NEM O ALLIANZ PARQUE ESCAPA DO “DOIS-PESOS-E-DUAS-MEDIDAS”

Depois de ter vetado a primeira partida do Palmeiras no Allianz Parque, o que fez com que a estreia da nossa arena fosse adiada para 19 de Novembro, quando o Palmeiras enfrentará o Sport, a nossa “querida” PM – a mesma PM que liberou o Esmolão, ainda EM OBRAS -, tirou 4 mil lugares do Allianz Parque. Lugares dos torcedores palestrinos.

Eu explico… Embora o Allianz Parque tenha conseguido um alvará para 43 mil lugares, depois da última vistoria em nossa arena, ele perdeu quatro mil desses lugares. Sim, 4 mil cadeiras serão inutilizadas, e a  lotação máxima do Allianz passará de 43 mil para 39 mil pessoas, por causa de uma determinação da Polícia Militar (só para o Palmeiras é essa encheção de saco. Cada hora inventam alguma coisa. Faça as contas de 4 mil lugares a menos em cada partida, e calcule o prejuízo e transtorno que isso trará). 

De acordo com a WTorre, construtora do estádio, a decisão tem a ver com a preocupação da PM com a segurança da torcida visitante. Na avaliação feita para liberar a arena para a inauguração, os órgãos de segurança pública chegaram à conclusão de que deveria haver um maior distanciamento entre os assentos e determinaram que fossem colocadas barreiras físicas, além de determinarem a inutilização de quatro mil assentos nas proximidades dessas barreiras.

A WTorre já providenciou grades para o local, o que provavelmente fará com apareçam alguns “pontos cegos” na arena. No entanto, o Allianz Parque foi projetado para não ter separação física, como determina o Caderno de Especificações da Fifa, e também para que a visibilidade seja total de qualquer de um dos seus 43 mil assentos. Portanto, não há pontos cegos em nossa arena, ou melhor, não havia, até a PM interferir e determinar a colocação das barreiras físicas.

Aí, eu fico pensando… de que adianta fazer um estádio padrão Fifa, sem dinheiro público, diga-se de passagem,  se a PM exige que as normas da Fifa não sejam respeitadas, que a arena “padrão Fifa” seja apenas padrão tupiniquim? E porque não temos uma justiça que funcione, de verdade, com os briguentos, com os violentos dos estádios,  que não representam nem 15% da capacidade total de público, todos os outros torcedores acabarão sendo punidos? 

Pega-se uma arena como o Allianz Parque, considerada a mais bonita e moderna do mundo, e faz-se com que ela funcione como se fosse o Brinco de Ouro? Não faz sentido algum, não há bom-senso algum nisso.

Até quando vamos ser tão atrasados no Brasil? Até quando as medidas todas serão tomadas em função desse atraso de mentalidade, desse atraso de educação? Até quando a violência entre torcidas será apenas evitada ao invés de ser efetivamente combatida?

E cá entre nós, quando é que as exigências serão igualmente rigorosas para todos os clubes?

Na semana passada, o Palmeiras não conseguiu permissão para inaugurar o Allianz Parque (lindo o nome dele, né imprensinha? ALLIANZ PARQUE!! Decora aí, para parar de falar “arena do Palmeiras”, tá?), agora, não pode dispor de todos os lugares – quatro mil cadeiras é muita coisa pra se perder, né?

E foram os mesmos órgãos de segurança pública que permitiram que um estádio fosse inaugurado assim, em obras,  sem ter todas as arquibancadas…

imagem-arenas1

Mas proibiram o Allianz Parque de ser inaugurado assim:

imagem-arenas3a

Vai entender os “critérios” dessa gente, não é mesmo?

E se fosse só isso… Na verdade, uma tonelada de exigências têm sido feitas ao Palmeiras desde que ele apresentou o projeto de reforma do Palestra. Pra se iniciar a construção do Allianz foi um parto, à fórceps, enquanto que o “istádio dos 4 Tobogãs”,  por exemplo, pôde começar a ser construído mesmo sem ter um projeto. E, enquanto os órgãos de segurança pública e as autoridades faziam vistas grossas para um estádio construído em área de dutos da Petrobras, para o Palmeiras,  até um laudo sobre os efeitos das buzinas, na região do entorno da arena, era necessário para que as obras tivessem continuidade.

