VALDIVIA… A “BRUXA” DOS INQUISIDORES “JORNALEIROS”

Eu sempre me questionei se os motivos da perseguição da imprensa esportiva a Valdivia – desde 2007 – eram apenas ranço dos jornaleiros gambás e bambis pelos desgostos que ele já havia lhes proporcionado, balançando, ou ajudando a balançar as redes dos seus times; se era ranço por ele ter devolvido as provocações que lhe foram feitas, por ter sempre uma resposta pronta para as levianas perguntas que muitas vezes lhe são feitas; se era fruto da costumeira perseguição ao Palmeiras… ou se tinha algo mais…

Ultimamente, a impressão que tenho é que como ele é o jogador que faz o Palmeiras ter mais qualidade em campo – e isso é indiscutível -, como ele pode ser o diferencial para o Palmeiras sair dessa situação  (jogar num time cheio de craques é fácil, benhê, ser o único craque do time é outra história), os “torcedores adversários profissionais de imprensa”, desejosos de ver o Palmeiras mais fraco, não economizam nas “tintas” com que pintam o jogador de bandido…  e por qualquer motivo.

Isso, sem contar os interesses dos politiqueiros – e tem muita gente da imprensa que ajuda nisso – pois se o Palmeiras escapar, vai atrapalhar os planos de eleição de alguns… e se Valdivia pode ajudar o Palmeiras a escapar… pau nele!

Seja qual for o motivo oculto nisso (deve ser tudo junto e misturado),  tudo o que se faz contra um jogador do Palmeiras, seja ele quem for,  se faz contra o Palmeiras, não é mesmo? E deve ser por isso que, jogar a torcida palestrina contra o cara que pode ajudar o time a escapar, passou a ser o passatempo principal de alguns (a torcida cai como um patinho na artimanha dos “imprenseiros” torcedores de times rivais do Palmeiras)…

E a “press”, do alto dos seus “benjaminianos” e “norieguenses” comentários, com seus “jucas” todos, está tão ávida por ver o Palmeiras queimar a sua única esperançazinha, ávida por execrar e “demonizar” o craque do Palmeiras (sim, ele é o craque do time, o único), que esquece o que lhe é pertinente como imprensa esportiva, e passa a atacar o caráter do jogador (será que a imprensinha não tem vontade de questionar o caráter de alguns dos seus “profissionais”?), jogando definitivamente a ética e o profissionalismo no lixo – nem falo dos diplomas de Jornalismo, uma vez que nem todos os “jucas” os possuem.

E seja para elogios ou para críticas, há que se ter o mínimo de coerência. Senão, fica parecendo vigarice, como aqueles paspalhos torcedores, que se dizem promotores do STJD, andam fazendo parecer. Parabenizam um jogador que xinga a CBF na TV, em horário nobre, mas puniram Deola um dia, por ele, nas entrelinhas de um tweet, fazer uma crítica à FPF; punem o gandula do Palmeiras, mas a gandula, que chamaram de gostosa, e que fez o mesmo que o gandula do Palmeiras fez, não recebeu punição alguma; absolvem pisões de uns, punem o do Mago; dão dois jogos para o Airton, que pisou a cabeça de Pato; mas querem aumentar a pena de Valdivia… Quanto abuso de poder (tá na hora dos torcedores se unirem e reclamarem desse tribunal na Fifa. Tá na hora dos torcedores pararem de jogar o joguinho dos “imprenseiros”)!

Na última, e desastrosa, partida do Palmeiras, quando ele tomou 3 gols em 4 minutos, e foi derrotado pelo Figueirense, Valdivia, quando o Palmeiras vencia por 1 x 0, perdeu um gol (outros jogadores também perderam), por preferir passar a bola para o atacante ao invés de finalizar. A imprensinha tratou de eleger só o gol perdido por Valdivia como o motivo causador da derrota (ele foi um dos motivos, mas não “o” motivo). E esqueceu/isentou as vaciladas da nossa defesa e do nosso goleiro, que propiciaram três gols ao adversário.

“Culpa”, “culpado”, “erro” e “irresponsabilidade” era o que mais se lia nos portais…

 

culpa-Valdivia-CapaGE

culpa-Valdivia-Noriega culpa-Valdivia-Nota culpa-Valdivia culpa-Valdivia1

 

Culpa-Valdivia-UOL

(O Corinthians não chuta… quem não chuta?)

