PALMEIRAS 2015… IMPRENSINHA DE SEMPRE

“O otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errado”. –  Juscelino Kubitschek

Ano novo, vida nova…  (re)apresentação dos jogadores… está começando tudo outra vez…

Depois do sofrimento no último brasileirão, do quase desastre em 2014, os palestrinos exigiram mudanças no futebol do Palmeiras, e o mais rápido possível.

E as mudanças começaram a acontecer no dia seguinte à última participação do Palmeiras no campeonato, quando ficou acertado que o diretor-executivo, José Carlos Brunoro, o gerente, Omar Feitosa, e o técnico da equipe, Dorival Júnior, não integrariam mais o Departamento de Futebol do Palmeiras – não podia ser diferente, não é mesmo? As metas não foram atingidas, ficando muito aquém do aceitável.

E, na mesma semana, ficamos sabendo que Alexandre Mattos, que estava há dois anos à frente do Departamento de Futebol do Cruzeiro, bi-campeão Brasileiro-2013/2014, viria a ser o novo Diretor de Futebol do Palmeiras.

Uma senhora contratação. No Cruzeiro, Mattos montou um time bem mais modesto do que os dos considerados favoritos ao título, e, graças aos acertos na escolha das peças,  o Cruzeiro papou dois campeonatos brasileiros seguidos.

E, por indicação de Alexandre Mattos, Cícero Souza, ex-Bahia, foi contratado para ser o novo gerente de futebol do Verdão. Cícero também foi executivo do Criciúma, do Sport e do Grêmio, com alguns títulos conquistados.

A primeira grande missão do novo Departamento de Futebol palestrino seria a contratação do novo técnico para 2015. E, no dia 16/12, com menos de 10 dias do término do Brasileirão -, o técnico Oswaldo de Oliveira assinou contrato com o Palmeiras, até 31 de Dezembro de 2015, e foi apresentado na Academia de futebol.

Oswaldo de Oliveira traz na bagagem vários títulos:

Campeonato Paulista – 1999
Campeonatos Brasileiros – 1999/2000
Mundial de Clubes – 2000
Copa Mercosul – 2000
Supercampeonato Paulista – 2002
Campeonato Japonês – 2007/2008/2009
Copa do Imperador – 2007/2010
Supercopa Japonesa – 2009/2010
Copa da Liga Japonesa – 2011
Taça Rio – 2012/2013
Taça Guanabara – 2013
Campeonato Carioca – 2013

Prêmios Individuais:
Melhor técnico do Campeonato Paulista – Série A1 – 2014
Seleção do Campeonato Paulista – Série A1 – 2014

As mudanças continuaram, e novas caras foram chegando…

Amaral, volante, 28 anos, ex-Goiás, contratado por 3 anos, até 31/12/2017.
Títulos: Campeonato Goiano (2006, 2009, 2012 e 2013) e Campeonato Brasileiro Série B (2012)

Vitor Hugo, zagueiro, 23 anos, ex América-MG, contratado por empréstimo até 31/12/2015.

Lucas, lateral-direito, 26 anos, ex-Botafogo,  contratado por 3 anos, até 31/12/2017.
Títulos: Superclássico das Américas (2012) e Campeonato Carioca (2013)

Andrei Girotto, volante, 22 anos, ex-América-MG, contratado junto à Tombense-MG, por empréstimo, até 31 de Dezembro de 2015.

Zé Roberto, lateral-esquerdo/meia, 40 anos, ex-Grêmio, contratado por 1 ano, até 31 de Dezembro de 2015.
Clubes: Portuguesa (1994-1997), Real Madrid-ESP (1997-1998), Flamengo (1998), Bayer Leverkusen-ALE (1998-2002), Bayern de Munique-ALE (2002-2009), Santos (2006-2007), Hamburgo-ALE (2009-2011), Al-Gharafa-QAT (2011-2012), Grêmio (2012-2014) e Palmeiras (2015)

Títulos
1996/1997 | Liga da Espanha
1996/1997 | Supercopa da Espanha
2002/2003 | Bundesliga
2002/2003 | Copa da Alemanha
2003/2004 | Copa da Liga Alemã
2004/2005 | Bundesliga
2004/2005 | Copa da Alemanha
2005/2006 | Bundesliga
2005/2006 | Copa da Alemanha
2006/2007 | Copa da Liga Alemã
2007 | Campeonato Paulista
2007/2008 | Bundesliga
2007/2008 | Copa da Alemanha
2012 | Copa do Emir

Títulos – Seleção Brasileira
1997 | Copa América
1997 | Copa das Confederações
1999 | Copa América
2005 | Copa das Confederações

Leandro, atacante, um dos destaques do Brasileiro 2014, 23 anos, ex-Chapecoense, contratado por 5 anos, até 31 de Dezembro de 2019.
Títulos: Campeonato Paulista do Interior (2012)

Gabriel, volante, 22 anos, ex-Botafogo, o maior ladrão de bolas do Campeonato Brasileiro 2014, contratado junto ao Monte Azul-SP, por empréstimo, até 31 de Dezembro de 2016.

São 7 jogadores apresentados até agora,  que se destacaram em seus clubes e nos campeonatos que participaram, outros nomes estão pra chegar. Ainda assim, repetindo as atitudes de sempre depreciar o Palmeiras, há quem diga que as contratações não foram boas, que foram de série B, e há palmeirenses, mais ingênuos que a Branca de Neve, comprando essa “maçã envenenada”, e repetindo as asneiras por aí.

Vamos dar uma olhadinha nas notícias:

Contratações-Palmeiras-imprensinhavagaba1

Fizeram questão de usar aspas para caracterizar que não há nada de novo nas contratações, informação que é reforçada no restante da frase: Palmeiras “retoma o padrão 2014 nas contratações”.

