AGORA, SÓ DÁ PARA ACERTAR, PRESIDENTE

“A desilusão pode ser o despertar de um grande desejo de se dar conta da realidade.” – Sylvia Labrunetti

Paulo Nobre foi reeleito presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras… e com uma grande vantagem para o candidato da oposição: 2421 x 1611 votos.

Espero, sinceramente, que Paulo Nobre não entenda isso como aprovação à sua administração, porque não tem um palmeirense nesse mundo que esteja feliz com ela, ou com parte dela (acho que nem ele mesmo). Espero que ele entenda que ganhou a eleição porque o outro candidato, e seu catado de “notáveis” e integrantes da chapa, eram impraticáveis, inimagináveis na administração do Palmeiras.

Além do próprio candidato da oposição, que teve o nome envolvido em algumas situações suspeitas, ocorridas dentro do Palmeiras, ele ainda tinha ao seu lado outras pessoas, que também tiveram seus nomes envolvidos em situações suspeitas, tinha o ex-jogador, que dizem ser torcedor do Flamengo, e tinha o ex-presidente, que torrou o dinheiro do clube, o afundou em dívidas, e que perdeu o brasileirão mais ganho de toda a história, em 2009. Não dava, né?

E, como agravante, ainda tem a história das cadeiras do Allianz Parque, que o grupo de oposição parecia estar doidinho para entregar de mão-beijada para a construtora – cansaram de defendê-la contra o Palmeiras -, mesmo sabendo quanto dinheiro o Palmeiras perderá com isso; tem o descaso com o sócio-torcedor, cujo programa, e me baseio nas declarações dadas, seria fatalmente implodido, graças às alianças e preferências, que o populismo, empregado na campanha oposicionista, teve que fazer.

Tivéssemos tido uma terceira e boa opção, certamente, essa terceira e boa opção teria ganhado, de lavada.

Em 2013, sabíamos que o Palmeiras tinha muitos problemas – menos que estava literalmente falido -, e apostamos em Paulo Nobre para resolvê-los – falo na primeira pessoa do plural, mas deixo claro que eu não voto. Precisávamos de um “craque”, que chutasse com as duas, ou seja, que resolvesse a situação financeira, caótica, e, ao mesmo tempo, resgatasse o futebol que se encontrava na segunda divisão, colocando o Palmeiras em busca de títulos novamente. Nosso candidato favorito não sabia, ou não soube, chutar com as duas.

Se, por um lado – o de sanear o rombo financeiro que havia no clube e trabalhar sem as receitas, recebidas e gastas pelo seu antecessor -, a administração Paulo Nobre foi exemplar, fazendo até mais do que o esperado e salvando o Palmeiras da falência; por outro – o lado do futebol (da metade de 2014 pra cá) -, ela foi decepcionante.

Quem imaginaria que, ao final de 2014, em pleno ano do nosso centenário, estaríamos brigando para não cair, e até a última rodada? Deus do céu! Que sofrimento… que dor no coração… que vergonha.  É um absurdo estarmos passando por isso de novo. O Palmeiras não merece.

E nos perguntamos: Como foi que a nossa diretoria deixou isso acontecer? Como foi que ninguém previu que as coisas caminhavam para isso? E se previram, como foi que não evitaram? A nossa decepção é gigantesca.

No entanto, sei que o presidente Paulo Nobre conduz o Palmeiras com honestidade, e sei que os muitos erros cometidos, foram com a intenção de acertar, mas sei também – todos nós sabemos – que mesmo com honestidade e boa intenção não dá mais para errar com o futebol do Palmeiras.

Uma nova chance é dada ao presidente Paulo Nobre, e eu desejo a ele o mesmo que desejaria para o outro candidato, caso ele tivesse vencido a eleição:

Desejo muita sorte e muito sucesso nesses dois anos que virão, presidente. Que você conduza o Palmeiras com muito amor e sabedoria, que saiba ser flexível, saiba ceder, quando isso for para o bem do Palmeiras… desejo que você se cerque de pessoas que amem e queiram o bem da SEP, de verdade, e que saiba identificar essas pessoas no meio de todas as que estarão à sua volta; que saiba identificar também as que apenas lhe bajulam com a intenção de tirar algum proveito, e que se afaste dessas pessoas.

Desejo que os que tanto falavam em união, em trabalhar em prol do Palmeiras, mostrem que o que pregavam era verdadeiro e não mote de campanha. 

Desejo que você tenha humildade para voltar atrás quando for preciso, e que saiba pedir ajuda quando necessário… Desejo que você deixe, sim, o seu coração de torcedor o orientar algumas vezes – ele é apaixonado, porém é sábio, e nem sempre será ruim ouvi-lo.

Desejo que você nunca aceite nada (jogador, técnico, patrocinador, maqueiro…) que seja menos do que o Palmeiras merece. E que você faça da nossa camisa um troféu, permitindo que ela seja vestida apenas por merecimento, por talento, por vontade de vencer, e não porque  foi o que deu pra trazer…

Desejo que você tenha por objetivo principal nessa nova etapa, fazer o Campeão do Século voltar a ser protagonista no futebol, voltar a ser gigante e conquistar títulos regularmente. E que você monte um time  como o Palmeiras merece, e não como a situação permitiria – o “pulo do gato” tem que ser esse: encontrar a maneira de montar um time competitivo, mesmo que, apesar de.

Desejo também que você se dê conta de que o Palmeiras é prejudicado pelas arbitragens, sim; é prejudicado, incessantemente, pelo STJD, sim; que tem inimigos na imprensa, sim; e que há má vontade com o Palmeiras, sim; que você se dê conta que as imagens dos prejuízos impostos pelas arbitragens ao nosso clube, desaparecem dos programas esportivos, cujos “microfones” nem as mencionam, desaparecem dos vídeos de melhores momentos, e que o mesmo não acontece com outras equipes; que as nossas notícias têm sempre um “senão” negativo, mesmo que seja para falar de uma grande vitória nossa; que o Palmeiras e os seus atletas não recebem – nem dentro e nem fora de campo -, o mesmo tratamento dado aos outros grandes clubes e seus jogadores.

E eu desejo que seja você “o cara” que defenderá o Palmeiras disso tudo. Que enfrentará todos os inimigos – sim, nós temos inimigos – e brigará contra tudo e contra todos, se e quando for preciso.

E que nesta semana, em que vivemos numa ansiedade imensa, com o coração na mão, você faça o possível, o impossível, e muito mais ainda, para salvar o Palmeiras do descenso. Que você faça tudo, mas tudo mesmo, que estiver ao seu alcance, até mesmo escalar o time, coisa que o nosso técnico não sabe fazer.

E te desejo mais, presidente Paulo Nobre, desejo que você tenha muita saúde, sabedoria, sensatez, malícia e jogo de cintura, porque a tarefa de conduzir um gigante não é fácil…

E por fim, desejo que haja muita Luz em seu caminho, que você seja muito bem sucedido e que Deus o abençoe.

  • Vitor Augusto Salmeron de Faro

    Isso mesmo Tânia, disse tudo! Acho que o Nobre teve mesmo sorte pois a oposição não escolheu bem seu candidato. Ganhou uma chance extra e tem que aproveitar, ganhou a chance de reparar seus erros. Também confio na sua honestidade e no seu amor pelo Palmeiras. Só não pode escalar o time…

    • Vítor,

      Pelo que o Dorival anda fazendo, eu acho que ele pode escalar sim, viu? Ou, pelo menos, dar uma intimada nele, para tirar do time os que não andam rendendo nada.

      • Marco

        Tânia, lendo sua resposta, lembrei de uma entrevista recente do Jair Picerni.
        Ele disse claramente que vendo os jogos do Palmeiras era fácil de identificar quem não estava comprometido e deveria receber férias antecipadas para não atrapalhar o grupo.
        Traduzindo: quem é do ramo do futebol sabe muito bem perceber o que está acontecendo e o Sr. Dorival, para o bem do Palmeiras, precisa parar de fazer média com jogador e escalar quem tenha vontade e coragem para enfrentar essa batalha final. O saldo positivo deste jogo de Porto Alegre, mesmo com a derrota, foi perceber que temos jogadores com sangue nas veias e cabe ao treinador enxergar quem são.

        • Concordo,, Marco.
          Dorival, sei lá por quais motivos, está privilegiando alguns jogadores que não merecem o privilégio de estarem em campo.

  • FERNANDO S.J.RIO PRETO

    Desejo todo sucesso neste novo mandato o qual tem por cumprir, espero que desta vez possa fazer com que o verdão volte a ser o que é, não podemos mais conviver com tudo isto, sendo motivo de piada atrás de piada. Como prometeu que afaste aqueles que foram omissos e não fizeram por onde, que traga pessoas capazes em administrar o clube, agora com um pouco mais de grana, no futebol faça a limpeza e conserte o que fizeram de errado, resgatem o brilho de nossa camisa.
    Nós torcedores palmeirenses estaremos acompanhando a tudo e cobraremos de sua administração presidente, no apagar das velas do nosso centenário não se viu se não uma escuridão sem tamanho, que esta oportunidade você faça o resgate do verde mais lindo do Brasil.

