Até o mais desavisado palmeirense sabia…Esse PC de Oliveira gosta de “errar” contra o Palmeiras. Basta ler os comentários, anteriores à partida, nos sites da mídia palestrina. Já estávamos esperando pelas “falhas” habituais desse juizinho picareta. Ele, que contra o Bragantino, conseguiu “arrumar” a expulsão de São Marcos, já está devidamente credenciado para nos meter a mão, não é mesmo?

Mas hoje tínhamos uma “dupla” em ação. A tal da Maria Elis, bandeirinha (só se for na casa dela), viu a mão no gol de “AdriMANO”, ficou parada, depois mudou de idéia e resolveu correr. Será que avisaram pelo rádio que o gol teria que ser validado? Não duvido, viu? Mas ela fez mais, não ficou só nisso. A cara-de-pau, marcou um impedimento de Alex Mineiro, porque ela “pensou” que ele iria tocar para o Denilson. Ele não tocou e ela marcou mesmo assim.

Moral da história: A mão no gol, ela viu, mas não marcou. O impedimento ela marcou, mas não viu. Marca o que não vê e deixa de marcar o que viu. Isso é erro? ISSO É PICARETAGEM! ROUBALHEIRA!

O Palmeiras não jogou bem, é verdade. Faltou mais pegada, mais determinação. Acho que não esperava os bambis tão na defensiva. O time do J.Leonor, por se saber inferior tecnicamente, deu uma de gambá e ficou só marcando. No segundo tempo, o time inteiro ficou atrás. Mas isso não justifica que um gol impedido, e de mão, seja validado. Escandalosamente assinalado pelo juiz safado (que viu o gol ser feito com a mão) e a bandeirinha estúpida e mal-intencionada. Por que se ela tinha dúvida no lance (tanto que a princípio nem correu), não poderia nunca ter validado o gol.

Até no Chile, onde o jogo foi televisionado, a imprensa local ficou escandalizada com a nossa arbitragem: “É uma vergonha!”. Mas a impren$inha tupiniquim me saiu com essas pérolas:

– “O erro do juiz foi providencial para o espetáculo. Sem ele o jogo ficaria chato” (Claudio Carsughi – JP)
Pois é, agora segundo o infeliz  comentarista da péssima Jovem Pan, quando um jogo  estiver empatado, caberá ao juiz “salvar” o espetáculo, “metendo a mão” em um dos times……ninguém merece uma rádio e um comentarista assim!

– “…Adriano fez meio de cabeça, meio de mão. Não teve a intenção, aí vale” (Flávio Prado)
Aí está a grande solução para os atacantes brasileiros, metam a mão na bola em todas as jogadas aéreas, o gol assim vale…….que estúpido!

– “…já teve gol de mão até na Copa do Mundo, não podemos criticar a arbitragem” (Jorge Kajuru)
Jogadores do Brasil, façam muitos gols de mão!!! Afinal, se na Copa o juiz deixou passar, porque não vai deixar aqui também? (Agora eu entendo porque ninguém quer o Kajuru na televisão)

Quantos argumentos para legitimar esse gol, hein gente?Quanta falta de vergonha-na-cara desses pseudos comentaristas. E olhem que não estou nem reclamando as faltas não marcadas, os lances invertidos, porque nada foi tão escandaloso quanto o gol delas feito no melhor estilo “voleibol”…..com a ajuda da mão. Ajuda…essa palavrinha tão familiar aos bambis.

ACORDA, DIRETORIA!! As moças do Jd.Leonor só ganham assim. Sem ajuda não passaram nem pelo Audax.
VAMOS PARA O PALESTRA!!! Lá a história vai ser outra. Quero ver quem vai ter coragem de nos roubar lá dentro. A Torcida Que Canta e Vibra não vai permitir, nem que para isso seja preciso arrancar o árbitro infeliz de dentro de campo.

Vamos apoiar o Palmeiras!!! É o que sabemos fazer melhor.
Vamos colorir o Palestra de Verde e Branco, no domingo!! Vamos buscar a vitória, junto com o nosso time. Vamos mostrar a força da nossa torcida.
É TUDO NOOOOOOSSO!!!!!

Será que novamente veremos o time do Jd. Leonor ajudado nas finais do Paulistão 2008? Nós torcedores, somos os consumidores do “produto futebol” e exigimos profissionalismo e isonomia por parte da Federação Paulista de Futebol. Por que o Palmeiras não pode mandar os seus jogos em seu campo? De que adianta a um clube, ter o seu próprio estádio, cuidar de sua manutenção, reforma, se não pode receber seus torcedores em sua própria casa? Por que todos os grandes clubes que disputam o Paulistão, puderam jogar nos campos do Mirassol, Sertãozinho, Barueri, Guaratinguetá……..e agora não podem jogar no Palestra Itália? O Santos sempre mandou os seus jogos no estádio da Vila Belmiro, portanto os torcedores palmeirenses também têm todo o direito de poder assistir às partidas de seu time no campo do Palmeiras, no Palestra Itália. 

O Estádio da Sociedade Esportiva Palmeiras já foi palco de uma decisão de Taça Libertadores e agora não serve para o Paulistão? Nem mesmo para receber as semifinais? O CONSUMIDOR DE FUTEBOL EXIGE UMA DECISÃO DE CAMPEONATO JUSTA! Chega de mutretas e acertos para favorecer a um único time, que ao longo dos últimos vinte anos se favoreceu técnica, financeira e politicamente, ao mandar TODOS os seus jogos “clássicos” em seu próprio estádio, mesmo quando o mando era do outro.

