“…Y cuando vengan los dias 
         Que nosotros esperamos 
             Con todas las melodias  
                  Haremos un solo canto…” – Mercedes Sosa
 

QUEM VAI SER CAMPEÃO BRASILEIRO, LEVANTA A MÃO! Eu não tenho dúvidas de que o Palmeiras vai levar esse título. Meu Deus! Em onze minutinhos, o Verdão, deixou  Luxemburgo procurando Nemo. E com que categoria mostramos ao Brasil que o Campeão Brasileiro de 2009 tem nome: Palmeiras! Tá  com pinta, futebol e jeitão de campeão, o nosso “Parmera”. Foi tão convicente que o Cleber Machado, que narrou nossos gols com a alegria de quem perdeu a carteira, terminou a transmissão como se estivesse em um velório. Combinava com a cara de FAIL do Pofexô…

E alguém viu o Hugo (WHO?)? Ficamos com tanto medo e tão pressionados depois da “ameaça” que ele nos fez… uhauha Os bambis se mataram para ganhar do ultramegasuper Náutico, para continuar cinco pontos atrás do Palmeiras. Nós, enfrentaríamos o time do Vanderlei “eu sou bom” Luxemburgo, na Vila Belmiro. E, pelo visto, o Psicopata tá querendo participação no nosso título, sim. Depois do que vimos hoje, ele está querendo que o Palmeiras seja campeão. uhauhauhauhaua AQUI É TRABALHO, MEU FILHO!

O jogo começou na correria e marcação cerrada por parte do Santos. O Palmeiras aos poucos ia achando os espaços. E embora tivesse problemas de posicionamento (muito distanciados uns dos outros) e finalização, jogava melhor que o adversário. Tava na cara que ia acabar marcando. No primeiro tempo houve um certo equilíbrio. No segundo, Muricy acertou as coisas, mas quem abriu o placar foi o time da Baixada. Um vacilo, mas nem foi nada. O Palmeiras, que conduz as partidas à sua conveniência, se manteve tranquilo e empatou com Diego Souza, num perfeito cruzamento de Figueroa. Eu tinha até reclamado que Diego andava em campo, mas a fera é assim mesmo, fica à espreita da melhor oportunidade, vai lá e decide. É o craque do time. O craque do campeonato! Só Luxemburgo não sabia disso quando aqui esteve.

E o gol foi a senha para o que veio a seguir… Com autoridade de campeão, o Palmeiras foi prá cima e em dois lances, deu show, definiu o placar e acabou com as pretensões do psicopata… uahuhauah Mais um lançamento de Figueroa para Diego que driblou e chutou cruzado, rasteiro. Robert (no lugar de Obina), espertíssimo, se esticou todo e tocou pro gol. De virada é mais gostoso!! Nem parecia que a nossa torcida não tinha recebido ingressos suficientes. Como se estívéssemos todos lá, era só a nossa “voz” que se fazia ouvir. Lindo demais!

Mas quem é Palmeiras, sabe em que velocidade corre o sangue nas veias, em que ritmo bate o coração. Não desacelera nunca! Jogada de cinema, Diego levanta para Cleiton mais à frente, que tabela com Love e, magistralmente, toca para Robert ganhar de Triguinho e tocar entre as pernas do goleiro… E quem vinha lá??? Vagner Love!! GOOOOOL!! O terceiro do Verdão! Os três gols em onze minutos! Que felicidade, meu Deus! Meu time vai ser campeão! E quem é que segura as lágrimas numa hora dessas? A gente não sabe se ri, se chora, se pula, se grita, se olha a TV, se agradece aos céus e acaba fazendo tudo de uma vez. Uma doideira só…

Pintou o campeão! Inquestionavelmente. Até os abutres carniceiros da imprensinha já se rendem às evidências. Até o juiz que ia roubar, não roubou  e voltou atrás na marcação de um penalti inventado. Respeitou o futuro campeão.  São 75% de chances de levar o título. Ninguém vai poder parar o maravilhoso time do Palmeiras… Ninguém vai poder tirar a vontade de ganhar de nossos craques, nem o talento de Diego, a perfeição de Marcos, a lucidez de Cleiton e Edmilson, a competência de Danilo, Maurício e Figueroa, a velocidade de Armero…  Ninguém vai poder tirar  a garra de Souza, a vontade de Obina, a “luz” que ilumina Robert, a precisão de Vagner Love… A única coisa que poderão nos tirar é o grito de campeão, da garganta…

FALTAM 11,  PALMEIRAS!!!  TCHUUUUUUUPA, IMPREN$INHA!  TCHUUUUUUUPA, LUXEMBURGO!!

