Palmeiras… Kardec… que presepada!

Eu não queria escrever sobre esse assunto baseada nas incontáveis especulações que o cercam. Queria ter informações mais concretas, saber detalhes, mas parece que, por enquanto, isso não será possível.

A bomba da vez (palmeirenses sempre convivem com “bombas”) é a saída de Kardec… para o outro lado do muro! Tão de repente, tão sem termos o que fazer. E o torcedor se pergunta: Como assim? Perdemos Kardec? E para o time useiro e vezeiro em sacanear o Palmeiras? (Quem mandou o Palmeiras ajudar o São Paulo a se salvar da falência na década de 30, né? Arrumou um “encosto” do tamanho do mundo)

A partir dessa cacetada (com requintes de crueldade), o caos palestrino se instaurou, e não era pra menos. A imprensinha fez a festa e tocou o terror nos palmeirenses, os ressentidos pelas regalias e cargos perdidos encontraram a “arma” com a qual sonhavam, os torcedores ficaram decepcionados e transtornados.

Eu também fiquei. Até entendo quando dizem que talvez os títulos não venham agora, MAS NÃO QUERO QUE ME TIREM A P%@RRA DO DIREITO DE SONHAR COM ELES! E se vamos perder bons jogadores do time, não vamos poder sonhar com títulos, não é mesmo?  Sabemos que o amor ao clube não tem data de validade, no entanto, o que move um torcedor, o que alimenta e sustenta esse amor, não são os títulos, e sim a possibilidade de acreditar neles a cada novo campeonato…

E foi uma chuva de informações…

“O pai, ou o empresário, do Kardec já assinou com o São Paulo” (como assim já assinou – sim, assinou/acertou -, se o jogador tem um contrato com o Palmeiras até o último dia de Junho?).

“O SP ofereceu salários maiores ao atleta” (verdade, mas, se ofereceu salários maiores, então sentaram com o jogador, ou seu agente, pra conversar sobre o assunto, enquanto ele ainda é jogador do Palmeiras, e enquanto negociava com o Palmeiras. Isso é aliciar jogador, não é?)

– “Brunoro e Omar já tinham acertado tudo com o atleta, o ok havia sido dado, mas a besteira de querer reduzir ainda mais o salário foi feita pelo presidente Paulo Nobre” (como assim presidente? Que mancada foi essa, que nos fez perder nosso melhor atacante?)

– “O São Paulo teria oferecido mais ao Benfica, clube que detém os direitos do jogador” (Mas o Palmeiras, clube para o qual o valor do jogador era de 4 milhões de euros, não tinha um prazo até 30 de Maio para concluir a negociação? E, durante esse prazo, o valor para qualquer outro clube não era de 6 milhões de euros? E se ainda está no prazo/prioridade de compra dado ao Palmeiras, como um outro clube pode atravessar a negociação oferecendo menos do que os tais 6 milhões?)

“O Palmeiras cobriu a oferta do clube oculto junto ao Benfica” (quem age sem ética, com sordidez, sempre se mantém oculto. E se ele cobriu a oferta e o jogador vai mudar de clube, então ele está pulando o muro porque lá o salário vai ser maior, porque as comissões foram maiores?)

– “Paulo Nobre quer contratar o jogador mas o COF não permite” (por que o presidente não manda o COF, e seu ‘proprietário’, pra ponte que caiu? Mas, segundo fui informada depois, o COF nada teve a ver com isso.)

O impasse no acerto, que facilitou o aparecimento do clube oculto, ficou por conta de uma diferença de 20 mil reais no salário” (bobagem, inventada sabe-se lá por quem. Basta a gente pensar… não dá para acreditar que o Palmeiras, e o jogador também, preferindo até mudar de clube, tenham sido tão inflexíveis por causa de 20 mil reais)

“O atleta não vai jogar mais para não cumprir as sete partidas que o impedirão de jogar o campeonato brasileiro por um outro clube” (mas, se ele tem um contrato com o Palmeiras até final de junho, ele não teria que honrar esse contrato e jogar pelo Palmeiras até o encerramento dele? Ou vai ter gastrite até lá?)

