SÓ FALTA O TIME PERDER A “LIGA”… DE NOVO

“O bolo tá quase pronto, mas querem jogar a cereja fora” – Epicuro

O Palmeiras parece que ainda não deu liga…

A derrota para o Santos, depois de termos feito 1 x 0 logo de cara, já tinha nos mostrado algumas coisas. Uma delas é que, contra times mais tarimbados, a nossa marcação não pode ser a mesma utilizada com os ditos mais “inexperientes”. Foi equivocada e improdutiva a maneira do Palmeiras marcar. O.O precisa acertar isso – parecer que está vivo, e não empalhado na lateral do campo, pode ajudar também.

Outra coisa – nem tão outra coisa assim -, o time não pode deixar jogar, livre de marcação, cheio de espaço, um jogador como Robinho, que desequilibrou o jogo e ajudou o Santos a buscar a virada, tampouco deixar jogadores receberem livres de marcação na cara do Prass, ou achar que marcar um Ricardo Oliveira é o mesmo que marcar um boneco cheio de ar – ele tem mais recursos do que a maioria.

Vimos também que as arbitragens continuam prejudicando o Palmeiras. Tivemos um gol, legítimo, anulado com a marcação de um impedimento que não existiu. Com falhas ou não, era para o Palmeiras ter saído do jogo com 2 x 2.

E teve mais uma coisa para observarmos… mesmo tendo bons jogadores, o Palmeiras, ao contrário do Santos, não teve esse jogador que desequilibra, chama a responsa faz um buraco na zaga inimiga e ajuda o time a decidir. Preocupante…

Aí, veio o XV de Piracicaba, disposto a comer bacon no café da manhã (tá entalado o bacon ainda ou já engoliu, Nhô Quin?).

E, em pleno domingo de manhã – por causa da manifestação contra a ‘incompetenta’, à tarde -, o Palmeiras foi recebido em campo por mais de 26 mil torcedores. Que coisa linda essa torcida, que caiu da cama – beijinho no ombro para o presidente daquele time do estádio vazio. Beijinho no ombro pra “incompetenta” também, o Brasil foi pintado em verde-amarelo, as suas verdadeiras cores!

Mas, o que deveria ser quase um treino e três pontos facilmente conquistados, foi um jogo monótono, sonolento, sem criatividade alguma, e uma vitória que parecia que não ia vir nunca. O Palmeiras foi mais time durante a partida, é verdade, mas a insistência em descer com a bola até a linha de fundo e levantá-la na área era irritante, e só tínhamos essa essa jogada, que foi repetida à exaustão (o XV já sabia ela de cor).

A torcida implorava para o Palmeiras chutar a gol, e… nada. Queríamos que alguém se atrevesse a fazer uma jogada pelo meio, a sair na cara do goleiro adversário, a colocar um atacante nosso na cara do gol pra que ele chutasse. Mas… nada. E quando achávamos que a jogada iria sair, ela era desperdiçada com um supérfluo toque a mais, facilitando o desarme inimigo. Nosso bom time tem sido muito previsível (tem que dar jeito nisso, Oswaldo). Não conseguíamos furar a retranca do XV de Piracicaba… pode isso? E não tínhamos como não pensar em Valdivia, e em seu imprevisível futebol.

A entrada de Gabriel Jesus,  cheio de bola e vontade, acordou todo mundo. Ele quase fez um gol, fez jogador adversário ser expulso (os adversários acham que podem descer o sarrafo no garoto)… mas, foi graças à “ousadia” do nosso outro Gabriel, que saímos com a vitória. Ele arriscou um chute de longe (como fazer gols sem chutar, né?) e guardou um gol lindo na rede do XV… a torcida explodiu de alegria e alívio, e vencemos a partida! Uffa!!! Nosso domingo estava salvo.

Mas a discussão foi aberta… como será o restante do campeonato, como nos sairemos no próximo clássico, e nas quartas, se continuarmos jogando assim, com a mesma jogada manjadinha, e só com ela? Hein, Oswaldo?

