Turiassu lotada, os bares cheios de ‘parmeras’, o Shopping Bourbon,e suas escadas rolantes salpicadas de verde e branco, de verde limão, de azul… tudo tem uma aura de alegria, de orgulho, sei lá. Depois, lá dentro do Palestra, onde se respira Palmeiras, onde se respira paixão, é que a torcida entrega o que tem de mais caro: seu amor incondicional ao Palmeiras. Local onde o sentimento de toda uma Nação se funde e ecoa pelos ares.Lindo de se ver, muito bom fazer parte. Como diz Joelmir, só quem é palmeirense sabe o que é esse carrossel de sensações que a gente tem e nunca explica… São as nossas emoções…

…São tantas já vividas, são momentos que eu não esqueci…

Nossa casa… palco de algumas tristezas e um sem número de alegrias. Em nossa casa conquistamos a Libertadores; tiramos do Paulistão 2008, os prepotentes, favorecidos e farsantes bambis; demos uma virada histórica prá cima do Flamengo; conquistamos o Paulistão 2008; vimos desfilar ídolos maravilhosos (impossível citar todos); em nossa casa, recebemos craques tão sonhados e nos despedimos de outros com tristeza; foi lá que o mundo conheceu Evair, Edmundo, Rivaldo, Roberto Carlos, Vagner Love; foi lá que brilhou Valdívia…

…mas eu estou aqui vivendo esse momento lindo…

Hoje, a festa tem um motivo especial. Defendemos a liderança do campeonato, em busca do nosso 9º título brasileiro, e estamos nos sentimos ainda mais felizes, porque está de volta o nosso craque da camisa 9. Vagner Love! Aquele, que Mustafá vendeu quando mais precisávamos dele.  Nosso matador (que Belluzzo foi buscar), chegou em casa. E todos os olhos se voltam incessantemente para o túnel por onde os jogadores sairão. Eu não me canso de olhar prá lá. Uma ansiedade enorme. Não vejo a hora de vê-lo em campo, mais uma vez vestindo o manto. 

De repente, eis que, com uma camiseta branca sobre a “maglia azzurra”, surge o time do Palmeiras.Emocionante a faixa com a homenagem a Pierre. O Palestra todo grita o nome de seu guerreiro. Faixa e camisetas trazem a mensagem: “FORÇA PIERRE, A NAÇÃO PALMEIRENSE ESTÁ COM VOCÊ”. Emocionante… Procuro Vagner Love entre os jogadores e lá está ele! Que flashback sensacional! Estou arrepiada! Olho prá ele, com suas trancinhas verdes, e é como se ele nunca tivesse saído. Que reforço maravilhoso, foi essa contratação.Que momento único é esse que vivemos agora, com Belluzzo no comando do clube.
 
A torcida está em festa! O jogo não é lá essas coisas, o Palmeiras está desfalcado de peças importantes. O Barueri  encontra muitos espaços e joga melhor, no primeiro tempo. Sorte nossa que a pontaria deles é péssima e, quando acertam, Marcos está lá. Abade, é uma desgraça. Nem 5′ de jogo e ele amarela injustamente o dono da festa. O Verdão tenta, tenta, e Love marca de cabeça, mas está impedido. Vamos ter que esperar mais um pouco. Souza joga um bolão! Wendel está num dia inspirado, mas o time não consegue chegar com perigo no gol do Barueri. Obina não recebe muitas bolas, uma vez que o time todo quer municiar o reestreante. Mas O Palmeiras luta.

No segundo tempo o Verdão se apresenta melhor. A torcida já pressente que a “chapa está esquentando”. E numa descida de Wendel, Cleiton recebe e levanta  na cabeça de Diego Souza (A N I M A L!), que mete na rede do Barueri. Golaço! “SAI,SAI DA FRENTE! SAI QUE O DIEGO É CHAPA QUENTE”, é o grito que ecoa no Palestra.Mas está faltando algo… Jogada do Palmeiras, Love é derrubado na área. Abade faz que não vê, só que Obina (sempre ele) recupera a bola e é derrubado, também. Sem poder nos roubar duas vezes seguidas, o juiz apita… Obina, generoso , num lindo gesto,entrega a bola para Vagner Love…

…Olhando prá você, e as emoções se repetindo…

Como se fosse ontem… como se fosse sempre… Love vai para a cobrança e guarda. O Palestra explode! Ele corre até a torcida e quem é que se lembra de qualquer rusga, de qualquer rancor?  Vamos ganhar o título do Brasileiro. E Love veio para nos ajudar, e muito,  a levantar o caneco. Mais do que nunca, eu acredito no título!  E nem quero saber se time “x” perdeu, time “y” ganhou. Os outros que se f…., eu torço é pro Verdão e na frente dele não tem ninguém…

…Se chorei ou se sorri
O IMPORTANTE É QUE “PARMERA” EU NASCI!!!

