A TEMPORADA É NOVA, MAS A SACANAGEM É ANTIGA

Palmeiras, o Campeão do Século…

Palmeiras, o maior campeão nacional…

Palmeiras, o clube brasileiro com o maior número de inscrições no YouTube (286 mil inscrições e 15.533.352 visualizações), ultrapassando os números de  muito clube europeu também…

Palmeiras, o clube brasileiro que mais vende camisas infantis no Brasil…

Palmeiras, o  quinto clube que mais vende camisas Adidas no mundo…

Palmeiras, o clube (um dos únicos) que paga salários em dia…

Palmeiras, o clube que terá receita de aproximadamente 230 milhões em 2015…

Palmeiras, o clube paulista que mais deu audiência na TV aberta em 2014 (17,1 pontos na Globo; 22,4 pontos somando a audiência de Globo e da Band)…

Palmeiras, o clube que mais e melhor contratou para a temporada 2015…

Palmeiras, que mesmo ainda não dando o direito a voto para os seus sócios-torcedores (isso logo vai mudar), é o segundo clube brasileiro com o maior número de associados de futebol – os números do Verdão, não param de crescer; quando você ler essa postagem, muito provavelmente, eles já serão maiores…

ST-Torcedômetro

Palmeiras, que, na 11ª posição, está muito  próximo de entrar para o Top 10 mundial dos clubes com o maior número de sócios-torcedores. Está quase ‘passando a perna’ no poderoso Manchester United…

ST-Top10-mundial

Palmeiras, que, pelas projeções do site “Por Um Futebol Melhor”, vai acabar sendo o primeiro no Brasil, e vai ultrapassar muito bicho-papão europeu…

Projeção-ST

Palmeiras, que tem quase vinte milhões de torcedores – os mais apaixonados e atuantes do país -, e, por isso, tem totais condições de se tornar o clube com o maior programa de sócio-torcedor do mundo.

Palmeiras, que a imprensinha  jura que é a quarta força de SP – se não está nos números, onde se encontra a decantada força dos demais?

Palmeiras, que mesmo tendo sido a maior audiência de 2014, mesmo tendo os números todos que você leu acima, vai ser prejudicado pela RGT, que vai escondê-lo do seu torcedor, vai esconder a marca do seu patrocinador no Paulistão 2015 – nas primeiras nove rodadas do campeonato, apenas dois jogos (dois clássicos) do Palmeiras serão transmitidos na TV aberta, o que prejudicará o Palmeiras, e forçará os palmeirenses a comprarem pacotes de pay-per-view (não comprem, porque essa é a intenção da RGT).

Palmeiras, o clube mais sacaneado do país, e que, pelo “andar da carruagem”, vai continuar sendo sacaneado…

Ninguém entende, não é mesmo? E nem Freud explicaria…

A única coisa que se sabe é que o futebol brasileiro, dominado pela RGT e pela CBF (mergulhada em corrupção) -, que insistem em fazer lobby para dois clubes caloteiros e pessimamente administrados (e mais dois, que correm por fora), que insistem em privilegiar os que lhe fazem favores, insistem em prejudicar o que não faz parte da “tchurma” -, vai ficando cada vez mais fraco, e vai ser o adversário mais desejado pelas outras seleções na próxima Copa…

A Alemanha deve estar ansiosa por 2018…

  • Fernando São José do Rio Preto

    Realmente ficamos indignados com tudo que acontece por parte da imprensa, más nós verdadeiros torcedores faremos eles ficarem surpresos e mostraremos quem somos na verdade, começamos com Allianz Parque, seguimos com elenco de ponta, temos estourado em sócio torcedor e finalizaremos com títulos onde terão que mostrar nossas cores e como nós, cantar sem parar nosso hino. Esta RGT que sequer pronuncia o nome de nosso estádio é desqualificada e não possui valores morais à muito, basta ver seu quadro de narradores e comentarístas com raríssimas exceções são dotados de um descrédito sem igual. Isto que fazem com nosso verdão ao contrário do que pensam, nos dá mais força e superaremos estes canalhas com toda a certeza. Avant Palestra!!!!

    • taniaclorofila

      Verdade, Fernando. Eles gostem ou não, vão ter que nos engolir!