    • FABIO

      e isso ae FERNANDO S.J.RIO PRETO

  • FABIO

    tania mais uma vez vc disse tudo e por isso que gosto do seu blog vlw tania

    • FABIO

      um abraço e ate a proxima

    • Obrigada, Fabio.

      Um abraço.

  • Marco

    Também quero expressar meu voto de felicitação para o Presidente eleito Paulo Nobre, listando alguns anseios da coletividade palmeirense.

    Meu primeiro pedido é que esse texto do Blog da Clorofila seja encaminhado a ele e que tenhamos sua resposta.

    Dentro dessa linha de manifestação, quero reforçar a necessidades prioritárias na administração do Palmeiras. Nosso clube precisa de dirigentes que tenham mais malícia para o futebol de hoje, que não sejam ingênuos como têm sido nossas últimas diretorias, que tenhamos experiência para lidar com os concorrentes, rivais e inimigos do futebol. Chega de levar rasteiras nos bastidores e nas negociações.
    Não podemos mais ter diretorias que considerem o time do Jardim da Leonor e o time da marginal como coirmãos. Caro Paulo Nobre, você sentiu na pele como é lidar com o vizinho de muro.

    Precisamos de uma diretoria que saiba neutralizar os venenos da imprensa, que perceba a manobra sórdida da Rede Globo e de seu tentáculo Sportv, que além da campanha constante de desmoralização do Palmeiras, tira o clube da TV aberta, causando enorme prejuízo a sua imagem, influenciando arbitragens contra o Palmeiras, abafando situações que nos prejudicam e dificultando a obtenção de contratos de publicidade.

    Presidente, não temos em nosso clube nenhuma pessoa que saiba orientar nossos jogadores e nosso treinador para se manifestar perante a imprensa como não temos que saiba falar pelo clube com a energia e conhecimento necessário. Nossa imagem é pisada todos os dias e ficamos inertes. Em nenhum outro clube encontramos essa passividade.

    No âmbito do futebol, que a sua nova direção priorize a qualidade no lugar da quantidade como política de contratações, reforçando primeiro o time nas posições que decidem jogos, como atacantes e meias de criação, para não ficar no final da fila e contratar quem sobra no mercado. Para formação do elenco, utilizar as divisões de base é o caminho mais eficiente e com melhor retorno financeiro para o clube. Quem tomar conta do Departamento de Futebol precisa ser “ do ramo” para selecionar muito bem quem deva ser contratado, não observando somente a parte técnica, mas a parte física e disciplinar dentro de um elenco e fora de campo. Chega de contratar “cavalos velhos” do futebol que vem para o Palmeiras para fazer sua aposentadoria.

    Deixo também um alerta: preste muita atenção nesse garoto Gabriel Fernando. Ele é o novo alvo do time do Jardim Leonor para destruir seu segundo mandato. Não deixe que ele seja o novo Kardec, jogador que o Palmeiras perdeu por sua inexperiência, que foi maquiavelicamente aproveitada pelo clube que nos odeia e viu nessa negociação não só a possibilidade de tirar um jogador importante para o Palmeiras, mas de acabar com o nosso centenário.
    Eles conhecem nosso clube e nossa torcida. Sabiam que a perda desse jogador faria o Palmeiras entrar em parafuso e se aproveitaram de uma situação que entregamos a eles.
    O Allianz Parque quebrou as pernas do panetone economicamente e agora eles ficam de tocaia para nos pegar na menor oportunidade.

    Portanto, muito cuidado para que o Gabriel Fernando não represente para o seu segundo mandato o que o Kardec representou para o primeiro.
    Resumindo tudo isso, tenha muito mais malícia para dirigir o Palmeiras e muito boa sorte para sua administração, pois isso será muito boa sorte para todos nós.

    • Marco,

      A respeito do Gabriel, algumas pessoas estavam me dizendo que os bambis iam roubá-lo… Embora o próprio Gabriel já tenha dito em seu perfil que não tem nada disso e que ele quer ficar, fui me informar a respeito do assunto.
      A resposta que obtive é que as bases do seu contrato já estavam acertadas com o seu empresário, e que esperariam apenas passar a eleição para que ele fosse assinado. No dia seguinte, em matéria publicada pela Globo, o empresário do Gabriel confirmou isso.
      Portanto, acho que esse a Dona Wilma não pega não.

  • Espero sinceramente que o Paulo Nobre tenha aprendido com os seus erros e que de fato monte um time à altura da tradição e da grandeza do Palmeiras, com estes jogadores medíocres que estão aí vamos continuar sofrendo, e eu como toda torcida alviverde não aguentamos mais esta humilhação!!!!!

  • Armando

    Torço por quem está no comando do Verdão para acertar, e, cá entre nós, como errou esse Sr. Nobre. Está entalado na garganta que ele passou atestado de juvenil. Pronto, falei. Quanto às questões financeiras, não é assim tão espetacular esse saneamento de contas. E como gasta mal.

    Torço mais ainda pela permanência na 1a divisão. Isso é fundamental, trará tranquilidade para trabalhar essa boa molecada e contratar pouco e com qualidade. Pouco porque não adianta trazer um container de pérrapados. Custo de oportunidade, imagino que disso o Sr. Nobre entenda.

  • FERNANDO S.J.RIO PRETO

    Já saímos na frente com a confirmação do jogo para o Allianz Parque, agora cabe ao nosso treinador escalar aqueles que fazem por merecer vestir a camisa do verdão, que não entregam ponto, que lutem até o final, que disputem todas as bolas como fosse a última do jogo, que façam sua parte e não deem ouvidos a resultados de outros jogos ainda mais se os mesmos não forem os desejados, dependemos de nós tão somente, precisamos sim entrar focados e determinados para que o pior não ocorra. Nós verdadeiros palmeirenses estaremos sim, sempre ao lado do verdão incondicionalmente e nosso elenco que nos tome como exemplo e dedicação para o jogo de suas vidas.

    • Fernando,

      Se ele escalar esse time direito temos totais condições de ganhar, ainda mais com Valdivia em campo. O time todo fica mais confiante com ele e todo mundo sobe de produção.
      E é isso que você falou, o que importa é o nosso jogo, não dependemos de ninguém, só de nós e temos que ir à luta, time e torcida, unidos. Nossa obrigação é empurrar o time até o último minuto, fazermos com que joguem mais tranquilos e não sintam tanto a pressão, porque é uma pressão desgraçada.
      Mas vai dar tudo certo, se Deus quiser. VAMOS VENCER!!
      E eu vou ter um infarto lá… hahaha Meu Deus, estou sonhando acordada com essa vitória.

  • FERNANDO S.J. RIO PRETO

    Conseguimos nossa primeira vitória com a confirmação do jogo para Allianz Parque, temos assim a grande oportunidade de fazer valer com a presença de todos palmeirenses empurrar o time de maneira incondicional ao sucesso e vitória de que necessitamos. Que nosso treinador escale tão somente jogadores identificados com o clube, que não desistam nunca, que briguem por qualquer bola como esta fosse a última do jogo, que não deem ouvidos aos resultados dos demais jogos, principalmente quando este forem adversos as nossas pretensões, nós palmeirenses os apoiaremos sempre e assim queremos que vocês jogadores se empenhem e nos tenham como exemplo de amor e dedicação ao clube que escolhemos por torcer, necessitamos da vitória e nós torcedores palmeirenses levaremos nossa esperança e energia para que consigam seu objetivo. “Somos verdão e não abriremos mão do clube que tem uma história como nenhuma outra equipe”.

  • Cleiton

    Olá Tânia. Sempre leio seu blog mas é a primeira vez que comento. É um pouco off-topic, mas acho que vai de encontro com o trabalho que você faz em relação ao tratamento da arbitragem e mídia em relação a nós e aos outros. Ouvi alguns comentários sobre o gol sofrido pelo goleiro, cartola, técnico, preparador físico, massagista e merendeiro Rogério Senil no fim de semana. A maioria defendendo o cidadão e jogando a culpa no recuo de bola do zagueiro. Somente um programa que leva uma veia um pouco mais pro lado do humor, que ouvi na tarde de segunda disse não ter sido erro de quem recuou a bola. Por curiosidade, pois não havia visto o lance, acessei o globo.com e fui à página do Figueirense (óbvio que não iria procurar na página do SPFW, né) pra ver que lance foi esse, e você não imagina minha surpresa em ver que nos melhores momentos não há repetição do lance. Passa-se o gol e parte-se para outros lances como se gol não fosse digno de replay. Pra tirar a cisma, fiz o que ? Fui na página do verdão pra ver os melhores momentos de Inter X Palmeiras e olha só que coisa, em um jogo de 4 gols houve tempo para reprisar todos. No outro jogo onde só houveram 2 gols, mas aí teve a falha grotesca do queridinho da mídia, eterno reserva do Santo, não deu pra reprisar. Achei interessante comentar para ilustrar um pouco mais o que você sempre diz por aqui. Somos tratados de outra forma mesmo. Abraços.