O Corínthians, por nunca ter tido estádio próprio, se conforma em sempre ter que pagar aluguel, seja para a prefeitura, Portuguesa ou para o time do Jd. Leonor. Não vai entrar nessa briga, nunca. Por mera rivalidade e questões políticas não tem interesse em jogar no interior ou no Estádio do Palestra. Na verdade, eles até preferem o Morumbi. Já o Santos, tem o seu mando nos clássicos garantido na Vila Belmiro, o que faz que seu prejuízo seja bem menor que o dos outros grandes, mesmo tendo um estádio acanhado, antigo e sem qualquer segurança. O time do Jd. Leonor não se incomoda de jogar lá na Vila, pois a rivalidade entre eles é pequena, comparada com a rivalidade histórica e acirrada contra a Sociedade Esportiva Palmeiras e a colônia italiana.

Assim vão duas décadas em que o SPFC foi amealhando os aluguéis de todos os times grandes da capital, mesmo em jogos onde não estava presente, aumentando muito considerávelmente o seu poder financeiro, podendo comprar melhores jogadores a partir dessa fonte de receita monumental. Isso valeu aos donos do Morumbi (nem vamos aqui citar como “conseguiram” ser “donos” do estádio), várias conquistas de títulos, calcados no poderio econômico citado acima, e consequentemente, ótimas vendas de seus atletas para o exterior. E enquanto isso, os times  adversários, pagadores de  aluguel ao SPFC, se viam  afundados em dívidas e com péssimos times e acabaram caindo em um círculo vicioso contrário ao do time do Jd.Leonor, sem conseguir enxergar a raiz do problema.

Mas o palmeirense não quer mais essa situação. Não vamos aceitar mandar os nossos jogos no Morumbi. Lá e a casa do SPFC e não a nossa. Lá até o gandula é são-paulino. A Federação não pode pensar apenas em suas próprias vantagens,  esquecendo o maior  consumidor, que é o  torcedor. À  Sociedade Esportiva Palmeiras, não interessa o lucro, a renda, e sim o campeonato.Não queremos o Palmeiras mandando seus jogos no estádio do adversário. A federação está nos tirando o mando de campo e não vamos aceitar jogar no Morumbi.As razões existem às dezenas. Vamos citar alguns bons motivos, pelos quais o Morumbi não deve ser aceito pela S.E.Palmeiras em hipótese alguma:

– Não pode haver 2 jogos entre duas equipes, com mando de um mesmo time. O profissionalismo no futebol exige uma final de campeonato em igualdade de condições, para que os consumidores do “produto” futebol não sejam lesados.

– O estádio do Morumbi é altamente inseguro. Toda a região que circunda o estádio é formada por ruas residenciais desertas, propiciando todo tipo de emboscada contra o torcedor comum. Assaltos são usuais em dias de jogos. Sem contar as brigas de torcidas organizadas, que também explodem com mais violência no Morumbi.

– O Morumbi não tem estacionamento e nem trem e metrô próximos. Obriga o torcedor a ir de carro e deixar o seu patrimônio à mercê de flanelinhas. O uso de terrenos baldios como estacionamento é comum e são ínúmeros os torcedores que ao voltar encontram o seu carro arrombado e seus pertences furtados. A esposa do jogador Henrique, do Palmeiras, foi uma das vítimas mais recentes.

– A visão do jogo é péssima de qualquer parte do estádio, com exceção das cativas superiores. Só que em jogos decisivos elas são praticamente exclusividade dos sócios do time do Jd. Leonor. Nesse local, torcedores adversários são frequentemente hostilizados em caso de qualquer manifestação.

– O vestiário do time do Jd. Leonor, fica ao lado (literalmente) do vestiário dos árbitros!!!!! Fato esse que gera e facilita os “detalhes extra campo”, tão conhecidos de todos e que sempre decidiram finais. Não é a toa que o time do Morumbi “GANHOU” 80% das decisões que disputou em sua casa.

– O banco de reservas do time do Jardim Leonor fica ao lado (!!!!) do posicionamento do bandeirinha, e aí temos mais um ingrediente “extra campo”,que nunca deve ser desprezado.

– Nunca a torcida adversária comparece na casa do inimigo, com a mesma força que compareceria em seu próprio estádio, gerando mais um fator positivo para o time do Morumbi.

– Nos últimos 4 jogos em que o Palmeiras ganhou do time do Jd.Leonor, o jogo ocorreu em campo neutro: Pacaembu e interior.

– Finais são decididas em detalhes. Todos conhecemos as “minúcias” que decidiram o Brasileiro de 2007. Não podemos menosprezar a competência de nosso adversário em acertar esses “detalhes” em benefício próprio. Já usaram dos mesmos artifícios em 1972. Da mesma forma os usaram também em 2005, para não jogar a final da Libertadores no campo do Atlético/PR. Nossa diretoria não deve ser pretensiosa e ingênua a ponto de menosprezar todos esses “pormenores”.Os jogos finais devem ser decididos apenas dentro de campo e não nos bastidores, como é usual ao time do Jd. Leonor.

O PALMEIRENSE QUER TER O DIREITO DE ASSISTIR AOS JOGOS EM SEU ESTÁDIO!! É UM DIREITO NOSSO!!
CHEGA DE ARMAÇÕES!! JÁ PASSOU DA HORA DE MORALIZAREM O POBRE FUTEBOL BRASILEIRO!!

DIRETORIA PALMEIRENSE, FAÇAM COMO EM 1972 E NÃO ACEITEM MANDAR O NOSSO JOGO NO MORUMBI, NEM QUE SEJA PRECISO LEVÁ-LO PARA O INTERIOR.