 

No entanto, na derrota do São Paulo para o FluminenC, derrota que reduzia muito as chances de título do clube paulista, as manchetes não traziam culpado algum. Isenção total para os jogadores, mesmo com muitos erros cometidos. Mas, se formos seguir a lógica ridícula dos “imprenseiros”, esses culpados existiram sim…

culpa-bambis-Ceni-nota

Três bolas foram no gol, e entraram… o goleiro aceitou as três… Imagina se esse goleiro fosse um certo chileno que conhecemos?

culpa-bambis-defesa

A defesa tomou 11 gols em 4 jogos… “ah, mas pela proposta ofensiva do time é é normal tomar mais gols…” Bulllshit!! Enganation! Além disso, ninguém dessa defesa inoperante tem nome??

O Palmeiras perde, e a culpa é do Valdivia, que não fez um gol… o São Paulo perde e a pontaria é ruim… pontaria de quem? Onde estão os nomes? Se a torcida não ler nome algum, ela não fica brava com ninguém em especial, né?

culpa-bambis-ganso-pato

Uma partida horrorosa dos bambis – mais uma -, no título da notícia fica só parecendo um acidente. E primeiro vêm os “dribles bonitos” só depois a pontaria ruim e os vacilos (leia-se “erros”) na defesa…

A notícia diz: “Ganso e Pato trocaram dribles bonitos, mas na hora de colocar a bola na rede deixaram a desejar”… mas o Valdivia é irresponsável, bandido, criminoso, palestino, vai morar na Faixa de Gaza, só porque perdeu um gol, mas, os jogadores bambis, com seus dribles e erros na hora de finalizar, tudo bem?

imprensa-canalha5

culpa-bambis-ganso

 

Imagina o meia do Palmeiras não criar absolutamente nada, e errar 11 passes num jogo em que seu time foi derrotado e vê a disputa do título acenando adeus? Imagina o “custo x benefício”?

Mas “Ganso é o principal maestro (!?1?) do time, é natural que esteja mais exposto ao erro” diz a notícia… Valdivia, que é o principal jogador do Palmeiras não está mais exposto ao erro por esse mesmo motivo? E olha que o Ganso tem a companhia de vários medalhões; Valdivia não tem!

Você percebe o joguinho de palavras para se “dourar a pílula de um”, e “desdourar a do outro”?

Culpa-bambis-Kaká

 

imprensa-canalha6

Kaká, o cara de seleção, que jogava na Europa (ninguém queria mais ele lá), medalhão, saiu na cara do goleiro e perdeu um gol tentando dar passe de calcanhar? E quando o jogo estava 0 x 0. Quem perde gol quando pode dar uma vantagem ao seu time não é irresponsável, culpado?  Ele não é irresponsável e nem culpado, “press”? Por que ?

E o Pato, que preferiu tocar para Kardec?

 

Culpa-bambis

E eles não têm culpa alguma pela derrota dos seus times… como adjetivar essa imprensinha?

 

E nem no jogo dos “itakeras”, que se distanciou do G4,  teve culpado… a imprensa isentou/aliviou pra todo mundo…

culpa-gambá-Elias1

O time perde, por 1 x 0, por um pênalti infantil cometido por Elias, e ele só prejudicou… não foi “culpado”, “irresponsável”, não carregou a culpa pela derrota…

 

culpa-gambá-Elias2

 

O pênalti foi infantil, a tarde decepcionante… tadinho do Elias, né? Culpado mesmo é só o Valdivia…

culpa-gambá-Malcom-Guerrero

Nossa, o Malcom correu na partida, mas “faltou precisão”  (faltar precisão é o mesmo que “errar na hora do chute”)…  o Guerrero (ele perdeu um gol feito, você verá a seguir) foi uma vítima na derrota… tadinho x 2.

Culpa-gambá-Malcom

 

Olha só… o Malcom ao invés de chutar para o gol, tentou passar para o meio da área (!?) e, ainda por cima meteu a mão na bola, estragando a possibilidade de gol… mas irresponsável e culpado pela derrota é só o Valdivia mesmo…

 

 

Culpa-gambá

Os “itakeras” perdem, se afastam do G4 (na ocasião, tinham ido para 7º lugar), Guerrero fura na hora de chutar a gol, perde a melhor chance na partida, e tudo bem? Culpado mesmo é o Valdivia, aquele “bandido”, “irresponsável”…

Ah, mas o Palmeiras está numa situação pior, por isso falam só do Valdivia…

É???

