ÔÔÔ O MAGO VOLTOU!!! ♪♫

Valdivia-voltou1

“Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca

Mistura a dor e a alegria

Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre” ♪♫ (Milton Nascimento)

Pareceu uma eternidade esse tempo de Copa das Confederações em que o Verdão ficou sem jogar… Custou tanto a passar.

Não há vida sem Palmeiras! A gente continua fazendo tudo como sempre, trabalha, estuda, passeia, dá risada, se alimenta, anda, respira… mas é tudo tão sem cor, sem calor, sem perfume… A sensação de que falta algo é permanente.

Contamos os dias até esse sábado (06), ficamos ansiosos como quem mal pudesse esperar pra rever um grande amor. E era isso mesmo, íamos rever o nosso grande amor.

As expectativas eram as melhores possíveis, time descansado, que treinou bastante durante a “férias”, o garoto Luís Felipe no time, Prass de volta, Valdivia de volta… O Mago… com ele em campo sempre podemos esperar um futebol mais bonito.

Pra não ficar na pilha, passei o dia batendo pernas na 25 de Março, e cheguei em casa quase na hora do jogo começar. E então… surpresa! Nenhuma emissora ia transmitir o jogo do Palmeiras. A Band, que acenara com a possibilidade, mudou de ideia (ou a Globo fez com que ela mudasse) e transmitiria o ‘badaladíssimo’, confronto entre os dois “grandes campeões brasileiros”, São Caetano e Avaí. Era compreensível… afinal esses times, que ‘conquistaram tantos títulos nacionais’, ‘possuem milhões de torcedores espalhados pelo país’, não é mesmo? Eles têm jogadores que já vestiram a camisa da seleção brasileira, da seleção chilena… são times que têm muito mais apelo. E, deve ter sido por esses motivos que ‘São Caetano x Avaí’ foi o jogo que os milhões de palmeirenses, espalhados pelo Brasil inteiro, tinham pra assistir.

As TVs ‘preferiram’ levar ao ar uma programação que lhes daria menos pontos no Ibope? Estranho… Deve ser a Dona Globo, detentora dos direitos de transmissão, querendo forçar o torcedor palmeirense a comprar os pacotes de PPV da série B. Eu não sei você, amigo leitor, mas eu não compro!

E lá fomos nós assistir via PC… Estava um calorão em Presidente Prudente e o Palmeiras, de Fernando Prass, Luis Felipe, André Luiz, Henrique, Juninho, Márcio Araújo, Charles, Wesley, Valdivia, Leandro e Vinícius,  estava lindo de branco. Nas camisas, uma mensagem de apoio ao grande Djalma Santos, ex-jogador do Palmeiras, que se encontra hospitalizado. No banco, o auxiliar técnico, Juninho, substituía Gilson Kleina. No gramado, antes do apito inicial, Valdivia se ajoelhava em oração – e eu rezei com ele, rezei por ele… muito mais do que nós, torcedores, o Mago sabia o quanto essa volta significava, sabia tudo o que estava em jogo…

Apesar do gramado ruim, esse time, lindo, que vestia branco, precisou de apenas 7 minutos para abrir o placar. Jogada linda do Mago – tão bom ter ele de volta -, que driblou dois marcadores, tabelou com Leandro e rolou pra Luís Felipe cruzar no meio. Charles tentou mandar pro gol, mas acabou sendo travado; a bola sobrou para Leandro, que encheu o pé e estufou as redes (Tchuuupa, Tamoxunto!). Que alegria eu senti! O Palmeiras, do jeito que a gente gosta, saía na frente.

O toque de bola do Verdão era outro, o time estava mais rápido. A qualidade do passe de Valdivia, a sua visão de jogo, que são indiscutíveis, faziam muita diferença.  O Palmeiras precisa tanto disso…

O Oeste até quis nos importunar, mas a zaga estava esperta. Aos 36′, eles deram um susto na gente com uma bola na trave. Mas nem deu tempo de ficarmos preocupados. Na sequência, Valdivia, – os adversários batem um bocado nele – com um passe preciso lançou Vinícius; ele cruzou e Leandro, “facinho, facinho”, fez o segundo do Palmeiras, segundo dele na partida (visibilidade é isso, Tamoxunto! Fazer gols, jogando por um grande time). Que maravilha!!