Fui ao Palestra ontem. Antes de o jogo começar, pudemos receber a garotada do sub-15, que numa vitória contraos bambizinhos, conquistou o Torneio Brasil-Japão, realizado em Arujá-SP. A torcida cantou para os meninos, saudou a garotada, mas de repente quando eles já se preparavam para sair do gramado, um gritou ecoou no Palestra: É CAMPEÃO! É CAMPEÃO!

Nossa!! Aquilo mexeu com alguma coisa do meu subconsciente, senti um arrepio pelo corpo todo. Parecia que aquele grito, que há tanto tempo não ecoava no Palestra, exorcizava de vez, sejá lá o que for que tem nos atrapalhado durante todos esses anos. Um pressentimento de que vamos ser mesmo Campeões do Paulistão. Quase uma certeza…

Não parava de chegar gente. Sem contar os que estavam pelos prédios vizinhos, com bandeiras, camisas. Uma verdadeira festa. E não bastasse Iron Maiden, Rod Stewart, Ozzy ainda temos os shows de Valdívia e Cia. O Palestra Itália virou uma casa de shows. E olhem que para ver o time de Luxemburgo, deveríamos ter que pagar couvert artístico. Porque o que vemos é um verdadeiro espetáculo!!!! Quando, há uns dois meses atrás, poderíamos imaginar o que assistimos agora? Como num passe-de-mágica, o time do Palmeiras se transformou no melhor do Brasil. A bola rola de pé em pé e o que vemos é arte pura.

Nunca, os times considerados “menores”, pareceram tão pequenos. A grandeza e o brilho do Palmeiras ofusca qualquer um que seja o adversário. No sábado não foi diferente. O Palestra lotado, pintado de verde, salpicado de verde-limão por todos os lados, como se fosse o brilho de luzes acesas …..Lindo!!!!E a torcida ia no embalo do time, ou será que o time ia no embalo da torcida? Difícil de saber… A energia que se sentia no ar era imensa, contagiante e aumentava a cada jogada, a cada drible, a cada gol….

E foram lindos, todos eles. Golaços, que sairam em jogadas geniais e encantaram a Que Canta e Vibra. Alex, de cabeça, implacável, após passe mágico do Mago. Pierre, que num drible sobre o marcador, mandou um balaço prás  redes.Teve muito marmanjo com os olhos úmidos de  emoção no gol de Pierre. Foi uma comemoração imensa, dentro e fora de campo, afinal foi o primeiro gol do melhor volante do Brasil, com a camisa verde-esmeralda. E Valdívia, que para coroar a excelência de seu futebol, marcou o seu e fez a galera cantar: EÔ EÔ O VALDÍVIA É UM TERROR

Mas o time inteiro está de parabéns, a começar pelo seu comandante. Luxemburgo parece um joalheiro, que sabe reconhecer pedras preciosas, quando essas parecem apenas pedras comuns. Consegue lapidá-las e fazê-las brilhar. É o que vemos no time do Palmeiras hoje; cada jogador brilhando num conjunto magnífico. São Marcos, fazendo os seus costumeiros milagres, Pierre perfeito e ainda fazendo gol, David parece que quer lugar nesse time (o cara não perdeu uma bola, jogou muito),Henrique, dispensa comentários; os laterais jogando bem (quem diria, que a nossa lateral se acertaria), Martinez impecável, Denilson, que ainda perde gols, mas joga muita bola e a torcida o adora; Diego Souza, Alex, só tem fera lá. E o banco é de respeito, também.

Mas Valdívia é presente de Deus!!! Só pode. O que a gente sente vendo ele jogar, nos põe em contato com o que há de mais belo, mais divino no Universo. A gente sente que está diante de algo maior, superior. El Mago esbanja talento e raça. Usa toda a sua magia lá na frente e ainda volta para marcar. E marca mesmo!Rouba bola de atacante!!! E faz um golaço, bem na minha frente (esse foi outro presente de Deus) e nem preciso dizer que chorei de emoção. Esse craque valente, raçudo, brilhante,com seu lindo sorriso, está fazendo com que a nossa torcida aumente a cada dia. Quanta criança não está torcendo para o Palmeiras apenas porque aprendeu a amar Valdívia

E ele ainda diz que joga futebol para ser feliz… MAGO, VOCÊ JOGA PARA “NOS” FAZER FELIZES!

Qual é o jogador que levanta a galera, com o jogo  empatado, sem gols, com apenas um chute no vácuo?     E quem é o craque que toma o terceiro cartão amarelo e a galera comemora como se fosse gol de final de campeonato? Só você, Mago…        

E é por isso que somos quase vinte milhões de torcedores a te pedir: FICA, VALDÍVIA!!!  Vamos ganhar muitos títulos, juntos!
Esse vai ser só o primeiro!!!

 

 

 

Eu não pude ir ao Palestra e tive que me contentar com o rádio. Jogo difícil, não pelos talentos da Lusa, mas por ter sido uma jornada de menos inspiração para alguns de nossos jogadores.Mas no futebol é assim,não existeaquele jogador que renda 100% em todas as partidas e prá isso há que se ter banco à altura. E isso nós temos!!

O Palmeiras  mandando no jogo, a despeito dos quatro  volantes que o  Benazzi escalou, a despeito da arbitragem bastante equivocada, a despeito das faltas ininterruptas que o Mago sofreu. Valdívia teve até o joelho sangrando.

Agora vai ser assim, todos os times que enfrentarem o Verdão, sabendo da nossa superioridade, vão vir batendo sem dó. E como já  sabem que o tribunal desonesto, não pune as  agressões contra os nossos craques, aí é que vão se sentir mais livres para bater.