2013, gambás e bambis, rondando a zona de rebaixamento durante o campeonato todo, se enfrentaram (acabariam a 4 pontos da degola, mesmo com algumas ajudas da arbitragem). Ceni perdeu uma penalidade, e Sheik perdeu um gol cara a cara com o goleiro, “pecou pela falta de pontaria”. Um resultado bem ruim na ocasião para as duas equipes.

GolPerdido-Sheik

 

E aí, a gente lembra do goleiro Barbosa, da Copa do mundo perdida para o Uruguai em 1950, que virou e foi “bandido”, “culpado” até morrer, por causa de uma falha na final…

E aí, a gente lembra do Zico, ferrando o Brasil nas quartas-de-finais da Copa de 86, porque bateu mal uma penalidade, que colocaria o Brasil à frente do placar… lembra de  Sócrates e Júlio César, que fizeram o mesmo na disputa de pênaltis ocasionada pelo erro anterior de Zico… e não teve nenhum bandido, nenhum culpado… nenhum irresponsável…

É a imprensa esportiva (e não só a esportiva), fazendo você gostar e odiar quem ela quer que você goste ou odeie…Fazendo você achar o que ela quer que você ache…

Valdivia é cai-cai, Neymar é vítima das botinadas… Valdivia é irresponsável (Edmundo, Diego Souza, Vagner Love, até Alex(!!) também eram um monte de coisa); Luís Fabiano precisa de psicólogo, Sheik é admirável, Ganso é maestro… Henrique erra a finalização;  Pato perde o gol por causa do gramado (gramado feio, bobo e malvado)… O Palmeiras tem dívidas, não tem dinheiro,  mas os gambás sonegam impostos, há anos… por opção…

Cabe a nós se queremos concordar com isso ou se queremos pensar com a nossa própria cabeça.

Eu não concordo!

 

  • Celso Palestra

    Bom dia Tânia
    Novamente seus enfoques são ótimos…a muito que digo isto que existe uma campanha muito bem orquestrada contra o nosso verdão, para rebaixa-lo de qualquer maneira, esta impressa marrom preta e branca e vermelha também, nunca nos é favoravel em nada nos apresenta sempre de uma forma depreciada
    Ai te pergunto cadê os jornalistas palmeirenses existe????
    Se existe porque se escondem…os donos de sites e jornais os proíbem de falar a nosso favor????
    Um pequeno exemplo de como a globo.com sempre tenta criar tumulto no time e no nosso torcedores:
    ¨Verdão deixa atletas da base de lado e aposta em reforços da Série B´´
    VERDÃO DEIXA ATLETAS DE BASE????????????? RENATO , VICTOR LUIS , GABRIEL DIAS, NATHAN , JOÃO PEDRO , SÃO TODOS DA BASE GLOBO……..e mesmos os goleiros DEOLA,RAFAEL,BRUNO,FABIO mesmo em fase são da base….
    Ai como grande parte diria 90% da nossa torcida é maria vai com as outras…ficam pregando o pessimismo, que não temos time técnico nada…
    Até um outro blogueiro o Canuto caiu na armadilha deles e saiu culpando também o Valdívia.. e esqueceu de ver que no momento do chute ele preferiu dar o passe…Será que ele chuta-se a bola não iria para fora ou o goleiro defenderia???
    Eu acredito que temos que combater sempre esta campanha difamatória e tendenciosa que sempre fazem contra nós…
    Eu sempre divulgo seu blog lá no Canuto para que todos possam ver a sua ótica de como sempre somos maltratado e aviltados pela impressa marrom
    na minha opinião os benjaminianos e os noruenguenses…rs não foram atendidos pelo Valdívia dai ficam fazendo camapanha contra todos os dias
    Um amor enrustido….rs
    Abraços
    E A LUTA CONTINUA FORZA VERDÃO

  • marcos micheletti

    tania,
    excelente sua analise,vejo assim também,quando tínhamos aquele timaço de 93-94-95-96-97-98…eles (imprensa)também faziam da mesma forma!poderiamos ter ganho mais títulos se não fosse por eles (imprenssinha).

    marcos.

    • Obrigada, Marcos.

      Vc tem razão, lembra o que faziam com Edmundo? Cafajeste era uma das coisas mais bonitinhas que usavam pra ele.
      Lembra quando contratamos Evair? A imprensa só fazia questão de noticiar que ele não servia mais para jogar futebol, porque tinha hérnia de disco (cheguei até a pensar que tinha sido uma péssima contratação…), entrevistavam o presidente do Guarani (acho que era o Beto Zini), onde ele havia jogado antes de ir para a Europa, e ele confirmava que Evair não poderia mais jogar com qualidade… a impressão que se tinha era a de que o Palmeiras estava fazendo uma burrada.

