EM 2015, O GIGANTE E SEU EXÉRCITO SE LEVANTARAM

Embedded image permalink

Estamos vivendo um início de temporada de sonhos… Sim, ver o Palmeiras jogar bola, de verdade, ver o Palmeiras com um elenco pra disputar títulos, ver o Palmeiras dando as cartas nas contratações, era o sonho de cada 12 entre 10 palmeirenses. Como não vivemos às custas do apito, não conquistamos títulos dessa maneira, muito pelo contrário, sabemos que o único caminho pra nós é o trabalho bem feito, é ter um bom elenco, é o time jogando muita bola. E por estarmos no caminho certo é que nos sentimos felizes e com o coração em paz.

A estreia no Paulistão não podia ter sido melhor, vitória tranquila, por 3 x 1, diante do Grêmio Osasco – que joga junto há uns dois anos -, conseguida com futebol ofensivo, veloz, de um time bastante renovado, que ainda não teve sequência e nem tempo de se entrosar. Imagine quando as peças todas se encaixarem, quando o time tiver Valdivia, Arouca, Dudu… Gabriel, nosso Jesus menino…?

O time do Osasco, com todo o respeito de uma osasquense, parecia o Palmeiras do ano passado, e não sabia nem de qual caminhão de mudança tinha caído. Só deu Palmeiras na partida – o primeiro tempo foi arrasador -, com um volume de jogo com o qual já estávamos desacostumados. E quanta desenvoltura dos nossos novos jogadores. O Allianz Parque era uma festá só.

E teve um golaço de Leandro; outro golaço, com matada no peito e bola no chão antes do chute, de Robinho; um gol esperto de Maikon “Blondie” Leite… um gol anulado de Cristaldo… uma partidaça do Allione (que Dorival deixava no banco em 2014)… jogadas lindas… passes precisos, velocidade, garra, jogadores bons de bola, raçudos (totalmente diferentes do jeitão “Uéslei” de ser, do nosso time do ano passado)… torcida cantando, e, por tudo isso, pudemos ter a certeza que o nosso Palmeiras mudou da água pro vinho.

Mas, algumas coisas não mudam… e o “mais do mesmo” se repete, campeonato após campeonato…

E, assim,  teve juiz assaltando o Palmeiras (não é porque ganhamos que vamos deixar de falar sobre isso), deixando de marcar muitas faltas, claras, a nosso favor; invertendo outras… deixando de marcar pênalti em Allione (isso não vai mudar nunca?)… parece até que é proposital para prejudicar o Palmeiras.

Teve os funcionários da rgt chamando o Allianz Parque de Arena Palmeiras, durante a transmissão (disseram na imprensa que isso é ordem de um diretor da rgt)… teve um “repórti” (da rgt, claro) tentando diminuir jogadores nas entrevistas de campo – o “profissional” foi perguntar para o Leandro como ele se sentia (algo assim) sabendo que a torcida prefere o Cristaldo. Pode?

Com tanta coisa pra perguntar, com o gol lindo que o jogador marcou, o “repórti” – torcedor do time que queria contratar Leandro e levou um chapéu do Palmeiras -, achou/inventou(?) algo para desmerecer o atleta, para fazê-lo sentir-se preterido pela torcida – o que não é verdade -, e tudo isso com aquela falta de talento e profissionalismo que lhe é peculiar (espera o Mago voltar, que ele te enquadra)…

Saímos confiantes no Palmeiras 2015, encantados com o trabalho do Mattos na montagem do time, com o belo futebol apresentado, com a qualidade dos novos jogadores, com a velocidade do ataque, com a entrega do time em campo. E todos falávamos a mesma  coisa: Que mudança!

Mas as coisas mudaram nos vestiários também. Foi lá que aconteceu uma coisa espetacular, antes mesmo do time subir para o campo… uma coisa da qual nenhum de nós – nem mesmo os ‘imprenseiros’ – tinha conhecimento…

Nenhum de nós tinha visto a preleção, histórica, que aquele jogador “em final de carreira”, “aposentado”, “velho”, de elenco de “série B”, havia feito…

O nosso querido Zé Roberto (Au, Au, Au, Zé Roberto é Animal), que corre, em meio tempo, mais do que o nosso 11 anterior vai correr nas duas próximas encarnações; que joga um bolão; que vale por dois de 20; que transpira profissionalismo e seriedade, que sabe o tamanho do Palmeiras e que respeita a sua grandeza , tal qual um general, levantou um exército…

Prepare o seu coração…

Maravilhoso, não é mesmo? Como diria Joelmir, só nós sabemos o que sentimos ao assistir a esse vídeo… só nós temos essa história, tão maravilhosa para se orgulhar…

É isso mesmo, meu amigo palestrino… em 2015, o Gigante e seu exército se levantaram.