Sim, eu sei que temos Valdivia para quebrar essa previsibilidade, e sei que Oswaldo conta com isso. E sabia também (todo mundo sabia) que se o Mago jogasse aquela partida do dia 7/12, à base de infiltrações como fez, ele teria a sua lesão agravada. Mas todos pedíamos que “ele jogasse, do jeito que fosse, nos ajudasse a escapar do descenso, e depois ele aproveitaria para se recuperar durante o Paulistão” – na terceira rodada todo mundo já cobrava a sua volta.

Não dá para fazer de conta que ele não é importante para o time. Que ele não faz a diferença em campo. O nosso time é bom sim, mas está faltando algo… falta o Mago. E para fazer dupla com Cleiton Xavier, que também falta entrar no time, e vai qualificar ainda mais o nosso meio-campo. Em 2009, faltou alguém como o Mago para jogar com CX, e desde que o Mago voltou, falta alguém como CX para jogar com ele.

Só que existe uma renovação de contrato no meio do caminho. Há alguns dias, parte da imprensa abusava de escrever bobagens, de informar coisas que nem tinham acontecido. Noticiou valores, falou em recusa do jogador… mas ainda nem havia acontecido uma reunião entre as partes, nenhuma delas havia apresentado as suas propostas.

O jogador diz que quer ficar, o Palmeiras diz que tem interesse em renovar… mas a imprensa fala diferente…

Agora, ela fala que o Palmeiras não faz questão nenhuma de renovar, que o Palmeiras arma para o jogador… falam que o Palmeiras não recebe o seu representante, falam que o Palmeiras tá fazendo um jogo estranho. Partindo do princípio de que essas informações sejam verdadeiras (não me fio nelas), penso que é um direito do clube não renovar se acha que não precisa do futebol dele – outros clubes, o atual bi-campeão brasileiro, por exemplo, pensam diferente e gostariam de ter Valdivia em seu elenco – mas agindo de maneira correta. (Uma coisa é curiosa, repare, a mesma imprensa, que acha que ele não serve para o Palmeiras, acha que ele será ótimo para os nossos rivais. Como assim, press?)

O Palmeiras decide o que achar melhor, ele é o “dono da bola” nessa brincadeira. Mas, por favor, Palmeiras, “Tirone feelings”, não. Esse “falar que quer e agir como quem não quer”,  esse “querer se isentar da bronca que boa parte da torcida ficará”,  – (até o dia em que comecei a escrever essa postagem, uma pesquisa de um portal esportivo, apontava que 75% da torcida quer a renovação) não combina com a administração que temos agora. Não acredito que o Palmeiras  agiria assim, de maneira tão ‘tironesca’, não nessa gestão.

Não sei o que o Palmeiras decidirá. Valdivia foi legal com o Palmeiras ao fazer infiltrações para poder jogar e nos ajudar a escapar do descenso, ao contratar um fisioterapeuta,  ao pedir dispensa da seleção chilena (se não aceitaram, a culpa não é dele), mas o Palmeiras, na gestão de Paulo Nobre, também foi muito legal com Valdivia durante esse tempo todo. E é por isso mesmo, por todas as coisas que já aconteceram, que um contrato de produtividade me parece algo bastante justo e sensato.

Sou suspeitíssima para falar sobre isso, mas, assim como boa parte da torcida, espero que Valdivia fique, que clube e jogador encontrem esse denominador comum e acertem a renovação. E não falo isso só porque ele é meu jogador favorito, e sim porque ele é craque e faz a diferença mesmo, porque ele salvou o Palmeiras do rebaixamento, e também pela necessidade que o Palmeiras tem do seu futebol – a liga que falta pro time é ele.

Vimos isso quando ele foi vendido para os Emirados. Nosso time, que estava indo bem, sem ele, perdeu a liga e passou a apresentar um futebol horroroso, começou a perder uma atrás da outra, despencamos na tabela, e todos demos graças a Deus quando negociação não deu certo e o Mago voltou  – a volta de Prass também foi essencial, sem os dois, teríamos sido rebaixados, e muito antes do campeonato acabar. Aquela sequência de jogos em que voltamos a ganhar – Valdivia saía como o melhor em campo em todas as partidas -, foi determinante para o nosso destino no Brasileiro.