Ouvi o jogo na Band, transmissão chata, comentários tendenciosos (eles não aguentam ser imparciais por muito tempo). Pena que no .rádio não dá para deixar sem som… Todo. mundo adorando a idéia de que o Palmeiras iria empatar. Teve gente na internet que publicou a notícia do jogo, já falando do empate, antes mesmo do jogo acabar (né Gazeta?), que feio, caíram-do-cavalo. Esqueceram que o Palmeiras acredita até o último minuto, que se joga sério até o último minuto, que o jogo só acaba no último minuto….

Ainda bem que a TV mostrou os dois minutos finais…

E time bom, time que vai ser  campeão tem que ter aqueles  lampejos do destino, da  predestinação, da sorte… Luxemburgo, que busca a vitória o tempo todo, resolveu colocar em campo o nosso menino Preá, ou seria George Preah? hahahahahah!! E os Deuses do Palestra, porque lá tem  deuses e não fantasmas, resolveram agir e iluminar o menino simples com a realização de um sonho. Sonho dele e da Nação Alviverde que o queria em campo já faz tempo.

Minutos finais, nos acréscimos, muito bem dados em virtude dos inúmeros cartões distribuídos a torto-e-a-direito. Lá está Preá, que os  comentaristas da Band ficaram  ridicularizando o tempo todo. Diziam que, Preá tudo bem, mas Jorge não. Pois bem, ele é Jorge Preá, sim senhores. E tiveram que gritar seu nome, pois foi ele quem deu números à partida.

E o Palmeiras, que tem o Mestre de Todos os Magos, que tem Santo no gol, que tem tantos craques… tem também Preá… Luxemburgo deve ter lhe dito: “Bora Preá, vai  marrrrcarr o seu gol, baralho!!!” E lá foi ele pro jogo, com o coração aos saltos na ânsia de marcar um gol… E a Nação cantava: ” ÔÔÔ VAMOS GANHAR PORCOOO”

O torcedor já sabia… desde a hora em que ele entrou…  todo mundo pressentiu… A falta ia ser cobrada, minutos finais, quase 48′ de um jogo que iria a 50′. O ar parou quando Leandro levantou no segundo pau, ninguém ousava respirar para não estragar a magia daquele momento especial, único…só os olhos e coração acompanhando a trajetória da bola… David cabeçeou no travessão, a bola levantada por Leandro; Diego Souza jogou para dentro da pequena área… E o menino predestinado, estava no lugar certo, na hora certa…. O menino, humilde, que sente orgulho de ser a quinta opção de ataque do time….. O menino que conhece a Grandeza, Tradição e Glórias da camisa que agora veste….O menino que caiu nas graças da Torcida que Canta e Vibra desde que aqui chegou…O menino iluninado guardou a bola com vontade no fundo das redes…

GOOOOOOOOOOOOOOOOL!!!!! PREÁ!!!!!

E o Palestra Itália veio abaixo!!!!! Todo mundo enlouqueceu!!! Ninguém sabia para que lado ia, a quem abraçava. Comissão técnica, jogadores, torcida….os Deuses do Palestra…em plena comunhão de felicidade!!!!

VALEU PREÁ!!!  VALEU VERDÃO!!!

AAAAAHHHHHHHHH!!!   PREÁ É MELHOR QUE O KAKÁ!!!!!!!

Estamos na Páscoa…..
Época de renascimento, de recomeço…
De renovar as esperanças e partilhar a vida….

E a Nação Alviverde vive hoje, a Páscoa em sua  plenitude. O nosso time  renasceu, as nossas  esperanças foram renovadas e as alegrias estão sendo partilhadas. Nunca se teve tanta  confiança, tanta  esperança, tantas certezas, tantas alegrias, como nos dias de hoje. O Palmeiras que foi a campo ontem, só por uma  catástrofe não será o  Campeão Paulista de 2008. Todos sabemos disso.Mas esse Campeão não vai aparecer do nada, do acaso.Esse Campeão foi forjado com muita luta, muito sacrifício coletivo e individual.

Do trabalho da  “formiga” incansável que teve a nossa  diretoria, ao começar a erguer um  monumento, quando tinha à sua disposição apenas escombros. Do apoio dos parceiros que nunca duvidaram do poder e da força que a marca “Palmeiras” tem. Do trabalho e competência do técnico Wanderley Luxemburgo, por tanto tempo  esperado e desejado. Do  profissionalismo dos homens que hoje  compõem a nossa equipe técnica. Do departamento médico vazio, graças ao Filé, que também nos devolveu São Marcos. Da vontade, raça e talento de craques como El Mago Valdívia, Diego Souza, Gustavo, Alex Mineiro, Henrique, Léo Lima, Kleber, Pierre, Leandro, Granja, Lenny,  Denilson, Martinez,  Wendell,  Makelele, Cavalieri,  Dininho, David, Maurício…….sem esquecer do Santo embaixo das traves.
Da força e do amor de quase vinte milhões de torcedores….

Esse é o Palmeiras de hoje. Que faz valer cada palavra do nosso Hino…. Alviverde Imponente…….Defesa que ninguém passa….Linha atacante de raça……Torcida que Canta e Vibra…….Alviverde Inteiro, que sabe ser brasileiro.

E a Nação sabe o quanto lutou por cada minuto dessa felicidade que hoje nos acompanha.
Esperamos, sofremos, mas nunca deixamos de acreditar. Porque aqui é Palmeiras!!!!
E vamos buscar esse título, Verdão!!!
Ele está batendo à nossa porta….

FELIZ PÁSCOA, NAÇÃO ALVIVERDE!!!!!

Que os nossos “coelhinhos” continuem distribuindo “chocolates” por aí.

