O PALMEIRAS FOI ROUBADO… DE NOVO!

Um absurdo o que estão fazendo com o Palmeiras, ele vem sendo garfado pelas arbitragens um jogo sim e outro também… As “forças ocultas” e nefastas, que esculhambam o futebol brasileiro (taí a horrorosa selenike que não me deixa mentir), parecem estar preocupadas com esse Palmeiras  2016. E agora nem disfarçam mais.

Hoje, meteram a mão no Verdão de novo, e com a assinatura do Sr. Dewson Freitas, o “c@#%ralho ruim” – by Robinho, que nos operou ano passado diante do Atlético-PR. E não apareceu quarto-árbitro, nem delegado, nem jornalista nenhum pra avisar que ele “errou”…

A coisa está cada vez pior, alguém precisa tomar uma providência, pra ontem (viu Palmeiras?), afinal, nem sempre vamos conseguir ganhar da arbitragem.

O texto sobre a roubalheira de hoje já está a caminho… estou pescando as imagens.

 Flamengo-e-juiz

 

 

  • Periquito Cabeçudo

    O email do presidente da comissão de arbitragem é sergio.correa@cbf.com.br vamos pressionar para que eles deixem de prejudicar o Verdão! vamos mandar emails educados falando que estamos vendo o que eles estão fazendo contra nós:

    Contra o Atl. PR queria expulsar o Barrios.
    Contra a Ponte anularam um gol legal e expulsaram o Cuca
    Contra os Bambis teve falta no Dudu no lance do gol
    Contra o Grêmio, não preciso nem dizer
    Contra o Flamengo, eles fizeram 4 penaltis (apenas 1 foi marcado) e deveria ter sido expulso o Mancuello que quase quebrou a perna do Fabricio

    Até quando????!!!

    Tá na hora de mostrarmos nossa força! Vamos pressionar esses kladrões para que parem de nos roubar!

  • Fabrício Verdão

    O pior é que alguns torcedores do Verdão (pelo menos se dizem) acham que somos tratados igualmente e quando reclamamos é puro mimimi.

  • Marco

    Essa figura chamada Sérgio Correa é “intocável”. Ele foi o personagem principal nos três títulos dos bambis na primeira década deste século. Foi decisivo para o rebaixamento do Palmeiras em 2012 e foi o principal componente do título gambá de 2015. Na condição de Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, nos brindou com um comando “eficiente” da arbitragem brasileira em todas essas situações.
    Não podemos nos esquecer de que ele ficou de fora do comando da arbitragem brasileira por um pequeno período e pelo motivo mais “curioso” possível. Foi afastado por um jogo que não valia nada em termos de tabela, quando o time da marginal sem número foi prejudicado em uma partida na Vila Belmiro. Passou certo tempo fora, mas depois essa grande figura voltou firme e forte. Um cara que parece imune a tudo, pois seu nome nunca se torna centro das atenções e polêmicas enquanto faz seu brilhante “trabalho”.