    • Oi, Cleiton.

      É exatamente isso. Eles somem com as imagens.
      Quando escrevo sobre jogos do Palmeiras, para colocar os prints dos lances em que o Palmeiras é prejudicado, é um sacrifício, porque eles não estão nos vídeos. Tenho que assistir aos vídeos dos jogos completos, e, muitas vezes, eles não estão disponíveis. Da mesma forma que os lances que servem para mostrar que outros times foram beneficiados, ou, como no caso citado por você, da Borboleta-Mor fazendo borboletices, os lances desse tipo também desaparecem.
      Aquela penalidade escandalosa que o Mago sofreu contra o Bahia, quando Lucas Fonseca o agrediu, parece que nem existiu. As imagens não existem nos vídeos de melhores momentos, não existe nada nas notícias sobre o jogo, ninguém falou sobre esse lance nos programas esportivos, nem durante a transmissão.
      Quantas vezes, durante os jogos em que assisto na TV, eu cobro o SporTV, via Twitter, dos lances do Palmeiras que não têm replay. Mas uma suspeita de mão palmeirense na bola,por exemplo, tem 123456 repetições, de todos os ângulos.

      Ontem, li sobre o Alex Silva, o Pirulito, que parou com as baladas e a bebida. E na notícia tinha a informação que ele treinou bêbado no SPFW muitas vezes. Aí eu pergunto: Alguma vez alguém ouviu a imprensa dizer que ele treinava bêbado, que tinha problemas com bebida, com baladas? Nunca, né? Assim como ninguém sabia das farras do Jorge Henrique, dos gambás… Assim trabalha a imprensa esportiva, com os seus estagiários, “jornaleiros” e “repórtis” agindo apenas como torcedores e mais nada.

      É real, não é piração nossa. Somos tratados de outra forma. Como mudar isso, não sei. Afinal, não temos como mudar o caráter de algumas pessoas que trabalham na imprensa.

      Obrigada por acessar o blog, Cleiton.
      Um abraço.

  • Marcel SEP

    Desta vez discordo totalmente!!!

    Beluzzo -> “Afundou em dívidas o Palmeiras e o título de 2009” se não fose ele não teríamos o hiato da Parmalat e pelo menos disputávamos títulos em 2009… sem contar q tbm tinhamos patrocinio Fiat / Samsung

    Cesar Maluco -> Flamenguista?

    Cadeiras -> por causa desta birra, atrasou o estádio e só de renda já teria sido paga… porém outro fator seria negociar a camisa com um dos 11 parceiros da WTorres… o Paulo Nobre não trouxe nenhum… só fez agiotagem sendo q o dinheiro foi com 1% de juros mais ajustes… se fosse bonzinho fazia que nem meu Pai fez comigo, juros de poupança.

    Paulo nome com administração exemplar? – quanto custou um Victorino para jogar 4 jogos? mais até do que o Valdívia por jogo… isso é austeridade financeira… sem contar outros perebas q ganhar e não jogam… isso é exemplar?

    Alías minha dúvida é ele salvou ou comprou o Palmeiras e os Palmeirenses… eu não fui convidado pra festa de 100 anos que ele fez, inclusive, no dia que anunciaram e desanunciaram o Ronaldinho Gaúcho!!!

    Paulo Nobre é mimado, não aprende com os erros, e não combina com União… ele não ouve ninguém além de Mustafá!!!

    Minha Opinião

    • Marcel SEP

      Só para completar… o Pescarmonas foi julgado por beber em churrasco e por ter invadido o vestiário do Palmeiras depois de perder de virada do Goiás em pleno Pacaembú lotado, eu estava lá aquele dia, e teria feito o mesmo… e lógico o Valdívia não gostou de ser cobrado!!!

      • É, dizem que ele invadiu o vestiário bêbado naquela ocasião. Mas, se ele bebe ou não é problema dele e não me diz respeito, no entanto, eu condeno a truculência, citada por você, de se invadir um vestiário. Nem dirigentes de várzea agem assim mais.

    • Marcel, por mais que no futebol PN tenha errado, o que é certo é certo.
      Como assim “birra das cadeiras”? As cadeiras são do Palmeiras. Que palmeirenses são esses que acham que as cadeiras devem ser da construtora?? Publiquei aqui um texto com prints de tweets de W Torre, de 2011, onde ele mesmo afirmava isso. Se mudou de ideia, foi porque apareceu uma brecha para que ele pudesse pleitear isso.
      Agiotagem é feita às custas de juros, e altos, e não foi nessas condições que Paulo Nobre emprestou o dinheiro ao Palmeiras. O significado da palavra agiotagem não é esse.
      Vc não leu o texto, ou não compreendeu o que leu, Marcel. Falo que a administração foi exemplar quando nos salvou da falência a que nossos ex-dirigentes nos levaram, e ela nos salvou. No que se refere ao futebol, pelo que me consta, escrevi outra coisa. A austeridade financeira foi herdada e não adotada, uma vez que não havia dinheiro no Palmeiras nem para se pagar um porteiro, e também não havia nada para receber, porque as cotas tinham sido recebidas em adiantamento.

      A Samsung foi sacaneada por Belluzzo, esqueceu? Escrevi um texto na época também, falando do desapontamento de ver o Palmeiras agir daquela maneira com um patrocinador tão bom. Belluzzo rompeu o contrato para colocar a Fiat. Se não me engano temos que pagar alguns milhões à empresa por causa disso.
      Belluzzo pegou o Palmeiras com 40 milhões de dívidas e, se não estou enganada, entregou com 110. Endividou o Palmeiras, ou não? E perdeu sim o título mais ganho da história. E tinha time, patrocínio e técnico.

    • Paulo Rogério

      Vamos lá, mais uma vez… As falácias do professor Belluzzo:

      1- Quem trouxe a Parmalat foram PAULO NICOLI e CLODOMIRO ANTONELLI. Belluzzo quer ser o pai da criança como outras pessoas, mas fato é que estes dois senhores que trouxeram;
      2- Birras de cadeiras? Amigo, o Palmeiras é RÉU na arbitragem, o que não faltou foi conversa e a Wtorre levou pra arbitragem para nos roubar cadeiras, por sinal, o contrato aceito em 2008 (quando Belluzzo e Nobre eram vice do Dellamonica), não é o que foi assinado em 2010. Por isso a arbitragem e não pode ceder, ou você quer lascar o sócio torcedor do Palmeiras? O Walter Torre já disse que venderia TODAS cadeira por ano, assim o torcedor do Palmeiras só poderia assistir os jogos que o dono da cadeira não quisesse, isso é justo? Ainda bem a arbitragem continua, perder as cadeiras vai nos lesar demais ao longo de 30 anos. A Wtorre já vai recuperar seu investimento em menos de 6 anos, o resto só será lucro. Ah, eles também querem nos cobrar absurdos de custo de operação, você viu? 400 mil de custo de operação no 1º jogo de reinauguração… Lindo, né? No contrato não estava isso e o Palmeiras NÃO TERIA CUSTOS com o estádio por 30 anos, TODO CUSTO é da Wtorre e mais este item está em discussão na arbitragem;
      3- Agiota? Você tem certeza que entende o que é um agiota? O mercado cobra uma taxa de juros enorme para pessoa jurídica, em caso de clubes de futebol esse valor é ainda maior e o prazo de pagamento é imediato… Hoje a Selic tá em 12% ao mês, 1% ao mês é praticamente doação… Se ele quisesse lucro não teria dado seu nome como pessoa física e prestígio no mercado para conseguir esse valor irrisório, que deu fôlego para o Palmeiras equacionar seus débitos. Bom é pegar dinheiro emprestado com bancos, igual o senhor Belluzzo fez e nos atolou em dívidas… Ah, se você conhecer um agiota que cobra 1% ao mês, me indica… Preciso de 1 milhão de reais e com 1% ao mês vai ser bom conseguir este empréstimo;
      4- O fator Ronaldinho, não é exclusividade do Nobre ter fechado com ele e o pilantra do irmão e o jogador darem pra traz na última hora, ocorreu com Belluzzo e Tirone, também;
      5- O Palmeiras é o único time que paga em dia os salários, não deve mais a bancos e conseguiu a CND, sem contar que até a oposição votou a favor… Quem somos nós pra contestar isso? Por outro lado, o “salvador” Belluzzo teve suas contas reprovadas e é alvo de sindicância interna.