“O atleta, através de seu agente, na hora de renovar/acertar contrato  “encostou a faca” no pescoço do Palmeiras. Seu agente (pai) promoveu um leilão do jogador. (acompanhamos o leilão, mas mal sabíamos que o acerto com o clube do subterrâneo já havia sido feito)

“O Palmeiras tentou de tudo, inclusive cobriu o valor dos salários, mas o atleta se recusou a ficar no clube. (como o pai/agente do atleta já estava acertado com o outro time, recusou qualquer oferta posterior do Palmeiras)

O que pensarmos de tudo isso?

Acho que qualquer diretoria, qualquer uma, comete erros e acertos, e isso é fato  (Vagner Love, vendido para a Rússia por uma ninharia; Luxa e Muricy demitidos, e o Palmeiras tendo que pagar multas absurdas; gastos excessivos, ou gastos insuficientes; Valdivia e Henrique, negociados na metade de um campeonato que tínhamos totais condições de conquistar; dois rebaixamentos; presidente na praia depois de um descenso; presidente comprando picanha, enquanto o time era rebaixado; vaga na disputa de um mundial da Fifa, trocada – “vendida?” – por algo que nunca aconteceu; contrato do Thiago Neves, do Martinuccio; o “caso Rogério”, “caso David Braz”; aumentos de salários oferecidos e não pagos; Wesley comprado por 21 milhões, e o calote no clube que o vendeu… a nossa lista é longa)…

Mas, perder o artilheiro do time, num país com uma baita escassez de jogadores eficientes nessa posição, no início do campeonato brasileiro, do ano do nosso centenário, e para o inimigo mais sórdido, é para f…. com 20 milhões de torcedores, presidente! Como assim? Por melhores que fossem as suas intenções na tal negociação, e eu acredito que você tem boas intenções, que você é uma pessoa de bem, como você levou essa bola nas costas? Como não percebeu que qualquer time estaria cobiçando o artilheiro do Paulistão, cogitado para a seleção brasileira, e que haveria quem jogaria sujo para levá-lo? Jogadores importantes para o time precisam ser valorizados, senão, aparece quem os valorize.

E como vamos fazer agora? Ficou provado na última partida, que sem um atacante mais categorizado a coisa fica difícil. Não vamos mais poder nem sonhar nesse ano, tão especial pra nós? Por mais que você esteja consciente do caminho que deve seguir, caminho que você traçou, há que se ter alguma flexibilidade de vez em quando, há que se permitir um ou dois passos fora da trilha, se esses passos forem ajudar a chegar ao objetivo. Nem sempre se pode esticar tanto a corda…

E essa acertou o nosso fígado, viu? Não porque ele seja o mais maravilhoso dos atacantes, mas porque ele estava acertadinho no nosso time, porque vai fazer falta, e porque gostávamos um bocado dele. E, de uma hora pra outra, permitiram (ele também) que Kardec virasse “inimigo”…

Mas, se estamos muito contrariados com a maneira com a qual imaginamos que o Palmeiras conduziu essa negociação, se ficamos putos da vida com esse desfecho, não podemos fechar os olhos para o outro lado da moeda…

Kardec sempre foi um jogador mediano, e nunca foi uma “Brastemp”, nunca teve status de estrela, mas se encaixou no Palmeiras, e caiu como uma luva lá na frente do nosso ataque (e nem sempre o sucesso num clube se repete em outro, né Barcos?).

E foi o Palmeiras que o tirou do ostracismo em que ele vivia lá no Benfica (se o Benfica o colocou à venda é porque ele não deu certo lá), que o ‘ressuscitou’, fazendo com que ele ganhasse uma exposição que nunca teve antes. E foi no Palmeiras que a torcida o elevou à condição de um grande jogador. Foi vestindo a camisa do Palmeiras que ele se tornou o melhor atacante do Paulistão (graças à sua performance e competência, eu sei, mas também, graças  às performances dos companheiros de time,  que lhe deram passes e cruzamentos perfeitos, que resultaram em gols), foi à frente do ataque do Verdão que Kardec foi cogitado para a seleção.

Depois de Valdivia, era o meu jogador favorito: o “Lã Kardec, lindo”. E o “Lã Kardec lindo” tem todo o direito de escolher o clube onde quer jogar; tem todo o direito de se aborrecer com a maneira que, imaginamos, o Palmeiras teria conduzido a negociação; tem todo o direito de querer o maior salário, de crescer os olhos para valores que ele não vira até agora em toda a sua carreira… essas coisas fazem parte do futebol e da profissão.