  • FABIO

    tania mais uma vez belo post nao assisto jogos na globo por isso mais tambem nao sei como fazer estamos sendo prejudicados todo ano e ninguem faz nada pra acabar com essas coisas valeu pelo post e um abraço

    • taniaclorofila

      Obrigada, Fabio.

      É difícil sabermos o que fazer, mas acredito que a nossa parte é continuarmos protestando contra isso. Outra coisa que podemos fazer é deixar de falar/escrever o nome da emissora. De agora em diante, que ela seja apenas e tão somente RGT.
      Se a RGT não fala o nome Allianz Parque porque esperar ganhar $$ para fazê-lo, que a torcida faça o mesmo e só volte a falar o nome dela quando ela pagar, ou quando ela respeitar o Palmeiras e seu torcedor.

      Um abraço.

  • Angela Bonora Gamez

    relato puro, simples e verdadeiro! Parabéns Tania, por nos esclarecer com números, naõ como uma torcedora somente, mas com números. E como sempre se disse, contra fatos não há argumentos.

    • taniaclorofila

      Você vê, Angela? Não há mais motivos que sustentem a picaretagem que fazem conosco.
      O Palmeiras é a bola da vez, mas parece que a RGT está incomodada com isso. Ela que espere sentada a minha assinatura no PPV. Vou assistir aos jogos no PreMIAU FC, o gato da net.

      • ithalo

        Não possuo mídias sociais, mas o certo a se fazer seria uma mobilização para boicotarem o ppv?
        Creio que assim as projeções de lucros em cima do Palestra por parte da rgt acabaria sendo falsas, logo poderiam tentar pensar em algo menos sujo.

  • Fernando São José do Rio Preto

    Santos aceita acordo, fica com 40% de Arouca e libera volante ao Palmeiras

  • Djalma Verdão

    Perfeito Tânia. É exatamente isso sem mudar uma vírgula. Saudações Alviverdes!

  • Lucas

    Oi, Tânia, tudo bem?
    Eu nunca comentei aqui, mas já acompanho sua página há algum tempo.
    Tem algumas poucas coisas que gostaria muito de dizer.
    Primeiro, parabéns pelo espaço. Gosto dos seus textos, partilho da sua paixão pelo Palmeiras e concordo com a grande maioria das suas visões de mundo. Acho o seu “serviço” (se vc me permite chamá-lo assim) de muita importância pra abertura dos olhos da torcida palmeirense, que há muito vem sendo refém da propaganda contra e vem comprando as ideias veiculadas por todos que vc sabe melhor que eu quem são.
    Gostaria também de sugerir as minúsculas qdo se referindo à rgt, à cbf etc. Elas simplesmente não merecem nem msm a “cerimônia” das maiúsculas. Deixemos essa caixa de destaque pra Sociedade, pros seus jogadores, ou pra qualquer um que o mereça, que tal?
    Em terceiro, gostaria de sugerir a discussão sobre os preços de ingressos dos jogos do Palmeiras. Eu sou um jovem-adulto torcedor e me sinto completamente excluído pelas políticas de preço praticadas. Além do sentimento de injustiça (já que acompanhei meu time em duas séries B, e “agora que a coisa tá boa” não posso ir), fica a impressão de extrema ignorância, falta de compreensão, por parte de quem cuida disso (dos preços), seja lá quem for. Como pode, no nosso país, com esse salário mínimo, com o salário médio que temos, ter ingressos de preço mínimo a R$60,00 ou R$ 80,00? E isso pra quem consegue comprar os mais baratos, senão passamos a R$100,00 ou R$120,00(!!). Como um torcedor pode frequentar os jogos do seu time assim? Como eu faço pra ir com minha namorada? Como vão minha mãe e meu padrasto? Como o Palmeiras espera que um pai possa levar seus filhos com um mínimo de regularidade pra assistir o time? Isso afasta a torcida, elitiza o estádio, diminui bruscamente as chances de uma das melhores experiências no futebol, que é o estádio cheio, lotado, transbordando de gente cantando que é “Palmeiras até morrer (olê, olê)”. Isso é um golpe muito forte na chance de se criar um torcedor apaixonado, de se aproximar todos os torcedores do Palmeiras (inclusive os de renda mais baixa) de seu time. A experiência do estádio cheio, especialmente com um time vencedor, fideliza o torcedor. Estamos perdendo isso pela ganância. Eu ficaria muito grato (e acho uma discussão) se vc expusesse seus pontos de vista acerca desse tema.
    Desde já agradeço, e mais uma vez parabenizo pela página.
    Abraço!