Eu queria a vitória no clássico. Mas o confronto entre as duas melhores defesas do campeonato estava fadado ao empate. Quem é que iria se ‘aventurar’, exatamente na partida em que dois candidatos ao título iriam medir forças? O Jason, tava com um baita medo do Palmeiras e dava bicão para o lado que estivesse virado. Foi uma partida truncada, pegada, focada nas defesas de dois times que poderiam ter dado espetáculo, se quisessem. Os bambis precisavam da vitória para se aproximar do líder Palmeiras  que, por sua vez, queria vencer, para disparar na liderança.

Algumas poucas oportunidades surgiram para os dois times, mas os goleiros evitaram que os atacantes abrissem o placar. Nós tivemos chances com Obina, Armero, Diego (era só tocar pro Ortigoza), mas o goleiro bambi evitou. Ah, se Armero tivesse acertado a finalização na burrada que a bicha nariguda fez… Do nosso lado, Marcos, quando exigido, mostrou porque o Palmeiras tem a melhor defesa e o melhor goleiro do campeonato. E mesmo tendo perdido Maurício Ramos, contundido, ainda na primeira etapa, conseguimos manter a pegada.

Mas eu não quero falar muito do jogo, não. Eu quero falar da declaração do Muricy: “Estou muito feliz no Palmeiras. Vim para um lugar bom. Estou mais light agora. Isso porque no Palmeiras os caras são muito lights, muito legais. O ambiente é bom. Aquela coisa de italiano. É coisa gostosa. Isso me deixa mais calmo também, olho para o lado e vejo parceiros, não traíras”… “[Eles] não fazem p…nenhuma, não jogam. São muito vaidosos. Meu trabalho é bom em qualquer lugar que vou”, disse Muricy. Que coisa, hein? Mas não são os bambis que têm administração de primeiro mundo? Lá não é tudo “perfeito”? Foi só pular o muro e Muricy descobriu o que é comandar um grande clube. “O tempo é o Senhor da Razão…”

Eu quero falar do Love!  ÔÔÔÔ o Love voltoooou! Nostro craque, recém chegado da Rússia, estava no camarote, lá na Bambineira, torcendo para o Verdão. Que alegria! Tão familiar ele é prá gente, não é mesmo? De trancinhas verdes, lá estava ele… de volta! Sonhamos tanto com ele e agora ele está aqui, em casa! Maus presidentes vendem os ídolos. Os bons, os trazem de volta. Só falta agora repatriarem o Mago…

E Love viu Muricy armar um time ofensivo, com Obina e Ortigoza na frente. Os bambis vieram com Dagoberto e Washington. Do Jason, não vimos nem a sombra… Só que as equipes se respeitavam demais e poucas chances apareciam.  Faltou criatividade ao Palmeiras. Faltou Cleiton estar plenamente recuperado. Mas a chance que perdemos nos acréscimos da primeira etapa, foi de matar! Diego aproveitou falha da zaga leonor e avançou em direção ao gol, mas não concluiu como deveria e nem tocou para o companheiro Ortigoza, que estava livre ao seu lado.Tem que decidir, Diegão! Quando a oportunidade surge tem que matar a partida! Love deve ter ficado chutando as cadeiras lá, no cacoete de goleador. Calma craque, contra o Barueri você entra em campo!