      Aliás, vamos falar do “fazedor de dinheiro” … Belluzzo se gaba de ter aumentado o faturamento do Palmeiras, então vamos lá: o faturamento do Palmeiras em 2009 era de 115 milhões de reais e em 2010 foi de 148 milhões de reais. Vou só lhe dar o ano de 2014, 181 milhões de reais. Ele é cínico em dizer que não adiantou cotas, MENTIRA, o balanço patrimonial do Palmeiras o desmente, pegou cotas da Adidas e do Paulista até 2015, assim como fez dívidas com bancos, tipo o Banif e não pagou os Eternos Palestrinos (Tirone também não pagou e só foi paga pelo Nobre, segundo os próprios em sua conta no twitter). Responsável por trazer o Vágner Love de volta, abrindo mão de 5% dos 10% de direito que tínhamos como clube formador e deixou ele ir embora de graça. Dívidas com vários jogadores, “gênio” vendeu o Pierre para Traffic e depois comprou ele mais caro, acabou cedendo ele de graça ao Atlético-MG. E o que dizer da cesta de atletas? FIASCO… Ou mesmo os jogadores (inúmeros) de aluguel da Traffic? E o time que ele montou em 2010? Acho que estava em coma, pois falam que disputávamos títulos com ele no poder e eu só me lembro de disputarmos o brasileiro 2009 e perder pateticamente sem vaga na Libertadores (até times inferiores como o de 2004 e 2005 conseguiram vaga na Libertadores). Pois em 2009, fomos eliminados de forma vexatória pelo fraco time do Santos no Paulista, caímos pro Nacional na Libertadores de forma melancólica… Em 2010 então? 11º lugar no FRACO Paulistão (isso equivale a brigar pra não cair), quartas de finais da Copa do Brasil eliminados pelo Atlético-GO (então na série B) e na Sul-Americana nas semi pelo fraquíssimo Goiás (rebaixado pra série B do ano), sem contar o “honroso” 10º lugar no brasileirão, depois de ter flertado com a zona de rebaixamento parte do campeonato. Tem muito mais cagadas por aí, mas essas são as mais claras… E pegou um time campeão Paulista e entregou um arruinado financeiramente, com dívidas até o talo e que o seu sucessor aumentou… Ah, vale lembrar a declaração do Palaia, um dos vice do Belluzzo quando saiu: “tenho dó de quem pegar o Palmeiras agora”. Olha, se ele fosse tão bom, tinha feito um sucessor ou mesmo sido reeleito.
      Ah, outra fala dos “pró Belluzzo”,
      “Todo candidato apoiado/lançado pelo Mustafá nos rebaixou ou brigou pra não cair.” Um fato, porém, assim como TODO candidato apoiado/lançado pelo Mustafá ganhou ao menos um título, casos? Dellamonica: Paulista 2008; Tirone: Copa do Brasil 2012; Nobre: Série B 2014.
      O único que não ganhou nem taça de amistoso? Belluzzo.
      Paulo Nobre pegou o Palmeiras falido e onde ninguém queria pegar, ninguém faz mágica com time atolado em dívida, 25% de verba e 70% não dá um ano de verba. Agora vamos poder avaliar o Nobre de verdade, 2015 a situação estará equilibrada e assim como o Dellamonica, ele vai poder ter uma segunda chance.
      Os charlotões pró Pescarmona dizem que o Kalil é exemplo, então eu os lembro: Kalil pegou o Atlético-MG afundado em dívidas em 2008, teve 5 anos pra arrumar a casa, ficou o centenário sem títulos e acumulando vexames (2009), e em 2010 e 2011 brigou pra não cair. Só em 2012 conseguiu estabilizar e disputar título, acabou com a vaga direta na Libertadores. Portanto, se ele é exemplo, deem o tempo para o Nobre.
      No mais, vamos torcer para o Palmeiras sair dessa situação, independente de quem você apoiou, e eu torço que a oposição mostre os ditos investidores que tanto falou, do contrário, era só promessa vazia de campanha e o interesse no Palmeiras estava em último lugar.

      • Paulo Rogério

        E mais outras do fazedor de dinheiro, não bastasse ele ser pluma ao vento em suas opiniões, pois no início da arbitragem ele disse que o entendimento do Palmeiras era correto, depois mudou de ideia e falou que a construtora estava certa.
        A UVB do Belluzzo diz que tem que respeitar os parceiros, coisa que o Belluzzo não fez…
        A começar pela Samsung, onde ele rompeu o contrato de forma ridícula e que foi mal para o mercado, é essa a visão que o mercado tinha de nós. Depois a Samsung já entrou com processo contra o Palmeiras, o processo rola ainda e podemos perder feio e ter que indenizar a ex-parceira. Continuando no “respeito aos parceiros”, o “gênio” Belluzzo rompeu com a Traffic em meio a disputa do título do campeonato brasileiro de 2009, não estou aqui pra falar se a Traffic foi ou não uma boa parceira, mas a questão é o “respeito ao parceiro”.
        E outro ponto de diferenciar o Belluzzo com o Nobre, o segundo reconhece erros. Como admitiu em várias entrevistas antes da eleição. Já o “eterno”, cisma que não errou e põe todo fracasso de sua gestão nas costas dos outros ou do acaso. Cipullo é o bode expiatório do Belluzzo, porém, TUDO que o Cipullo fazia tinha a assinatura do Belluzzo. E outra, Cipullo foi contra a compra do Valdivia da forma que foi e o Belluzzo passou por cima…
        A propósito, em compras o Belluzzo é um gênio… Até hoje o Palmeiras ainda tem que pagar pelo Valdivia, graças a sua “ótima transação bancária” (comprou e jogou no colo do próximo, que jogou no colo do próximo) … Pra contar, só não caímos graças a venda do Valdivia não ter sido finalizada e não é culpa do Nobre, todos queriam vender o Valdivia, desde o ano de 2011 queriam e não conseguiam (pela vontade do jogador, diga-se de passagem). E o zagueiro Léo? Três meses de Palmeiras, veio como abatimento dos 6 milhões da dívida do Grêmio pelo Paulo Nunes e? Cedemos ele pro Cruzeiro em troca do GRANDE Leandro Amaro… Ah, o que dizer do GRANDE Mozart? Lembra dele? 200 mil mensais e o cara ficou aqui menos de 3 meses. Tem outras dívidas oriundas da gestão Belluzzo referente a jogadores, ladram demais pôr o Nobre ter contratado 37 jogadores… Mas a gestão Belluzzo em 2 anos contratou mais de 80, pois tinha o cemitério de atletas e balcão de negócios de empresários, vulgo Palmeiras B (que o Nobre deu fim, mais uma boa dele). Se falamos mal de Weldinho, Felipe Menezes e Josimar, o que dizer dos canhões da era Belluzzo? Rivaldo (fake), Pardalzinho, Adriano Mc Jackson (trocado pelo Edinho, pelo amor), Dinei, João Vitor, Leandro Amaro e outros perebas, meu Zeus…
        Pra constar, eu achei o ano de 2014 UM FIASCO no futebol… E para mim o ano começou errado na virada de 2013, onde o Nobre renovou com o Kleina e desde então foram acúmulos de erros administrativos. Tudo que ocorre agora é culpa da falta de planejamento após o título da série B, o ano se assemelha muito ao de 2006, assim como o desempenho do time.
        Do jeito que nossa torcida é, capaz de daqui uns anos ter outro mal momento e dizerem por politicagem ou memória curta: “o time de 2014 era melhor”.
        É fogo…

        • Leonardo Madureira

          Parabéns. Assino embaixo em tudo.

          • Armando

            Muito bom. Confesso que refrescou minha memória.

      • Marcel SEP

        Me fala um investimento financeiro que traz mais de 1% sem riscos… que nesse eu quero investir

        Não se consegue separar administração de futebol… hoje temos uma dívida de 155MM com o PN… ele deveria ter gerado receita e não colocado dinheiro do bolso.

        Se se vc olhar o balanço verá que ficou pior Receita vs despesa!!!

        37 jogadores sem atuar que vieram “de graça” deve ter custado caro no final (sem contar desempenho do time) pagar o salário de todos eles… fazendo conta de padaria… se cada um ganha 30Mil por mês na média (duvido ser menos q isso) gasta em torno de 1.100MM mês para ficar encostado… daria para pagar o salário de 2 ótimos jogadores e ainda despertava interesse de Patrocínio.

        Valdívia – Saiu e voltou… sorte nossa ter dado errado!!!

        PN quitou a mensalidade de 200 sócios no dia da eleição… interessante néh? Como ele é generoso!!!

