“MINHA MÃE MANDOU PUNIR ESSE DAQUI…” ♫

STJD-vergonha

PRIMEIRA PARTE – A perseguição ao Palmeiras

Já não bastam as arbitragens, prejudicando o Palmeiras em muitas partidas, lhe tomando pontos importantes e posições melhores na tabela – contra FluminenC e Flamengo foi um abuso – e ainda vem, SEMPRE VEM, o Sacana Tribunal de Justiceiros Desportivos querer lhe prejudicar ainda mais?

Dois dias após a partida contra o Flamengo, quando o árbitro Anderson Daronco – “sorteado” para dois jogos seguidos do time carioca, hmmm – operou o Palmeiras, sem anestesia, Valdivia, expulso na partida por ter pisado um adversário após uma disputa de bola, foi denunciado pelo STJD por agressão (agora, você  pode fazer a denúncia, né, Ximit? Mas a do Petros irregular…).

Não tenho reclamação sobre a expulsão, que foi justa, Valdivia cometeu uma estupidez tremenda; também não reclamo da denúncia, ainda que ache uma picaretagem do tribunal querer punir de novo jogadores que foram expulsos e, portanto, já foram punidos – principalmente quando isso é feito de maneira tão “seletiva”.

Um julgamento só deveria acontecer nos casos em que uma expulsão não é punição suficiente, quando a infração foi cometida com muita violência e maldade, quando trouxe um prejuízo físico ao adversário, o impediu de continuar na partida… e isso não aconteceu. O vídeo mostra com clareza que Valdivia não quis realmente machucar, e não machucou, o adversário, e que ele, adversário, fez uma encenação absurda, encenação, que, segundo a Fifa, também tem que ser punida – Rivaldo fez isso na Copa de 2002 e até se livrou da punição, só que  o Brasil não se livrou de uma multa.  Mas já que o  STJD alega que é preciso julgar  todas as faltas que possam ser enquadradas em ato hostil ou agressão, que seja – pena que, dentre todas as infrações, ele decida no “minha mãe mandou bater nesse daqui” quem será denunciado e/ou punido.

E já pensou se o STJD trabalhasse em todos os casos com a mesma rapidez, disposição e rigor com que trabalha quando há possibilidade de se punir o Palmeiras e os seus atletas? Certamente o Corinthians já teria sido denunciado pela utilização do Petros em condição irregular (o tribunal tá enrolando, descaradamente)… o segundo julgamento do Fred (já aconteceu?), que tá de “efeito suspensivo” faz tempo, já teria acontecido… E outros “agressores” famosos teriam recebido pesadas punições…

Já pensou também se a imprensinha fizesse o mesmo “massacre”, que faz agora – e sempre – com Valdivia (e todos os jogadores mais talentosos do Palmeiras), com todos os outros protagonistas de lances hostis e agressões? O que seria do Fred, Petros, Guerrero, Sheik, Luís Fabiano, Chicão (até o Neymar em outros tempos)…? Mas, assim como o STJD, a imprensinha também faz vistas grossas pra muita coisa. Acho isso uma sacanagem.

E acho sacanagem também, quando nem todas as agressões são denunciadas pelo tribunal, ou quando nem todas as agressões denunciadas recebem punições… quando até o gandula palmeirense é denunciado, e ameaçado com 180 dias de suspensão,  por  “tentar favorecer o clube” ao repor a bola rapidamente – como se nenhum outro gandula do país fizesse o mesmo -, e a denúncia do Petros, irregular, que é muito mais grave, Paulo Schmitt não faz.   Essa, é mais uma prova da perseguição que fazem com o Palmeiras. Nem o gandula escapa.

É sacanagem também, quando você vê que duas agressões a um árbitro, como ocorreu com Petros e Guerrero (COR), viram “trombadas”, “choque inevitável”, e acabam em uma punição de três partidas para o primeiro e absolvição para o segundo (e o Mendieta, por muito menos, já pegou 4 jogos de gancho), é sacanagem quando um monte de outras agressões, ainda piores, “viram” ato hostil e dão em nada no tribunal.

