NÃO TEM CRISE PARA QUEM INVESTE NO PALMEIRAS

O maior contrato de patrocínio da história do futebol brasileiro…

A camisa mais valiosa do Brasil…

Você sabe de qual time estou falando?

Não vá se basear nas informações da imprensa, nos clubes que ela vende como os maiores e mais valiosos, porque, se fizer isso, certamente você vai errar.

Mas eu sei que você sabe qual é o time, e como sabe.

É claro que estou falando do Palmeiras!

Sim, o Palmeiras renovou o contrato de patrocínio com a Crefisa/FAM  – a mesma Crefisa, que teve dirigente leonor dizendo que tinha recusado porque a camisa purpurina valia mais, e que o Palmeiras só aceitou porque ninguém queria patrociná-lo). Saíram Prevent Senior e Tim, e as marcas Crefisa/FAM agora têm exclusividade na camisa, calção e meias do Verdão.

Em 2015, a camisa, que já era a mais valiosa do país, com as 4 marcas, rendia ao clube R$ 50 milhões. Agora, com duas marcas, na camisa, renderá R$ 58 milhões (ainda bem que eles “estavam brigados”. Imagina se não estivessem?). Junte a isso mais R$ 8 milhões pelos calções e meias do Verdão. São R$ 66 milhões de patrocínio no uniforme palestrino. É mole? Não tem crise para quem investe no Parmera!

Sorry, sociedade, mas o Palmeiras tem o maior contrato de patrocínio da história do futebol – 66 milhões de reais -, tem a camisa mais valiosa do país, paga salários em dia, contrata jogadores (vai buscar até na China) não tem receitas antecipadas… e tudo isso, sem uso de dinheiro público, sem “mentirinhas” da imprensinha…

E nem poderia ser diferente, não é mesmo? Ele é o Maior Campeão do Brasil!

Simples assim.

  • Armando

    Virou moda agora os clubes mentirem ou manipularem os números com apoio da imprensa. As bibas e agora o galo dizem terem fechado acordos estratosféricos.

    Curica arranja um patrocínio mandrake quando até outro dia estava contando com ajuda de banco público pra renovar o contrato.

    Não tem jeito, aqui é Palmeiras! Quem fecha com Parmalat, Samsung, Fiat, Kia e Crefisa deve ter um diferencial que nenhum outro clube tem.

    Certos times colocam patrocínio no sovaco e até no traseiro, e a imprensa se regojiza. Depois reclamam por que suas marcas não conseguem patrocínio.

  • Alisson França

    Depois de muito tempo vivendo a política do bom e barato, passando vergonha com times mediocres, estamos entrando na epoca das “vacas gordas”, com dinheiro em caixa, patrocínio bombando e sócio-torcedor crescendo, a tendência é que o nosso verdão seja o protagonista do futebol brasileiro. Contra tudo e contra todos, sem ajuda do governo, sem apoio da RGT. O Verdão é maior que tudo!!!! O verdão é Gigante.
    #AvantiPalestra