E os números são incontestáveis. No Brasileiro-2014, como mostra a notícia da rgt, o Palmeiras conseguiu somar apenas 15 pontos e fazer 9 gols em 17 partidas sem Valdivia (em seis delas ele estava com a seleção chilena), tendo 29% de aproveitamento, e somou 19 pontos e marcou 19 gols em 11 partidas em que ele esteve em campo, com 53% de aproveitamento.

aproveitamento-Palmeiras-com-Valdivia aproveitamento-Palmeiras-com-Valdivia1 aproveitamento-Palmeiras-com-Valdivia2 aproveitamento-Palmeiras-com-Valdivia3

Valdivia ainda nos ajudaria muito a conquistar um ponto precioso na última rodada e a fazer o Palmeiras escapar do rebaixamento. Fez infiltrações para poder jogar, se arrastou em campo, e, ainda assim, foi o melhor da partida, o que mais correu.

E os números do Mago não ficaram só nisso… Pra se ter uma ideia, mesmo tendo feito apenas 16 jogos, ele foi o 5º no resultado final da Bola de Ouro, o 4º entre os melhores meias do país, e com pouca diferença na pontuação para os demais. Se não tivesse sido convocado, e tivesse feito mais umas 3 ou 4 partidas, Valdivia certamente teria levado o prêmio.

Mago-BolaDeOuro

Mago-BolaDeOuro-pontuação

Mago-Bola-de-Ouro-Prataenquete-espn1

Os números de Valdivia não mentem, não é a toa que tem sempre alguém querendo contratá-lo, mas ele precisa jogar, precisa estar em campo o maior número de vezes possível. A torcida tem razão ao reclamar disso. É dentro de campo que ele é imprescindível. E é assim que queremos vê-lo.

Queremos que ele faça dar liga no nosso time, fazendo o que só ele sabe. Como na imagem abaixo, fazendo o Palmeiras, que, na ocasião, lutava para escapar do descenso, ser tão temido pelo rival que brigava pelo título. Conta aí quantos gambás estavam na “zona Valdivia” de jogo (o restante do time do time verde ficou sem marcação)… é isso o que o Mago faz e causa quando tem a bola nos pés… não foi a toa que nessa jogada saiu um gol do Palmeiras.

derby7-MagoÉFoda

Booora Palmeiras, booora Mago, vamos acertar essa renovação! Estamos com saudades de lances como esse!

  • Gaetano

    Oi, Tânia. Você sabe que também gosto muito do Valdívia. Acho que não tem jogador igual atuando no Brasil. O que lamento é que alguns de nós, torcedores, ficamos preocupados com coisas que são da alçada da Diretoria. Se embutiu na cabeça desse povo o termo “custo-benefício” como se isso fosse problema nosso. Eu quero ver meu time vencer e, de preferência, com maestria, jogadas espetaculares, que enchem nossos olhos. Afinal, quando você vai a um espetáculo, você quer saber quanto ganha o artista? Debati até com alguns torcedores, em blogs, esse assunto. O que os meus olhos precisam ver é um lançamento preciso, um drible mágico, uma assistência fantástica, não o salário do autor disso. Caímos facilmente em conversa de setores da imprensa despeitada, xenófoba.

    Eu creio que estamos bem de direção e que esta irá salvaguardar os interesses do clube. Em nenhum momento, contrariando o que muitos dizem, vi no Valdívia falta de afeição pelo Palmeiras e lamento que nós mesmos estejamos levando o mesmo a repensar o carinho que tem pelos que deveriam admirá-lo e compreender que não é confortável ficar de fora do show.

    • taniaclorofila

      Oi, Gaetano.