E a sacanagem salta aos nossos olhos quando vemos que Valdivia foi denunciado dois dias depois do jogo em que foi expulso, e o mesmo STJD que alivia pra um monte de gente que agride árbitros, pisa pescoço, pisa mão, pisa perna… o ameaça com doze jogos de punição ou, no mínimo, quatro (agredir árbitro pode, STJD?). Ah, essa camisa do Palmeiras, tão detestada pelos justiceiros desportivos… ah, esse Valdivia, que joga no Palmeiras, e é estrangeiro…

Lembra dessa agressão aqui, na final da Copa do Brasil 2012?  O país inteiro viu! Menos a imprensinha, os torcedores do Choritiba e o STJD. E o que aconteceu? NADA! Não houve expulsão – o juiz nem marcou falta -, a imprensa se omitiu, e, dois anos depois, O TRIBUNAL AINDA NÃO DENUNCIOU WILLIAM DO CORITIBA… Por que, para o STJD, Valdivia pode ser agredido?

WilliamAgrideValdivia

Pelo que estamos acompanhando nos últimos anos, no futebol brasileiro o critério para se julgar e punir não segue o livro de regras, mas sim a vontade dos ‘justiceiros desportivos’ de punir determinados clubes e jogadores, ou a vontade imensa de deixar de fazê-lo quando bem entendem, quando as “cores das trancinhas” são as do clube de coração dos ‘justiceiros’.

Um jogador do Palmeiras tem a sua mão pisada (o outro pé do ‘pisador’ está no ar, portanto, o peso dele está todo na mão do jogador que está no chão).  E o STJD fez o quê?  Tente imaginar um palmeirense, Valdivia, por exemplo, fazendo o mesmo…

pisão-na-mão

E essa cabeçada o que deu?  E se fosse um palmeirense atingindo o adversário?

Cabeçada-Guerrero

 

E esse “chutinho” do Cícero na cabeça do jogador do Cruzeiro? Pro STJD… foi nada! (Lembra o Thiago Alves, DO PALMEIRAS, que foi pego pelo STJD por uma entrada semelhante?)

Essa cotovelada deu em quê?

cotovelada-no-palmeirense

 

E essa agressão aqui, Sr. Paulo Schmitt ?  Você não viu nada errado aqui, ou não viu a imagem até hoje? (A imprensinha também fez que não viu…)

Liedson-solada-em-Deola

 

Olha aqui o Fred distribuindo porrada na cara do adversário!! Pegou 4 jogos, 12 ou nenhum? Quem dá mais??

STJD-Fred-cotovelada

 

Para o STJD, Fred pode pintar e bordar…  Até esganar o jogador do Grêmio…

Fred-esgana-jogador-Grêmio

Olha o Fred, de novo, agora brincando de UFC em campo, e na cara do juiz!! Quantos 12 jogos ele pegou? Ele é da tchurma dos “amigos do rei”, né Ximit? E não é estrangeiro…

Até o Neymar, a “joia nacional”, pisou o jogador do Grêmio… e pegou gancho por agressão?

Neymar-pisa-jogador-Grêmio

Essa pisada  nada teve a ver com o STJD, uma vez que não era uma partida de um campeonato nacional. Mas a imprensa fritou o Neymar por isso? Teve jornalista da ESPN descendo a boca nele no twitter? Não, né? Hmmmmm… Ele é “joia nacional“…

E nem por isso ele virou um “facínora”, né?

Neymar-cotovelada3

Esse “”chutinho” aqui, também não serviu para a mídia fazer Luís Fabiano virar bandido…

Quantos 12 jogos pegou Roger, por agredir Danilinho?

Roger-suspenso Roger-PuniçãoAnulada

Nem o Google sabe quando, e se,  esse segundo julgamento aconteceu…

E essa agressão aqui, que tirou um jogador do Palmeiras de uma semifinal de campeonato, deu quantos jogos de gancho pro agressor? NENHUM? Como assim, Ximit? Você não fez a denúncia?  Só porque ele não joga no Palmeiras?