        Arbitragem, FPF além da CBF deitando e rolando com Palmeiras… isso vemos claramente neste Blog e com muita competência da Clorofila… vc deveria ser nossa advogada!!!

        Jogos do Palmeiras sumiu da transmissão aberta e até fechada!!!isso afasta patrocínio

        Sou profissional de Marketing de uma multinacional e os seguintes depoimentos afastariam qualquer intenção minha em patrocinar um clube:

        “Não seremos reféns do centenário!!!”

        “Não faremos loucuras!!!”

        Essas frases aliás, nos tira o direito de SONHAR!!! É broxante escutar isso do presidente do seu clube!!! Sonhar é o que move qualquer cidadão e o PN nos tirou até este direito!!!

        • Paulo Rogério

          Dívida de 155 milhões que vai ser paga entre 14 anos, que não vai fazer o Palmeiras se comprometer igual a dívida que o Belluzzo tinha feito de prazo imediato e juros enormes. Continuo, me indica um agiota que cobra 1% ao mês, preciso de 1 milhão de reais.
          Ah, legal… Você colocou o custo dos 37 jogadores em questão… E o custo dos jogadores da gestão do “eterno”? Se o Mozart ganhava 200 mil líquidos, imagina os outros… Só pra constar, lembra do Romarinho? Eterna promessa da base? Ganhava salário de profissional sem nem ter jogado no profissional, quem é Romarinho? E como boa parte da nossa base era fatiada em empresários e o Palmeiras detinha a menor porcentagem destes jogadores, revelamos quem nessa época? Aliás, a base só veio dar jogador ao profissional agora. Pois nas outras gestões não foram usadas e sim, esquecida.
          O “deitar e rolar” no Palmeiras a que você se refere, ocorreu de 2013 a 2014 apenas? E eu achando que o Palmeiras era preterido por arbitragens dessas federações há mais tempos, devo ser louco… Até antes e de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 (até na série B sendo roubados) e 2014… mas tudo ocorreu só na gestão Nobre, certo.
          Jogos do Palmeiras sumiram da tv aberta graças ao lixo de contrato que o Tirone fechou em 2011, se você não tem memória, eu tenho e este contrato está em vigor e o Palmeiras nos últimos anos pode brigar por seus jogos serem transmitidos? Qual o atrativo? Time super competitivo, né? E sumiram da tv fechada? Eu achei que o contrato do Tirone dava exclusividade no canal fechado, devo ter visto outros jogos aparecendo no PPV e na própria SporTV… Eu devo estar vivendo uma realidade alternativa a que vossa senhoria vive, pois do jeito que disse, não temos mais nenhum jogo transmitido, nem em canal fechado.
          E o Avanti, manja? Lembra do Avanti da gestão Belluzzo? Aquele fiasco, que nem 50% de desconto dava no plano de 20 reais? (só sendo estudante conseguia). Algum plano daquele Avanti com 69,90 dava direito a 100% de desconto em algum local do estádio? Aliás, o plano chegou a ter mais de 58 mil sócios? Não, acho que nem passou de 14…
          Se você é de Marketing, deve saber que o mercado entrou em recessão em 2013 e pouco se investiu em times de futebol, exceção a Caixa… Nenhum clube fechou patrocínio máster neste período, só pós Copa. Agora o Santos, quase no fim do ano conseguiu um e o Palmeiras tem duas propostas já. Pra contar, a grana do Avanti hoje dá quase um Master (pelo menos metade de um já, isso não é gerar receita?).
          Em 2013 o Nobre disse que seus dois anos seriam pra arrumar a casa e ele cumpriu, financeiramente o Palmeiras se estabilizou, quer você queira ou não. Agora é só livrar da queda que em 2015 pode buscar voos mais altos. E o Palmeiras deve SEMPRE buscar o topo, não em um ou outro campeonato a cada 4 ou 10 anos. Cito o Internacional como exemplo, de 2000 a 2005 eles se reestruturaram, focaram no ST e estruturaram para poderem estar sempre disputando os títulos e conseguiram, todo o ano o Inter está brigando pelo topo (se ganha é outra questão), o Palmeiras enfim tá fazendo isso. Centenário? O nosso foi arruinado em Janeiro de 2011, o mês que o sr. Belluzzo saiu deixando um rombo nos caixas e deu a chance do inapto do Tirone sentar na cadeira de presidente e arruinar ainda mais as nossas finanças.

          • Mencionei ao Marcel os clubes que têm patrocínio e esqueci do Santos.

        • Marcel,

          O Palmeiras sumiu da transmissão aberta por culpa do Tirone, e do contrato que ele assinou em 2011. E você tem razão, isso afasta patrocínio, assim como a Copa do Mundo também afastou. As empresas estão sumindo do futebol. Dentre os grandes clubes do país, só 9 têm patrocínio Máster, 7 da Caixa, e 2 do Banrisul. Tem sido uma dificuldade para os clubes conseguirem patrocinadores e, na ausência de um, nosso Avanti quebrou o galho. Mas é óbvio que precisamos ter um parceiro.

          Eu não estou contente com o futebol, com o que foi feito com o futebol do Palmeiras, muito pelo contrário, e disse isso no texto que escrevi. Mas, falar de 37 contratações é relativo. Porque, dentre esses 37 jogadores, tiramos o time que disputou a segundona tranquilamente e foi campeão. Tiramos o time do Paulistão, que foi até a semifinal. A encrenca mesmo foi do Paulistão até agora. Nos encontramos nessa situação atual por causa dos erros cometidos desde então, por causa da falta de plano B para algumas situações, tipo a contusão do Prass e a venda do Mago, que foi um erro e tanto. Quantos pontos perdemos pela falta deles? E quantos perdemos por causa das arbitragens também?

          Eu sempre disse aqui que entendia passarmos o centenário sem muito glamour, uma vez que essa situação horrorosa foi herdada, mas de maneira alguma vou achar normal estarmos brigando para não cair, e até a última rodada. Acho isso um absurdo. Sou como você, também gosto de ao menos poder sonhar com alguma coisa, e juro por Deus, nunca imaginei que o meu maior sonho de 2014 fosse uma vitória diante do Atlético-PR na última rodada do campeonato.

          Mas, apesar de toda a infelicidade que sinto agora, de todos esses erros que a nossa diretoria cometeu, apesar dessa situação vexatória, sei que Paulo Nobre – foi ele o eleito pelos sócios – é uma pessoa de bem, acredito que ele conduz o Palmeiras com honestidade e não precisa, e não vai, se aproveitar do Palmeiras pra nada.

          E espero, de coração, como esperaria do outro candidato também (jamais jogaria contra ele, se ele tivesse vencido) que Paulo Nobre tenha aprendido, e que ele se redima dos erros que cometeu, e que olhe, com muito cuidado, para o futebol do Palmeiras. Não dá mais para errar. Não dá mais pra esperar e nem suportar…

          • Ricardo

            quem negociou com a globo na gestão tirone não foi mustafá???? o mesmo que dirige o nobre palmeirense?

            não dá para comparar Beluzzo com nobre, pelo amor de Deus. Parem com tamanha bobagem repetindo histórias mustafentas sem prova nenhuma.

            Se querem manter o reeleito, apontem suas virtudes ao invés de tentar criticar com mantras repetitivos erros ou defeitos alheios.
            Não passamos vergonha em 2009.

            Nunca perdoarei quem tem mustafá ao seu lado. Quase ele conseguiu o terceiro rebaixamento com seu pensamento tacanho e mesquinho, que corta custos (não do clube social) e não busca receitas. O rebaixamento só não veio por conta de terceiros. Se dependesse da “gestão” estaríamos nos preparando para jogar com o Macaé na Allianz Parque.

            Meu Deus!!!!!
            Acordem palmeirenses.