Sem grandes emoções, ainda que melhor após a entrada de Souza, na segunda etapa, o jogo ficou mesmo no 0x0. Um resultado bom para o Verdão, não podemos negar. Com 41 pontos, continuamos 4 pontos à frente dos bambis (que cairam para 4º lugar), e 3 à frente do Goiás, que levou uma surra do Inter, que tem a mesma pontuação dos leonores. O Palmeiras, hoje, é um time encardido, difícil de ser batido. Isso é um bom ingrediente na ‘receita’ para ser campeão, não é mesmo? Receita essa,  agora  refinadíssima, com a chegada do “artilheiro do amor”. Ele foi apresentado hoje e disse que ficou arrepiado ao vestir a camisa do Verdão, novamente. E eu me emocionei ao vê-lo com ela…

E, para a imprensinha que está torcendo para que ele seja hostilizado, fica o convite: “Compareçam na estreia do Love e vocês vão ver como é que a Que Canta e Vibra vai recebê-lo”. O Palestra vai ferver…Cuidado gambazada, inveja mata…

SEJA MUITO BEM-VINDO, DE VOLTA, VAGNER LOVE!! VOCÊ CHEGOU BEM A TEMPO DE GANHAR O BRASILEIRÃO!! 

 

 

Nem que a gente queira, encontra ponto positivo nesse empate entre Palmeiras x Botafogo. Tenha dó! Os cariocas vieram ao Palestra com 8 desfalques, sem contar que ocupam os últimos lugares (15º) da tabela.E mais uma vez a gente se enrola por nossa própria conta.

Palestra lotado! Jogo valendo o título simbólico do primeiro turno do Brasileiro. Uma festa linda da torcida mais apaixonada do mundo, que nunca deixa de fazer a sua parte, faça sol ou faça chuva.O  Palmeiras veio com  três volantes, e Ortigoza, fixo lá na frente, com Diego e Cleiton próximos à área. Que Obina ia fazer falta, a gente já sabia. Mas o Palmeiras começou bem. Aos 8′, Cleiton cobrou falta e Diego desviou de cabeça, assustando o goleiro e acendendo a torcida. 16′, Cleiton mandou na trave. Parecia que o jogo ia ser do jeito que a gente queria. Parecia… Porque um time com três volantes e um atacante fixo, vai ter dificuldades de furar uma marcação forte, não é mesmo? Muricy tem sido tão previsível… Poxa cara, você está do outro lado do muro! Aqui é Palmeiras, porra! Esse esquema acaba sobrecarregando o Cleiton e o Diego, que hoje ficaram bem aquém do que a torcida espera deles.

O Botafogo veio com cautela, se arriscando nos contra ataques e levava perigo com Lucio Flávio e André Lima.E não é que aos 23′, Lucio Flávio cobrou uma falta, cruzando na área, a defesa não se achou lá e, na confusão, André Lima meteu na rede? Por essa ninguém esperava… Eu achei que o Palmeiras ficou meio perdido depois do gol, dando chutão, de qualquer jeito o que acabava resultando em …nada.Ortigoza bem que tentava se desvencilhar da marcação e fazer as jogadas. Armero e Wendel meio estabanados, não rendiam como podiam, mas até que tiveram seus bons momentos.Cleiton Xavier e o time praticamente todo erravam muitos passes. Até que aos 32′, Cleiton acertou um cruzamento na área. O goleiro saiu mal prá burro e, Danilo, mais esperto, se antecipou e empatou, de cabeça. O Palestra explodiu em alegria e alívio. Uffa! Agora vai, pensamos nós…Vai nada… Palmeiras e Botafogo pouco arriscavam e a primeira etapa terminou assim.