      Eu, sinceramente, acho que a maioria dos torcedores que falam em custo x benefício (só alguns palmeirenses são bobocas assim) não o fazem pensando no Palmeiras coisa nenhuma.
      Acabamos de dar adeus para o Wesley, que ficou quase um ano parado por conta da cirurgia do joelho, e, depois, passou mais uns anos no time, jogando sempre, é verdade, mas jogando nada, sempre com o freio de mão puxado, andando em campo, errando passes pra caramba, perdendo gols que poderia fazer, só porque não correu o suficiente – reza a lenda que no jogo que valia a nossa permanência na série A, ele perdeu aquele gol feito por pura displicência, por pura falta de vontade.
      Custou bem mais do que o Mago, ganhava um belo salário, e ninguém nunca reclamou do seu custo x benefício. Nem mesmo a imprensinha… por que será, né?
      Segundo li hoje, o Lúcio continua recebendo duzentos paus por mês do Palmeiras e ninguém reclama disso também.
      A imprensa é doida pra tirar Valdivia daqui, simplesmente porque ele é o melhor meia do país, e o melhor meia do país não pode jogar no Palmeiras. Os gambás, bambis e urubus da imprensinha, não podem suportar isso.

      • Gaetano

        Concordo com tudo que você comentou, principalmente com relação a imprensa. Só quero reforçar que lamento que alguns torcedores ingênuos caiam em suas armadilhas e deem, constantemente, tiros nos pés

    • Marcio Lima

      Ninguém discute Custo Beneficio, por exemplo, do Ganso que apesar de entrar em todos os jogos não faz absolutamente nada em campo, o mesmo para Luiz Fabiano e muitos outros aí que podem até entrar em campo mas “em campo” até o Fred estava na Copa.

  • Marco

    O impedimento muito mal marcado tirou o gol do Palmeiras contra o Santos. Na sequência da jogada, saiu o segundo gol santista.
    ===========
    Nossa diretoria não pode permitir que polêmicas sejam criadas de fora para dentro. Seu diretor de futebol precisa ser melhor informado sobre o que é o Palmeiras e quem é essa imprensa. Não pode se entusiasmar com a fama e dar declarações para agradar jornalistas. Palmeiras não é clube mineiro e a imprensa daqui não é a de BH.
    ===========
    Uma parcela da nossa torcida alimenta a imprensa. Polêmica criada em cima do Palmeiras faz a cortina de fumaça para encobrir as dividas de outros times com jogadores e empresários. Tem muito torcedor do Palmeiras que se acha esperto, mas acaba sendo massa de manobra.
    ===========
    Enquanto isso a rgt continua sabotando o Palmeiras e metendo a mão no bolso do seu torcedor. Um jogo em TV aberta nas dez primeiras rodadas, igual a Chapecoense e só superior a Ponte que não terá jogos em TV abertas, no período.
    Por que esses torcedores que mostram tanta disposição e energia para ajudar a tentar tirar do Palmeiras seu melhor jogador não se empenham para denunciar mais essa abuso platinado?