    • Armando

      Torço para que o futebol apresentado pela SEP seja digno de encher as áreas centrais.

      O que está acontecendo com o futebol é triste pra qualquer torcedor, qualquer estádio (je suis 7×1).

      A menos que seja final de um campeonato mais importante, dificilmente o torcedor vai encher o miolo.

    • FABIO

      tambem concordo que os ingressos estao caros e com todo o resto que vc falou meu caro

    • taniaclorofila

      Lucas, o preço dos ingressos é um tanto quanto polêmico.
      A princípio podemos dizer que os ingressos são caros – eles são sim -, que os preços não são condizentes com a realidade da maioria dos torcedores. No entanto, todos sabíamos/temíamos, e até comentávamos, que quando o Allianz Parque ficasse pronto, os preços ficariam mais salgados. É obvio que numa arena com muito mais conforto e facilidades, não vamos pagar o mesmo que pagávamos no Palestra.
      Mas o Palmeiras nos dá a possibilidade de aliviar essa conta tão salgada, com o Avanti.
      Veja o meu caso, eu compro inteira, e costumava pagar 30 ou 40 reais por um ingresso. Na maioria das vezes, 40 reais.
      Hoje em dia, com o Avanti – meu plano, que é o Prata, é um dos mais baratos: R$ 19,90 ao mês – tenho 50% de desconto. Pago com o cartão do Itaú e tenho mais 50% de desconto. Se o ingresso custa 60,00, com o desconto do Avanti e do Itaú eu pago 15,00 + 1,50 (taxa de 10$ do futebol card); se o ingresso custa 80,00, eu pago 20,00 + 2,00 (taxa de 10% do futebol card), e fica bem mais barato do que o que eu pagava há anos atrás. Sem o Avanti, ficaria impraticável.
      Veja se há possibilidade de você se associar ao Avanti. Isso vai fazer uma grande diferença na quantia de dinheiro que você gastará com ingressos.
      No entanto, acredito que se os torcedores começarem a ter problemas com os preços, se as cadeiras começarem a ficar vazias… o Palmeiras vai ter que repensar esses valores. Afinal, estádio bom é estádio cheio. E de nada adiantará o Palmeiras jogar numa casa tão linda se o seu apaixonado torcedor estiver do lado de fora.

      Obrigada por acessar o blog.
      Um abraço.

      • Lucas

        Oi Tânia, Armando e Fábio!

        Primeiro, obrigado pelo feedback. =)
        Vlw pelo “apoio”, Fábio.

        Concordo com você, Armando. E acho que é exatamente esse um dos pontos mais críticos. Me parece que o nosso futebol vem, sob quase qualquer aspecto, em queda livre. Os públicos não parecem ser mais os mesmos de tempos atrás (e já faz bastante tempo). Os times também não conseguem ser mais os mesmos (acho que isso vale pros sulamericanos, em geral). A nossa seleção não é mais a mesma. Tem muita coisa, aparentemente, “caindo”. Pra não perder a chance de “bater” mais uma vez, acredito piamente que a cbf e a rgt tem a maior parcela de culpa em tudo isso.