Contratações-Palmeiras-imprensinhavagaba

Neste trecho acima (“dos nome” é coisa de gambá, hein moço?), além de informarem de quais clubes vieram os jogadores, fizeram questão de acrescentar que o América disputou a série B, que o Botafogo foi rebaixado neste ano (o Fluminense também foi rebaixado em 2013, e o Fred foi até convocado pra jogar a Copa do Mundo), que a Chapecoense era rival do Palmeiras na luta contra o rebaixamento, e que o Goiás ficou em 12º lugar no Brasileirão.

Mas quando são os “itakeras” que contratam um jogador de um time que ficou em 10º lugar… NA SÉRIE B (seguindo a lógica “jornaleira”, se 12º na série A é ruim, 10º na B, é o quê?), aí as tintas com que pintam a notícia são as melhores possíveis, e não há nada errado e nem pejorativo nas notícias, levando o leitor a concluir que foi uma ótima contratação, e o atleta passa a ser o ‘cão de guarda da série B’, ‘o novo Ralf’, o ‘Shweinsteiger do Maranhão’… e isso acontece também com contratações leonores, da Gávea…

Embedded image permalink

Mas se o jogador vem para o Palmeiras… pode ser até o craque Zé Roberto, que vão achar um jeito de desmerecer o atleta:

Contratações-Palmeiras-imprensinhavagaba2

A matéria sobre as contratações do Verdão não diz nenhuma mentira, mas é feita de meias verdades. E isso leva o torcedor palmeirense – aquela parte que é maria-vai-com-as-outras –  à desesperança.

Afinal, porque ressaltar que Gabriel veio de um time que foi rebaixado, e omitir que ele foi o ladrão de bolas do Campeonato Brasileiro? A notícia não fala sobre o currículo modesto dos jogadores? Ter sido o maior ladrão de bolas no Campeonato Brasileiro-2014 faz parte do currículo do Gabriel agora. Por que não dizer também que ele era pretendido pelo Cruzeiro, o atual campeão brasileiro, e pelo Corinthians, que a imprensinha tanto badala (contratar jogadores disputados pelo atual campeão brasileiro é fazer bem diferente do que foi feito em 2014)?

Gabriel-roubadas-de-bola Gabriel-cotado-nos-gambás Gabriel-alvo-Cruzeiro

E Leandro? Por que dizer que ele vem de um time que lutou com o Palmeiras contra o rebaixamento (gambás e bambis também lutaram em 2013), mas não dizer que ele foi um dos destaques do campeonato? Por que omitir que, num time bem mais modesto, ele conseguiu a proeza de fazer mais gols do que muita gente mais conhecida do que ele, que joga em times candidatos ao título, com vários medalhões no elenco – como será que essa “gente mais conhecida” começou a carreira e saiu do anonimato?

Leandro…  10 gols
Tardelli…  10 gols
Luís Fabiano… 09 gols
Pato… 09 gols
Kardec… 09 gols
Rafael Moura… 08 gols
Gabriel(San)… 08 gols
Alecsandro… 07 gols
Nixon… 06 gols
Aránguiz… 06 gols
Luciano… 06 gols
Leandro Damião… 06 gols
Emerson… 06 gols

Por que não dizer que na votação para a Bola de Prata, Leandro, o novo contratado do Palmeiras, teve os mesmos 5,98 pontos que o “moço da gastrite” – o atacante favorito de 12 entre cada 10 descabeladas viúvas alviverdes? Dois décimos a menos do que um certo medalhão, que custou 40 milhões aos cofres de um certo clube, e até agora não deu retorno algum? Os leitores/torcedores precisam da informação inteira, e não pela metade.

Leandro-Bola-de-Prata-Atacante

Por que não dizer que o atacante também era pretendido pelos “itakeras” desde o começo do ano, e que o Palmeiras ganhou a disputa, deu chapéu no rival – só o Palmeiras leva chapéu quando perde uma contratação?

Leandro-noticias

Leandro-noticias1

Leandro-noticias2

Reparou nas notícias acima? Leandro é chamado apenas de… Leandro, e sem nenhum apelido. Ele é o “destaque da Chapecoense”, “um reforço importante”,  “o jovem atacante, que vem fazendo um ótimo Brasileirão”, que “chama a atenção pela boa movimentação, pela presença de área… que finaliza bem de perna direita e é capaz de fazer pivô”.

Então… mas foi só o Palmeiras aparecer na parada…  e as habilidades do jogador sumiram das notícias, ele deixou de ser apenas Leandro,  para ser Leandro Banana.

Leandro-Banana-Uol Leandro-Banana

E a mesma coisa fazem com Zé Roberto… O cracaço, que joga muita bola ainda, o jogador premiado, até mesmo em 2014, passou a ser apenas o jogador em final de carreira (você leu lá em cima), o cara com 40 anos, o quase aposentado. Mas, quando ainda não sabiam do interesse do Palmeiras no jogador, as notícias eram diferentes…

Zé-Roberto-brilhante

Zé-Roberto-melhorfase

Zé-Roberto-melhorfase1

E agora, que ele é do Palmeiras, “esquecem” até de dizer ele foi o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão 2014, deixando pra trás todos os outros laterais-esquerdos  do país. Que contratação “ruim” a que vai substituir o bicho-preguiça do Wesley, né? (E do João Pedro, o quarto melhor lateral-direito, não tem nem foto)

Bola-de-prata-Zé

E foi o melhor meia do Brasil em 2012… O Zé não é fraco, não.

Zé-Roberto-bola-de-prata-2012

Mais jogadores estão chegando… Robinho (White), Arouca e Rever podem pintar no Verdão também…

Sim, as mudanças estão acontecendo, e o Palmeiras 2015, de situação financeira equilibrada, de salários em dia (tem muito clube por aí vendendo o almoço pra pagar o jantar), de arena nova (sem dinheiro público) vai reformulando a equipe e inicia a pré-temporada cheio de caras novas. Que sejam todos muito bem-vindos, e que tenham muito sucesso trabalhando no clube mais campeão do país.