No finalzinho do primeiro tempo, o Mago deu um passe perfeito pro Charles e o deixou na cara do gol, mas ele foi derrubado na linha da área. Que gostoso ver o Palmeiras jogar um bom futebol! Que delícia ver o Valdivia em campo, fazendo das suas… Que alegria ver o garoto Luís Felipe se saindo tão bem, ver o Juninho fazendo bons cruzamentos, o Wesley jogando certinho, o Charles marcando dois gols no jogo… que bom ter o Henrique no time… que alívio constatar que, a despeito das reclamações da época, a diretoria acertou em cheio ao escolher Leandro, nosso artilheiro, entre os jogadores que lhe foram oferecidos pelo Grêmio.

Na segunda etapa, aos 6′, Luís Felipe fez jogada pela direita, cortou para o meio e, de fora da área, arriscou de esquerda acertando a trave. Quase! Valdivia estava Valdivia, enlouquecendo os adversários e encantando a torcida! Aos 12′, depois da jogada de Wesley (na posição certa ele joga bem, né Kleina?) e Luís Felipe, o rebote ficou com o Mago, que mandou uma “bomba” e o filho-da-mãe do goleiro defendeu. Foi por pouco…

O terceiro gol tava amadurecendo. Charles invadiu a área e chutou forte; o maledeto do goleiro conseguiu tirar. A gente sabia que ia sair mais um gol, mas só não sabíamos que ele seria tão espetacular…

Valdivia entortava um aqui, outro ali; chapelava, metia cada bola linda pros companheiros… organizava e armava as jogadas de ataque, fazia o futebol do Palmeiras ter muito mais qualidade. Mas, Mago que é, ainda faltava um sortilégio. Faltava ele deixar a gente maravilhado, faltava deixar o Prudentão transbordando de magia.  De fora da área, desmontou a defesa inimiga, meteu a bola por entre vários adversários, e ela foi encontrar Leandro, sozinho na área (como ele faz isso?). O garoto, esperto, rolou pra Charles que aparecia na trave oposta, e ele, como se fosse um ‘Fio Maravilha’, só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol... Jogada maravilhosa! Genialidade explícita e descarada em campo. A arquibancada enlouquecia, a bancada virtual também. Nossos corações, inundados de felicidade. Quanta saudade sentíamos desse futebol…

O time todo se apresentava bem, nossa camisa parecia ainda mais linda… parecia refletir o sol que inundava o Prudentão e o nosso peito…

O técnico Juninho substituiu Valdivia, o melhor jogador da partida, pelo estreante Mendieta (quero ver esses dois juntos em campo), e foi emocionante. O torcedor, grato pelo futebol palestrino, que renasceu pelos pés do Mago, gritava o seu nome e o aplaudia de pé. Merecidíssimo! As lágrimas corriam no meu rosto.

(Tá vendo, Mago? É como diz a música: “… é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter sonhos, sempre…”. Você sabe o quanto tem trabalhado, e o resultado está aí; a receita também: trabalho, paciência, trabalho, paciência…)

E se estava bom, ficou melhor ainda. Aos 38′, depois da cobrança de escanteio, a defesa do Oeste aliviou pra fora da área, Charles ficou com a sobra e, de primeira, emendou uma paulada acertando o canto direito do goleiro. Que golaço! O segundo dele no jogo, o quarto da goleada do Palmeiras.

E por pouco o estreante da tarde não deixa o dele. Na jogada de Wesley, Juninho cruzou, e Mendieta cabeceou pro gol. O goleiro conseguiu defender com os pés – não fosse ele tinha sido uns 7 x 0.  Minutos depois, Caio foi lançado, tentou o chute e o goleiro defendeu. Ele não viu Mendieta livre na frente do gol. Que pecado! No minuto final, Caio, de cabeça, quase marcou o quinto gol; o goleiro fez uma grande defesa. E então, o juiz apitou. E a torcida saiu feliz, cantando, aplaudindo o time.

E o final de semana foi uma maravilha!  Parmera goleou, Valdivia jogou muito, Leandrinho fez 2 gols (Tchupa, Tamoxunto), Charles também fez, o gambá idiota foi nocauteado, os bambis perderam… Uma beleza!