      Eu tenho um texto no blog, com as transcrições do que foi dito na transmissão da final do Paulistão 93 – as coisas principais. Tem gente lá que achou que o juiz apitou corretamente os lances capitais, que só errou quando expulsou o Tonhão, que nada tinha feito para ser expulso. E essa mesma “gente”, depois de um tempo, começou a martelar o “esquema Parmalat”, como se os gambás não tivessem levado um baile em campo, como se o Palmeiras não tivesse sobrado – muuuito – naquela partida. Como se o nosso título não tivesse sido conquistado com o talento e categoria daqueles craques todos. Sujeira… para tirar o brilho de uma conquista legítima do Palmeiras.

      Hoje em dia, acho que a coisa está muito pior. Os torcedores jornaleiros perderam a vergonha de vez. Perseguem jogadores do Palmeiras (os melhores, claro) e enchem a bola de qualquer tranqueira que jogue no time de coração deles. E o cara pode estar metido com contrabando, ter identidade falsa, pode ter sido pego com travestis e DROGA, pode chegar da balada às 6 da manhã, bêbado, caindo literalmente do carro, em dia de treino… podem morder adversários, pisar no pescoço, podem perder gols absurdos… e continuam todos bons moços.
      Mas os do Palmeiras, nos textos e vozes desses cretinos viram bandidos, e “precisam ser odiados pelos seus torcedores”, precisam ser mandados embora…
      Tem até os que ligam para o STJD pra conseguir fazer com que um jogador nosso seja punido. Um absurdo.

      Mas não podemos desistir de brigar contra isso. Essa parte podre da imprensinha tem que saber que existe quem não cai na dela… Podemos ser poucos a combatê-los agora, mas, um dia, seremos muitos, seremos todos.

  • GILSON

    Valdívia é craque, se ele jogasse nos bambis ou no time do governo seria reconhecido como o melhor jogador do futebol brasileiro, e eu com certeza iria odiá-lo.
    Como joga no Palmeiras, temos que dormir com um barulho desses.
    Muitos Palmeirenses dizem que ele não é ídolo devido às suas atitudes, ao fato de jogar pouco, etc…
    A mesma torcida que idolatra o Edmundo, que também tinha um comportamento no mínimo não exemplar, crucifixa o chileno, claramente se deixando influenciar pela mídia gambá.
    Vamos imaginar que se o Valdívia tivesse jogado no Palmeiras no bons tempos dos anos 90, ao lado de Zinho, Rivaldo, Evair, Antonio Carlos, Roberto Carlos, Arce, Cesar Sampaio, Mazinho, etc…
    Tenho certeza que estaria na galeria dos maiores jogadores da história, pois seria fácil jogar ao lado de tantos craques, ganhando títulos, a motivação seria diferente, acho que não tomaria tantos cartões e nem passaria tanto tempo no departamento médico…
    Agora imaginemos chegando ao time de hoje o Edmundo, em plena forma ou o Evair, jogando ao lado de perebas, brigando contra o rebaixamento, o time em uma constante pressão…
    Tenho certeza que na primeira proposta bambi ou até desses timecos do sul, como fizeram o Barcos e o Kardec, abandonariam o barco sem nem olhar p trás; afinal estariam em condições de brigar por títulos, em outro ambiente.
    Posso estar errado, mas prefiro muito mais um Valdivia jogando de vez em quando com todos os problemas do que um outro politicamente correto que não decide.
    Sobre a perseguição da imprensa, que é o principal foco de sua matéria, já desisti desse assunto a muito tempo… não adianta, é dar murro em ponta de faca.

    • Falou e disse, Gilson. Jogar no time da Parmalat era fácil, até o Tonhão conseguiu se dar bem.
      Valdivia, hoje, é o nosso “único macaco pra pegar pelo rabo”, e a culpa disso não é dele.
      Mesmo um cracaço como Evair, de comportamento exemplar, em 92, quase foi dispensado pelo Palmeiras (o técnico Nelsinho alegava que ele era do grupo que fazia panelinha contra ele, o que devia ser uma baita mentira). Depois, em 93, num ambiente favorável, com a administração exemplar da Parmalat, e com um monte de craques ao seu lado, conseguiu mostrar todo o seu potencial.
      Valdivia consegue brilhar, sozinho, e tendo muitas condições desfavoráveis. Ele entra em campo, e o time é outro, brilha com ele. Pouquíssimos jogadores conseguem fazer igual.