  • Paulo Rogério Almeida

    Nosso time precisa melhorar, coisa natural. Eu VEJO COM BONS OLHOS (desculpa, essa frase virou meme entre nós, Taninha haha).
    Para mim a parte que precisa melhorar só depende dos jogadores, chutar a gol. Não acredito que o Oswaldo não peça isso, pede sim… Os caras no treino chutam pra caramba (só ver o titular x reserva de ontem). E chega no jogo ninguém chuta, claro que a falta do Cleiton Xavier e principalmente do Valdivia, vão fazer esse time ficar ainda mais incisivo. Temos boas peças, falta o articulador que nós já temos.
    E aí eu tenho que ficar vendo uma minoria berrar, esbravejar, fazer piadinhas, etc… Que não precisamos do Valdivia, oi? Os mesmos que num passado recente diziam: “Se fulano (algum veterano consagrado) vier e jogar só 30 jogos já vale, pode pagar muito”. E agora, o Valdivia que joga mais de 30 partidas em bom ano (sem lesões), nego não quer mais? Pera ai, é o jogador que desde 2010 é o nosso melhor atleta em campo (sem discussão e mimimi, Palmeiras era um com ele e outro time horrendo sem). Agora que temos um elenco qualificado, onde o Valdivia não vai apanhar sozinho e sofrendo rodízio de faltas, quer mandar o cara do meio campo embora? Ah, ele ganha muito… Oi? Ele ganha menos de 400 mil e com produtividade aonde vai ficar essa sua afirmação? Ele se contunde muito, oi? Ele é um atleta que não corre da raia, apanha pra caramba, divide sem medo e os árbitros deixam bater, claro que ele vai contundir mais e cabe ao Palmeiras ter peças pra suprir tal ausência. O tal centro-avante Lucas Pratto (galinha dos ovos de ouro de muito torcedor), que foi pro Atlético-MG se contundiu logo no início e ficou quase 30 dias de fora, só disputou umas 5 partidas até agora e aí? O cara é jovem, não vejo o custo x benefício ou o “tem que fazer gol em grandes”. O sr Ganso pediu pra não jogar, alguém já viu o Valdivia pedir pra ficar de fora? Esse maluco se o DM não vetar o cara quer entrar todo fodido em campo.
    Sobre os números dele em campo em 2014, graças a Zeus ele voltou e tem idiota que põe “não fez gol”, orra, cara pálida… Ele fazia as jogadas para os gols, função de um meia armador. Só falta querer comparar média de gol dele com atacante, que fica perto da área e é municiado pelos meias (ah, o Valdiiva é meia, ok?).
    Sou parte dos 75% que querem a renovação, renova por produtividade e já era. Se não jogar, vai receber menos e para essa encheção de saco de torcedores (se bem que esses vão encontrar outras, odeiam o nosso melhor jogador).
    E se o Palmeiras não renovar com ele, que vá ao mercado e traga alguém próximo do que ele produz em campo. Pois tá difícil achar meias com tais qualidades e visão de jogo, tem muito corredor por aí… Articulador tá em falta, assim como centro-avantes.

  • JESSÉ ROSAS

    Tânia você sabe o quanto te admiro, e o quanto sou fã do futebol arte. O que nós temos em mãos hoje? O melhor jogador Sul-americano, dentro do nosso amado clube. Quanto a imprensa nacional,que criticam o Homem-jogador “Jorge Luiz Valdívia Toro, todos eles querem ele em seus respectivos times de coração, como não o tem! tentam desestabilizar moralmente,emocionalmente o nosso craque porque sabe que ele não tem papas-na-linguá, responde a altura e dá ibope em suas matérias. E os jornalistas Palmeirenses que trabalham nesses canais de tv,e jornais escritos são todos censurados, os impedindo-os de defenderem não só o atleta Valdívia,assim como o Próprio Palmeiras. Outra coisa que municia esta imprensa podre são parte de nosso “torcedor” que mergulha de cabeça nas fofocas e marginalização de um grupo jornalixos que sem capacidade curricular de emprego são pagos para denegrir e ofender a imagem de um jogados que faz sucesso em um pais que não é de origem. RENOVA MAGO

  • Marco

    Li esse comentário em outro blog e repasso a vocês.
    O torcedor aborda um aspecto muito interessante, até agora não notado:

    ===========

    Como eu sempre disse…o Mago, é hoje, o principal garoto propaganda do clube, mesmo não jogando, esta sempre nos holofotes, ajudando o clube e seus patrocinadores, pois o nome ” Valdivia” sempre estará atrelado ao do Palmeiras…quando se fala no Mago, se fala no Palmeiras!!!!!!!!!!! Sabedores disso, jornalistas e adversários, estão sempre procurando formas de joga-lo contra a torcida, com matérias difamatórias, uma pena!!! Uma coisa para se pensar…….se ele fosse um jogador comum, NUNCA, fariam isso, não é??
    Quando falam que o Valdivia não compensou o tal de ” custo beneficio” …. eu dou risada!!! vejam por a quanto tempo, o nome do clube, veio a tona, por causa dele nos últimos tempos….só com a exposição na mídia, o retorno já deve ter dado para se pagar seus salários!!! Isso não jogando…imaginem se ele renovar e jogar bem !!!!