          • Paulo Rogério

            Ricardo, por acaso se você tem diarreia mental o Tirone apoiou o Pescarmona e em meio a gestão rompeu com o Mustafá.
            Não passamos vergonha em 2009? Hahahahahahhahahaahahahahahahahahaha… Que mundo você vivia? Ganhamos o Paulista? Ah, não, caímos pro fraco Santos com duas derrotas vexatórias… Ganhamos a Libertadores? Ah, não… Caímos para o Nacional do Uruguai nas quartas de forma patética… Ganhamos o Brasileirão? Ah, não… Perdemos ele para times do Z4, com direito a goleada do “poderoso” Náutico… Ah, conquistamos vaga na Libertadores naquele ano? NÃO? Oxe, mas você disse que não passamos vergonha… Se procurar, qual o time que liderou mais rodadas e não venceu o Brasileirão? Palmeiras… É, acho que meu conceito de vergonha é outro. Pois vi o time de 2004 e o de 2005 conseguir vaga na Libertadores… Só pra constar, o time de 2009 vinha de um título Paulista e a base era do Dellamonica, de 2008. Nem isso o Belluzzo soube fazer, era só reforçar o banco e nem isso nós tínhamos.
            E concordo, não dá pra comparar Paulo Nobre com Belluzzo. Vamos falar de 2010? Ou ficar em 11º do FRACO Paulista é brigar e não passar vexame? Pauladas para São Caetano e Santo André… Só pra constar, campeonato Paulista não classificar equivale a brigar pra não cair no Brasileiro, com o agravante do Paulista ter muito time que nem da série D é. Qual outra vergonha da gestão do Belluzzo você quer? Eliminado pelo Atlético-GO na Copa do Brasil? Eliminado pelo Goiás, já na série B na Sul-Americana? Perder de goleada no dia do aniversário do clube para o poderoso Atlético-GO? É, acho que a sua memória é ruim.
            Pois o Belluzzo é um mentiroso de mão cheia e nunca reconhece erros, até hoje o engraçadinho diz que não adiantou cota alguma, quando o balanço do clube o desmente. Paulo Nobre está anos luz do Belluzzo, tanto como pessoa como em caráter, pois quem tem caráter não muda de opinião igual pluma ao vento, seu Belluzzo na questão das cadeiras do Allianz Parque, das quais ele disse que o entendimento do Palmeiras era correto e dias depois mudou de opinião e foi denegrir o Palmeiras no programa do Neto e defender a construtora, desvio de caráter é isso e seu “grande” presidente tem, quebrou o país com o plano cruzado e quebrou o Palmeiras em dois anos.
            E você nunca vai perdoar quem tem o apoio do Mustafá? Hum, interessante o seu argumento… Então vamos lá: Afonso Dellamonica, cria do Mustafá (gritou muito pelo título Paulista, não?);
            Arnaldo Tirone (gritou muito pela Copa do Brasil, né?), cria do Mustafá e só entrou na presidência graças ao seu Belluzzo ter feito um péssimo mandato e nem conseguir um sucessor (aliás, o “jeniu” nem sequer participou da eleição e fugiu do seu dever como ex presidente, que era estar nas reuniões do COF), por sinal o Tirone estava ao lado do Pescarmona nessa eleição (lembrando não perdoar quem tem apoio do Mustafá);
            Wlademir Pescarmona, cria do Mustafá da década de 90 e em 1994, responsável por sumiço de dinheiro e aparelhos do Palmeiras, pediu demissão pra não arcar com as consequências e graças ao Mustafá, anos mais tarde conseguiu voto suficiente de sua chapa para virar conselheiro, pois só com os da UVB ele não conseguiria.
            Um candidato que sua chapa tinham gente com histórico de Estelionato, apropriação indébita, desvios diversos… Eita, quanta gente boa.
            Eu me divirto com as contradições dos fãs da UVB e desse discurso utópico (time forte com 30 milhões, ou a mentira do Cruzeiro investir 30 milhões esse ano, sendo que contrataram só pra recomposição sem custos de um elenco já montado em 2013, com muitos ditos “refugos”), os mesmos quando tiveram o poder quebraram o Palmeiras financeiramente para não levantar um caneco sequer, nem taça amistosa. Contradições e contradições, ali naquele antro quase não tem um candidato que tenha passado sua vida política sem o apoio do Mustafá. E seu candidato é horrendo, tão horrendo que todo Palmeirense sócio do clube, que não tem ligação com organizada ou sede no poder, não votou nele e o ST não votaria também… Afinal, ninguém em sã consciência considera o voto do sócio torcedor a presidente um DESASTRE, só o Pescarmona e seu grupinho… E aí, é só o Mustafá que pensa no social? Ah, só pra lhe lembrar… O próprio Pescarmona disse: “O Paulo Nobre sonha no sócio torcedor votando para presidente”… É, por mais erros no futebol, eu prefiro olhar os acertos e lembrar, graças a reengenharia nas contas do Palmeiras, 2015 será um ano com receitas e a Wtorre não vai nos roubar nossas cadeiras, arbitragem segue. Se você achava bom o Walter Torre vender todas cadeiras, eu não. Mais de 30 mil cadeiras do Allianz Parque são nossas e o ST tem o direito de usá-las, não um torcedor apenas alugando-as por ano, não quero ir ver o Palmeiras só quando o dono não tiver disposto a acompanhar.
            E mais uma, Afonso Dellamonica em 2006 só ficou na série A por conta da Ponte Preta ser pior, não foi por méritos da equipe em campo, ou seja… Não vi nada diferente de 2014. Mimimimi centenário, o nosso Centenário já foi arruinado com a saída do sr. Belluzzo da presidência, afinal, seu VP da época Salvador Hugo Palaia ao sair da cadeira de presidente disse com todas letras: “Tenho pena de quem assumir o Palmeiras”, ou seja, assumiu que os cofres foram devastados ali, em 2010.
            Diferente de você, torço por a gestão de 2015/16 ser boa, consequentemente vai ser bom para o Palmeiras. Se nem com Mustafá ou Tirone deixei de apoiar o Palmeiras, não é agora que entrou alguém que fez algo que pedia há muito, responsabilidade e tentar por a casa em ordem, mesmo que precisasse ficar 5 anos na merda, prefiro disputar o topo TODO ano e não apenas uma vez a cada 10 anos. Meu exemplo a seguir é o Inter, que de 2000 a 2005 se reestruturou e todo ano disputa o topo dos campeonatos (se ganha, é outra coisa do futebol, mas tá ali sempre disputando o topo). Ah, pra terminar… Não vem dizer que o Kalil é exemplo, tá? Senão, é mais uma contradição sua… Pois o Kalil entrou em 2008 no Atlético-MG, teve um centernada em 2009, brigou pra não cair em 2010 e 2011 e só em 2012 brigou pelo topo, teve tempo pra por a casa em ordem, o tempo que você não quer dar ao Nobre.
            Saudações alviverdes.

  • Luiz Antonio

    Palavras sensacionais da Tania Clorofila. Palmeiras deveria contratá-la para ser a interlocutora com a imprensa e esse artigo deveria ser uma carta aberta e ser entregue ao Presidente Paulo Nobre. Parabéns!

    • Obrigada, Luiz Antonio.
      Mas, pelo tanto que brigo com a imprensinha, acho que ela não gostaria que isso acontecesse. rsrs

      • FABIO

        tania concordo com o luiz antonio

        • FABIO

          tania outra coisa o marcel nao e palmeirense nao ele deve ser um desses socios curithianus

        • Obrigada, Fabio.

  • Marco

    Em relação as questões financeiras, os argumentos e fatos apresentados sobre a gestão Belluzo já são mais do que suficientes.

    Quero tratar de um ponto onde muitos inocentes úteis ficam endeusando esse ex presidente, como se fosse ele um especialista em futebol e sobre FUTEBOL posso argumentar com tranquilidade.

    Em termos de futebol, Belluzo foi um dos presidentes mais incompetentes que esteve à frente do Palmeiras e quem defende sua gestão é tão míope quanto ele, em futebol.

    Belluzo deu provas irrefutáveis de sua falta de competência esportiva e da sua falta de malícia para comandar o Departamento de Futebol de um clube.
    Podemos listar uma série de fatos que indicam seu amadorismo, alguns deles verdadeiras pérolas de sabedoria para o esporte.

    A primeira delas poderia encerrar as discussões sobre ele, sem precisar começar. Considerava Juvenal Juvêncio e Juka Kfouri pessoas amigas. Não é preciso argumentar sobre isso.

    Nessa mesma linha julgava o SPFW clube co irmão. Outra situação para encerrar qualquer discussão.

    Apoiou a implosão do clube dos treze, sem perceber o que estava fazendo. Foi alertado sobre isso para tomar cuidado com Andrés Sanches, mas não deu ouvidos.

    No futebol, não aceitava e condenava os pedidos para defender o clube nos bastidores, com seu raciocínio limitado para o futebol de quem julgava a defesa nos bastidores como algo ilegal ou fora da ética, como se não houvessem ações legais e dentro da ética esportiva para se tomar em defesa da instituição que presidia.

    Corou sua brilhante visão sobre bastidores ao transformar de vilão em vítima o soprador de apito Carlos Simon, ameaçando-o de agressão publicamente.
    Falou depois do leite derramado por sempre ter se recusado a agir (antes dos fatos) quando era alertado.

    Colocou o acordo pessoal com o fraquíssimo diretor Gilberto Cipullo à frente dos interesses do clube, mantendo o citado diretor no cargo, mesmo percebendo que este acumulava besteiras em cima de besteiras.