E vamos à peleja!

  • Fabrício Verdão

    Em 2015 estamos no caminho certo. Enquanto a imprensa internacional elogiou a atitude do Zé, aqui no Brasil a maioria criticou.
    Mas tudo bem, o que importa é o Palmeiras voltar a ser Palmeiras.

    • taniaclorofila

      Vou falar sobre isso na próxima postagem, Fabrício.

      • Marcel SEP

        A coisas tão mudando… o Sormani na Fox falou mal da preleção do Animal Zé Roberto e no dia seguinte, com o rabo no meio das pernas pediu desculpas… kkkkkkkk

      • fabio

        Tãnia otimo tudo que vc falou com isso estamos mais confiantes este ano e seremos campeões

      • Fabrício Verdão

        Você é show, não perde tempo. rsrsrs. Mas se puder incluir um parágrafo sobre o esquema de favorecimento de PPV para fla e gambas.
        Todos os Palmeirenses que tiverem assinado o canal tem que ligar para lá e avisar que torcem pro Verdão, se não ligar fica como gamba ou fla. E eles receberam mais que o dobro do Verdão sendo que todos os jogos deles são transmitidos em TV aberta.

  • Vanessa Pavanello

    Ótimo texto, refletiu exatamente o que nós Palmeirenses sentimos vendo o jogo, o vídeo… o que sentimos quando essa imprensa e arbitragem lixo desdenharam/prejudicaram o nosso querido Palmeiras… Esse ano temos jogadores de raça, hombridade e caráter,… Vamos a Luta que a vitória é certa!
    Avanti Palmeiras!

  • Fernando São José do Rio Preto

    Como já comentamos anteriormente, nosso verdão está tirando o sono de muitos que não acreditavam no renascimento da equipe, como na preleção dita pelo “animal” Zé Roberto, o exército está atento e em posição para batalha, nós torcedores sentimos a energia positiva tomar conta, apoiaremos incondicionalmente o verdão como sempre fizemos, desta união que é mais clara do que nunca, os pessimistas e críticos de plantão não sabem o que fazer, não tem o que fazer a não ser ver nossa vitória, vitória esta contra tudo e todos que tão somente fizeram por prejudicar o palmeiras. Somos uma nação maravilhosa de um time espetacular que se forma, que este momento tão somente se multiplique, sem perder o respeito aos adversários e que os adversários nos respeitem como nunca fizeram, pois independentemente dos resultados, somos vitoriosos pelo momento que a muito não vivíamos com tanta euforia e alegria. Sou e sempre serei ainda mais você “Verdão”.
    TORCIDA QUE CANTA E VIBRA!!! AVANTI PALESTRA!!!

  • Alexandre Higa

    Ótimo Tânia!

  • prometeus

    caramba tania!!!!!!!!!!!! agora eu to vendo que o gigante incomoda mesmo!!! ate jornais de outros paises repercutiram o fato”!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! e aquilo que eu falo sempre em outros blogs: quando vc tem em um elenco gente honesta e de carater !!!! e outra vida!!!!mais de 90.000.000 mil socios?? e mole??? vc ve fabio sormani da fox desesperado? neto? espn? rgt? se fosse os queridinhos deleskkkkkkk passaria ate em outro universo!!!!!!!!!!! a gente tania os palmeirenses!! somos na verdade contra tudo e contra todos!!! sempre!!!!!!!!!!!!!!! uma vez perguntaram pro paulo nobre? se o modelo a ser copiado em gestao era o corinthians?? paulo nobre foi enfatico: vou copiar o manchester!!!!! ai vc tira uma base do nosso presidente!!! corre pelo certo!!! e por 18.000.000 de almas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Paulo Rogério Almeida