Mas ele não tem o direito de inventar uma gastrite para se recusar a cumprir o contrato que ainda tem com o Palmeiras (Kleber – O retorno). Não tinha o direito de fechar com o outro clube (o seu pai ou seu empresário o fez) quando ainda negociava com o Palmeiras. Isso, na minha opinião, é de uma ‘filhadaputice’ sem tamanho! Tão grande quanto deixar um clube para jogar no seu maior inimigo. E isso, Alan Kardec, do jeito que eu o imaginava, por mais aborrecido que estivesse com os dirigentes, não podia fazer com o clube que jogou todos os holofotes nele, nem com a torcida que tão bem o tratou.

E como gosto de analisar as situações, não pude deixar de reparar numa notícia de hoje (27/04) e analisá-la com as muitas informações que pipocaram nos últimos dias. Os parênteses são meus.

Enquanto a nossa “desavisada” diretoria não percebia o que ia acontecer…

Primeiro, o presidente bambi anuncia o Kardec, a imprensa toda diz que ele acertou com o SP. que os bambis ofereceram um salário “X”, maior do que o que o salário “Y” que o Palmeiras  teria oferecido (então, o SPFW conversou com o jogador, mesmo que seja atráves do pai dele, sobre salários, né? E os valores foram colocados na mesa).

Depois, sai na Folha:

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, disse hoje que a negociação com o atacante palmeirense Alan Kardec será definida nesta semana (se não definiu ainda, como é que o Kardec comunicou ao Palmeiras que não vai ficar no clube?).

Em entrevista ao SporTV em Uberlândia, onde o time paulista enfrenta o Cruzeiro pelo Brasileiro, Aidar chegou até a se contradizer. Primeiro ele disse que os representantes do atleta disseram ao São Paulo que ele não pretende continuar no Palmeiras (se ele não tivesse a proposta  e o acerto com o SPFW, ele não seria bobo de comunicar ao Palmeiras que não iria ficar, NÉ???).

Depois, Aidar, disse que ainda não acertou salário porque não conversou com Kardec e seu estafe (E O KARDEC DEIXA O PALMEIRAS, POR NÃO ACEITAR O SALÁRIO OFERECIDO,  E QUER IR PARA OS BAMBIS SEM SABER QUANTO VAI GANHAR LÁ??? Ah, tá… e eu sou a Angelina Jolie.)

“Até quarta-feira o Palmeiras tem prioridade para fazer um pagamento ao Benfica [clube que tem os direitos econômicos do atacante]. O que ouvimos é que precisa ter o acerto com o jogador e ele [Kardec] não quer ficar lá”, disse Aidar.

O Palmeiras acertou com o Benfica que pagaria 4 milhões de euros para ficar com o atleta, mas ofereceu a Kardec um salário inferior ao pretendido pelo jogador. O São Paulo esta disposto a pagar ao clube português 4,5 milhões de euros e um salário superior do que o oferecido pelo rival ao atacante (ENTÃO, O KARDEC SABE O VALOR DO SALÁRIO QUE O SPFW QUER PAGAR, NÉ? ELE E OS DIRIGENTES DOS BAMBIS ACERTARAM VALORES… ENQUANTO ELE AINDA É JOGADOR DO PALMEIRAS. O time do São Paulo fez a oferta ao clube português e ao atleta enquanto ele negociava com o Palmeiras, clube com o qual ainda tem contrato).

Difícil não acharmos que os leonores, que costumam agir nos subterrâneos, vendo que havia um impasse nas negociações palestrinas com Kardec, aproveitaram para aliciar o jogador do Palmeiras e, agora, essas notícias, de que não há nada acertado, são divulgadas pela imprensa – que se faz de desinformada -, com o intuito desse clube trapaceiro se esquivar da responsabilidade com que conduziu o negócio em conluio com o empresário do jogador.

É bastante provável (e bota bastante nisso) que as pessoas que cuidam da carreira do atleta já tinham se acertado com o outro time, quando o pai dele começou a fazer ameaças de ouvir propostas de outros clubes (não nascemos ontem, né?)… e tá na cara que a nossa diretoria comeu uma bola imensa (na melhor das hipóteses, foi ingênua ao não imaginar que tão alardeado impasse não fosse criar a brecha para os nossos velhos e conhecidos trapaceiros  da farsa do gás, da pilha, do estádio que quiseram nos tomar um dia…)

Não esperava essa burrada master da nossa diretoria, mas também não esperava esse “profissionalismo” do Kardec… Ao se utilizar da desculpa de uma “gastrite agravada” para não honrar o contrato que ainda tem com o Palmeiras, fez papel de moleque (O Palmeiras que o obrigue a cumprir  o restante do contrato. Se ele refugar, vamos saber um pouco mais sobre ele).