  • Marco

    O jogo de ontem contra a Chapecoense foi mais uma prova das afirmações desse blog sobre a qualidade e o diferencial do jogador Valdívia e a comprovação da tese sobre os motivos do comportamento da imprensa em relação a ele.
    Não podemos nos esquecer de que Valdívia é apenas o “bola da vez”.
    Todo jogador que o Palmeiras tiver acima da média receberá tratamento semelhante e tentarão nos convencer de que a saída desse tipo de jogador do clube será para o “nosso bem”!
    Quando o assunto é Palmeiras, estamos acostumados a ouvir e ler críticas contra jogadores, treinadores, diretores e contra o clube de maneira geral.
    Entretanto, dificilmente presenciamos criticas em relação à torcida, não a toda ela, não a que incentiva, a que torce e sofre pelo seu time, mas a parte que se deixa levar pelas manobras de um jornalismo esportivo mal intencionado e oportunista.
    Infelizmente temos uma parcela de torcedores que em linguagem popular, “se acha”. Uma parcela arrogante, pretensiosa e infantil. Aquela parcela que pela sua facilidade de manipulação proporciona campo fértil para que a imprensa faça seu jogo sujo.
    Para essa parte, ninguém serve, ninguém presta, sempre tudo está errado e todos são incompetentes, menos essa parte de “torcedores”.
    Implantar a cultura de derrota antecipada, do negativismo, do masoquismo tem sido a estratégia utilizada ano após ano para deixar o Palmeiras e o palmeirense sempre envolvido no pior sentimento de baixa autoestima.
    Quando problemas comuns a qualquer clube ocorrem no Palmeiras, nossa recuperação, nossa superação demora muito mais do que em qualquer outro clube. Perceberam que o fator emocional se tornou a grande vulnerabilidade da nossa equipe e não cito esse ponto apenas por essa temporada.
    Em 2012, por exemplo, apesar de todos os problemas técnicos que tivemos, os pontos tirados à força da equipe no primeiro turno nos jogaram em um clima péssimo que impossibilitou nossa reação no campeonato até chegarmos ao rebaixamento.
    A partir de cada primeiro de janeiro começamos a ouvir e ler todos os dias que o time do Palmeiras é fraco e o elenco é limitado, não importando quem seja o treinador e quem esteja nesse elenco. Sofremos um processo orquestrado de condicionamento mental no melhor estilo de propaganda de guerra.
    Chega, passou da hora de mudar a nossa mentalidade para que essa estratégia manjada não tenha mais efeito.
    O blog da Clorofila foi muito feliz neste resumo de matéria, uma verdadeira aula sobre a conduta da nossa “competente” imprensa esportiva.
    Vamos esperar que a vitória de ontem se torne o ponto de partida para mudança de ânimo do time e de todos nós.
    O Palmeiras enfrenta adversários comuns do futebol brasileiro e não os gigantes europeus como a imprensa quer fazer com que o palmeirense sempre pense.

    • Verdade, Marco.

      O jogo, ontem, teve a tônica e a dinâmica de sempre. O Palmeiras começou a jogar bem, o juiz não deu uma penalidade clara (que poderia colocar o Palmeiras à frente e acalmar os ânimos do time), deixou baterem no Valdivia à vontade – sem marcar várias faltas, sem punir os jogadores infratores (depois não querem que ele reclame), não marcou uma segunda penalidade, não marcou uma atrasada de bola para o goleiro…
      Aí, como sempre acontece, o outro time, vendo que pode bater, que pode fazer pênalti, tudo com as bençãos da arbitragem, começa a gostar do jogo, começa a ir pra cima…
      Uma dinâmica, repetida a cada partida, que tira a tranquilidade do Palmeiras e dá mais tranquilidade ao seu adversário. E quando esse adversário mais tranquilo, sem medo da marcação de faltas, sem medo de tomar cartões consegue fazer o seu gol… está desenhada a tragédia para o Palmeiras. Depois disso, parte da nossa torcida se encarrega de fazer o resto.

      Para nossa sorte, e por muito empenho e união dos jogadores, e porque Valdivia, que liderou a equipe, estava lá (os jogadores já disseram a ele que se sentem mais confiantes quando ele joga), porque a torcida apoiou (havia os que xingavam o tempo todo, não entendo esse modo de torcer) conseguimos reverter a situação, e com sobras. E teve mais um extra… o árbitro, sacana, que deixou de assinalar duas penalidades, não ia poder deixar de assinalar a terceira e a quarta, né? Daria na cara demais.