Veio o segundo tempo e o futebol apresentado pelas equipes melhorou. Começaram a aparecer as chances.Danilo errou e quase marcou contra. Ah, se não fosse o Marcos…No rebote, o carioca errou. Mas o Palmeiras logo respondeu. Diego recebeu uma bola na intermediária, avançou e ao invés de tocar por cima,inventou de driblar o goleiro e perdeu o gol mais feito da partida. Time que quer ser campeão, tem que saber matar a partida. Muitas vezes só aparecerá uma única boa oportunidade… Cleiton, contra o Galo… Diego, hoje, elá se vão 4 pontos para a casa do… chapéu. Ainda tivemos um impedimento de Cleiton Xavier, marcado de maneira bem sem-vergonha pela arbitragem, quando ele ia pro gol. Armero quase fez também. Robert entrou e nem o vi pegar na bola. E o jogo acabou assim, e foi frustrante. O problema nem é o empate em si,  mas a maneira como se deu, com tantos passes errados e tantas jogadas desperdiçadas. Eu nem tive saco para as desculpas esfarrapadas que se seguiram ao apito do árbitro: “a bola fugiu, escapou”… “Diego está cansado”… “O Palmeiras é o time a ser batido”… Eu posso com isso? E o Cleiton, então, que disse que o time joga duas vezes na semana e está cansado… Os outros times não jogam? Até parece que vocês vão a pé para os jogos, ou de metrô; que comem no “Bom Prato” e ficam em albergues,né? Imaginem então, como se cansa o torcedor…

Eu não gostei nem um pouco do que vi. Jogamos muito pouco e espero que Muricy pense melhor o time, viu? E que Obina retorne logo. Apesar de não ser o atacante dos sonhos, pelo menos ele deixa a zaga adversária preocupada. E espero também  que essas bobeadas nunca mais se repitam, que o Love assine rapidinho, prá ontem; e que Belluzzo vá buscar o Mago, lá do deserto…

Esse ENEA vai dar um trabalhão… mas ele vem! FORÇA, PALMEIRAS!!!

Tá todo mundo (da imprensinha, claro!) falando que o Campeão voltou. Pô, eu nem sabia que o Palmeiras tinha saído… Porque, jogamos até agora, com os mesmos times que os outros, salvo poucas partidas a cumprir, e segundo me consta, o melhor entre todos, é o Palmeiras. E quando começa esse papo furado, temos que ficar antenados, pois já sabemos bem o que acontece: juízada metendo a mal, deixando de dar penaltis para o Verdão, ou deixando fazer gol de mão na gente, gás, pilha e, ainda por cima, tem o tribunal que fica fazendo ‘caça às bruxas’ com os jogadores do Palestra. Muito cuidado nessa hora, Belluzzone! Esses, de co-irmãos, não têm nada.

Mas o que nos interessa, mesmo, é que nesta semana tem Verdão! Na quarta-feira! Caraca, que final de semana chato sem o meu Palmeiras. É uma abstinência que incomoda, viu? Mas até que esse final de semana não foi de todo ruim. A TV Globo, anunciou o jogo do time do Rei dos Travecos (viram o cartaz, lá?) contra o time da Imperatriz, como se fosse final entre Júpiter e Saturno. Um exagero! O que se viu foi um estádio com um público mais ou menos, e dois times com futebol mais ou menos. O menos, nesse caso, ficou por conta dos gambás que, por mais que os empurrem, depois que trombou com o Verdão, tá descendo… descendo… Foram os ‘pais’ da rodada. Eu não assisti na Globo, claro, mas me diverti à beça… com a derrota deles e com o Luciano do Vale que nem sabe mais o nome dos jogadores. Ele viu um careca com a bola e já disse que Adriano fazia uma bela jogada, quando na verdade era o Emerson… uhahahahauhauh

Só que o jogo que nos interessa, vai ser lá no Mineirão. Já venderam uma tonelada de ingressos.O Galo que se cuide, porque o Verdão já deu show no Maracanã e não é difícil que faça uma bela partida nas Minas Gerais. O problema será a ausência de Armero, pois não temos substitutos à altura. Acho que Muricy deveria ter treinado até o Sacconi, que me parece já ter feito essa função em outro clube, uma vez que Jefferson e Marcão não estão nos servindo como deveriam. Só que o nosso time é bom, Muricy acabou de chegar e não conhece os jogadores ainda. Conhece  algumas de suas ‘características, mas trabalhar com eles é outro papo. E temos Marcos, Wendel, Pierre, Edmílson, Cleiton, Diego, Danilo, Maurício, Obina… temos Souza, Ortigoza, Marcão(só se for de zagueiro), Sacconi, Maurício Nascimento (ONDE ESTÁ?)… Se Muriçoca misturar bem os ingredientes, a receita ficará perfeita.