A imprensinha que continue “bem intencionada” como sempre, e fale o que quiser, as “Brancas de Neve” também, mas eu vou apostar as minhas fichas todas no Palmeiras.

E que venha o Paulistão…

  • Roni

    Parabéns! Tânia é de pessoas assim como vc que precisamos, e que todos nós nos unimos para apoiar a ntes de tudo!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Roni!
      E vc tem razão, precisamos nos unir no objetivo, que deveria ser único, de apoiar o Palmeiras antes de qualquer coisa!

      • THIAGO ROCHA

        muito legal pode debater aki tbem…

  • Cláudia

    Por isso que não assisto programa esportivo na TV prefiro a mídia palestrina

    • Cris

      Depois daquele dia do Rezek ligando pro STJD condenar o Valdivia eu parei de assistir esses programas tanto de tv fechada quanto aberta. É nojento esse “jornalismo” que eles fazem. A midia palestrina é muito mais confiavel e ainda consegue ser imparcial.

    • Marco

      Cláudia, sob o ponto de vista pessoal, sem dúvida, é a melhor alternativa.
      Entretanto, a formação de opinião e a influência no meio esportivo, incluindo denuncias para tribunal, pressão sobre arbitragens, campanhas negativas para desvalorizar e desmoralizar nossos elencos e com isso interferir no desempenho em campo nos leva a adotar vigilância contra um setor que queiram ou não se tornou quarto poder em vários segmentos da nossa vida.

  • Angela Bonora Gamez

    simplesmente adorei, texto matemático, comprovado ponto a ponto, maravilha se nós tivéssemos na imprensa alguém como você.

    • taniaclorofila

      Obrigada, querida!
      Se a gente não provar o que diz, eles nos chamam de lunáticos, com mania de perseguição – e tem palmeirense que acredita nisso também.

  • Caio Fonseca Salmen

    Cara, sem palavras, texto sensacional! O que é o jornalismo esportivo hoje perto de um texto como esse, que mesmo vindo de uma palmeirense, defendendo a SEP, consegue ser mais imparcial e justo do que tudo que leio a muito tempo dentro da mídia esportiva? Parabéns

    • taniaclorofila

      Obrigada, Caio.
      Esse é o meu maior cuidado ao escrever, defender o meu time, sendo justa e imparcial.

  • Samuel Oliveira

    Parabéns pela matéria .Provou aquilo que estamos carecas de saber …A mídia enaltece o time da marginal e o do jardim Leonor ,enquanto menospreza nosso verdão .
    Ainda bem que existe você ,mondo verde ,ptd e tantos outros que nos respeitam e respeitam nosso alviverde imponente .

  • Erick Savassa

    Parabéns Tania, que texto! Como Palmeirenses agente já percebe isso mas você fez um levantamento perfeito e correto.

    • taniaclorofila

      Obrigada, Erick.
      Acredito que a maior parte da torcida percebe o que acontece, e também se sente revoltada com tanta falta de profissionalismo e picaretagem de alguns “jornaleiros” – jornalismo é outra coisa.
      Mas, provar a picaretagem, é essencial. senão, ninguém dará crédito às nossas reclamações.

  • Mark

    Eu tendo a discordar dessa mania de perseguição que o palmeirense imputa na imprensa, mas o trabalho de pesquisa que você fez aqui foi fantástico. Ainda acredito que o fato das cornetas estarem retumbantes atualmente é muito mais pela carência de ídolos, do que por uma tal ação maldosa da imprensa. Pode vir jogadores em ascensão com boas estatísticas, mas se não vier aquele medalhão de renome pra aumentar a auto-estima da torcida, isso não vai mudar. Pelo menos até que os contratados provem o contrário. De qq forma parabéns pela matéria, trabalho de primeira.

    • taniaclorofila

      Mark, não sei se é só pela carência de ídolos…
      E, ainda assim, há sempre uma ajuda extra pra que alguns se tornem ídolos e outros não. A imprensa faz ídolo um Lucas dos bambis, e faz que não enxerga o talento de Valdivia, o nosso único craque nos últimos tempos, o mais talentoso jogador que atua no futebol brasileiro.
      A imprensa faz gigante uma assistência do Ganso, o Maestro” por exemplo, e ignora 3 ou 4 que tenham ocorrido num jogo do Palmeiras…
      Quando contratamos Evair, a mesma imprensa noticiou que contratávamos muito mal, que ele já não servia mais para o futebol, por ter hérnia-de-disco…
      Edmundo era cafajeste, Marcelinho Carioca era “o cara”…
      Valdivia faz uma falta e toma cartão, e é irresponsável, prejudica o time… Sheik morde um adversário, e é o cara que sabe jogar contra argentinos…
      Não é de hoje que isso acontece e os exemplos são incontáveis.

  • Fernando São José do Rio Preto

    Texto que retrata toda esta imprensa safada e desacreditada que temos, realmente jamais seremos os melhores se não passarmos por cima destas inverdades e palhaçadas que temos visto, vamos fazer um time competitivo e que diretores estejam alertas e respondam como Eurico Miranda faz com vagabundos, nós torcedores só temos a função de incentivar e apoiar e que nosso “novo” verdão ressurja para as conquistas que com certeza virão e com estas calaremos a boca de muitos analfabetos que se dizem jornalistas esportivos e que não passam de ignorantes.

  • cesar

    Parabéns pelo

  • Armando

    schweinsteiger do Maranhão foi piada. O jornalismo esportivo profissional neste país é zorra total, standup comedy, ary toledo.

    Mas como são maldosos e injustos. Eu nem leio ‘portal’, bando de estagiários. Canal de esporte ou tem velho amargo ou tiozinho com pires na mão.

    Façam isso, palmeirenses. Larguem de vez esse lixo de jornalismo, não leiam Notícias Populares.

  • GIBÃO

    Está na hora de dar uma resposta no campo!