  • Fernando

    Tânia, meus parabéns novamente por seu texto, simplesmente magnífico e obrigatório para qualquer torcedor palmeirense, principalmente para aqueles que são manipulados pela imprensa como bem colocou. Òntem, mais uma vez teste para cardíaco, más final feliz, novamente o nosso Mago não joga nada hein!!!?? È craque mesmo, quero também elogiar o Cristaldo pois joga com amor a camisa, tem raça e determinação, Dorival tem que colocar como titular, é atacante que defesa tem que ficar preocupada sempre. Verdão..nós sofremos por ti pois amamos demais esta cor verde, os verdadeiros torcedores desejam seu sucesso e acreditam no elenco, valorizamos nosso elenco e sabemos de vossa dedicação. Não te abandoremos jamais…apesar dos pesares sou cada dia mais “Verdão” S E M P R E!!!

  • Cassio Fraccari

    Perfeitos os seus comentários. E infelizmente como um dos colegas comentou acima, parte da torcida embarca na onda da mídia globo-gambática.

    Quem é bom sempre incomoda os medíocres.

  • AcaccioSEP

    Fantástico artigo Tânia

    • Obrigada, Acaccio.
      Precisamos ficar vigilantes. Com o Valdivia fazendo a diferença para o Palmeiras, a caçada dentro de campo, e, principalmente fora dele, vai ser cada vez maior.

  • Marco

    Palmeiras e Valdívia devem tomar muito cuidado.
    Nesta quarta feira o Palmeiras enfrenta o Botafogo no Rio e o Flamengo vai a Santa Catarina jogar contra o Figueirense.
    Em caso de vitória do Palmeiras e derrota do Flamengo, resultados normais, o Palmeiras passa o Flamengo na tabela de classificação.
    Na rodada seguinte o Palmeiras recebe o Grêmio e o Flamengo recebe o Cruzeiro.
    Todo mundo que não é interesse da Globo e da CBF que o Flamengo seja rebaixado e não deixam que ele corra esse risco. Portanto, atenção e prudência não fazem mal a ninguém.
    O jogador Valdívia deve ter muito cuidado, pois é público que ele faz a diferença e nossos rivais sabem disso.

  • Fernando

    Vitória extraordinária sobre o Grêmio no sábado, caso não tivesse feito o resultado estaríamos mais enrolados ainda na tabela. Como sempre tenho dito nosso craque que muitos ainda não o veem como tal “VALDÍVIA” fez a diferença no jogo, sabendo como ninguém driblar e passar a bola em condições que só craque faz. Nosso verdão nos fez sentir ainda mais orgulho em ser palmeirenses, precisa continuar assim pois depender de outros resultados para sair das últimas colocações está cada vez mais difícil. Tânia, cadê você? Desde o dia 02/10 que não aparece, será que o verdão está complicando seu coração?? Palmeirense é forte, o verde faz bem aos olhos e também ao coração do verdadeiro torcedor palmeirense.

    • Fernando,

      Tô aqui, e de coração feliz pra caramba. rsrs
      Tá meio corrido pra mim, mas vou publicar a postagem sobre o jogo ainda hoje… e vou aproveitar e falar sobre as outras duas vitórias anteriores. 3 em 1! hahah
      Publiquei agora uma matéria interessante sobre o Mago, que a assessoria dele me passou.

  • Marco

    E ai seo procurador, vai denunciar o Damião por atitude antidesportiva?
    ========
    Jogo estranho esse do Cruzeiro, parecido com o do ano passado contra o time do “marketing”.
    ========
    Quando o Valdívia estava fora do time, era rotulado como símbolo dessa administração. Hoje, se mostrando decisivo, começa a sair matéria na imprensa informando que ele foi contratado na gestão Belluzzo.
    O que faz a política! Quando isso vai mudar e o Palmeiras voltar a ser o objetivo principal de todos?

    • Marco, o pessoal não sabe o que faz para ganhar créditos para a eleição.
      Mas esquecem que foi na administração Belluzzo que o Mago não fez um tratamento correto, que teve que jogar machucado (sim, ele jogou machucado algumas vezes) sem estar 100%, o que acabou acarretando mais problemas ainda à sua lesão.

      Quanto ao jogo do Cruzeiro, eu tb achei estranho… do tipo, “vc vai ser campeão de qualquer jeito, Ok? E nós precisamos classificar um carioca, pelo menos na Sulamericana…”