Quanto a nós, eu sei que foi só um jogo, que o caminho é longo, e que vai ser preciso manter a pegada, a regularidade, porque, certamente, as dificuldades aparecerão. Mas eu também sei que o time não jogou bem por acaso, que esse futebol bonito e vibrante poderá ser repetido muitas outras vezes. Sei que Alan Kardec, Felipe Menezes e Eguren ainda vão entrar no time… e, mais do que saber, tenho certeza, chegou a hora de podermos sonhar com um novo Palmeiras…

E como dizia aquele sábio barbudo e de óculos escuros: “Sonho que se sonha junto é realidade…”

Booora sonhar e fazer acontecer, parmerada! Sexta feira é no Pacaembu.

A gente se encontra lá!

 

  • Lorenzo

    Eu vi, imagino que muitos viram…
    O Leandro beijou o nosso escudo apos o gol !
    Ate ai, normal ou demagogo se ele nao tivesse declarado se Palmeiras desde pequenino rsssss
    Tamoxuntooooo

    • taniaclorofila

      Não é a primeira vez que ele faz isso, né Lorenzo? Ele é palmeirense mesmo, sem enganação.
      Eu adoro o Leandro, e espero que Valdivia o ajude a marcar muitos gols.
      Bem mais que os 27 do Tamoxunto! hahaha

  • Lorenzo

    Eu vi, imagino que muitos viram…
    O Leandro beijou o nosso escudo apos o gol !
    Ate ai, normal ou demagogo se ele nao tivesse declarado se Palmeiras desde pequenino rsssss
    Tamoxuntooooo

    • taniaclorofila

      Não é a primeira vez que ele faz isso, né Lorenzo? Ele é palmeirense mesmo, sem enganação.
      Eu adoro o Leandro, e espero que Valdivia o ajude a marcar muitos gols.
      Bem mais que os 27 do Tamoxunto! hahaha

  • Marcello Monteleone

    Parabéns pelos comentários!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Marcello.

  • Marcello Monteleone

    Parabéns pelos comentários!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Marcello.

  • Luiz

    Como eu gosto de ler os comentários dessa Moça! Que beleza!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Luiz.

  • Luiz

    Como eu gosto de ler os comentários dessa Moça! Que beleza!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Luiz.

  • Will tapajero

    Boa sister!

  • Will tapajero

    Boa sister!

  • Will tapajero

    De todos os ex-craques de futebol, o Mago só me faz lembrar de um: Zico, o Galinho de Quintino, que eu conheci no Japão, como um semi-deus do futebol para os japoneses.
    Mago, treine bastante cobranças de falta próximas da área, para fazer muitos gols dali. Com a bola rolando, você é craque e eu fico feliz de vê-lo confirmando o que eu sempre disse.
    Abraço e boa sorte!

    • taniaclorofila

      Verdade, viu Will?
      Falem o que quiserem do Mago, inventem o que quiserem dele, mas ninguém pode negar que ele tem muito talento, e que não tem nenhum outro no Brasil com tanto talento assim.

  • Will tapajero

    De todos os ex-craques de futebol, o Mago só me faz lembrar de um: Zico, o Galinho de Quintino, que eu conheci no Japão, como um semi-deus do futebol para os japoneses.
    Mago, treine bastante cobranças de falta próximas da área, para fazer muitos gols dali. Com a bola rolando, você é craque e eu fico feliz de vê-lo confirmando o que eu sempre disse.
    Abraço e boa sorte!

    • taniaclorofila

      Verdade, viu Will?
      Falem o que quiserem do Mago, inventem o que quiserem dele, mas ninguém pode negar que ele tem muito talento, e que não tem nenhum outro no Brasil com tanto talento assim.

  • ERIK

    SENSACIONAL TEXTO,CLÔ!VOLTAMOS COM TUDO E O MAGO SIMPLESMENTE ARREBENTOU C O JOGO E COM A DEFESA DOS CARAS!TODOS OS GOLS PASSARAM PELOS PÉS DELE,TODOS!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Metal!
      Jogou “pouco” o nosso amigo, hein?
      Ele é craque, e o melhor de tudo é que o Palmeiras fica tão mais forte quando ele está no time.