        Tânia, muito obrigado, mais uma vez, pela atenção. Eu entendo e concordo com o que vc disse, mas vale notar que os “ingressos itaú” se limitam a mil por partida. Cabem na nossa casa (e só nossa, sem ajuda do governo! rs) 45mil. Se não entendi errado, os planos avanti dão desconto a um ingresso por plano. O que faz com que alguém que queira ir com o/a parceiro/a e um filho precise: a)pagar 3 planos Prata (ou aquele sistema de colocar dependentes); b)comprar um ingresso a R$30,00 e outros dois a R$60,00 (se ele conseguir no setor mais barato); c)não ir. Como encher estádios assim? Vc acha possível? Honestamente, eu não acho.
        Permita que eu coloque ainda mais um ponto. Como apaixonada por futebol que é, vc assistiu à final da Copa do Brasil entre o Cruzeiro e o Atlético, em especial, viu o segundo jogo, no Mineirão? Eu assisti àquele jogo com um bocado de expectativa, tanto de um grande futebol (já que são, na minha opinião, dois times que vinham jogando um tanto bem, cheios de alternativa), quanto de um grande espetáculo, de forma geral. Foi, pra mim, extremamente decepcionante ver o meio (!) do Mineirão vazio. Não parecia final. O barulho não era tão grande. Não parecia um jogo tão importante. Vc teve a msm impressão? No entanto, eu assisto sempre que posso à Premier League (gosto do Manchester, do Arsenal e até do Liverpool rs), e qualquer jogo dentre os que vi parece ser decisivo pra alavancar os clubes no campeonato, é impressionante! Isso me leva ao ponto que é: estádio cheio engrandece o espetáculo, até pra quem assiste pela Tv! E me parece que até os jogadores “correm” mais qdo tem 40mil, 50mil espectadores presentes.
        Mantendo um comparativo com o futebol internacional (e desculpa pelo tamanho do comentário, esse é o último ponto, prometo), os preços do Palmeiras nos jogos menores do Paulistão são maiores que os do Real Madrid em jogos medianos, se desconsiderarmos a conversão! E o comparativo dos lugares mais baratos, são quase iguais msm com conversão (!!). Com isso eu quero dizer, com todo o respeito, carinho e amor que tenho pela Sociedade, que o palco e o espetáculo também não justificam esses preços. A qualidade de vida e a relação entre o que se paga e o que se ganha, via de regra, também é maior na espanha, o que faz que seja mais custoso a um Palmeirense assistir o Palmeiras no Allianz Parque, que a um madridista assistir o Real no Bernabéu (e nem vou falar do apelo a turistas e não torcedores em geral). Só que eles lotam um estádio de quase 100mil lugares a temporada quase toda. A gnt fica feliz qdo põe 30 mil, dois terços da lotação. Não é possível que estejamos certos, percebe?

        Tânia, mais uma vez, agradeço a atenção e reforço, coloco esses pontos apenas pq me senti excluído de algo que gosto muito (e acredito que eu não seja o único) pelo que me parece ser ganância pura! Também mais uma vez, parabéns pelo seu blog!

        Vamos Palmeiras! =)

  • Valdir Teodoro Dos Santos

    O negocio é simples, coloca no peito e nas costas a marca da record de televisão pode ser até de graça em todos os classicos e o da allianz parque nos restante,simples assim

    • taniaclorofila

      Já pensou, Valdir?
      Seria muy interessante.

      • FABIO

        so assim a rgt e cbf deixariam de manipular e querer apequenar nosso verdao

    • GIBÃO

      Seéloko mano, fazer propaganda de graça p esse pessoal da Universal?

      Já não chega o que roubam do povão?

      São muito mais perigosos que o pessoal da RGT…

  • Paulo Santiago

    O motivo é simples: os 2 preferidos da emissora não compram ppv, não compra material oficial dos clubes, não tem sócios torcedores em número que comprovem “as maiores torcidas do país”. Aí empurram goela abaixo na tv aberta mesmo.

    • taniaclorofila

      Bem isso, Paulo.
      Os números deles não comprovam o que as “pesquisaish” (inventadas?) dizem sobre eles. Nem mesmo com a RGT os empurrando, a seco, goela abaixo do telespectador.

  • Lucas

    Oi Tânia, tudo bom? Meu nome é Lucas, hoje eu postei um comentário aqui. Eu não conheço muito bem os procedimentos comuns (de avaliação de comentário) aqui no seu blog, eu fui “moderado”? Se sim, o que fez com que isso acontecesse? Desde já agradeço. Abraço!

    • taniaclorofila

      Oi, Lucas.

      Os comentários, quando postados, ficam aguardando a moderação. E eu ainda não os tinha visto, me desculpe.

      Abraço!

      • Lucas

        Que é isso?! Sem problemas. Como eu disse, fiz a pergunta pq não sabia como funciona essa parte dos comentários aqui no seu blog. Muito obrigado pela atenção!
        Se puder, por favor diga o que vc pensa sobre aquelas questões do outro comentário.
        Abraço!