Eu não digo que não há amizade entre os clubes? Amizade entre clubes é só “bom dia”, “boa tarde”, “boa noite” e “ô, essa ‘carteira’ aí é minha”…

Tomara que a lição seja aprendida rapidamente, e mais rapidamente ainda seja feita a reposição do jogador.

É o mínimo que pode ser feito.

 

 

 

  • Vitor Augusto Salmeron de Faro

    Muito bom Tânia, foi tudo que aconteceu nessa terrível novela…Ainda soube hoje 28/04 que a 10 dias os procuradores e o traíra foram na casa do Sr. Aidar e aí já saíram com tudo pronto…

    • taniaclorofila

      Essa de terem se acertado há 10 dias me deixou surpresa.

      Na volta de Criciúma, há menos de 10 dias, o “Lã” Kardec, agora “Lã Tejoula”, disse que não haveria problema algum em jogar as 6 partidas que faltavam. E ele já estava acertado???
      Aí não dá, né?

  • Marco

    Estamos vivendo um período de receber lições no futebol, não só no relacionamento entre clubes, mas na inocência em relação aos bastidores.
    Espero que finalmente o Palmeiras aprenda.

    Quanto às criticas ao Paulo Nobre pela sua inocência nesse processo, um desconto deve ser dado.

    TODAS as diretorias anteriores trataram o SPFW como co-irmão. Nobre, apenas seguiu a tradição.

    Pelo menos desta vez, considerando a reação do Presidente na entrevista coletiva,
    acredito que o Palmeiras tenha aprendido quem são os bambis e como é o futebol.

    Por incrível que pareça, o time da marginal tinha interesse no Kardec, mas consultou
    o PN antes e disse que só entraria na disputa após o Palmeiras desistir do jogador.

    Aproveitando para lembrar que em termos de futebol, de preparar nossos jogadores para as armadilhas da imprensa e mostrar o que deve ser dito, nossa Assessoria de
    Imprensa também é tão juvenil, quanto o Palmeiras foi nesse processo.
    Que a lição também sirva para quem está lá, hoje.

    Podemos ter administradores, políticos, pessoas que se destacam em diversas áreas, mas no futebol estamos longe das necessidades de um clube do porte do Palmeiras.

    O saldo que fica dessa história é a confirmação de que há muitos anos falta ao
    Palmeiras um Assessor para Futebol, alguém que conheça o mundo desse esporte.
    ALGUÉM DO RAMO que saiba enxergar os sinais do que poderia acontecer. Esses
    sinais eram claros para quem conhece o time do outro lado do muro.

    O Palmeiras não liquidou o caso Kardec antes porque faltou dentro do clube uma
    pessoa com malícia suficiente para alertar a diretoria. Alias, essa pessoa existe, mas não tinha interesse que a negociação desse certo.

    Conseguimos a façanha de no campeonato paulista ver nosso time prejudicado enfrentando clubes de aluguel, e ver um desses clubes de aluguel vencer a competição pela nossa fragilidade nos bastidores, pela falta de respeito que temos das Federações. Esse é outro setor fundamental onde continuamos acreditando em Papai Noel e que precisa mudar com urgência.

    Depois de tudo isso, espero que Paulo Nobre tenha tido seu grande vestibular na
    administração do clube. Julgo que a partir desses fatos ele vai mudar radicalmente sua postura, sua forma de ver o futebol.

    Poderia começar a ver o que já está acontecendo e denunciado pelo Presidente do Cruzeiro (ver matérias em vários órgãos de imprensa).

    Caso tenha entendido tudo o que ocorreu, pois reconhecer o erro ele reconheceu, (fato inédito para um presidente do Palmeiras) Paulo Nobre está finalmente pronto para exercer seu mandato, pois a parte do mundo do futebol que faltava, foi ensinada de maneira drástica.