  • ERIK

    SENSACIONAL TEXTO,CLÔ!VOLTAMOS COM TUDO E O MAGO SIMPLESMENTE ARREBENTOU C O JOGO E COM A DEFESA DOS CARAS!TODOS OS GOLS PASSARAM PELOS PÉS DELE,TODOS!

    • taniaclorofila

      Obrigada, Metal!
      Jogou “pouco” o nosso amigo, hein?
      Ele é craque, e o melhor de tudo é que o Palmeiras fica tão mais forte quando ele está no time.

  • Maguito Fake

    Yo soy fera! Soy meio time.. Ou mejor mais de meio time, yo participei de 75% dos gols diretamente! Um abraço para o Osório Furlan…y una dica.. No va pelos comentários, pelos “amigos” que estão ali dentro! Fui el mejor investimento q usted poderia fazer! Soy alegria, soy magia, soy sinônimo de gol, de sorrisos! Yo ainda levo crianças, jovens e velhos aos estádios! Trabajei muchoo nas ferias, estoy cheio de vontade! Yo sie como ninguém cuidar dessa pelota! Se cuidem zagueirada Henry Kardec vai cansar de fazer gols con yo en campo! Leandrinho q o diga! Estoy con sede,fome, muucha vontade de bola! Y una dica tambien..no façam falta na entrada de la areazita… Sabe pq? Yo guardo mesmo jajaja

    • taniaclorofila

      Henry Kardec? hahahahahaha
      Deixa o Mago original saber disso… rsrs

      Vc é um fake do bem, muito querido. E o pessoal do Twitter te adora.
      Valdivia iria se divertir com o seu perfil, caso o lesse.

      Beijo, seu lindo!

  • Maguito Fake

    Yo soy fera! Soy meio time.. Ou mejor mais de meio time, yo participei de 75% dos gols diretamente! Um abraço para o Osório Furlan…y una dica.. No va pelos comentários, pelos “amigos” que estão ali dentro! Fui el mejor investimento q usted poderia fazer! Soy alegria, soy magia, soy sinônimo de gol, de sorrisos! Yo ainda levo crianças, jovens e velhos aos estádios! Trabajei muchoo nas ferias, estoy cheio de vontade! Yo sie como ninguém cuidar dessa pelota! Se cuidem zagueirada Henry Kardec vai cansar de fazer gols con yo en campo! Leandrinho q o diga! Estoy con sede,fome, muucha vontade de bola! Y una dica tambien..no façam falta na entrada de la areazita… Sabe pq? Yo guardo mesmo jajaja

    • taniaclorofila

      Henry Kardec? hahahahahaha
      Deixa o Mago original saber disso… rsrs

      Vc é um fake do bem, muito querido. E o pessoal do Twitter te adora.
      Valdivia iria se divertir com o seu perfil, caso o lesse.

      Beijo, seu lindo!

  • Gaetano

    Pois é, Tânia. Foi surpresa, pra mim, depois disso tudo, ver no twitter um bloguista comentar que: “tomara que continue jogando assim, porque pode ser vendido no final do ano e recuperar parte do prejuízo”. Que me perdoe nosso amigo, que merece todo o respeito pela devoção e trabalho que faz para divulgar nosso clube. Eu não posso deixar de reconhecer que, também graças a ele, a mídia palestrina vem se destacando. Ainda assim, vejo a coisa sobre outra ótica (talvez menos míope):
    Se o Mago continuar jogando assim em 5 jogos por mês (perfeitamente possível), e suas “magias” aumentar o público em 10000 torcedores por partida, considerando que esse número corresponderia a renda líquida de R$ 100.000,00,(isso é chute!) o seu “suposto” salário já estará pago.Se levarmos em conta a exploração de sua imagem, venda de camisas, bonecos e demais artigos nas lojas Academia Store, teremos mais recursos para amortizarem o seu valor. E tudo isso sob o olhar de uma pessoa que não tem nada a ver com marketing.
    Portanto se continuar assim, tem mais é que ficar. Não se vende galinha que põe ovos de ouro.; Ou estarei errado? Será que defender os cofres do clube, nesse caso, é ser “Valdivete”?

    • taniaclorofila

      Oi Gaetano,

      Você está corretíssimo! Não se vende uma galinha que põe ovos de ouro.