Outra vez nos vemos às voltas com as armações dos bambis prá cima do Palmeiras.Não bastasse o timinho invejoso e chorão, tão  acostumado a receber  “ajuda”, que não é capaz de aceitar uma  derrota dentro de campo; temos  que  suplantar os obstáculos gerados até pelo bambi do tribunal. São várias as situações onde sentimos o “cheiro” de armação.

O dirigente “long neck” dos bambis, Marco Aurélio Cunha, após ver seu time  massacrado pelo Palmeiras, disse claramente que havia um complô contra o SPFW. Engraçado……por mais que se  mostrasse e falasse isso na impren$inha, o pessoal do TJD não tomou conhecimento. Mas quando foi Luxemburgo quem falou, eles rapidamente  trataram de  chamar o técnico  palmeirense para depor e ser julgado.  Luxa pagou uma multa de 50 mil Reais e ainda ficou  barato, porque o procurador  Edison Zago queria que ele  pegasse 120 dias de suspensão. Caio Junior também, quase foi suspenso por dizer  que em sua opinião a “mala branca” não trazia nenhum prejuízo ao futebol. Agora o procurador tem a cara-de-pau de aparecer  na TV, em Rede Nacional para dizer que o dirigente bambi não será julgado, apenas dará algumas declarações. Me engana que eu gosto.

QUANDO É QUE ESSE TRIBUNALZINHO VAI PUNIR O SR. MARCO AURÉLIO CUNHA??????? ESTÃO ESPERANDO O QUÊ????

No clássico contra o time purpurina, o atacante do Palmeiras Kleber, em uma disputa de bola, atingiu uma cotovelada no queixo (pelo menos é o que mostram as fotos do lance) do jogador do SPFW. O atleta não foi expulso, pediu desculpas e a coisa seguiu… Mas foi denunciado pelo TJD, exatamente por aquele  mesmo Sr. Edison Zago, que  queria a pena de 120 dias para Luxa e também o que  pedia  “suspensão preventiva” para o Valdívia (por um empurrão dado no jogador do Vasco) no ano passado.

Edison Zago ainda disse no programa da Band, que o Palmeiras não devia fazer nenhuma denúncia contra o SPFW,uma vez que o time bambi nada tinha feito, a denúncia partia dele mesmo, o procurador do TJD. Que patético!

Aí o Palmeiras, finalmente, denuncia o jogador Jorge Wagner, pela agressão ao Valdívia. O jogador bambi deu uma joelhada no Mago, num lance sem bola e quando o palmeirense estava de costas. Um típico caso de agressão. Agora…..pasmem!!!! Edison Zago, nada viu na jogada, disse se tratar de uma situação de jogo, normal. Será que alguém pode  acreditar numa  declaração dessa? Não era ele quem queria suspender  preventivamente Valdívia, por muito menos? Quais são os critérios usados nesse tribunal? E ONDE ESTÃO A DECÊNCIA E A HONESTIDADE DESSES SENHORES?

As imagens estão todas aí e não deixam dúvidas. Richarlyson agrediu Valdívia, agrediu Diego Souza; Carlos Alberto deu cotovelada no Mago, simulou ter sido agredido, Jorge Wagner agrediu  sem bola.  Nosso Mago apanhou o jogo inteiro e os  bambis querem  denunciá-lo. Será que a “bronca” é pelo  fato de Valdívia ter aguentado  as porradas dessa vez? Por não ter saído de campo lesionado como quando Alex Silva o pegou? Basta olhar as imagens…

E AÍ TJD???  É SÓ CONTRA PALMEIRENSES QUE VOCÊS FAZEM VALER AS REGRAS???  E POR QUÊ????

Se esse tribunal não é capaz de julgar imparcialmente times e jogadores, o melhor a fazer é que seja extinto ou então que seus membros sejam substituídos. Afinal numa questão envolvendo Palmeiras e São Paulo, é no mínimo anti-ético, para não dizer suspeito, que o Presidente do Conselho de Orientação Fiscal do time do time do Jd. Leonor, seja quem vai decidir o que foi agressão, o que foi lance do jogo, qual declaração foi ofensiva ou não….. E pelo jeito que a balança pende apenas para um lado (sempre o mesmo), dá prá duvidar da lisura e imparcialidade dessas decisões, sim senhor.
Afinal, segundo o os Artigos 16º e 22º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o Sr. Edison Zago estaria impedido de exercer suas atividades como  Procurador Desportivo, sendo  portanto, NULA, QUALQUER DENÚNCIA EFETUADA PELO MESMO.
Segue, in verbis, os dispositivos mencionados:

Art. 16. Respeitadas as exceções da Lei, é vedado o exercício de função na Justiça Desportiva:
a) aos membros do Conselho Nacional do Esporte;
b) aos dirigentes das entidades de administração do desporto;
c) aos dirigentes das entidades de prática do desporto.

Art. 22. Aplicam-se aos procuradores o disposto no artigo 20, e no que couber, as incompatibilidades e impedimentos impos
tos aos auditores, assim declarados pelo respectivo órgão judicante, na forma do inciso IV do artigo 14.

JÁ PASSOU DA HORA DE MORALIZAREM O FUTEBOL BRASILEIRO! QUE TAL COMEÇAREM PELOS ÓRGÃOS DE JUSTIÇA DESPORTIVA?

E antes que me esqueça……..Sr. Edison Zago….PEDE PRÁ SAIR!!!!!

Meu Deus! Que time é esse do Palmeiras? Aguerrido, brigador, não respeita mais nenhum  adversário ou obstáculo. Campo ruim, encharcado, atrapalhando o belo toque de bola dos nossos craques e o adversário, tão badalado, dando botinada à valer. E olha que  “elas” marcaram primeiro. Mas a Máquina Verde, acelera e vai embora, atropelando quem estiver no caminho.O torcedor  maravilhado, custa a acreditar que agora é de verdade.