Jogador dá joelhada no adversário e não leva nem amarelo

Jogador dá joelhada no adversário e não leva nem amarelo

 

“Quando eu era criança pequena lá em Barbacena”, as pessoas diziam que jogador que esquece a bola e entra de sola na canela do outro, quando o pé do outro está apoiado, entra mesmo para quebrar. Querer quebrar a perna é agressão! E por qual motivo o STJD não denunciou e não puniu o Chicão(COR) por tentar quebrar a perna de Barcos(PAL)?

Chicão-solando-Barcos

 

E essa cotovelada na cara do Eguren? Foi denunciado o infrator? Pegou 4 jogos pelo menos?

Eguren sofre agressão e o árbitro nada marca

Eguren sofre agressão e o árbitro nada marca

 

E essa patada na cabeça de Mouche? O STJD também não viu? Como assim, ele vê só quando quer?

Mouche-atingido

E essa pisada/tentativa de quebrar o tornozelo de Henrique? Nos jogadores do Palmeiras pode tudo, né Ximit? Os ‘justiceiros’ não punem seus agressores!

pênalti-em-henrique2

Você vê, que “lindo”? O Palmeiras sendo prejudicado, sim, por arbitragens e, pelo que estamos vendo, até pelo tribunal. Seus jogadores podem sofrer as faltas mais escabrosas, mas não podem cometer infração alguma, que logo conhecem os rigores “mais rigorosos” da lei. E o STJD vai pegá-los do jeito que der, até mesmo inventando uma punição por forçar um terceiro amarelo, por sorrir… Um clube, perde seus jogadores por gancho, fica enfraquecido; outros, não perdem, são beneficiados. Isso é influir nos resultados dos campeonatos, ou não?

E se é sempre o mesmo – o Palmeiras – o muito prejudicado… isso é perseguição!

  • Angela

    infelizmente tudo o que você escreveu é verdade! gostaria mesmo que este órgão fosse mais isento, fosse mais responsável. Obrigado.

  • Marco

    Qual a parcela de contribuição do Palmeiras e dos palmeirenses em todo esse quadro?

    1 – Diretorias sem malícia para o futebol há muito tempo, há vários mandatos, que não se pronunciam e não sabem levar ao público o lado palmeirense. Não temos ninguém de expressão, que conheça essa imprensa tendenciosa, que conheça bastidores, que saiba se manifestar publicamente perante a imprensa, às Federações e aos Tribunais.

    2 – Imprensa covarde e parcial que se finge de morta sabendo do que acontece, mas se omite convenientemente. Porém, está sempre alerta para estimular a imagem e que todos os times do Palmeiras são péssimos. (Se o time é péssimo, não pode reclamar, esse é o conceito conivente que pregam).Entre os principais detratores do time estão vários jornalistas que se dizem palmeirenses e se consideram profissionais. Esse rótulo de palmeirenses que ostentam aliado ao posicionamento omisso acaba trazendo péssimas consequências ao clube, porque o silêncio deles dá a legitimidade a todo o circo praticado, Em resumo, se os próprios palmeirenses não reclamam, é porque está tudo normal!!!!!!!

    3 – Grande parte de nossa torcida, comportando-se como inocente útil, massa de manobra e que se julga “coerente e realista” ao analisar com “isenção” o desempenho dos nossos times. Só podemos nos preocupar com o que acontece dentro de campo com os jogadores, santa inocência!!! Temos um ala de torcedores que se revolta com o simples fato de citar arbitragens e torcedores. Vocação para palhaço é pouco para classificar essa mentalidade.

    Um exemplo desse terceiro item é a situação de agressão praticada pelo volante Willian do Coritiba na final da Copa do Brasil, na metade do primeiro tempo. O árbitro viu e não expulso e até hoje tem “palmeirense” que ignora o fato e até hoje ainda acha que o time foi beneficiado.

    Para acabar com esse circo, é preciso começar a fazer nossa lição de casa.