  • Gaetano Misiti

    E ainda insistem em se manterem cegos.

  • Du Lima

    Tânia, sempre leio o blog, gosto muito!!!
    Nunca comentei mas hoje não podia deixar passar…
    PARABÉNS, muito bom mesmo!
    O que chateia nem é mais essa imprensinha que a gente já conhece toda a sujeira e artimanha… mas sim os palmeirenses “branca de neve” que você disse… como caem nessas histórias e vivem aos cantos reclamando… tem Palmeirense chato pra kct!
    Dá uma visitada no nosso site:
    armadapalestrina.com.br
    Escrevo lá tb!!! Quer dizer, não como você mas me viro… kkkkkkk
    Grande abraço!!!

  • Fedato Palmerista

    Pois é Tania,
    Eu não acreditava que as coisas melhorariam com a reeleição do Paulo Nobre .
    Mas até agora estamos vendo outra postura no Palestra, decisões rápidas e boas contratações ( não gostei somente do Rafael Marques, se vier ) .
    Não se monta um time campeão numa virada de ano, mas parece que agora estamos no caminho certo sem fazer loucuras .
    Mas esta imprensa é nojenta mesmo, já estão metendo o pau num show do Roberto Carlos marcado para abril no Allianz , pois a data pode coincidir com a semifinal do Paulista, é mole ??????

    Abraços

  • Danielle

    Excelente post Tânia!
    Teve paciência e SABEDORIA para retratar a realidade.

  • Felipe Palácio

    A imprensa é um nojo. Bando de cretinos, mal intencionados, vermes sanguessugas interesseiros. São 8 (quando se trata de Palmeiras) ou 80 (quando se trata de gambás e urubus). Contudo, devemos nos postar entre essa bifurcação e analisar sem a paixão clubística nossos novos reforços. Em minha opinião ainda estão muito aquém das expectativas. Não consigo vislumbrar títulos com o atual elenco. Nós palmeirenses, pelo incentivo que temos dado, pelo show de fidelidade e amor ao clube que estamos dando nos últimos anos, mesmo na péssima fase que enfrentamos, merecíamos muito, mas muito mais. Ainda não dá para bater no peito com orgulho.

    Mesmo sem se mexerem muito nesta janela, Cruzeiro, Atlético-MG, Inter e SPFC, em termos de elenco, estão anos-luz à frente do Verdão.

    Vamos continuar torcendo, amando e incentivando o Palmeiras incondicionalmente, mas não vamos superestimar nem subestimar o time por enquanto.

    • Heitor M. Silveira

      Felipe, concordo com suas colocações e o Palmeiras, pela sua grandeza, deve almejar os títulos, principalmente Camp. Brasileiro e Taça Libertadores. Todavia, é importante salientar que um time com boas opções e com qualidade não se monta da noite pro dia. Se analisarmos friamente, as contratações realmente foram aquém da grandeza do Palmeiras, mas foram certeiras pela capacidade de evolução dos jovens jogadores e pela experiência dos veteranos (Zé Roberto é, pra mim, o jogador mais inteligente que já pisou nos gramados do mundo). Estão anos-luz sim (Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional, São Paulo), mas isso se deve ao fato de estes times estarem sendo construídos a vários anos. O Palmeiras passou por uma profunda crise qualitativa de jogadores e, agora, vem passando por uma profunda e importante reformulação. Nossas laterais, tanto esquerda como direita, que sempre foram problemáticas, ganharam reforços importantes com a vinda do Lucas, o amadurecimento do João Pedro e o retorno do Ayrton (ruim, mas opção legal para reserva); a lateral esquerda ganhou novos ares, principalmente para quem sofria com Juninho ou M. Oliveira: Zé Roberto e João Paulo são importantes peças, e se trabalhar bem o Vítor Luis, pode evoluir bastante. O meio campo ganha uma reviravolta, também. Pesos foram retirados e jovens vieram, tais como o Gabriel e a busca na base pelo Morelatto; a possibilidade de Arouca vir e a capacidade do Zé Roberto de, também, atuar no meio, junto com a qualidade incontestável do Valdívia e a juventude do Allione podem ser um ponto positivo. O Vitor Hugo tem personalidade e isso é importante para um zagueiro que, junto com o Nathan (ou Réver) pode formar uma zaga sólida, com raça e personlidade. O ataque necessita de uma visão mais profunda – o Leandro, ex-Chapecoense, é um bom atacante, mas o Palmeiras precisa de um atacante de mais renome – Rafael Marques é um bom nome para o atual momento de reformulação.

      Entendo seus anseios como torcedor, mas devemos, também, analisar as contratações como positivas e como uma forma de renovar o elenco e adicionar mais qualidade aos setores que sempre foram defeituosos no elenco.

      Abraços!

  • Bruno Ribeiro

    Excelente matéria/abordagem dos novos reforços do nosso Verdão! Confio que este ano será melhor, pois somos um dos poucos que têm salário em dia.. Enfim, agora é aguardar Réver, Arouca e Dagol pra fechar o time… #ForzaPalestra

  • alberto fernandes

    nossa que show de matéria !!! como é bom ler…e certificar quanto maldade tem na mídia futebolística nacional !!! parabéns pela matéria ….achei d + !!!!

  • Lupo_75

    Parabéns.

  • Leonardo P

    PARABENS, MANDOU MUITO BEM !!

  • Luis Montoni

    Parabéns. Uma palavra: FANTÁSTICO!!!!

  • MonacoParmerista

    Bom texto e ótimo trabalho de sustentar as alegações. Tomara que o time corresponda à leitura mais positiva que o texto coloca. Mas, precisa de uns 4 jogadores tarimbados e em grande forma pra dar eixo a todas essas novidades juntas. #VamosPalmeiras

  • Marco

    A imprensa esportiva que temos hoje, em boa parte, não é incompetente, é desonesta. Sua grande deficiência não é técnica, é moral. Simples, assim. Não tem segredo para avaliar quem não é profissional e sim moleque de recado.
    Agora, é preciso reconhecer nossa culpa. Parte da imprensa se comporta dessa maneira porque tem mercado junto a uma ala da nossa torcida, que ajuda sendo massa de manobra e diminuindo o clube em qualquer oportunidade para se mostrar “politicamente correta”, ou melhor, politicamente otária.