      Essa mania que as pessoas têm de rotular as que gostam de outras, as que têm outras pessoas por ídolos, é coisa de gente medíocre, rasteira… coisa de idiotas, mesmo! Gente que não é capaz de respeitar as pessoas que pensam diferente do que ela quer impor ao mundo como correto.

      Desde que o futebol existe, existem os ídolos e os fãs. E o que faz com que as pessoas gostem “deste” ou “daquele” é problema delas, e ninguém tem absolutamente nada com isso. Nem todos os ídolos foram unanimidades. Conheço vários palmeirenses que, por incrível que pareça, não gostam de Edmundo, por exemplo, não gostaram de muitas atitudes que ele teve enquanto jogou no Palmeiras. Já pra mim, ele é ídolo eterno!

      Valdivia é craque, e é estúpido ou muito mal intencionado quem contradiz isso.

      Acontece que, mesmo na mídia palestrina, e isso é muito fácil de se observar, existem pessoas muito mais preocupadas com acessos e patrocínios do que com o Palmeiras (há ainda as que buscam qualquer motivo para atacar a gestão).

      Então, se a “moda” for descer o pau em “X”, eles vão bater no “X”, ter histórias mirabolantes para contar sobre o “X”, e fazer o maior sucesso com os torcedores… se o “X” estiver nas graças da torcida, eles vão entrevistar o “X”, vão vender camisetas do “X”, vão falar do “X” incansavelmente, ganhar dinheiro às custas do “X”, independentemente do fato de gostarem ou não do “X”… É só observar como alguns mudam de opinião, o tempo todo, sobre um mesmo assunto.

      Não é possível que o jogador seja elogiado por dirigentes, pela comissão técnica, pelos companheiros de time e só esses “médiuns” tenham a informação correta, vinda do além, que a coisa é totalmente oposta. Jogador nenhum gosta e fala bem do companheiro que esteja sendo sacana com o clube e com o grupo.

      Outra coisa que é típica de mentes inferiores é afirmar que o jogador prefere ficar longe do time, recebendo sem ganhar. Essas pessoas tiram essas conclusões baseadas no que o caráter delas mesmas lhes fariam decidir num caso como esse. Eu, por exemplo, jamais me contentaria com isso.

      Afinal, um jogador com um talento raro preferir ficar sem jogar, é o mesmo que um grande ator preferir ficar recebendo sem atuar; um grande escritor preferir receber a escrever; o mesmo que uma primeira bailarina preferir receber salários e ficar sem dançar; um cientista se contentar com salários e deixar de pesquisar; um campeão de automobilismo preferir ficar recebendo sem entrar na pista… Quem nasceu para brilhar, quer brilhar!!!

      Só os que não têm talento algum é que, talvez, pensassem assim… e só os ignorantes, os muito burros, os que adorariam poder fazer isso, é que propagam esse tipo de coisa.

      Valdivia jogou uma partida e, em exposição positiva, trouxe mais benefícios ao Palmeiras do que todas as outras partidas e jogadores trouxeram. Os holofotes foram todos do clube e do jogador. À noite não se falava em outra coisa, todo mundo encantado com o futebol lindo que o Mago apresentou, com o futebol convincente jogado pelo Palmeiras, com as jogadas, com os gols. Até a imprensinha esqueceu que o Verdão está na série B. Valdivia proporcionou a Leandro marcar mais dois gols e ir se firmando na condição de artilheiro do time. Não teve vaia, não teve crítica, pra ninguém. Sem pressão, os jogadores produziram mais. A brilhante atuação do Mago refletiu no time todo. Saiu todo mundo leve de campo

      Se nós ficamos encantados com o que o Mago fez em campo, imagine a garotada… foco de todos os clubes para aumentar a torcida.

      É desse tipo de coisa que vem o retorno… é esse tipo de coisa que faz valer a pena ter o jogador no elenco.

      Eu, como torcedora, quero o bem de todo e qualquer jogador capaz de ajudar o Palmeiras a jogar melhor, a vencer as suas partidas. Ainda mais de um tão talentoso quanto Valdivia. O Palmeiras é outro com ele em campo. Tomara Valdivia consiga jogar bem muitas outras vezes.