Não dá para entender essa má vontade/implicância com um e a tão boa vontade com outro…

E aí, fica a pergunta:

A PM, que tirou 4 mil lugares do Allianz Parque, para o “perigosíssimo” jogo de estreia do Palmeiras diante do Sport, é a mesma PM que aceitou essa divisão de torcidas mandrake, feita “nas coxas”, e sem segurança alguma,  para o confronto de maior rivalidade do país, o  primeiro dérbi do Itaquerão?

divisão-torcida-Itaquerão1

Que coisa, não?

O Allianz Parque, a arena mais moderna e bonita do planeta, é padrão Fifa, mas o “dois-pesos-e-duas-medidas” utilizados pela PM é padrão “Desafio ao Galo”, né?

E pensar que, em 2012, houve até um projeto que objetivava fortalecer o futebol nacional e fazer do Brasileirão 2015, o melhor campeonato do mundo…

http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/2012/05/29/por-um-futebol-melhor-um-projeto-de-responsa/

E pensar que, naquela ocasião, se falava em “um momento importantíssimo na construção de um futuro do nosso futebol”…

Parece que não vai dar, né?

  • Gaetano

    É por essa razão que parei de comentar e o faço agora por respeito a você que faz representar toda a nossa indignação.

    • Gaetano, muito obrigada pela consideração.
      Quanto a parar de comentar, se pararmos de falar e comentar… eles vão adorar!!
      Não podemos.

  • ednei

    Tania para tudo!
    4 Tobogãs,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Essa é a maior do ano.SENSACIONAL!

  • Marco

    E mais, está PROIBIDA a colocação dos escudos do Palmeiras nas colunas laterais do estádio.
    É preciso atender a lei da “Cidade Limpa”.
    Escudo do time é publicidade para nossas otoridades.

    Continuo não esquecendo dos ilustres jornalistas que se dizem palmeirenses, aqueles que nunca abrem a boca, a não ser para ter a sua boquinha.

    • Marco,

      Essa do escudo eu não sabia.
      Que vigarice, meu Deus!!

      E quanto aos jornalistas que se dizem palmeirenses, eles “estão em outra”, e não se importam com o que fazem de ruim ao Palmeiras.

  • Marco

    Vamos acompanhar muito de perto a conduta do STJD e do seu procurador neste caso de denuncia do Ministério Público no caso Lusa.
    Também deve ser acompanhada a conduta daquele tipo de jornalista que se auto denomina sério e profissional, aquele que diz praticar o jornalismo consciente e ético.
    Caso se comprove que alguém recebeu, será certo que alguém pagou.
    Então, queremos saber quem pagou? E se pagou, qual será a punição?

    • Como é de praxe no Brasil, haverá crime, mas não haverá criminoso… sou quase capaz de apostar nisso.
      Mas vamos acompanhar sim, e muito atentamente.

  • Felipe

    Não sei porque estão bravos por ter tirado 4mil lugares, o tempo é o Sr. da razão. Vocês Verão que com esse elenco e esse Playboyzinho , não vamos por nem 30mil por jogo, se der uns 15mi na média geral. A torcida da SEP esta parando de ser otária. A respeito da PM, devemos agradecer a ela, visto que inauguraríamos nossa Arena com uma derrota para o reserva dos galinzés. Obrigado PM por ter tirado mas esse vexame da administração porquinho rosa.

    • Felipe, estamos bravos porque o clube para o qual torcemos está sendo prejudicado com essas medidas.
      E vc, por não gostar da administração do clube acha que todo o resto está certo?? O.o

      Então, tá…

  • FABIO

    tania mais uma vez adorei tudo que foi falado por vc

  • FABIO

    tambem quero aconpanhar as denucias sobre o rebaixamento da lusa nao sei sse posso falar mais acho que todo mundo sabe quem pagou pra segurar o flamingo e serio ;(flamingo)na serie A

    • Fabio,

      Também quero acompanhar, mas já sabendo que não vai dar em nada, como não deu o caso do Petros, escalado irregularmente.
      O mais surreal é o pessoal fazendo de conta que não sabe quem pagou, né?

  • Gustavo Aroni

    Oi Clorofila. Será que na Vila Belmiro , por exemplo, existem 4 mil lugares separando os torcedores locais dos visitantes?

    • Oi, Gustavo. Muito provavelmente não fazem o mesmo na Vila Belmiro. Mesmo porque, a Vila Belmiro não comporta nem 20 mil pessoas.
      É só com o Palmeiras essa aporrinhação toda.