IO SONO IL PRIMO CAMPIONE MONDIALE, E VOI?

Parece até aquela história infantil em que todo mundo sabe que o rei está nu, mas finge que ele está vestido. E então, quando a garotinha vê o rei passar e grita: “Olhem, o rei está nu”, a verdade, absoluta, da qual todo mundo tinha conhecimento, mas fazia de conta que não tinha, cai sobre as suas cabeças e todos exprimem um: Oh!

“Blatter confirma que o Palmeiras foi campeão do mundo em 1951”

OOOOOOH!!!

Sim, amigo palestrino, no sábado, 09 de Agosto de 2014, o “Estado de São Paulo”, através do seu correspondente na Suíça, Jamil Chade, publicou que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou que vai reconhecer o título do Palmeiras de Campeão do Mundo de 1951. Blatter ainda adiantou que o Palmeiras receberá um certificado que chancela o título. Título, que na ocasião de sua conquista, foi considerado o maior feito do futebol brasileiro.

Finalmente alguém teve a coragem de dizer “que o rei está nu”, não é mesmo? Todo mundo sabia que o Palmeiras era campeão mundial; todo mundo sabia (bastava ler sobre o assunto) que Jules Rimet, presidente da Fifa na época, nomeara Ottorino Barassi, secretário geral da entidade (Fifa), para o Comitê Organizador do “Campeonato Mundial de Clubes Campeões” (olha só  o nome que o a Fifa dava para a disputa), mas, até Blatter dar essa declaração, muita gente fingia que não sabia, inclusive “algumas gentes” da imprensa esportiva.

A maioria da nossa torcida já nasceu sabendo que era campeã do mundo, e nós, palestrinos, nunca precisamos do reconhecimento de ninguém para nos sabermos campeões mundiais – muito menos de quem reconhece título de clube que “entrou na faculdade sem ter concluído o segundo grau”. Afinal, essa maravilhosa conquista do Palmeiras faz parte da história do clube e da história do futebol brasileiro e mundial. Ficou escrita, pra sempre, em letras verde-esmeralda.

No entanto, reconhecer e legitimar essa conquista é uma questão de se fazer justiça . E é por isso, que a Fifa, através de seu presidente, Joseph Blatter, não faz mais do que a obrigação ao acabar com o teatrinho do “não sei que o Palmeiras foi campeão mundial em 51”.

O Palmeiras foi campeão, na raça, dentro de campo, ganhou do bicho-papão europeu, o mundo o festejou e o aclamou campeão mundial,  o Brasil inteiro torceu por ele e se emocionou com a sua conquista, os jornais contaram a façanha e estamparam “campeão mundial” em suas páginas… Um milhão de pessoas recebeu o Palmeiras em sua chegada a São Paulo (você já viu isso acontecer com algum outro clube em alguma ocasião?)…

Eu já contei essa história aqui no blog, com imagens da conquista, fotos dos jornais da época, foto de documento emitido pela Fifa em 2007 reconhecendo o Palmeiras Campeão.
http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/2013/07/22/o-que-o-tempo-guardou-nada-pode-apagar/#comments 

Não dava mais para tentarem mascarar os fatos, não dava mais para esconderem o título, cujo maravilhoso troféu dorme no Palestra.

O mundo do futebol fica menos hipócrita a partir de agora.

PARABÉNS, PALMEIRAS! Ter sido o primeiro campeão mundial de clubes, ter resgatado o orgulho de uma nação e a dignidade do futebol brasileiro, foi um feito tão espetacular, que, mesmo depois de 63 anos, está todo mundo falando sobre isso. O mundo jamais esquecerá essa conquista.

TANTI AUGURI, SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, CAMPEÃ MUNDIAL DE 1951!

 

CampeãoMundial-Jornal1

 

  • Fernando

    Justiça feita após tantos anos ao verde mais lindo do brasil, vem junto com a comemoração do nosso centenário e logo mais inauguração do Arena Allianz, agora só resta nós recuperarmos o prestígio no campeonato brasileiro que está deixando a desejar, não culpo técnico por issso e sim determinados jogadores que preferem ficar omissos na partida, a verdade é que as dificuldades tem que ser ditas entre jogadores e comissão técnica e jogar o que sabem, não é e jamais será time para ocupar posição atual, tem time aí que nem reservas posssuem e salários atrasados, bom início seria uma vitória no clássico de domingo, o Mago tem que voltar nem se for com uma perna só, precisamos de criação no meio de campo urgentemente, quem tem que correr é a bola, acorda logo verdão, “nós te amamos de paixão”, somos os verdadeiros torcedores.

    • Fernando,

      Você tem razão. Nosso time não é para ocupar a posição que ocupa.
      Estou apostando as minhas fichas todas no Mago. Não que ele vá ser o salvador da pátria, porque ninguém joga sozinho.
      Mas confio nele e no futebol que ele joga, e acredito que, com ele em campo, nosso time vai melhorar bastante de rendimento, e, individualmente, alguns jogadores também subirão de produção. Sem contar que a dupla Mago e Allione prometem…
      Tomara isso aconteça já na primeira partida com ele. Vai ser um curativo e tanto na nossa auto estima que anda meio dodói.

      Para o bem do Palmeiras, para o nosso próprio bem, o melhor que podemos fazer nesse momento é apoiar o time… incondicionalmente!!

      • Fernando

        Tânia
        Apoio dos verdadeiros torcedores palmeirenses o verdão terá sempre, a fase não é das mais felizes más creio que com o retorno do Mago o time mostre outra cara e consiga sair do sufoco, se time não é para disputar título, está longe para uma nova queda para série B, somos e muito melhores que tantos outros que disputam o campeonato brasileiro. Penso que o maior problema do verdão são os corneteiros de plantão que adoram situações como esta para se mostrarem o que realmente são, todos estes longe de serem verdadeiros torcedores palmeirenses. Independentemente de todos estes, somos e jamais deixaremos de ser reais palmeirenses custe o que custar. “DÁ-LHE VERDÃO, TU ÉS NOSSA PAIXÃO!!”

  • Fernando

    Hoje ouvi sobre briga nos vestiários do verdão contra o jogo do atlético entre Wesley e Lúcio e pelo que se ouve na reportagem Gareca falou do máu desempenho de Wesley, sendo que este ofendeu Allione que foi defendido pelo Lúcio. Tem que tirar laranjas podres do time, Wesley, Leandro e Deola com muita urgência para que ambiente não seje contaminado por estes. Ouça a entrevista: http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/esportes/2014/08/11/MASSINI-VESTIARIO-DO-PALMEIRAS-TEVE-BRIGA-ENTRE-WESLEY-E-LUCIO.htm

  • Fernando

    Tivemos um desentendimento entre jogadores Lúcio e Wesley nos vestiários ao final do último jogo, em momento que necessitamos de união acontece este tipo de coisa, pelo que conheço Lúcio que não quer perder em treino e Wesley que faz um bom tempo que não joga nada, dá para se ter idéia de quem tem razão. Para se ter uma idéia ouça a reportagem e tire suas conclusões:http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/esportes/2014/08/11/MASSINI-VESTIARIO-DO-PALMEIRAS-TEVE-BRIGA-ENTRE-WESLEY-E-LUCIO.htm
    Observação: tirar Wesley, Leandro e Deola que tumultuam o ambiente se faz urgente, omissos e que não merecem vestir a camisa do verdão.