  • Danilo Janine

    Ótima análise. Parabéns ao autor.

    A relação de “pouco caso” e “menosprezo” da mídia com o Palmeiras/Palestra Itália
    é histórica. Cabe aos torcedores filtrarem o que leem e ouvem.

  • Vanessa Pavanello

    Simplesmente Perfeito… Palmeirense de verdade tem que ser filtro e não esponja… absorver todas essas notícias manipuladas só causa a desavença, raxa o elenco e adiciona um peso a mais na camisa dos novos reforços, que já chegam com desconfiança por grande parte da torcida “esponja”… Vamos filtrar pessoal, vamos apoiar… vamos acreditar… 2015 – Ano do Palmeiras!

  • Gil

    O que posso dizer….. Simplesmente magnífico, maravilhoso texto… Que estes jornalistaszinhos de botequim ( sem desmerecer os botequins que são ótimos) aprendam com esse texto como escreve uma profissional de verdade, sem bairrismo mostrando a pura verdade e comprovando o que diz…. Magnífico simples assim … Parabéns!!!!

  • mau_sp

    Parabéns Tânia, é uma “imprensinha morrom” mesmo…

    Outro dia postei o seguinte:

    – Bambis contrataram Daniel, ex-Bota (que não assinou com o Verdão por causa dos resultados de exames médicos), o jogador vai ter que passar por uma cirurgia e ficará afastado do futebol todo primeiro semestre de 2015.

    – Gambás, contrataram Cristian por 450 mil/mês, e o jogador está com uma pubalgia (há um bom tempo), não vai participar dos amistosos de pré-temporada com o resto dos jogadores.

    A imprensa até agora não falou nada a respeito disso, só publicaram a notícia e olha lá…

    Imagina se é o Palmeiras que contrata jogadores nessas condições, já tinham arrumado a demissão do Alexandre Mattos.

  • PedroErnestoAmadei

    Impressionante como os torcedores de outras equipes se mostram incomodados com o noticiário sobre o Palmeiras. Calma, muita água ainda vai passar por baixo dessa ponte. Contra o destino não há força suficiente para mudá-lo.

  • Andre

    Parabens pela materia !! Excelente!!
    Muito bem escrita…
    Aguardo pelas novas materias !!
    boa sorte.

  • Joao Verde

    Parabéns pela excelente matéria.

  • Luiz Vinicius

    Poxa, faz tempo que não vejo uma pessoa com uma visão tão perfeita no futebol como essa. Descreveu cada contratação feita, fez comparação na mídia, abafou as palavras de muito que desconfiam das contratações do Palmeiras e acham que vamos brigar de novo pelo rebaixamento ! Meus parabéns, continue assim e precisamos de mais pessoas como você na imprensa

  • JCelsoBC

    Esse texto é fantástico. Os dois maiores defensores do meu Palmeiras, Tânia e Alcides, do Observatório Alviverde (http://observatorioalviverde.blogspot.com.br/).

  • Francisco Romano Romano

    Parabéns Tânia pelo texto, com essa imprensa de merd…
    Ou sem ela somos e sempre seremos grande. avanti Verdão minha vida.

  • Maicon Gobbi

    parabéns

  • William Christian da Silva

    Parabéns excelente texto, isso é amor pelo Palmeiras. Essa mídia falsa!

  • Edson Castro

    Essa uol me dá nojo!…não perco mais tempo nesse sitezinho, sempre, maldoso com o PALMEIRAS!….e parabéns por destacar a maldade que sentimos nas notícias em relação ao PALMEIRAS!

  • Marcos Rodrigues
  • Eduardo

    Sensacional, parabéns pelos pontos levantados! Concordo cabalmente!

  • Roberto Vieira

    Bom, bastante elucidativo a matéria e o apanhado feito pela jornalista, está de parabéns. Porém, ah porém, o problema é que parte da torcida do Palmeiras está de saco cheio com contratações de promessas, jogadores em fim de carreira – e ainda numa posição crucial dentro do time – e aqueles que não tem condiçoes de vestir a camisa palestrina. Salvo engano, em 2014 foram 35 jogadores contratados e poucos se salvaram. Dai é perfeitamente explicável a bronca e a desconfiança da galera quando vê esses novos atletas chegando. Com exceção do Zé Roberto, os demais são uma incógnita e isso deixa a massa alviverde com duas pulgas atrás da orelha. Agora estão elogiando o PN, mas ele teve de contar com a sorte e a incompetência de Bahia e Vitória para o Palmeiras não está hoje na segundona. Mas como a esperança é verde, vamos aguardar o desenrolar dessa história e torcer que ela não seja tão dramática como no ano passado..

    • taniaclorofila

      Roberto, antes de qualquer coisa, quero deixar claro que não sou jornalista.

      Quanto ao que vc nos disse aqui, penso que ter desconfiança e ficar com a pulga atrás da orelha é muito diferente de diminuir e desvalorizar um atleta que ainda nem entrou em campo. E se esse atleta, que “não tem condição de vestir a camisa palestrina”, por acaso acabar indo parar num rival, a própria torcida palmeirense se apressa em dizer que o Palmeiras levou um chapéu… mesmo que ele tenha saído de um clube de segunda divisão, mesmo que ele tenha sido vetado pelo DM palestrino, como ocorreu agora com o jogador Daniel, que acabou indo para o SP e vai ter que ser operado, ficando de 6 a 8 meses parado.