    • taniaclorofila

      Bem isso, Marco.
      Ao contrário dos jogadores comuns e “bonzinhos”, que não respondem às provocações, às ofensas,ao cinismo de alguns manés da imprensa esportiva, não chamam a responsa e decidem partidas, o Mago, além do seu futebol brilhante, dá retorno de muitas outras maneiras. Um exemplo bem comum é ir ao estádio (muitos dos que reclamam dele, não vão) e contar quantas camisas com o nome dele são vistas e quantas são vistas com nomes de outros jogadores… é dar uma olhada nas camisas das crianças e ver o número e o nome que elas trazem às costas.
      Comentei aqui outro dia, que estava num jogo no Pacaembu, um dos últimos lá, e à minha frente tinha um garotinho com o pai. O jogo ia começar ainda, e ele não parava de dizer: Pai, eu quero ver o Valdivia! E só falava do Valdivia o tempo todo.
      O pai, um conhecido meu, me chamou e pediu: Vc tem uma foto com o Mago aí? Mostra pra ele, porque ele adora o Mago. Mostrei a foto, ele deu um sorrisão, e o pai falou: Ela gosta do Mago que nem você (as crianças, o futuro da torcida palmeirense, adoram o Mago). rsrs Ele me olhou, sorriu e ficamos “amigos pra sempre” no mesmo instante.
      Isso é espontâneo. Gostar de alguém, ou não gostar de alguém, é espontâneo. E quem não entende isso, quem acha que pode determinar de quem um torcedor pode gostar, tem problemas.

  • cleitonlb@uol.com.br

    Olá Tânia, eu não sei exatamente quem disse isso em outro blog, mas eu acho que é o mais certo. Se a imprensa acha que não devemos renovar, é certeza que devemos renovar o mais rápido possível. Quando o GK era técnico do Palmeiras, todos nós achávamos ele péssimo, mas a imprensa achava ele ótimo. Ele foi rebaixado, só conquistou a série B (se não me engano, não conseguiu ganhar do São Caetano no Pacaembu, por isso só se sagrou campeão na outra rodada), foi demitido, ficou 3 ou 4 meses desempregado, foi pro Bahia, com o qual caiu pra série B novamente. O Marcio Araujo também era muito elogiado pela imprensa, fomos muito criticados por não renovar com ele. Ele ficou 6 meses desempregado até conseguir arrumar uma vaguinha no Flamengo. Isso ilustra que a imprensa não quer o nosso bem, isso já foi mais do que provado.

    • taniaclorofila

      É bem por aí, Cleiton.
      Para o Palmeiras, a imprensa acha que ele não serve, mas, para ir para o atual bi campeão brasileiro, ou para o Flamengo, seria A contratação.
      E as “Brancas de Neve” verdes aceitam a maçã, sem pensar, sem comparar as notícias…
      A imprensinha não o quer aqui, porque, como mostra a imagem que postei, com ele no time, mesmo que o elenco não seja bom, que o time esteja na segundona, os “canpiaum mundiau” precisaram da ajuda do juiz para empatar com a gente.

  • Fernando São José do Rio Preto

    Procurei um adjetivo para quantificar nosso maior “craque” ou aquele acima da média como muitos dizem, más não encontrei, mágico, craque, fenômeno, animal, excepcional, extraordinário, indescritível…todos estes não simbolizam o fascínio que tenho pela beleza de seus dribles e jogadas mirabolantes os quais somos privilegiados em poder desfrutar e acima de tudo, vestindo nossa camisa do coração, assim sendo, tão somente digo: Valdívia, sou eternamente grato aos céus de se fazer presente neste momento que vivemos e ainda por correr em minhas veias o sangue verde de um coração imensamente palmeirense!!! Fica Mago, nosso time precisa de você, só quem não é verdadeiramente palmeirense ousará falar alguma palavra contra sua pessoa. Nós e me incluo nisto sou “eternamente” grato!!!