Tomara o Rei Roberto Carlos, que nessa semana declarou ser um “parmera” apaixonado, perdoe a minha ousadia e a brincadeira…  

Vocês se lembram do “Come Risoli”, aquele blogueiro do UOL ? Aquele mesmo, que garantiu que Vagner Love viria para qualquer time do Brasil, menos para o Palmeiras?Pois é, o tal sujeito, mesmo depois da contratação do jogador, pelo Verdão, ao invés de fazer um ‘mea-culpa’, resolveu fazer gozação com o torcedor. Nos desejou Feliz Dia de São Nunca, em pleno aniversário da Sociedade Esportiva Palmeiras, clube também conhecido como “O Campeão do Século”. Todo mundo sabe que o tal São Nunca é padroeiro dos ‘amici’ lá da Marginal sem nº, né? O ‘poverino’ ficou até espetado na grade na última Libertadores que eles participaram. Lembram?

 

Pois então, parece que o ‘Risoli’ não tem mais o Blog… será que foi demitido? Ô dó… uahuhauahuahuah

Essa impren$inha gosta de encher-o-saco do Palmeiras, hein? O que puderem fazer para atrapalhar… Agora, é o tal Ceretto, que vem associar o nome do Love às baladas. Tá bom Ceretto, vamos esquecer o Tevez, o Carlos Alberto, a Imperatriz, o Ronaldo e fazer de conta que o único jogador que gosta de balada no Brasil é o Love, tá? Porque os bambis gostam mesmo é de ‘brincar’ na sauna gay e os gambás de “ler o catecismo” com traveco nos motéis, por aí. Vá se catar, Ceretto!

Aqui é Palmeiras, porra! Aqui ninguém lava dinheiro, não tem ingresso de show da Madonna, para comprar arbitragem; nosso estádio não nos foi ‘doado’ com dinheiro público; não precisamos inventar ‘historinha’ de pilha, de gás; não damos relógio de ouro para cartola, como presente por título comprado… aqui é trabalho, meu filho! Vamos construir a nossa Arena sem trambique e sem usar dinheiro público, de maneira limpa e digna como só o Palmeiras sabe fazer. E vai ficar um arraso…

Mas amanhã tem jogo, tem a estreia do Love, lá no Palestra. E a nostra casa vai estar cheia, nossa torcida, vai arrepiar, como sempre. E tenho certeza, nosso time corresponderá à altura. Dezenove mil ingressos já foram vendidos, é mole? Uma pena que perdemos nosso guerreiro, Pierre. Ele vai fazer uma falta danada. Mas Souza é um baita jogador e vai dar conta do recado, direitinho. Maurício Ramos também não joga. Mas não é  por falta de ‘Maurício’ que a zaga  vai deixar de jogar bem. Maurício Nascimento vai substituir. Marcão (Deus que o ajude a jogar muuuito) vai pro lugar de Armero, que está com a seleção colombiana e, lá na frente, é Love e Obina… Então, já sabem, né? TODOS PARA O PALESTRA, AMANHÃ!  É SÓ LOVE, SÓ LOVE…

Love

E lá vamos nós para o clássico  contra os bambis, em meio às notícias maravilhosas com que fomos brindados nesta semana. Enquanto a gente ficou pensando que  era  Robert, o atacante de quem Belluzzo falava, nostro presidente, quietinho, foi buscar Vagner Love, é mole?

As notícias começaram a aparecer aqui e ali e, não demorou muito, Love já estava oficialmente anunciado. Que felicidade!! Ah! Belluzzo tem que ficar à frente do Palmeiras por muito tempo, viu? Muito mais tempo do que o seu mandato prevê.

E, para deleite da Nação, parece que as baterias palestrinas agora se voltam para os Emirados Árabes… em busca de Valdívia, o nosso craque tão querido, tão sonhado. É bom demais!! Mustafá tinha feito uma grande burrada quando vendeu o Love, mas Belluzzo já consertou. E quem sabe não conserte o erro enorme que foi vender um ídolo, trazendo o Mago de volta?

O palmeirense não cabe em si de alegria e orgulho. Alegria pelas boas notícias que se sucedem, e orgulho pelo presidente que agora comanda o Palmeiras.

Mas hoje tem clássico! Estamos na liderança, e o tal de Jason não pode nos roubar o primeiro lugar na classificação. Esse apelido veio bem a calhar prá elas, né? Não é o Jason que não gosta muito de mulher e mata todas que encontra? Pois hoje, se ele não matar as amigas no vestiário antes,  ele vai encontrar homens, de verdade. Guerreiros da casa Azzurra, que vão mostrar em campo a força do Campeão do Século. SE CUIDA BICHARADA, PORQUE O PORCO VAI PEGAR!!!!

E o Jason? JASON O C…………., LUGAR DE BAMBI É DENTRO DO ARMÁRIO!