Acerta a mão aí, Muricy, que vamos dançar a tarantella lá no Mineirão, uai!

A torcida do Palmeiras sempre me emociona.A gente pode sentir a paixão que ela tem pelo time, mesmo quando ouve o jogo pelo rádio. E, na estreia de Muricy, não foi diferente…

Depois de um dia cheio de coisas para fazer e um banho quentinho, eu acabara de jantar e colocar os fones de ouvido, uns vinte minutos antes de o jogo começar. Os comentaristas davam as escalações de Palmeiras e Fluminense, mas eu só conseguia ouvir a torcida. Um frio danado, chuva, e ela estava lá… Foram quase vinte mil pagantes, que não paravam de cantar. Vi as imagens depois. Que coisa linda! A água, nas capas de plástico, brilhava sob as luzes do Palestra e o brilho se confundia com o dos rostos sorridentes dos torcedores felizes e apaixonados… Se eu, que faço parte dessa Nação, estava em lágrimas, antes mesmo de o jogo começar, imaginem como se sentiu Muricy… Aposto que ele ‘tremeu na base’ao ouvir a Que Canta e Vibra: “É MURICY, É MURICY!” Que vontade de estar lá (e, de alguma forma, eu estava), com os meus ‘irmãos’, mas nem sempre isso é possível.

Eu, que tinha tanto medo do rastro de destruição que Luxemburgo poderia deixar, ao sair, estou maravilhada em ver o time que temos agora. O belo trabalho de Jorginho, terá continuidade. Muricy, que não é bobo, já percebeu a qualidade de Souza e vai trabalhar o garoto. Já sabe também que Diego é o cara que decide. E o nosso time, que sabe que agora é hora de jogarem os melhores, ficou tão motivado depois que o ‘destrambelhado” saiu, que fico imaginando como deveria ter sido difícil para todos eles, aguentá-lo como técnico. A diferença é gritante. O time está organizado, tem padrão de jogo, e uma condição física invejável. Podemos perceber que a equipe, agora unida, teve um ‘up’em qualidade, raça, motivação, e se credenciou, mais do que nunca, ao título brasileiro. Basta que a nossa diretoria não venda ninguém agora.

Eu sei que ainda falta muito, que o campeonato é longo, mas quando a gente vê o que estão jogando Diego(que não pode ser vendido!),Cleiton, Marcos, Pierre, Armero, Edmílson (que grata contratação!),Obina… o time todo, não dá para não acreditar. Não dá para não esperar a tão sonhada volta olímpica do Penta… Uma coisa é a gente torcer e acreditar, porque é o time que amamos. Outra coisa é saber que podemos, deverdade; que temos time, técnico, diretoria e torcida, empenhados no mesmo objetivo, no mesmo sonho. Saber que a ‘química’ aconteceu.Nesse jogo, contra o Flu, o campo estava muito pesado e o bom futebol, bastante comprometido.E mesmo assim o Palmeiras foi soberano.E até que o Fluminense deu trabalho em várias oportunidades, mas o nosso goleiro (que tirou até de manchete!), a zaga, os volantes e os laterais, estavam atentos. Na verdade, o time todo marcava, desarmava e,a cada roubada de bola, nossos atacantes eram acionados, levando perigo aos cariocas.