      Mas ele precisa estar em campo, precisa focar isso com determinação férrea. Não pode deixar de lembrar, o tempo todo, que o Palmeiras precisa dele, assim, jogando como no sábado, com muito talento e inteligência.

      Espero que as arbitragens sejam mais honestas e punam os que batem nele o tempo todo (e que ele não reclame com os árbitros por isso), porque é por apanhar o tempo todo que ele se machuca mais que os outros. E, como diria Sherlock Holmes: Isso é elementar, meu caro Watson!

      Um abraço

      • Gaetano

        É sempre muito bom trocar idéias com pessoas inteligentes e sensatas como você, que ama as nossas cores e que, por isso, é digna representante dos verdadeiros torcedores palmeirenses. A lamentar somente que, embora também inteligentes, alguns preferem trocar essa virtude por exposições medíocres na mídia e por adoção de posições partidárias que não beneficiam em nada o clube que amamos.

  • Gaetano

    Pois é, Tânia. Foi surpresa, pra mim, depois disso tudo, ver no twitter um bloguista comentar que: “tomara que continue jogando assim, porque pode ser vendido no final do ano e recuperar parte do prejuízo”. Que me perdoe nosso amigo, que merece todo o respeito pela devoção e trabalho que faz para divulgar nosso clube. Eu não posso deixar de reconhecer que, também graças a ele, a mídia palestrina vem se destacando. Ainda assim, vejo a coisa sobre outra ótica (talvez menos míope):
    Se o Mago continuar jogando assim em 5 jogos por mês (perfeitamente possível), e suas “magias” aumentar o público em 10000 torcedores por partida, considerando que esse número corresponderia a renda líquida de R$ 100.000,00,(isso é chute!) o seu “suposto” salário já estará pago.Se levarmos em conta a exploração de sua imagem, venda de camisas, bonecos e demais artigos nas lojas Academia Store, teremos mais recursos para amortizarem o seu valor. E tudo isso sob o olhar de uma pessoa que não tem nada a ver com marketing.
    Portanto se continuar assim, tem mais é que ficar. Não se vende galinha que põe ovos de ouro.; Ou estarei errado? Será que defender os cofres do clube, nesse caso, é ser “Valdivete”?

    • taniaclorofila

      Oi Gaetano,

      Você está corretíssimo! Não se vende uma galinha que põe ovos de ouro.

      Essa mania que as pessoas têm de rotular as que gostam de outras, as que têm outras pessoas por ídolos, é coisa de gente medíocre, rasteira… coisa de idiotas, mesmo! Gente que não é capaz de respeitar as pessoas que pensam diferente do que ela quer impor ao mundo como correto.

      Desde que o futebol existe, existem os ídolos e os fãs. E o que faz com que as pessoas gostem “deste” ou “daquele” é problema delas, e ninguém tem absolutamente nada com isso. Nem todos os ídolos foram unanimidades. Conheço vários palmeirenses que, por incrível que pareça, não gostam de Edmundo, por exemplo, não gostaram de muitas atitudes que ele teve enquanto jogou no Palmeiras. Já pra mim, ele é ídolo eterno!

      Valdivia é craque, e é estúpido ou muito mal intencionado quem contradiz isso.

      Acontece que, mesmo na mídia palestrina, e isso é muito fácil de se observar, existem pessoas muito mais preocupadas com acessos e patrocínios do que com o Palmeiras (há ainda as que buscam qualquer motivo para atacar a gestão).

      Então, se a “moda” for descer o pau em “X”, eles vão bater no “X”, ter histórias mirabolantes para contar sobre o “X”, e fazer o maior sucesso com os torcedores… se o “X” estiver nas graças da torcida, eles vão entrevistar o “X”, vão vender camisetas do “X”, vão falar do “X” incansavelmente, ganhar dinheiro às custas do “X”, independentemente do fato de gostarem ou não do “X”… É só observar como alguns mudam de opinião, o tempo todo, sobre um mesmo assunto.

      Não é possível que o jogador seja elogiado por dirigentes, pela comissão técnica, pelos companheiros de time e só esses “médiuns” tenham a informação correta, vinda do além, que a coisa é totalmente oposta. Jogador nenhum gosta e fala bem do companheiro que esteja sendo sacana com o clube e com o grupo.