  • Armando

    Sinto dizer que o Palmeiras não vai conseguir nada justo pelas vias normais, até por que seria necessário trabalhar em conjunto com outros clubes. Como se diz, os clubes estão prostrados, de pires na mão. Não se pode excluir a responsabilidade da RGT.

    Somos gigantes quando os números são confiáveis, verdadeiros. Ficamos 2 anos sem patrocínio, mas notem algumas empresas que já nos patrocinaram: Parmalat, Fiat, Kia, Samsung, Pirelli… Somos mulambos?

    Os perebas são gigantes porque fizeram maracutaias, receberam subsídios, entraram no minha casa, meu entulho, participam do bolsa-circo, etc.

    Sinceramente, há gente “ixpérta” demais em todos os cantos:

    -WTorre/AEG alugando 2 dias pro Paul Mccartney por “apenas” R$ 150 mil.

    -O PPV não leva em conta o time do assinante, mas apenas uma pesquisa roubada. -“Aluguel” pelos serviços operacionais do Allianz Parque por “apenas” R$ 400 mil a partida.

    -A legislação não permite vendermos a transmissão de nossos jogos pra quem pagar mais.
    -Pagamos nossa dívida tributária comparativamente baixa enquanto que os super-endividados tentam manobras para o governo perdoar dívidas exorbitantes.

    Só citei de cabeça, a lista é imensa.

    • Lucas

      Concordo, Armando.
      E tem observações fáceis de serem feitas que são muito tristes (pra mim, pelo menos). Falamos sempre do Palmeiras aqui, o que é natural, mas olha a situação do Vaxco, do Botafogo… olha o que tão virando esses clubes. Agora, sem a Unimed, olha o que vai ser do Fluminense. O rio caminha a passos largos na direção de ter apenas um clube. Aqui em São Paulo, cadê o Guarani, a Lusa? O que vai ser do Santos qdo ficar alguns anos sem revelar Robinho, Diego, Renato, Neymar, Ganso etc? Qdo foi a última vez que o Atlético-MG, o Inter ou o Grêmio foram grandes de fato, sem espasmos de um ano ou dois?
      A espanholização parece estar a todo vapor. E o Palmeiras que se cuide, tá mais que claro que não estamos entre os escolhidos pra Real ou Barça!

  • Claudio Romano

    Silvio Santos deu uma entrevista certa vez e lhe perguntaram o porque de a SBT não transmitir mais futebol desde a transmissão de uma final de Copa do Brasil. Ele respondeu que tentou comprar os direitos de transmissão de um campeonato e ofereceu um valor melhor do que o da RGT, entretanto disseram a ele que existia uma clausula preferencial onde se a RGT cobrisse o valor oferecido por ele (Silvio Santos) ela ficaria com o direito de transmissão. Ou seja, independente de a SBT oferecer um valor maior, a RGT sempre teria a “preferência”.
    A CBF é um antro de trastes vendidos e é ela a maior culpada desse monopólio absurdo que existe no Brasil em relação ao futebol. O direito de transmissões dos campeonatos deveriam ser divididos entre as emissoras de TV, dando oportunidades iguais para as emissoras cobrirem o esporte.
    Se olharmos para o ano passado, o PALMEIRAS deu mais audiência que um certo time queridinho pela RGT, entretanto, o valor que esse time ganhou em direito de imagem foi maior que o do PALMEIRAS.

    • Lucas

      Isso é muito curioso. A rgt vive pregando, através de seus principais jornais e sua “imparcialidade”, o neoliberalismo, o “livre” mercado… mas qdo a coisa é com ela (e se eu entendo direito) são exatamente esses princípios que são quebrados, e por política pura!

  • GIBÃO

    Tânia,

    Quem sou eu p te contrariar, mas, na minha opinião:

    Em 2012, tínhamos um time sofrível, tanto que caímos….

    Em 2013 jogamos a segundona, acho que muitos Palmeirenses, como eu, nem queriam assistir jogos horríveis em campinhos de quinta….

    Em 2014, novamente, um time ruim de doer, só não caímos por sorte….

    Ou seja, quem além de nós queriam assistir esse time?