    Na troca de treinador, optou pela grife, trazendo um treinador caro, sem identificação e retranqueiro para comandar o time arrumado do Palmeiras. Não teve a sensibilidade e o conhecimento para entender que naquele momento, devido ao grave problema pessoal enfrentado pelo então treinador Jorginho, o elenco jogaria por ele. O goleiro Marcos declarou tempos depois que se o dinheiro gasto com o Muricy foi empregado em premiação, o time ganharia o título.

    O retranqueiro Muricy, o treinador de grife como gostava o então presidente e a parte elitista da nossa torcida, conseguiu a façanha de ganhar apenas um dos vinte e um pontos disputados no segundo turno, contra os sete piores classificados. Tivesse ganho um terço desses pontos, o time seria campeão. Ele perdia um meia ou um atacante e já enchia o time de volantes e zagueiros, mostrando covardia aos adversários. Até o famoso quem, Carlinhos Bala, tripudiou sobre o Palmeiras.

    Fala-se muito que o Palmeiras disputava títulos com ele, não é verdade, o Palmeiras passou a perder títulos com ele, pois as equipes que passaram a disputar títulos foram formadas em 2007 e 2008. Com Belluzo, iniciou-se o declínio.

    Sua administração foi “coroada de êxito” com a eleição de seu sucessor, Arnaldo Tirone, que não enfrentou ninguém indicado por Belluzo, pois este candidato existisse, na época, seria derrota certa.

    Na prática, tivemos a “felicidade” de ter Tirone como presidente e Frizzo como diretor de futebol graças à dupla Belluzo/Cipullo.

    Mas Belluzo sempre foi amigo de blogueiros, de jornalistas formadores de opinião e quando mais passa o tempo os fatos se apagam e fica a propaganda. Igual a um ex-treinador que falava sempre em ética, futebol limpo, enquanto o clube que dirigia mandava esburacar o próprio gramado para o Palmeiras não fazer a festa de um título por lá.

    E com o tempo, ao analisar erros das gestões posteriores a dele tentam reescrever a história como se naquela presidência tivesse sido tudo perfeito.

    Os erros da gestão de Paulo Nobre não significam a canonização da gestão Belluzo, pois querendo ou não, acarretam consequências até hoje.

    Para concluir, domingo teremos um jogo da vida, uma partida que vai decidir nosso futuro. Será que todos os palmeirenses vão torcer para o time se salvar na competição?

    • Então, né Marco? Falar o que? Eu gostava do Belluzzo, o admirava, e foi difícil ter que enxergar a realidade do que foi a sua gestão. Mas os fatos foram falando por eles mesmos.
      Mas sabe o que mais me espanta? Muitas pessoas que o endeusam agora, o criticavam duramente quando Tirone era presidente. Tinham mil e um argumentos para dizer que a sua gestão tinha sido um horror. Que algumas contratações tinham sido irresponsáveis, outras tinham sido muito ruins. Tenho vários e-mails guardados com essas críticas, algumas até bem injustas. Havia quem dissesse que Tirone era muito melhor.
      E nada aconteceu para que ele passasse a ser o “Sr. Perfeição” de hoje, a não ser ele mudar de “partido” no Palmeiras. Num passe de mágica, essas mesmas pessoas esqueceram tudo que tinham contra ele, e ele virou o “Belluzzão”…
      O que mais me chamou a atenção nisso tudo, e que me abriu os olhos de vez em relação a ele, foi ele declarar, há um bom tempo atrás, que o Palmeiras estava certo no que pleiteava em relação às cadeiras, e, agora em 2014, mudar completamente de discurso, e ter a desfaçatez de ir no programa do Neto – que tanto escracha o Palmeiras e as coisas do Palmeiras – falar sobre isso e fornecer cópias de documentos. Palmeirenses contra o Palmeiras… Achei isso muito podre, assim como achei podre a mudança radical de opinião em relação às cadeiras do Allianz.
      E ainda bem que tudo isso é em prol da SEP… imagina se não fosse.

      E, acredite, por incrível que pareça, há “palmeirenses” que torcem contra o Palmeiras sim.

  • Jair

    Marco
    Você fez a melhor definição do Belluzo que eu li até hoje. PERFEITO.
    Sobre o Sr. Gilberto Cipullo, tanto você quanto eu não podemos falar nem mais uma palavra das milhões que gostaríamos de falar sobre esse senhor!

  • Fedato Palmerista

    Não sei o que passa na cabeça de um cidadão sair de sua casa pra ir votar no Mustafá e sua corja .
    Qualquer candidato seria melhor que o Paulo Mustafá Contursi Nobre .
    Se o Palmeiras estava falido no inicio de 2013, imagina agora com mais o deficit de 40 milhões dos ultimos 2 anos.
    O Nobre conseguiu ser pior que o Tirone, não duvido que consiga ser pior que ele próprio nos próximos 2 anos .
    Espero sinceramente queimar minha língua, mas é muito pouco provável .
    E o tal ex-jogador mencionado, foi somente um grande ídolo da segunda academia, o melhor Palmeiras de todos os tempos .

    • Fedato, quanto a vc achar que o outro candidato seria uma boa opção, é a sua opinião, e ela deve ser respeitada, assim como devem ser respeitadas as opiniões contrárias à sua. E, como ele foi eleito, acho que todos nós, tenhamos a posição que tivermos, devemos torcer pelo seu sucesso.

      O Palmeiras estava mesmo falido, sem dinheiro até para pagar a conta de água, e agora não está mais. A dívida que tem com o presidente vai ser paga durante um bom tempo e com juros de 1% ao mês. Nenhum banco emprestaria dinheiro ao Palmeiras nessas condições. Se tivesse algum que fizesse isso, até eu arriscaria um empréstimo.

      Quanto ao ex-jogador, ele foi ídolo sim, na verdade, ele É ídolo do Palmeiras. Faz parte da história de glórias da SEP. Mas isso não dá a ele, e a nenhum outro ídolo, “imunidade parlamentar” que o qualifique para cargos administrativos do Palmeiras. Como diria Avalonne, “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa”. E dizem sim, que ele é flamenguista. Se é mesmo, não posso afirmar, mas também me surpreendi com a informação.

      • Fedato Palmerista

        Pois é Tania,
        Espero que o Paulo Nobre queime a minha língua em sua nova gestão .
        Qto ao Cesar Maluco, só não acho justo ” xingar ” o cara de flamenguista sem ter certeza .
        E que San Genaro nos ajude neste domingo .

        Abs.

        • Fedato, eu não xinguei o ex-jogador. Apenas disse “tinha o ex-jogador, que dizem ser torcedor do Flamengo”. E é verdade que dizem mesmo, já ouvi isso em outras oportunidades não eleitoreiras.

          Agora, quanto a San Genaro, espero que ele ajude o Dorival a nos ajudar. Se nosso técnico escalar melhor o time, já será meio caminho andado.

          Vamos ganhar!!

          Abs.

          • Ricardo

            dizer que “disseram” é uma das técnicas mais surradas de tentar denegrir alguém. Ademir da Guia também seria flamenguista???? Ou vc acha que ele nasceu em Bangu palmeirense.
            Adoro seu blog, mas as técnicas surradas da base aliada mustafenta parece estar cegando os verdadeiros palmeirenses, encantamos pelo pobre e não nobre discurso financeiro. A dívida aumentou nesta gestão e o time foi uma vergonha!!!! O centenário foi uma vergonha!!!! A estréia no estádio foi uma vergonha!!! A única que perdemos em alguma estreia do “Parque” Antártica.

            a propósito, foi triste na eleição ouvir sócio, no bar do tênis, bradando que era curintiano sim e ía votar no nobre. Foi triste ver pilhas de quitação de mensalidades na entrada das mesas de recepção de eleitores!!!

            Enfim, sem acreditar, vamos esperar que se administre o Palmeiras como o gigante que é. E ficarei muito feliz se o Palmeiras ressurgir em 2015… Falo ressurgir!!!!! e não melhorar em relação a esse nada que foi a primeira gestão! Na minha opinião!!! de Palmeirense acostumado a ser imponente e não mendigante.

          • Pra vc ver, Ricardo, depende do lado para o qual se olha. Eu fui ofendida no twitter, por um militante de um grupo da oposição, simplesmente porque comemorei o gol de empate do Palmeiras contra o Inter. Fiquei com a impressão que eu tinha que ter torcido contra o Palmeiras, veja só. E esse nem corintiano é, diz que é palmeirense…

            Quanto ao time do ex-jogador, se eu disse que ouvi falar, é porque eu ouvi falar sim. E mais de uma vez, em ocasiões que nada tinham a ver com as eleições. E foi exatamente o que disse aqui, que ouvi falar, não fiz afirmação alguma, diferente de você que afirma que isso é uma tática para denegrir alguém – me esclareça, por favor, porque posso estar entendendo errado, você está imputando a mim a utilização dessa tática?
            Não preciso e não costumo inventar nada sobre ninguém. Ele é ídolo do Palmeiras sim, mas, isso nada tem a ver com política, e o fato de ser um ídolo, de ter jogado num grande time do Palmeiras, não o qualifica, tampouco o desqualifica, para fazer parte da administração do clube. São coisas distintas.
            E, me tire uma dúvida, por favor, por qual chapa ele costumava sair candidato ao conselho antes? Era a Palmeiras Forte, ou estou fazendo confusão?