      Outra coisa que é típica de mentes inferiores é afirmar que o jogador prefere ficar longe do time, recebendo sem ganhar. Essas pessoas tiram essas conclusões baseadas no que o caráter delas mesmas lhes fariam decidir num caso como esse. Eu, por exemplo, jamais me contentaria com isso.

      Afinal, um jogador com um talento raro preferir ficar sem jogar, é o mesmo que um grande ator preferir ficar recebendo sem atuar; um grande escritor preferir receber a escrever; o mesmo que uma primeira bailarina preferir receber salários e ficar sem dançar; um cientista se contentar com salários e deixar de pesquisar; um campeão de automobilismo preferir ficar recebendo sem entrar na pista… Quem nasceu para brilhar, quer brilhar!!!

      Só os que não têm talento algum é que, talvez, pensassem assim… e só os ignorantes, os muito burros, os que adorariam poder fazer isso, é que propagam esse tipo de coisa.

      Valdivia jogou uma partida e, em exposição positiva, trouxe mais benefícios ao Palmeiras do que todas as outras partidas e jogadores trouxeram. Os holofotes foram todos do clube e do jogador. À noite não se falava em outra coisa, todo mundo encantado com o futebol lindo que o Mago apresentou, com o futebol convincente jogado pelo Palmeiras, com as jogadas, com os gols. Até a imprensinha esqueceu que o Verdão está na série B. Valdivia proporcionou a Leandro marcar mais dois gols e ir se firmando na condição de artilheiro do time. Não teve vaia, não teve crítica, pra ninguém. Sem pressão, os jogadores produziram mais. A brilhante atuação do Mago refletiu no time todo. Saiu todo mundo leve de campo

      Se nós ficamos encantados com o que o Mago fez em campo, imagine a garotada… foco de todos os clubes para aumentar a torcida.

      É desse tipo de coisa que vem o retorno… é esse tipo de coisa que faz valer a pena ter o jogador no elenco.

      Eu, como torcedora, quero o bem de todo e qualquer jogador capaz de ajudar o Palmeiras a jogar melhor, a vencer as suas partidas. Ainda mais de um tão talentoso quanto Valdivia. O Palmeiras é outro com ele em campo. Tomara Valdivia consiga jogar bem muitas outras vezes.

      Mas ele precisa estar em campo, precisa focar isso com determinação férrea. Não pode deixar de lembrar, o tempo todo, que o Palmeiras precisa dele, assim, jogando como no sábado, com muito talento e inteligência.

      Espero que as arbitragens sejam mais honestas e punam os que batem nele o tempo todo (e que ele não reclame com os árbitros por isso), porque é por apanhar o tempo todo que ele se machuca mais que os outros. E, como diria Sherlock Holmes: Isso é elementar, meu caro Watson!

      Um abraço

      • Gaetano

        É sempre muito bom trocar idéias com pessoas inteligentes e sensatas como você, que ama as nossas cores e que, por isso, é digna representante dos verdadeiros torcedores palmeirenses. A lamentar somente que, embora também inteligentes, alguns preferem trocar essa virtude por exposições medíocres na mídia e por adoção de posições partidárias que não beneficiam em nada o clube que amamos.

  • Roberto

    Parabens Tania, este é o unico blog que tratou o mago com respeito e não o ofendeu pelo contrário só o enalteceu.

    • taniaclorofila

      Obrigada, Roberto.

      Seria muito estranho se, ao escrever sobre um jogo que o Palmeiras venceu, jogando muito bem, eu desrespeitasse e ofendesse um jogador do meu time, que foi o craque da partida, aquele que proporcionou um espetáculo em campo e que foi aplaudido de pé pelos torcedores que estavam no estádio

      A não ser que eu não fosse palmeirense… né?

  • Roberto

    Parabens Tania, este é o unico blog que tratou o mago com respeito e não o ofendeu pelo contrário só o enalteceu.

    • taniaclorofila

      Obrigada, Roberto.

      Seria muito estranho se, ao escrever sobre um jogo que o Palmeiras venceu, jogando muito bem, eu desrespeitasse e ofendesse um jogador do meu time, que foi o craque da partida, aquele que proporcionou um espetáculo em campo e que foi aplaudido de pé pelos torcedores que estavam no estádio

      A não ser que eu não fosse palmeirense… né?