Mas, num campo em que é quase impossível parar em pé, fica difícil fazer gols. E já tínhamos usado a nossaartilharia pesada contra os gambás. Mas nós temos Diego Souza! Ele está impossível! Ontem, comemorou a partida de número 100.E fez uma apresentação “100”SACIONAL! Com todas as dificuldades que o campo encharcado trazia, ele jogou muito. Driblou, deu chapéu (na verdade, um sombrero), arrastou zagueiros atrás dele, sofreu muitas faltas e marcou um golaço! Depois do passe maravilhoso de Cleiton Xavier(que mandou uma na trave), ele meteu de bico e guardou. E de bico, não é para qualquer um, é só para quem pode.A torcida explodiu em alegria, Muricy, feliz, pulava lá com a comissão técnica. Ao final do jogo, ovacionado,ele batia no braço, naquele sinal característico que o torcedor sempre faz. E todos, jogadores, torcedores, comissão técnica e diretoria, fomos dormir tranquilos, felizes, líderes… E vamos acordar na liderança, secar o Galo e assumir a ponta isolada, se Deus quiser. Agora vou dormir, quentinha, com aquela sensação deliciosa que as vitórias nos trazem e apenas esperar…  O título do Brasileiro está a caminho do Palestra Itália…

Vamos escancarar os portões…

E não é que Muricy acabou assinando com o Verdão? Quem diria… Nenhum de nós esperava, mesmo porque, Jorginho fazia um belo trabalho.

Mas já que chegou, que seja bem-vindo! Agora ele vai escrever a mais bela página de sua carreira, se Deus quiser. Agora, ele vai trabalhar num grande clube; de tradição, e história limpa e inquestionável. Agora, tudo o que ele conquistar vai ser fruto do seu trabalho e de seus comandados e apenas isso, sem esquemas de tribunal e nem apito..

Vamos lá, torcida palestrina! Deixemos as queixas de lado, e vamos “guardar” o Jorginho. Ele mesmo já disse que quer ter mais experiência. Que seja assim, e no futuro ele assume o Palestra. Ele espera e nós também.

BOOOOA SORTE, MURICY! AGORA VOCÊ É PORCO, HEIN? ENTÃO JÁ SABE, QUE A GAMBAZADA TEM QUE APANHAR, COMO É DE PRAXE…

O Presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, acabou de informar via Twitter, que Muricy Ramalho não acertou com o Palmeiras. Leiam o comunicado:

Torcida palmeirense: Infelizmente não chegamos a um acordo financeiro com o técnico Muricy Ramalho. Vamos atrás de outras opções. Abraços”

Pois é galera, parece que os salários foram o entrave para o acerto.  Tanto tempo para nos dar uma resposta e, quando estava quase tudo certo, Muricy deu prá trás e não assinou. Mesmo depois de ter dito que estava próximo do Palmeiras, que gostou do projeto… Azar o seu, Muricy.

O que você pensa disso tudo, torcedor? Quem é que pode ser o técnico do Verdão? Quais os melhores nomes? Quem estaria disponível? Pelo visto, novas novelas vão “ao ar” no cotidiano do torcedor palestrino…

Vamos aguardar.

E não é que “il nostro Capo”, adepto da modernidade, vai dar um chega prá lá nas especulações da imprensinha? Ontem, à noite, Belluzzo avisou que o anúncio de quem será o novo técnico do Verdão, será dado em primeiríssima-mão, no Twitter.

Todo mundo ficou temeroso de que fosse “fake”, mas o próprio Belluzzo garantiu que era original, e a Assessoria de Imprensa do Palmeiras, confirmou em nota, hoje pela manhã:

“Agência Palmeiras

O presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, também aderiu ao popular site Twitter.

Belluzzo afirmou que irá anunciar em seu Twitter o novo treinador do Verdão, seja ele qual for. O endereço para que os palmeirenses possam acompanhar os posts do presidente é o http://http://twitter.com/belluzzo_p 

E o internauta também pode acompanhar todas as novidades sobre o Palmeiras no http://twitter.com/sitepalmeiras

Na tarde de quarta-feira (8), o vice-presidente do Palmeiras, Gilberto Cipullo, reuniu-se com Márcio Rivelino, procurador do técnico Muricy Ramalho, e lhe entregou a proposta do clube.

Ambos concordaram que até sexta (10) o técnico Muricy dará sua posição.”