      E contar com a incompetência alheia, depende do ponto de vista, não é mesmo? Um clube que conquista um campeonato, por exemplo, precisou contar com a incompetência de todos os outros para levantar o caneco. Se você conquista uma vaga de emprego, é porque os demais candidatos foram incompetentes para ficarem com ela. O demérito é dos demais, e não seu.
      Apesar dos pesares o Palmeiras fez campanha melhor do que os times baianos que caíram, por isso ele pode se valer de um empate na última rodada.
      E a má campanha do Palmeiras também se deveu às arbitragens que tiraram dele um bom número de pontos. Imagino que você se lembre disso.

      Acho muito injusto falar em jogador em fim de carreira… quando o jogador continua atuando normalmente, sem dificuldade alguma, ganhando prêmios, como acontece com o Zé Roberto, por exemplo. Ele, em “fim de carreira”, enfia no bolso uma porrada de outros com a metade da idade dele. O que conta, o que deve interessar, é o que o cara pode produzir dentro de campo e nada mais do que isso.

      Eu estou confiante na montagem do time, e estou gostando das contratações. E como já disse na postagem, desejo que eles sejam muito bem-vindos aqui, e que obtenham muito sucesso.

  • Filippe Andrade

    Há quanto tempo não lia um texto destacando esse tipo de “tendencionismo” da imprensa Brasileira. O pior é que são todas as grandes fontes. É de anos a “campanha” pra tentar desmerecer o Palmeiras, enfraquecer..
    Isso unido às más gestões, erros de treinadores/jogadores e até mesmo “azar” tem feito com que o Palmeiras aparente ter se apequenado. No entanto, nada apaga a história e acredito que o futebol é feito de “ciclos”, sendo assim, é questão de tempo até voltarmos ao topo. Com bom planejamento e apoio da torcida as coisas dão certo.
    Avanti Palestra!

  • Marco

    Por alguns comentários aqui e em outros blogs, podemos perceber que alguns torcedores ainda não entenderam o que significa a participação da imprensa, os seus objetivos e os resultados que ela consegue obter devido a sua condição de formadora de opinião.
    Logicamente, a resposta dentro de campo é a mais eficiente e a mais rápida para neutralizar o veneno jornalístico, mas é bom lembrar para a parte ingênua da torcida que mesmo no período Parmalat, onde o Palmeiras podia montar times fortes, pois dinheiro não faltava, perdemos títulos por ação da imprensa que se empenhava em campanhas negativas e pressão sobre arbitragens.
    Posso citar com detalhes vários casos, mas deixo apenas um para registro e exemplo desse período: a Pressão feita sobre o Juventude na partida que nos tirou a classificação no Brasileiro 95.

    Na história recente, tivemos um rebaixamento em 2012 onde a influência das arbitragens foi decisiva no primeiro turno, com mais de quinze pontos tirados no apito com erros grosseiros. Erros que a imprensa escondeu, minimizou e fez questão de propagar que eram reclamações para justificar a campanha. A forte imagem negativa sobre o time e a desmoralização constante proporcionou a mais baixa autoestima, receita que a imprensa já aprendeu a usar contra o Palmeiras, usando o seu forte poder de formação de opinião ajudada pela ala da torcida que se tornou ótima massa de manobra e que se julga politicamente correta, esclarecida, coerente e realista.
    Não é sem motivo que a imprensa é vista hoje como o quarto poder. Existe um excelente filme (com Dustin Hoffman) que explora esse tema, mostrando com o se pode manipular a opinião pública. Por que no futebol essa manipulação não existiria?

    O trabalho do blog da Clorofila é extremamente útil para mostrar ao nosso torcedor como nosso clube é tratado.
    Precisamos e vamos dar a reposta em campo e a imprensa sabe disso e logo de início se preocupa em iniciar um trabalho de desmoralização do nosso elenco, repetindo a receita que emprega em todos os anos. O Palmeiras não tem o direito de tentar acertar e neste ano temos a indicação é de que o acerto pode acontecer.

    Implantação do negativismo, do pessimismo no meio palmeirense e no elenco. Desvalorização do patrimônio do clube por meio de campanha insistente durante toda a temporada. Pressão sobre arbitragens em nossos jogos ignorando os prejuízos que sofremos e vigilância espartana para qualquer marcação favorável. Estimular denúncias para o tribunal chegando até a ligar para o procurador cobrando punição a jogadores do Palmeiras são algumas das consequências do trabalho da imprensa contra o Palmeiras e que influenciam nos resultados de campo.
    Chega de conivência e ingenuidade por parte do Palmeiras e da coletividade palmeirense. Para quem ainda não julga isso relevante, observe se esse tratamento é praticado em relação a qualquer outro clube brasileiro e compare a cobertura esportiva para os demais grandes de SP.

    • Armando

      Concordo contigo.

      Às vezes, penso que todo palmeirense que deprecia o próprio clube só pode ter algum interesse/papel político interno.

      Porém, é tanto palmeirense que faz isso, que não tem como serem todos politiqueiros. Só me resta concluir que são massa de manobra mesmo, pessoas facilmente influenciáveis.

      Não quero com isso fazer uma caça aos críticos. Boas críticas são benéficas. Quem tem bom senso sabe distinguir quando uma crítica é honesta, e não ranço a sujeito XYZ.

      Nosso maior inimigo é interno. Historicamente somos tão bons em política, poderíamos usar esse conhecimento todo em favor do clube.

  • Luiz Arthur dos Santos

    parabéns pela excelente matéria. Simplesmente expõe tudo aquilo que nós torcedores conscientes pensamos, com exceção da possível contratação do Rafael Marques todas as outras foram excelentes contratações, contudo, o RM vem de graça então mesmo que não renda ainda sim é um nome que da credibilidade e tem o aval do treinador.

  • Enio A. Lima

    Sabe o que é isso ? Dor de cotovelo! O Palmeiras é, de longe o melhor do Brasil, o time que tem mais titulos. Vamos ganhar vários títulos esse ano e provar quem somos nós !