    • Comigo acontece o mesmo, Fernando.
      O futebol do Mago me encanta. Às vezes, mesmo sabendo do que ele é capaz, sabendo o quanto ele é talentoso, fico me perguntando no estádio (e não sou a única): Como ele fez isso? Chego em casa e vou correndo ver o replay do lance pra entender.
      Ele é inteligente (gosto de jogadores inteligentes) pensa com uma rapidez incrível e faz uma leitura de jogo que a maioria não faz. E enfia a bola onde bem entender.
      Eu também quero que ele fique, e ele sabe disso. Tomara dê tudo certo.
      Hoje, mais uma vez, vimos a falta que ele faz.

      Um abraço.

  • Armando

    Matou a pau essa imagem final. Esse jogo foi um daquela sequencia que gambás e marias arrancaram o empate da gente. Sem mais…

  • Luiz Antonio Fraulo

    Quero parabenizar os debatedores deste blog. Bacana, só vi pessoas educadas debatendo. Isso enriquece, traz soluções. Parabéns especial ao Lucas Cello, que parece que tem pontos de vista diferentes de todos, mas sustenta seus argumentos. Certo ou errado o importante é termos opinião. Minha opinião a respeito de Valdívia é simples: Paulo Nobre, Alexandre Mattos e Cicero Souza são pessoas inteligentes. Valdívia já disse que não jogará em nenhum outro clube brasileiro; não há proposta do exterior, pelo menos que se saiba. Então, com o indice de audiência que esse cara dá( é a imprensa filmando Valdívia fazendo balãozinho, Valdívia dando um piquezinho, Valdivia mostrando caneca do urubú, Valdívia abaixando para amarrar a chuteira (e sempre dando um sorrisinho), Valdívia batendo record de opiniões no blog da Clorofila, Valdivia fazendo um chichizinho) e tendo até agosto para renovar, porque pressa? Vamos desfrutar dessa exposição na mídia, nossos anunciantes vão ficar felizes, vamos criar suspense. Gente, Valdívia já renovou pois só se Paulo Nobre for muito burro pra deixar escapar uma fonte de receita desse tamanho. Imaginem a hora que o acordo for anunciado; serão no mínimo mais 10.000 sócios torcedores, maior público ainda no Allianz, Que ganhe R$ 500 mil por mês, que jogue 20 % dos jogos, o retorno é garantido. Imaginem o zóião do Neto ao ver Valdívia em campo, Valdívia que falou por nós quando o humilhou publicamente. Abraço a todos!

    • taniaclorofila

      Luiz Antonio, muito embora eu não ache que Valdivia já renovou, que clube e jogador já tenham acertado isso, faz sentido o que você diz. E seria bastante compreensível se essa fosse a jogada do clube, aproveitar a imensa exposição que Valdivia traz.
      E penso o mesmo que você a respeito do retorno que ele dá ao clube, ainda que jogue menos partidas do que os demais. O futebol que ele apresenta em campo tem altíssima qualidade – as últimas partidas nos fizeram sentir como esse futebol faz falta -, além disso, o Mago vende uma porrada de camisas, leva mais pessoas ao estádio, é notícia se boceja, se coloca a mão na perna, se sorriu, se reclamou… é o diferencial na equipe.
      Perdê-lo, seria burrice, seria prejuízo ao time – já vimos isso ano passado -, seria deixar o nosso futebol mais comum.
      Tomara que os homens do futebol pensem assim também… No meio do ano passado, não pensaram. Mas não era o Mattos o gerente, né? Vamos observar…

      Um abraço.

    • Lucas S. Cello

      Oi Luiz, tudo bem? Essa (a capacidade de debate educado, com respeito e sem ataque ao argumentador, mas ao argumento) é a condição mínima pra que a gnt tenha uma boa troca de ideias entre pessoas que pensem de maneiras diferentes. Agradeço o elogio. =)