            Mas a eleição já acabou, né? Cabe aos palmeirenses agora assimilarem o resultado das urnas, para que se torne real a “união”, que foi tão decantada na campanha.
            E, assim como você, eu também espero que o Palmeiras seja administrado de acordo com o tamanho que ele tem, espero que ele ressurja em 2015, que volte a disputar títulos, e não que apenas participe honrosamente dos campeonatos (e há um bom tempo, nem isso estamos fazendo). Nossa cota de vergonhas futebolísticas já está mais do que completa, e vem de muitos anos. Não precisamos de mais.

          • Ricardo

            Esclarecendo …

            se vc ler com atenção, vai perceber que, a despeito de opinião diametralmente oposta quanto à política do clube, disse que admiro seu blog, consequentemente a autora, e portanto não atribuo a você a tática. Atribuo ao jeito de fazer política no país, quando, ao invés de se apresentar e discutir propostas e ideias, se tenta denegrir os adversários e não suas propostas. E isso de ambos o lado. na política do país ou do clube. E muitas vezes se repete, se repete e se repete. E raramente vemos documentado. ok?

            De minha parte, e opinião minha, a gestão foi péssima e não confio nada no lado que mustafá está. Mesmo que os conselheiros palmeirenses mudem e se associem a ele em diferentes momentos, sempre vou considerar que o certo está lado oposto ao dele. Torci por Nobre quando mustafá apoiou tirone! Mas não consigo, até agora, vê-lo desgarrado da aliança e mentalidade do presidente da segundona.

            Nunca torci contra o Palmeiras, e não foi agora na gestão finda e nem será na nova (2015-2016). Infelizmente idiotas existem em todos os lados e grupos e assim considero quem foi agressivo e infame com vc no empate contra o inter. De minha parte, exceto ocasiões ridículas no clube, que eu presenciei, nunca vi um palmeirense na arquibancada torcendo contra. Embora tenha idiotas que vaiaram e xingaram o Valdívia.

            100% de concordância com seu último parágrafo.

            Para deixar claro, o fato de eu discordar, mesmo enfaticamente por vezes, não me faz considerar que os que pensam iguais ou aliados só têm virtudes e os que pensam diferentes ou circunstancialmente estão sempre errados.

            Ah! E na maioria das vezes concordo com vc!

            queria acreditar na união, mas nossa história recente me faz ser reticente. Teria que haver a intenção dos que ganharam e dos que perderam.
            Teriam todos que pensar no só no Palmeiras e não em si.

            abs e sucesso a vc e ao nosso gigante Palmeiras!

          • Ricardo, eu tinha ficado em dúvida se era pra mim ou não o “se utilizar da tática”. E foi por isso que te perguntei, para não tirar uma conclusão errada.

            Vc tem razão quanto ao que diz sobre não haver só virtudes de um lado e só defeitos do outro. Todas as pessoas possuem virtudes e defeitos. Umas, mais de um; outras, mais de outro. Nós é que acabamos selecionando as pessoas de acordo com o que nos agrada mais, ou de acordo com o que nos desagrada. E assim, surgem as pessoas das quais gostamos, e as outras, das quais nos afastamos. As discordâncias vão sempre existir, e acho que são saudáveis quando nos levam a pensar sob outro ponto de vista, a enxergar os dois lados da “moeda”.

            Também queria acreditar na união, mas pena que as intenções nasçam e morram intenções. Elas nunca crescem o suficiente para virarem ações. Mas eu não perco a esperança que chegará o dia em que todos pensarão no Palmeiras primeiro.

            Um abraço.

  • FERNANDO S.J.RIO PRETO

    Tantos comentários a respeito do próximo jogo do verdão que na verdade nós palmeirenses que deveríamos sim acreditar em nossa equipe ficamos dando vazão e repercurtindo imprensa tendenciosa e voltada em um único objetivo: prejudicar o verdão. É inadmissível tudo isto, se atlético vem com misto ou não, cabe tão somente ao verdão fazer o que deve ser feito e esquecer o que vem da imprensa e do adversário, temos que focar em nosso objetivo. Temos que fazer nossa parte como torcedores palmeirenses, incentivar e apoiar incondicionalmente, você palmeirense diga não a imprensa suja e tendenciosa, o primeiro passo é não ser elemento multiplicador de más notícias e inverdades, ou você gosta de ver o caos em seu clube? Me perdoe, se isto for, você não pode se dizer torcedor palmeirense.
    “ACREDITO E SEMPRE ACREDITAREI NA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS”

  • FABIO

    TANIA VC NAO ACHA QUE TA NA HORA DE DEMITIR DORIVAL JR ELE NAO PODE FICAR E DEIXAR JOGADORES ARGENTINOS IREM EMBORA ESPERO SUA OPINIAO SOBRE ESTE ASSUNTO E UM GRANDE ABRAÇO

    VAMOS GANHAR DOMINGO SE DEUS QUIZER UM ABRAÇO

    • Fabio, quando Dorival começou, ele até deu outra cara pro time, mas, de uns tempos pra cá, é sofrível como ele escala e substitui. Por exemplo, num jogo em que estamos perdendo, no qual Wesley não está jogando nada, ele tira o cara e coloca o Mazinho. A mudança não surte efeito e o Palmeiras perde. No jogo seguinte, ele repete a escalação e a substituição… e o Palmeiras perde de novo. E mesmo o time não sendo uma Brastemp, algumas opções melhores acabam ficando no banco.
      Eu preferiria que ele saísse.

      • DU PALESTRA PALMEIRAS

        E o que falar dos argentinos na reserva???
        Para mim isto está errado.

    • Marco

      Deveria ter sido demitido há uns três jogos, no mínimo, mas agora, na sexta ou no sábado antes do jogo decisivo seria suicídio.
      Agora é unir forças em relação ao time, cobrar do Dorival que não faça besteiras e na segunda feira, vida nova.

  • FERNANDO S.J.RIO PRETO

    Agora não é hora para mudança de técnico, quando fizeram deveriam sim ter feito uma melhor escolha, concordo que o mesmo está queimando os jogadores Mouche e Cristaldo bem como Allione que deveria ser titular faz tempo, estes jogam com garra e determinação, coisa que falta a muitos outros que não merecem fazer parte do elenco. Na segunda espero que com a permanência na elite a reformulação comece com a troca de técnico e muitos profissionais deixem o clube para que aqueles que permanecerem façam deste um novo começo para que tenhamos sim um outro fim, na verdade o Palmeiras e todos nós verdadeiros palmeirenses não merecemos passar por tudo isto.

  • DU PALESTRA PALMEIRAS

    Fico triste, pois sinto que ‘perdemos’ ja com a reeleição do pn.

    Estou confiante para amanhã, não penso SER REBAIXADO em nosso Centenário.

    SINTO-ME UM OTÁRIO com as atitudes destes dirigentes e alguns pernas de pau…
    Até quando seremos humilhados???

    AVANTI PALESTRA !!!!!!!!!

    • Marco

      Hoje é um dia onde todos os palmeirenses deveriam dar atenção total ao jogo que define o futuro da INSTITUIÇÃO S.E. Palmeiras.
      Teremos muito tempo para fazer observações sobre a gestão do clube e sobre o que precisa ser acertado.

      Quanto à eleição, será que se Adolph Hittler fosse vivo e se candidatasse ao cargo de primeiro ministro de Israel ele seria eleito?
      Não sendo eleito, teria lógica reclamar da derrota?
      Claro que essa é uma comparação exagerada, mas é didaticamente proposital. Serve para mostrar para quem pretende ganhar uma eleição que é preciso conhecer muito bem o colégio eleitoral que escolhe o candidato.
      Qualquer observador externo, não envolvido emocionalmente na disputa, saberia que as chances da oposição vencer essa eleição eram nulas em função do candidato escolhido. A oposição nunca teve tantas condições favoráveis para vencer a eleição no Palmeiras, não soube enxergar e pediu para perder.
      Caso tenha um projeto alternativo de administração para o Palmeiras deveria trabalhar nesses dois anos na divulgação desse projeto, de maneira responsável e não fazendo jogo contrário ao clube. Quando chegar o período eleitoral saber escolher melhor seus candidatos à presidência e às vices presidências.
      E o ponto mais importante, um clube não pode viver todos os seus dias em campanha politica, agora é hora de exercer a administração e tocar a vida.
      O primeiro passo deveria ser todos juntos pelo resultado de hoje.