    Será que a culpa é só da Globo ou será também que nossa diretoria não montou times atrativos?

    Estamos montando um bom time agora, se engrenar e jogar bem, com estádio lotado, não vão ter como esconder, automaticamente o Palmeiras voltará a grade normal da programação….

    Se coloque também no lugar da RGT. Pô, os caras pagaram R$ 100 milhões p o Palmeiras montar um time pior que o Chapecoense….

    Acho que não podemos reclamar muito não…..

    E tem uma que tem outra: Escondendo o Palmeiras da TV aberta, venderão mais PPV, e entendo isso como uma estratégia de vendas que o Palmeiras concordou com isso ao assinar o contrato com a RGT.

    Acho que estamos com muita mania de perseguição e estamos esquecendo que os times que montamos nesses últimos 5 anos não foram dignos de transmissão da Rede Vida!

    • taniaclorofila

      O que interessa a uma emissora, Gibão?

      A U D I Ê N C I A! Né?

      Portanto, se o Palmeiras deu mais audiência em 2014 – não importa se o time era bom ou era ruim (a Xuxa nunca cantou porra nenhuma, mas pq dava audiência, vivia cantando na TV) – ele não pode sumir da grade de transmissão.

      Bambis e gambás,por pouco não caíram em 2013, e, nem por isso, sumiram da grade de transmissão no ano seguinte. E olha que, para não caírem, foram ajudados pelas arbitragens, ao contrário do Palmeiras que em 2012, e em 2014 também, quando quase caiu, perdeu muitos pontos no apito.

      No Paulistão 2014, os gambás conseguiram a proeza de serem eliminados na primeira fase, e os bambis na segunda.

      No Brasileiro de 2012, até Vasco, Botafogo e Fluminense, que não enchem estádio nem em final de campeonato, que não dão ibope, tinham mais jogos na grade de transmissão da TV.
      Não há nada que justifique trocentos jogos para uns e quase nada para outros.

      Mania de perseguição, no meu entender, é a de torcedores que acham que qualquer motivo é motivo pra bater no time pelo qual deveriam torcer. E, torcer quando tudo está bem, qualquer modinha faz.

      Não entendo torcedores que defendem quem joga contra o seu próprio time. É tão óbvio o que fazem contra o Palmeiras. Só não vê quem não quer.

      • GIBÃO

        Tânia,

        Não sou torcedor de modinha, nem jogo contra o time.

        Moro à 300 km de SP, e no mínimo seis vezes por ano viajo até SP de carro, com despesas com combustível, pedágio, alimentação, estacionamento, ingressos, e ainda pago mensalmente o Avanti.

        Compro praticamente todas as camisas lançadas pela Adidas e ainda assino o PPV…

        O Palmeiras é a coisa mais importante da minha vida levando em consideração somente o que não tem importância (entendeu? é lógico que em primeiro lugar vem família, trabalho, etc…)!

        Ou seja, pode ter igual, mas duvido alguém ser mais Palmeirense que eu!

        Só acho que tudo que está acontecendo na grade de transmissão é com o consentimento do Palmeiras, pois existe um contrato firmado com a RGT e o Palmeiras concordou com o que está acontecendo, senão o Palmeiras estaria procurando os seus direitos.

        Depois que assinou, não adianta choramingar.

        Não conheço o contrato com a RGT, mas com certeza existe cláusula onde os caras transmitem o que quiserem, ou seja, deram plenos poderes ps caras!

        Não somos tão vitimas assim…

        É só o que penso, não sou dono da verdade!

        • taniaclorofila

          Não disse que vc é torcedor modinha. Disse que torcer e jogar com o time só na hora boa, qualquer modinha faz. E não é verdade isso?

          Você tem a sua opinião e eu respeito, mas,sinceramente falando, acho espantoso que vc não perceba a sacanagem que fazem com o Palmeiras. Acho espantoso que vc não tenha visto, por exemplo, e para citar só uma coisinha boba, porque a lista é imensa, que a RGT não transmitiu os jogos do Palmeiras quando ele caiu, mas transmitiu todos os dos gambás quando eles foram pra segundona.
          Porra, é uma diferença gritante o tratamento dado para o nosso time e para os outros. E nunca vou concordar com quem diz que isso tá certo, que é merecido, porque não é.
          Não é porque deixo a minha porta aberta, que o ladrão está certo em entrar na minha casa e roubá-la. Ele está errado e vai ser ladrão do mesmo jeito, tenha arrombado a porta ou não.