  • mpachu

    Simplesmente perfeito. Deixando esses escrotos sem argumentos. Parabéns

    • taniaclorofila

      Obrigada, palestrino.
      Se a gente não prova o que fala, eles dizem que temos mania de perseguição.

  • Carolina Panissa

    Simplesmente genial

    • taniaclorofila

      Obrigada, Carolina.

  • Eder Barroso

    PARABÉNS! UMA DAS MELHORES MATÉRIAS SOBRE NOSSO TIME QUE JÁ LI.

    • taniaclorofila

      Muito obrigada, Eder.

  • Nelson Rodrigues

    Muito completa sua reportagem… Já faz tempo que eu percebo isso da imprensa… Fico feliz de ver que outros palestrinos também pensam assim…. Parabéns.

    • taniaclorofila

      Nelson, pela maioria dos comentários aqui, eu também fico feliz de ver que os palmeirenses estão espertos, percebendo o que acontece, e saindo em defesa do Palmeiras.
      E vamos dar trabalho para a imprensinha.

      • Nelson Rodrigues

        Estou ansioso para saber o que a imprensinha vai falar a respeito da contratação do Dudu, eles ficaram noticiando a semana passada inteira sobre a contratação dele, diziam que ele iria para o curintia e depois para os bambis, daí o nosso novo verdão chega lá e fecha contrato com o jogador em pleno domingão… A resposta do verdão demorou, mas foi nota 10…. 🙂

  • Angélica Santos

    Lindo de se ler!!!

    Vamos que é tudo nosso!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Angélica!
      Se Deus quiser, 2015 é tudo nosso!

      • Angélica Santos

        Tania que orgulho! Não tinha me atentado que esse belíssimo texto era de uma Palestrina!!!
        Obrigada por nos honrar com suas palavras!

  • Bob Verde

    Sou Palmeirense, toma suco de Clorofila todos os dias , e agora descobri esse blog, não deixarei de frequentar!
    Abraços e obrigado pela oportunidade!

    • taniaclorofila

      Oi, Bob.

      Suco de clorofila faz muito bem à saúde!! rsrs
      Muito obrigada por frequentar o blog.

      Um abraço!

  • Paulo Verde

    O seu bom texto mostra a realidade dos fatos, mas a de atentar que apesar da tiração de sarro de alguns veículos de imprensa, o próprio técnico Oswaldo Oliveira e o Zé Roberto, citaram surpresos, as lotações de profissionais das mídias, nas coletivas de imprensa, e isto só demonstra a grande moral que o Palmeiras tem no mundo futebol, porque da ‘muita audiência’, tanto na internet quanto nos programas esportivos da tv!

    • taniaclorofila

      Muito bem lembrado, Paulo.
      Lembra quando o Gareca chegou? Parecia até que chegava Carlos Gardel ressuscitado. Fiz até uma postagem aqui sobre isso. E, agora, a coisa se repete nas coletivas de imprensa de cada contratação do Verdão.
      “Pequeno” esse Palmeiras, né?? rsrs

      • Paulo Verde

        Exato, o problema com o Gareca, foi que infelizmente ele chegou no momento errado, se ao invés de ter renovado com o Kleina, já desde o inicio de 2014, Gareca poderia ter tido mais tempo de se adaptar ao futebol brasileiro, e ainda por cima Gareca não pode contar com as magias de Valdivia, pois o mesmo descansara na disney, mas hoje, prefiro o Valdivia em forma, ele é importante, Boa Noite e parabéns pelo texto, vai esclarecer muitos jovens palmeirenses.

        • taniaclorofila

          Paulo, acho que o maior problema do Gareca, além da ausência do Valdivia e do Prass (as entregadas dos nossos goleiros foram determinantes), foi a teimosia de não querer montar um time mais defensivo enquanto isso. Por mais que ele queira jogar pra frente, tem que fazer a leitura do momento e não ser um kamikaze e perder uma partida atrás da outra.
          Tivesse tido mais jogo de cintura, certamente teria ficado.

          E só a título de curiosidade, Valdivia não era do Palmeiras quando estava na Disney. Era do Fujairah, time que tinha dado uns dias de descanso pra ele. E a reapresentação do seu novo time seria no dia 5, na Alemanha. Foi durante esse período que o sheik e o filho se desentenderam e a negociação foi desfeita.

          • Paulo Verde

            Mais um dos motivos da queda do Gareca, ja não tinha um time bom, sem Valdivia ainda? e mesmo assim não tomou de 6×0 do goias como no primeiro jogo do dorival!

          • Dorival, que, no começo, conseguiu dar outra cara ao time e nos ajudou a ganhar pontos importantes, era bem ruim, mas não porque tomou de 6. Tampouco Gareca era bom porque não tomou de 6. Tá cheio de técnico top que já levou cada piaba por aí. Apanhamos de 6 do Coxa, com Felipão comandando o time.
            A falta do Prass foi uma das coisas mais determinantes na época do Gareca. Sem Valdivia, não tínhamos criação e não conseguíamos chegar ao gol adversário, mas não fazer gols não nos fazia perder as partidas, o que nos fazia perder as partidas eram os gols que tomávamos, as falhas bisonhas dos goleiros e o time totalmente desprotegido, que Gareca se recusava a montar mais defensivamente. Tivesse sido menos cabeçudo, e tivesse feito uma leitura melhor do momento que o Palmeiras vivia, certamente ele estaria aqui até hoje.

  • Andre Tage

    Ótima matéria, expõe de maneira brilhante a maneira que o Palmeiras é tratado, mas como você vou apostar as minhas fichas no nosso Verdão, abraço.

    • taniaclorofila

      Tamojunto, André!!

  • Paulo Verde

    .

  • cleyton faria

    é nesses que a mancha deveria tocar o terror e não nos jogadores

  • Marco

    Palmeiras acerta a contratação do atacante Dudu!!!
    E agora impressinha vagabunda?