 Mas afinal, todos sabemos……PINTOU O CAMPEÃO!!! E é o time da maravilhosa camisa verde-esmeralda! É o time de  Mago Valdívia, São Marcos, Diego, Kleber, Gustavo, Henrique, Leandro, Léo Lima, Alex, Wendell, Denilson, Martinez…… fora os que não puderam jogar hoje. Só tem craque nessa equipe. Que raça tem esse time, que coragem! Joga com confiança, inteligência  e sabe a hora de buscar, a hora de segurar, a hora de dar chutão. Deixou as “colegas” desesperadas. Perderam o rumo e o jogo.  Agora estão chorando, como sempre fazem, quando não querem admitir a superioridade alheia.

Mas eu também acho que o árbitro não foi tão bem. O bambi meteu a mão na bola dentro da área e ele não marcou. Carlos Alberto, tinha que ter sido expulso e não foi, Jorge Vagner pegou o Mago sem bola e passou batido. Realmente, esse juiz deixou a desejar…

A verdade é que os bambis ainda estão procurando a Máquina Verde que os atropelou. Perderam o rumo de vez…e a pose, “fabricada” pela imprensinha. Hoje todos puderam constatar que o “Rei” está nu, que a roupa maravilhosa e de lindas cores com  que lhe vestiram, não existe, foi apenas imaginada e “aceita” pelos que têm menos capacidade de pensar.

O Palmeiras foi soberano em campo e, exceto em algumas poucas e vãs tentativas, não foi ameaçado pelo seu adversário chorão. Luxemburgo é inteligente, arrojado e o time vai ficando cada vez mais à imagem e semelhança de seu criador. Porque foi Luxa quem  imaginou e fez acontecer esse  Palmeiras atual. E hoje, criador e criatura foram brilhantes!!!

A imprensinha resolveu inventar um tabu (como gostam dessas bobagens), mas se tem tabu a gente quebra e em alto estilo. E afinal, estamos na Páscoa… nossos  “coelhinhos” distribuíram o chocolate direitinho……  hahahahah!

Tomamos um gol aos 38′ do primeiro tempo, mas graças ao talento e a à disposição de Kleber, empatamos aos 43′. Um golaço que ainda teve direito a um belo drible em cima de  Juninho. No segundo tempo, Luxa colocou Martinez no lugar de Wendell e o Palmeiras “chamou” o time bambi para o seu campo. Eu, que prá variar, deixo a TV sem som, quase nem percebo a  substituição, já que a  adrenalina estava a milhão. Mas Luxa queria dar mais rapidez ao ataque e trocou Alex Mineiro por Denilson, que enfrentava o seu ex-time pela primeira vez. As mudanças surtiram o efeito desejado e a “coisa” começou a acontecer. Aos 28′, Junior passou o pé no Mago, dentro da área e, falta dentro da área é PENALTI!! Isso é tão antigo quanto o futebol. Eu, tão acostumada à roubalheira para ajudar os bambis, nem acreditei na marcação. E quem foi bater???? DENILSON, dono de uma coragem e frieza impressionantes  (e se ele errasse?), foi lá e meteu prá rede. Era a virada, tão esperada, tão sonhada, tão merecida…

A galera enlouqueceu no estádio com a cena de Denilson (que não ia comemorar, lembram?), sorrindo, feliz, batendo a mão no peito, no escudo do Palmeiras, enchendo de orgulho a Nação Alviverde. Não aguentei, chorei de emoção….Mas nem deu tempo, viu? Aos 39′ Kleber foi derrubado na área por Juninho, penalti cobrado com perfeição, pelo não menos perfeito, Valdívia! E eu só conseguia chorar. E nem deu tempo de o coração voltar ao normal; o violento Richarlyson, acertou Diego Souza na área e ele mesmo foi quem bateu e deu números finais à partida. O time bambi, nocauteado, só sabia fazer faltas, nada mais. Caiu da pose, caiu do salto, caiu da empáfia…..O arrogante goleiro bambi tinha razão….O PALMEIRAS ERA O FAVORITO E MOSTROU ISSO EM CAMPO!!  COM DIREITO A OLÉ!!!

VALEU, PALMEIRAS!!!!!       A NAÇÃO CHOROU DE ALEGRIA E OS INIMIGOS, DE RAIVA!!!!

PARABÉNS, DIRETORIA, POR TER FEITO O GIGANTE ACORDAR.

E ninguém calaaa, esse CHORORÔÔ!! Chora o Bambi Ceni, chora o anãozinho, chora o JD. Leonoooorrr!!
CHORA BAMBI, HUAHUAHUAHUA!!

 

A gente sabe que de virada é mais gostoso, mas que saco ter que aguentar gol da Ponte Preta, abrindo o placar. Chovendo, não muito, é verdade, mas o gramado ficou um horror, cheio de poças d’água, que só dificultaram a vida e o toque de bola dos nossos craques. Pô, mas é gramado novo…..o que aconteceu com a sempre excelente drenagem do Palestra Itália? Isso precisa ser verificado e consertado, porque  nós temos craques habilidosos que precisam do gramado perfeito, como um tapete, para que o talento flua e nos encante.

Já estávamos sem o Mestre de Todos os Magos, sem Diego e sem Marcão, e a Ponte abre o placar primeiro, aí o torcedor já fica meio desconfiado, mas só um pouquinho. Afinal, já sabemos que beleza de time temos agora. O time se aplicou e foi na raça, mesmo, já que a técnica estava comprometida pelas ausências, pela chuva, pelo gramado e pelo ……juiz!!!