Então, todo mundo seguindo o Belluzzo, tá? Não vamos precisar da imprensinha… uhauhauha

E não esqueçam que o SoPalmeiras e a Clorofila também podem ser acompanhados no twitter: http://twitter.com/sopalmeiras  e http://twitter.com/TaniaClorofila

Anteontem (na verdade, já era ontem), eu fui dormir leve… Sem um peso enorme no coração, que era o de ter que aguentar Luxemburgo e todas as suas invenções, escalações erradas, substituições idem, sem contar as contratações bizarras e as declarações de deixar o nosso fígado ruim. Aquele medo de não saber o que ele iria aprontar na próxima partida. Nunca vi um técnico fritar tantos jogadores, em tão pouco tempo, desvalorizando o patrimônio de clube e parceira. Gustavo, Valdivia, Lenny, Marcos, K9… todos eles foram vitimas de declarações belicosas e prejudiciais, do técnico, que na fase boa só conhece o pronome “eu”. Mas esse ciclo se fechou, ainda bem. E, assim como eu, a maioria da Nação, foi dormir extremamente feliz.

Luxemburgo se foi, se é que ele esteve aqui, mesmo. Nos ajudou a ganhar um Paulista, é verdade. Mas apenas nos ajudou e não ganhou sozinho como ele parece acreditar. Partidas memoráveis de Marcos,Valdívia, Diego Cavalieri, Gustavo, Pierre, Henrique, Alex Mineiro, entre outros, foi o que nos trouxe o tão esperado título. E depois o comandante parou. No afã de ser manager ele nunca mais voltou a ser técnico. Dizem que nem treinar o time ele se dignava a fazer. E os títulos foram passando, sempre para outras mãos que não as nossas. E a culpa era sempre do juiz, da torcida e, nas entrelinhas, até mesmo dos jogadores. Nunca dele. As fichas logo começaram a cair. Assim que Valdívia foi vendido, graças à exigência do técnico, uma parte da torcida desceu da nuvem, onde o título paulista a levara. Mas haviam os renitentes, que tentavam a todo custo, defender o que já se fazia explícito demais: não tínhamos nem a sombra do Luxemburgo que o Palmeiras pensara ter contratado.

A verdade é que o coração palestrino ia sendo machucado em doses homeopáticas. Um pouquinho de cada vez. E as desculpas, que costumavam ser tão convicentes, foram ficando cada vez mais inverossímeis. Foi a Copa do Brasil, a Sulamericana, Brasileiro 2008, Paulista 2009, Libertadores, e as promessas de um time forte para o próximo campeonato, se repetiam, mas ninguém mais acreditava… E as dores foram se acumulando no peito do torcedor. Começamos a cobrar a diretoria. Não era possível que eles estivessem mesmo satisfeitos com esse rendimento tão abaixo do esperado, e com um custo tão alto. Mas, nada como um dia após o outro… Luxemburgo abusou do direito de ser arrogante  e ultrapassou limites que não deveria. Não respeitou a hierarquia palestrina no episódio da venda de Keirrison, e o que tanto sonhávamos aconteceu. ELE FOI DEMITIDO! Foi uma noite de intensa comemoração. Nunca vi uma torcida ficar tão feliz por perder um técnico, e às vésperas de um clássico!

É… hoje tem Palmeiras x Santos, amigos. Mas será que o torcedor está tão preocupado assim? Quem mais nos atrapalhava, não senta mais no banco do Palmeiras. Jorginho comandará a equipe que, tenho certeza, vai brigar muito em campo e fará uma bela partida. Estamos com o nosso time e vamos apoiá-lo sempre. Agora, o que nos deixa ansiosos é a chegada do novo técnico. Aprendemos, nesse episódio, que mais que o curriculum do treinador, o que importa mesmo é o caráter que ele traz em sua bagagem.  Só exigimos do novo técnico, respeito ao nosso clube  e trabalho sério, dedicado. Que ele cuide muito bem do nosso amor. E, por isso, a nossa torcida pede o mesmo nome. A diretoria acena com a vontade de contratá-lo…

SEJA MUITO BEM-VINDO, MURICY RAMALHO!! ESTAMOS SÓ ESPERANDO VOCÊ CHEGAR…