  • Paulo Rogério Almeida

    Taninha, o problema é que não dá pra forçar o dito cujo jogar essas partidas e parece que o nosso contrato com ele vai ser cancelado, afinal, o Nobre disse que ele já não é mais jogador do Palmeiras. E que merda é essa, os caras vão no Benfica, inflacionam o negócio “apalavrado” e igualamos, eles vem aqui, aliciam nosso jogador na calada da noite e não vai dar em nada? O Chelsea, foi punido por caso similar e ficou dois anos sem poder contratar, pelas regras da FIFA. Por que nós temos que ser passados pra trás assim? E na boa, se o Paulo Nobre foi atrás do investidor, que tinha 4,5 milhões de Euros, usa esse dinheiro pra tirar o Walter do Porto (que por sua vez, quebraria o contrato com o NenC), traz o Moreira logo, que precisamos de lateral direito… Tenta o Lucas Patto e o Luiz Adriano, se vira, precisamos de reforços.
    Eu vi nessa coletiva do Nobre, que ele disse que estamos com contratações “encaminhadas” pro período da Copa do Mundo, porém, até lá ainda temos rodadas no Brasileirão, vamos de Henrique? O menino chegou agora e já pega o abacaxi assim? E se ele não aguentar a pressão? Pois ele veio pra ser reserva do 14, não o substituto.
    Isso é pra aprender a não iludir-se com jogadores, deste elenco ai, o único que cumpre o que promete é o Valdívia. Por mais que uma pequena parcela seja influenciada por aquela torcida que já quebrou nossa sala de trofeus, o Mago nunca se contradiz, falou que só saia daqui após um título e depois, disse que voltaria pra cá, voltou e seguiu e senhor Kardec, ele recebeu propostas INÚMERAS VEZES MELHOR DO QUE A SUA, inclusive das próprias meninas do Jd. Leonor.
    É isso que dá raiva, ficam idolatrando demais os caras sem conhecer o real caráter, é nas adversidades que vimos quem é quem.
    Por isso não vamos ver mais um SÃO MARCOS, infelizmente, eu não tenho ídolos mais. Meus ídolos estão na música mesmo… Futebol o maior parou em 12/12/2012.

  • Rafael Paulino

    Não concordo com um monte de coisa que é postado nesse blog. Mas dessa vez só li fatos. Resumiu tudo em poucas palavras, diretoria BURRA e jogador (ingrato) mercenário. O problema não é nem o Kardec ter saído, o problema são os que ficaram e os que não vão chegar.

  • João Verde

    primeiro: ou cumpre o “contrato até junho” ou devolve dinheiro… ou nosso presidente não é advogado tbm?
    segundo: e o benfica, como é que fica? ou eles são bestas? os bambis vão ter de chegar com cash na mão. ou o benfica vai querer inimizade com o PALMEIRAS?
    terceiro: a preferência na compra não é do PALMEIRAS? é só exercê-la e depois podemos nós negociar com os bambis por um valor que nos interesse.
    quarto: quem é karkec? saiu da merd e foi valorizado pelo MAIOR CLUBE DO BRASIL. se o negÓcio sair mesmo, vai pros bambis ganhar uma BALA de grana e voltar pra merd, exatamente como o naviozinho do gaymio.

  • Marcio Lima

    Sim, assim como vc eu me decepcionei Tânia. Não imaginava que o Nobre seria tão ingenuo a ponto de perder o Kardec dessa forma, tão pouco imaginava que o jogador que uma semana atras dizia estar feliz e que queria permanecer no Palmeiras agisse como JUDAS.
    .
    Mas é só mais um jogador que se foi, o Palmeiras ficou e sempre vai ficar.
    .
    O que aprendi? Aprendi que grande parte da torcida é como uma menina iludida que se apega nos que traem e esnobam os que honram compromisso.
    .
    Torcedores até hoje lamentam ter perdido Barcos, Kleber, Love, Henrique … mas esquecem que Valdivia teve as mesmas oportunidades de sair e ficou para honrar seu contrato até o fim… o que ele ganhou em troca? Vaia de um bando de safado que se diz torcedor.

  • The Hunter Protoss

    Eu sei que nossa diretoria deu uma vacilada monstro, mas eu boto muito mais a culpa na canalhice do “staff” e do próprio jogador. Tá na cara que eles fecharam na surdina com os bambis e ficaram se fazendo de desintendidos esse tempo todo. Essa história de mal estar emocional do Kardec tem nome: medo de conversar com a diretoria e mandar a real, de que já estava acertado com o Vaidar, e havia traído o verdão e a torcida.