Outra vez ele!  E da mesma família do árbitro que apitou em Bragança. Será que já vem no DNA da família, a picaretagem prá cima do Verdão? Os erros, se não foram inúmeros, foram importantes. Penalti em Kleber, que o juizinho fez que não viu e o bandeira também, amarelo sem motivo para Pierre e também para Lenny. Isso tirou o nosso volante, que é o melhor do Brasil, do clássico contra as “colegas” do Jardim Leonor. Tirou Lenny também. Ainda bem que nessa família só dois apitam. Imaginem se tivesse mais um? Até nas rádios sempre tão tendenciosas, a indignação era geral: “penalti escandaloso”!!! Menos para o Godoy (na TV) que gosta de brigar com o óbvio da imagem. Fico pensando: será que ele é obrigado a isso ou é cara-de-pau, mesmo?

Mas a gente que tem que escutar no rádio, tem que aguentar cada uma! Fui ouvir na Rádio Globo (porque Jovem Pan, NUNCA MAIS!), e aí o cara me fala que o Léo Lima é um inútil, que o Luxa tem que tirar ele do time…..e mais um monte de bobagens. Léo Lima foi o nome do jogo. De dois passes maravilhosos seus, foi que nasceram os gols do Palmeiras! Claro que mudei de estação, né? E fui para a Capital, lá o sujeito me solta a pérola que o Pierre só sabe fazer falta e mais nada. Logo o Pierre, o maior desarme do futebol brasileiro atual, que mereceu nora DEZ contra a Macaca?  Isso sem contar a raiva indisfarçável que o Dalmo Pessoa sentia pelo empate e reação do Verdão. Não sou obrigada a isso e mudei de estação novamente. E, pasmem, encontrei o Paulo Morsa, falando bem do Palmeiras e de seus jogadores!!!!!! E não falava nenhuma mentira. Nem  acreditei e deixei lá  mesmo. Acho que estão  querendo “conquistar” os  torcedores que abandonaram a JP.

Mas o jogo foi bom, outra vez. Bom para que nós torcedores, acreditemos de uma vez por todas que esse time agora é outro e vai brigar, sejam as condições favoráveis, ou não…. Bom para os jogadores poderem perceber, que é só botar a cabeça no lugar, quando o momento é difícil, para a coisa fluir…. Bom para Luxa, que já sabe que tem banco para mudar o “esquema” durante o jogo”…..
Bom para Léo Lima “enfiar” uma batata quente na boca do Milton Leite, afinal ele jogou muita bola e o tal comentarixta exporrtivo deve estar agora, com o rabinho entre-as-pernas….Bom para Kleber se firmar no time do Palmeiras, pois o rapaz joga muita  bola e ainda me fez aquela  pintura de gol……Bom para Alex Mineiro,  mostrar que é matador, sim senhor…Bom para o Palmeiras mostrar que já tem pinta de campeão…
E vamos agora prá cima dos bambis, por que no G4 já estamos, finalmente!!! E o melhor é que agora já podemos caminhar com nossas próprias pernas, como sempre, sem precisar de juiz, de federação, de TJD…
Precisamos apenas do talento de Valdívia, São Marcos, Luxa e Cia.
E claro, da Torcida Que Canta e Vibra!!!!!

ÔÔÔ  VAMOS GANHAR PORCOO!!!!!

 

Ontem a Nação levou um golpe… um duro golpe. Poxa, nós que tanto nos mobilizamos para a mudança do logo que estampava a nossa camisa, fizemos e continuamos fazendo o boicote à Radio JP, não íamos ficar quietos agora… Pelo amor de Deus!

Um imbecil, que se diz jornalista, resolveu atacar São Marcos. Isso mesmo! São Marcos! Esse é o nome dele, que deixou de ser apenas Marcos há muito tempo. E não foi só pelos milagres, realizados embaixo das traves, que agora ele ostenta o “Santo” no nome. Isso se deu pelo “conjunto-da-obra”. Pelo seu caráter irretocável, pela educação e gentileza para com a imprensa, jogadores adversários, companheiros de time e torcedores.

Falem o que quiserem, o cara é perfeito! Nunca precisou de arrogância para se fazer notar, nem usar de “marketing pessoal”. Nem mesmo precisou “fabricar” o interesse de um clube europeu em seu passe, esse interesse realmente existiu e ele, gigante, imenso, craque, pentacampeão do mundo, preferiu a pequenez da Segunda Divisão, para poder ajudar seus companheiros e o time de seu coração. E agora, me aparece um sujeito, mal-educado, grosso, arrogante……um tal de Trajano da ESPN (que tomara perca a audiência verde) e ataca São Marcos. Mas o pobre jornalista esportivo não se ateve no ataque ao jogador simplesmente, ele atingiu a dignidade do homem Marcos e toda a Nação Alviverde.

Eu fico pensando como será que esse sujeito fez a tal faculdade de jornalismo… deve ter sido daqueles que nunca assistem às aulas e os amigos assinam por ele. Com uma cara inchada, vermelha, bolsas enormes sob os olhos, denunciando a origem de tamanho desequilíbrio, Trajano se achou no direito de dizer que o Marcos é safado, que está podre e que estava com medo de jogar.

Se formos comparar o rosto de Marcos com o desse senhor, facilmente saberemos quem está podre e, muito provavelmente com as entranhas corroídas. Mas não é isso o que vem ao caso agora, e sim a ofensa à moral e a dignidade de uma pessoa como Marcos. A troco de quê esse senhor nos “vomitou” essas pérolas? Quem é ele para poder sequer falar o nome de Marcos? Essa ânsia desmedida de alguns em “assassinar” a reputação da Sociedade Esportiva Palmeiras, não perdoou nem mesmo o nosso  Santo. “Eles” vão levando todos em seu  caminho, nessa avalanche covarde de cinismo e maledicência.