    • Cassio fraccari

      Com certeza vão falar que os gambás e o spfc não queriam o jogador pois ele não era tão bom assim, que o Palmeiras foi antiético e por aí a fora para diminuir o chapéu que levaram. Aliás já vi na internet e ouvi alguns comentários da mídia gambática menosprezando o jogador. Mas se tudo correr bem ele será muito útil ao time. Agora falta trazer o Arouca e mais um centroavante.

    • taniaclorofila

      Já estão dizendo (ESPN-UOL) que os bambis não levaram chapéu, que eles já tinham desistido…

      E a gente ri da ESPN, do UOL e dos bambis!!! Ah, e dos gambás também! hahahaha

  • Cassio fraccari

    Bom dia. Ótimo comentário como sempre. Sobre a imprensinha, parece que falar mal do Palmeiras é norma da empresa. UOL, Lance, Band, ESPN chegam a ser ridículas pela falta de isenção e profissionalismo. E também tem a pior de todas, a globo / sportv, que só sabem valorizar o itaquerense e o flalido. É certo que praticamente todas as diretorias pós Parmalat contribuíram muito para essa situação, mas eles exageram nas notícias negativas e parte da torcia embarca nessa onda. Mas se Deus quiser ( e o PN e o musgambá não atrapalharem), ese ano será bem melhor que os últimos.

    • taniaclorofila

      Oi, Cassio.
      Você tem razão parece que é norma dos portais, das emissoras, ter que esculhambar o Palmeiras, diminuir as notícias positivas e ampliar as negativas sempre que falam do Verdão.
      E, por mais que as diretorias passadas tenham contribuído para tempos tão difíceis, isso não dá direito aos “jornaleiros” de jogar o profissionalismo (eles têm isso?) no lixo. Afinal, outros clubes já tiveram administrações desastrosas, outros clubes já viveram situações caóticas – os badaladinhos da press estão numa pindaíba desgraçada – e nem por isso foram chicalhados dia e noite.
      E o PN não vai atrapalhar, não. Ele é quem está colocando ordem na casa.

      • Cassio fraccari

        Bom dia Tania

        É isso mesmo, falta total de profissionalismo por parte dos jornalistas torcedores. O time da globo está mal das pernas financeiramente e o spfw também não fica atrás.

        Sobre o nobre, meu receio é que ele ceda ás pressões do maligno musgambá e insista no “bom e barato”. Se o Matos tiver autonomia, acho que teremos um ano bem melhor.

        Parabéns pelo blog e pela defesa de nosso Palmeiras.

        Abs.

        Em 12/01/2015 01:32, Disqus escreveu:

  • Luis Claudio Carrasco Garcia

    Esses torcedores amendoim são um pé no saco. Obrigado Tania, seu blog sempre traz os cavaleiros do apocalipse de volta a realidade. Imagino que seus posts de protesto contra juizes, imprensa, dão um trabalho danado! Parabéns!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Luís Claudio.
      E você imagina certinho, algumas postagens dão um trabalho danado mesmo.

  • Jansen Costa

    Simplesmente, extraordinário o artigo! Foi coeso, coerente, competente, diligente, impecável, esclarecedor, imparcial e impactante! Quem nos dera tivéssemos nós alguém como vc na TV! Com tanto torcedor maria-vai-com-as-outras, torcedor modinha e tanto anti miserável que tem ai, é justamente de colocar este tipo de matéria no aberto para expor a sujeira dessa imprensinha que tenta, de todas as maneiras poessíveis, banalizar o nosso gigante alviverde imponente e reduzi-lo ao tamanho da pequeneza deles! Eles são pobres de caráter e espírito. Por favor, Tânia, continue assim. A sua família palestrina agradece!!! Parabéns!!!
    Avanti Palestra! Scoppia che la vittoria è nostra!

  • taniaclorofila

    Exatamente, Filippe.
    As pessoas se esquecem que o futebol – a vida também – é feito de ciclos.
    Graças a um monte de fatores, já citados por você, temos vivido uma má fase, mas, com trabalho sério, ela vai passar.

    Um abraço

  • Luiz Antonio

    Dentro desse assunto, com sua permissão, vou relembrar uma notícia dada pelo jornal “O Estado de São Paulo”, aliás notícia de primeira página e dada como 100% certa, há alguns meses atrás, logo após a W Torre ter fechado a venda dos “naming rigths” do nosso estádio para a Allianz, por R$ 300 milhões. A notícia foi a seguinte: Corinthians fecha venda dos “naming rights” do seu estádio para uma empresa árabe de aviação, por R$ 450 milhões. Gente, isso foi há quase um ano. Precisa dizer mais alguma coisa?

    • Eu lembro disso, Luiz Antonio.
      E teve uma notícia que dizia que os valores da venda dos naming-rights do Esmolão chegariam perto de 1 bilhão! É mole?
      E cadê o contrato? Cadê a empresa?
      São notícias falsas, publicadas apenas com o intuito de dar moral ao time que vive às custas de dinheiro público (não fosse isso já estaria falido), de valorizar a sua marca.
      É assim que trabalha boa parte da imprensa esportiva…

  • Adriano

    Parabéns pelo excelente texto Tânia. Retratou com extrema clareza,simplicidade e brilhantismo a forma como a imprensa esportiva trata o Palmeiras. Continue assim, pq no decorrer deste ano,co time que estamos montando, o ataque desses supostos profissionais será muito mais feroz com o objetivo de desmoralizar a torcida e o nosso time em campo. Precisamos de espaços como este para expor esta tática suja.
    Grande abraço

    • Obrigada, Adriano.
      Acho que você tem toda razão, com o nosso time melhor montado, e com o futebol que isso promete, sofreremos muito mais ataques desses “torcedores profissionais de imprensa” e, consequentemente, teremos muito mais trabalho e coisas para denunciar. E essa vai ser uma tarefa de todos nós.

      Um abraço