          Gostaria que alguém me explicasse porque teremos só dois jogos do Palmeiras, (do Santos também), nas nove primeiras rodadas do Paulistão, se no Paulistão passado ele fez melhor campanha (o Santos tb fez) que bambis e gambás, e se no ano todo ele foi o time paulista que mais deu audiência, se ele agora é a bola da vez, é o time que mais e melhor contratou…Não há nada que justifique sumirem com ele.

          O favorecimento (da mídia) pra uns é imenso, na mesma proporção em que há o desfavorecimento para o Palmeiras.
          E isso é sistemático, nas matérias dos portais, na TV, nas rádios, nos comentários dos jogos, na avaliação dos lances polêmicos, nas matérias dos programinhas esportivos. E muito torcedor cai nessa.

          Eu sempre vou defender o Palmeiras dessa picaretagem toda.

          • Lucas

            E tbm tenho a impressão de que o Palmeiras (e não só) assinou o contrato como quem assina uma confissão sob tortura. Uma vez que aquele clube da marginal, sem nº, quebrou com os outros clubes e negociou direto com a Globo, e me corrija se eu estiver errado, com apoio de mais dois figurões (seriam o Barça e o Atlético de Madrid?), os outros clubes ficaram de calças arriadas na negociação. Ou não foi assim?

          • Lucas

            Ops, esqueci de escrever rgt e falei nome feio aqui, desculpa Tânia.

          • Paulo Rogério Almeida

            A RGT está certa aonde? Tem time ai que nem ganha nada e é transmitido mais do que a gente. O que é importante, não é o IBOPE? O Palmeiras deu mais ibope em 2014 do que TODOS queridinhos da platinada.
            Uma capital passar jogo apenas de um time e vez ou outra, dos demais… É ridículo.
            O Palmeiras tem que crescer seu Avanti, a ponto de não precisar mais dessa emissora sanguessuga e poder dar suas cartas nas negociações.
            Ah, a propósito… Esse contrato de merda, quem fechou foi o Arnaldo Tirone em 2011 e é válido até 2017… Um lixo de contrato por sinal.

  • Wilson Lara Jr.

    Boa noite famiglia verde.
    Não me perguntem o motivo de ter perdido meu tempo e cansado meus olhos e cabeça com um artigo escrito disponível em:

    Mas pergunto a vocês:
    O que motivou essa matéria? Quem a escreveu?
    Quem a escreveu poderia
    ter citado também as falcatruas ocorridas no campeonato paulista de
    1977, ou a intervenção Zveiteriana, ou o motivo do Palmeiras ter sido
    campeão brasileiro e da libertadores e não ter participado daquele
    torneio de verão entre solteiros e casados que a Trafic mudou de nome,
    citado também estádios construidos ou subsidiados com e por verbas
    públicas, além de pseudos jornalistas que fazem uso
    de espaços que deveriam ser neutros, mas que são usados para externar
    suas preferências cublísticas, sejam patrocinadas ou não pelos clubes
    que se favorecem dessa prática suja e ideológica.
    Pode parecer
    paranóia, se for é uma do tipo pandêmica, pois uma nação a sofre, mas o
    Palmeiras sempre foi vítima da mídia esportiva, porém desde que
    políticos mais populistas do que a mediocridade permite se agarraram ao
    poder, a prática está exageradamente descarada.
    Palmeirenses,
    aproveitemos a maré verde que começa a nos mover e associemo-nos cada
    vez em maior número ao nosso clube, para que os grilhões globais sejam
    rompidos e tratemos essa ditadura aos moldes do antigo periódico que no
    início do século passado colaborou para o início da libertação das
    gerações que se seguiram. Curiosamente esse veículo chamava-se “Avanti”.
    PALMEIRAS NOSSA VIDA É VOCÊ!

  • thatass

    vamos passar a primeira fase do paulista sem ver direito o verdão em rede aberta! Ruim p quem nao tem PPV