Marcos é Santo sim, e ai de quem disser o contrário. Ele consegue a proeza de ser amado e admirado por todas as torcidas, e isso não tem ninguém mais que o faça. O Palmeiras já pediu a fita desse programa onde esse infeliz se apresenta, para que providências possam ser tomadas. A Nação vai aguardar ansiosa pela resposta de nossa diretoria .O mínimo que deveriam aceitar seria uma retratação pública, mas que aí cabe uma bela ação por danos morais, disso não tenham dúvida. Tomara, o Santo deixe a sua santidade de lado e faça o que tem que ser feito em relação à esse imbecil que se diz jornalista esportivo.

Liga não, Marcão. Querem tirar você do nosso time de qualquer jeito, não sabem que você é feito de coragem, perseverança, talento e muita dedicação. E também se esqueceram que você é blindado sim, pelo imenso amor que te dedicamos. Por tudo o que você nos deu e com certeza ainda nos dará, estaremos sempre lhe devendo. E só poderemos pagar com a nossa gratidão e amor.
SALVE SÃO MARCOS!!!! A NAÇÃO ALVIVERDE ESTARÁ SEMPRE AO SEU LADO!!!!

Parecia até aqueles velhos filmes, do ano passado. O Palmeiras enfrentando um timinho sem-vergonha, numa falhaboba da zaga tomou um gol e aí com a ajuda do juizinho safado tomou o segundo. Pronto!  Estava anunciada a tragédia.
Estava?  De jeito nenhum!!
Esse Palmeiras é outro. Quanta raça e talento desfilaram no campo do Bragantino hoje. O Verdão soube vencer todos os seus obstáculos. Venceu as próprias falhas, os jogadores botinudos do Bragantino e principalmente o Sr. Paulo Cesar de Oliveira…..vai ser incompetente assim lá na federação de futebol do Uzbequistão!!  E esse é o árbitro nº 1 do Brasil? O cara conseguiu fazer besteira duas vezes e em um único lance. Deixou o Marcão levar uma senhora solada na região do estômago, não marcou falta, expulsou o Marcos que deu um empurrão no “pedreiro” disfarçado de jogador e assinalou penalti. Lamentável!!! Se ele tivesse marcado a falta e expulsado o tal de Malaquias, a jogada parava aí. E se não parasse,  São Marcos poderia até ser expulso, mas não haveria o penalti. E fora isso, o juiz errou o jogo inteiro.                          

O QUE FAZ O TAL CORONEL MARINHO, ALÉM DE PERSEGUIR LUXEMBURGO E QUEM MAIS QUE CRITIQUE ESSA CORJA DA ARBITRAGEM?

Mas o Verdão, mesmo com um homem a menos, colocou os seus nervos no lugar e foi atrás dos gols que mudariam o placar adverso. Na hora do aperto, Valdívia e Diego Souza chamaram pra si a responsabilidade e comandaram o Palmeiras numa virada espetacular.  Afinal, de virada e goleada é muito mais gostoso!!! E foi ainda com um homem a menos, que  aos 36′ Diego Souza foi para o ataque e marcou o golaço que iniciaria a maravilhosa reação verde. Minutos depois, César, do Bragantino, de tanto fazer faltas, acabou indo pro chuveiro mais cedo. Logo em seguida,  aos 40′, Pierre manda um balaço que Gleguer só consegue espalmar e quem chega para o rebote? Ele mesmo, Valdívia!! El Mago, que agora é matador,  fazendo mais uma fantástica partida,deixa o seu na rede e vibra, muito, para alegria da torcida e dessa torcedora que aqui escreve. Nessa altura do jogo já estávamos igualados no placar e tínhamos um homem a mais, Kleber que ia para o gol, foi pego quase na entrada da área, por Da Silva, que também recebeu vermelho e foi para os vestiários mais cedo.

Tudo igual e o torcedor palmeirense já sabia que o bicho ia pegar. O Palmeiras  jogando certinho, valente, raçudo, sobrando talento,era só uma questão de tempo. Já no comecinho do segundo tempo, aos 3′, numa maravilha de jogada de Kleber (como joga bem esse cara), Leandro só teve o trabalho de chutar e marcar o seu primeiro gol da temporada, que além de colocar o Palmeiras à frente no placar, foi determinante para a postura que o time de Luxemburgo  assumiria na partida. O Palmeiras  avançou, segurou como e quando quis, conforme era conveniente. Pra desespero de alguns torcedores comentaristas, que já davam a fatura como liquidada, quando dos 2 x 0  no primeiro tempo. Eu já tinha desistido de ouvir os “comentários” e deixei a TV sem som, ouvindo apenas uma coisa ou outra. Minha paciência tem limite.

Mas ainda tinha mais……numa jogada cheia de magia, de um craque mais do que genial, Valdívia dá um presente,  uma bola açucarada pedindo por favor para ser chutada, que Denilson logo tratou de guardar nas redes do Bragantino. E ele ainda marcou mais um num belo passe de Lenny. Agora sim estava liquidada a fatura. Esse era o resultado que Luxa queria quando pediu: “Vamos matar o jogo, baralho”. Nós todos pudemos ouvir. E sabíamos que o time iria atender. Afinal, não foi um jogo comum, e nem o jogo da afirmação como tanto falou a imprensinha.
HOJE, O CAMPEÃO PAULISTA DE 2008 SE APRESENTOU, LÁ EM BRAGANÇA.

OBRIGADA, PALMEIRAS!!!!   A NAÇÃO ALVIVERDE INTEIRA TE AGRADECE!!!