    É o que eu digo, desde 1999 eu não vejo o Palmeiras montando um ELENCO. Hoje, o Palmeiras tem pelo menos 3 jogadores por posição e a 3ª opção seria ou disputaria a titularidade nos últimos 7 anos FÁCIL. Tivemos bons times em 2000, 2008 e 2009, só. Pois elenco nós não víamos há muito tempo, os times de 2008 e 2009 quando precisou ver a força dos reservas, pfff…
    Olha como são as coisas, o presidente que não pensava grande trouxe o Alexandre Mattos e o Cícero Souza, tá dando autonomia aos mesmos… Entrou com sangue nos olhos em negociações, algumas fez inflacionar o valor e as mais importantes? Ganhou todas. Imagina como vai ser quando entrarem os 30/80 milhões dos “notáveis”? E pro Brasileirão? O Pirlo, Balotelli e o Drogba, que estavam apalavrados segundo o candidato derrotado da oposição, ninguém segura. Entrega a taça, que o Brasileiro, a Libertadores e o Mundial é verde (agora acorda, o mundo real é trabalho pés no chão, administração séria que honra compromissos e os resultados virão a longo prazo). O Palmeiras tem de ser assim, SEMPRE brigar pelo topo e não por um campeonato em 6 anos e se lascar por 5, isso não é “pensar grande”. Isso é arruinar o Palmeiras, é levar o clube a beira da falência e fortalecer os rivais.
    Nem precisa falar do sócio-torcedor, né? Aquele plano que tinha uns 8 mil gatos pingados em 2012 e agora ultrapassou a marca de 90 mil, orra, é mais que um patrocínio máster… Eu disse patrocínio? Eita, como o dia de amanhã é generoso com quem trabalha sério, em patrocínios 30 milhões e pode aumentar, esse Palmeiras hoje bebe água limpa e deverá continuar a beber, chega de populistas de merda.
    Saudações Alviverdes.

    • taniaclorofila

      Falou e disse, Paulinho!

      O Palmeiras sucumbia por causa desses aproveitadores da boa fé do torcedor.
      Na hora que são candidatos, só “pensam no bem do Palmeiras”, “têm dinheiro que vai jorrar não sei de onde”, têm “jogadores famosos e caríssimos apalavrados”… e, já que pensam tanto no bem do Palmeiras, onde estão o dinheiro e os jogadores agora? Sumiram? Não estão mais disponíveis?
      Tudo papo furado, “tapeation”, campanha populista e mais nada.

      Foram dois anos de críticas duras para PN, e ele pagou o preço (foi ‘crucificado’) para seguir a linha que tinha traçado. E o resultado já começamos a ver…

      • Paulo Rogério Almeida

        Outro ponto que usavam pra bater no Paulo Nobre: “produtividade não traz jogador disputado, só vai trazer ex jogadores e jovens desconhecidos”…
        Hum, o que será que esse povo tem a falar de: Arouca, Cleiton Xavier e Dudu? Olha ai, o Paulo Nobre não abriu mão da sua política financeira, dos seus príncipios como gestor, colocou a casa em ordem pra podermos andar com as próprias pernas e a produtividade está a todo o vapor. Formamos um ELENCO com a dita produtividade, logo mais o nosso Mago estará renovando por? Produtividade. Afinal, todos estão com contratos assim. Do atual elenco, só o Valdivia e o Prass não tem tal contrato e por motivos óbvios, seus vínculos são de outras gestões e só vão poder estar na produtividade quando forem renovar.
        Eu prefiro esse caminho, da sustentabilidade, da gestão séria e pés no chão do que gastar mais do que arrecada, esse modelo além de arcaico, é prejudicial pois conta com variáveis que dependem do resultado obtido em campo. Como administrador, não vejo vantagem alguma em ter modelos nada sustentáveis e o futebol tem que ser levado como administração, o amadorismo levou os clubes a situação atual, a Europa está com administração há alguns anos e lá eles podem buscar voos mais altos justamente por conta disso, ligas como a da Alemanha (7×1) tem a responsabilidade fiscal como regra, quem gastar mais do que arrecada sofre penas desportivas e administrativas, esse é o caminho. Queremos nosso Palmeiras brigando SEMPRE pelo topo e não uma vez a cada 6 anos, isso sim é pensar pequeno. O pensamento da grandeza do Palmeiras é estar disputando os títulos sempre.