DAS TRANSAÇÕES PALESTRINAS…

Época de contratações, dispensas, empréstimos… época de montarmos/melhorarmos o elenco que fará a pré-temporada visando a disputa dos campeonatos que teremos pela frente em 2018.

Chegaram: Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Lucas Lima, Weverton e Emerson Santos.

Saíram: Vinícius Silvestre, (emprestado para a PON), Egídio (CRU), Arouca (ATL-MG), Erick (ATL-MG), Roger Guedes (emprestado para o ATL-MG) e Raphael Veiga (emprestado para o ATL-PR) , Zé Roberto (encerrou a carreira).

Voltaram de empréstimo: Arthur, Victor Luís e Allione – esse foi muito bem no Bahia e teve a sua volta pedida pelo nosso novo técnico, Roger Machado.

Melhorou, né?

Além disso, contrariando o que dizia a imprensinha sobre os “4.567.989” jogadores, que voltariam de empréstimo e inchariam o elenco – essas baboseiras todas que a press adora fazer com o Palmeiras -, outras negociações aconteceram e a maioria desses jogadores já tem clube novo para a temporada que vai começar, sem contar os que foram vendidos ou os que já tinham sido emprestados na temporada passada:

Leandro ( foi vendido para Japão)
Gustavo (emprestado para o Santa Cruz)
Matheus Sales (estava no VIT e foi emprestado para o AME-MG)
João Pedro (estava na Chape e foi emprestado para o Bahia)
Fábio – goleiro (vendido para o Taubaté)
Lucas (estava  no FLU e foi emprestado para o VIT)
Tobio (estava no Boca Juniors e foi emprestado ao  Rosario Central-ARG até 30/06/2018)
Robinho (emprestado ao CRU – até 31/12/2019 e não terá mais contrato com o Palmeiras após o término do empréstimo)
Nathan (emprestado ao Servette-SUI até 30/06/2018)
Vitinho  (já tinha se transferido no meio de 2017, por empréstimo, para o Barcelona-ESP até 30/06/2018)
Gabriel Barbosa (emprestado ao SPAL-ITA até 30/06/2018)
Renato (emprestado ao Paysandu-PA  até 30/11/2018)

Além desses, Vagner (goleiro), Lucas Taylor, Matheus Muller, Leandro Almeida, Bruninho, Daniel, Juninho, Patrick Vieira, Gabriel Leite, Kaue, Mouche e Rodolfo tiveram seus contratos de empréstimo encerrados no final da temporada 2017 e deverão ser emprestados novamente nas próximas semanas.

Talvez possamos ter mais alguma contratação, talvez alguns garotos da base sejam integrados ao time de cima…

Por enquanto, o elenco que se apresentará para a pré-temporada está assim:


Prass / Jaílson / Weverton / Fuzato

Marcos Rocha / Myke / Fabiano (que pode sair também)

Mina / Emerson Santos/ Luan / Thiago Martins (tem chances de ir para o Bahia) / Edu Dracena / Juninho / Antonio Carlos

Diogo Barbosa / Victor Luis

Felipe Melo / Thiago Santos / Bruno Henrique / Moisés / Tchê Tchê / Jean / Michel Bastos

Dudu / Guerra / Allione / Lucas Lima /  Hyoran / Keno / William

Borja / Deyverson


Como podemos observar, está tudo tranquilo no Reino de Palestra Italia, não é mesmo? Que comece a nova temporada!

 

  • greensemstress

    E o Verdão é o assunto da moda desde 2015! Em 2017 sob expectativa super otimista imposta pela “press” falada, escrita e rádio-televisiva, fomos vítimas do ufanismo que convenhamos, nos contaminou desde o começo do ano. Perdemos tudo? Não! Deixamos de ganhar, por acharmos que poderíamos ganhar tudo quando quiséssemos. Novamente ouvi de um “analista esportivo” após a entrevista do A.Mattos que temos sim obrigação de ganhar tudo! Outra vez estão armando a arapuca da soberba e da obsessão !!! O elenco precisa fazer ouvidos de mercador e ter consciência de que nada está ganho antes de se jogar a partida mas precisa sim ter ambição de vencer. Aliás, desde a base (que vai de bom a melhor), precisam ter a ambição de ser campeão. Essa ambição se canalizada para o bom sentido, é combustível para criar um espírito de luta de não se entregar jamais e todo o restante será consequência. Eu particularmente, aplaudirei se notar um time lutador e corajoso, mesmo que derrotado. Pra começar, penso que ser campeão do paulistinha será uma forma de aliviar a pressão futura mesmo sabendo que este título já quase não tem valor expressivo. Quanto a Scarpa que ainda está no mercado e nem se reapresentou ao FluC, acho que se for contratado será uma grande aquisição mesmo porque, a jornada até o final do ano será massacrante e tendo LLima e Scarpa, o final da temporada será menos desgastante como é, com vários atletas em franco declínio físico.
    Enfim, não exijo títulos mas vou torcer barbaridade! Avanti VERDÃO!!!

  • greensemstress

    Mal começou a temporada e já vi e ouvi “analista” tentando semear aquela “obrigação”, “obsessão”, “pressão” após a entrevista de A.Mattos na apresentação de L.Lima. Disse ele que Mattos teria que alardear o elenco que tem, a grana que tem e aquelas insanidades típicas da mídia. Na paúra de ver o time que ele torce (seja lá qual for) não ter elenco para encarar a jornada de 2018, ele diz que o VERDÃO tem sim obrigação de ganhar tudo. Que a torcida não caia nessa conversa fiada como aconteceu nos últimos anos.Eu diria que ele tem obrigação de informar tudo, pelo menos sobre futebol, saber todos os detalhes de transferências, esquemas que serão adotados por todos os técnicos, saber quais jogadores são perfeitamente ajustáveis a quais times, tim tim por tim tim, etc. etc. Coitado, pensa ele que sentado nos estúdios com ar condicionado e recebendo “fofocas” pelo zap tem algum direito de exigir alguma coisa de qualquer time, técnico ou diretoria. Lamentável!
    O que espero e vou torcer e aplaudir se acontecer é que os atletas tenham consciência da dureza das disputas que irão acontecer e não se achem os reis da cocada ANTES de cada jogo. Caso se empenhem, mesmo que não conquistemos títulos (xô satanás), meu apoio não faltará! Precisam ter a ambição (boa) em ganhar títulos (no plural) em 2018! Esquecer a droga da “obsessão” ou “obrigação” que só aumenta a “pressão” e tira a lucidez na hora do jogo. Pra começo de conversa, faturar o paulistinha vai dar um grande sossego além de acabar com essa frescura de estar a tanto tempo sem ganhá-lo, mesmo sabendo que é um campeonato que já não dá “quase” nenhum status. Avanti VERDÃO!!!

    • taniaclorofila

      Ninguém tem obrigação de ganhar tudo, tenha o elenco que tiver… taí o Barcelona original que não nos deixa mentir.
      Penso que o objetivo deva ser disputar os títulos (entrar pra brigar mesmo) sejam eles quais forem, conquistá-los depende de muitas outras circunstâncias.
      Essa de “obsessão” é coisa de torcedor que gosta mais de ter motivos para zoar os rivais do que ver o seu time bem mesmo.

      Estamos no caminho certo de novo, montando bons times a cada… e, se não nos desviarmos da rota, certamente encontraremos muitos títulos pelo caminho.