QUE TUDO SE REALIZE NO ANO QUE VAI NASCER… ♫♪ FELIZ 2013!!

 

Não se lamente pelas perdas. Elas são necessárias para voltar a se encontrar… Richard Bach

Foi assim que eu me despedi de 2011…

BOOORA PRA 2012, PARMERADA! SERÃO 31.536.000 SEGUNDOS EM QUE RESPIRAREMOS PALMEIRAS, LUTAREMOS POR ELE, E O AMAREMOS AINDA MAIS! 31.536.000 segundos que farão a nossa existência valer a pena!!

E foi exatamente o que aconteceu! Se era possível amarmos ainda mais o Palmeiras, nós o fizemos! E respiramos Palmeiras, lutamos por ele em cada segundo desse ano zombeteiro. Valdivia e Edmundo, os meus dois neurônios, tiveram um trabalhão enorme para me manter mentalmente saudável.

Nunca poderíamos imaginar o que se desenrolaria nesses 365 dias… Agora, olho pra trás e, ao invés de me entristecer com o que eu não queria ter deixado, o que eu não queria ter perdido, me sinto uma vencedora!

Não tenho raiva de você, 2012. Não! Apesar de todo o mal que você quis me causar, do muito que você me tirou, eu tomei de você coisas preciosíssimas, e você nem se deu conta (não foi só o Palmeiras a ser escandalosamente subtraído neste ano, você também foi). Você vai acabar e eu vou receber as luzes de 2013, eu vou me encher de esperanças outra vez, vou me encher de entusiasmo pela vida, pelas coisas que quero conquistar, pelos sonhos que espero realizar. E você não levará embora as maravilhas que tomei pra mim…

A despeito dos muitos tombos, eu me levantei em todas as vezes que você me derrubou! A despeito das amizades perdidas, eu conquistei novos amigos… a despeito de todas as lágrimas derramadas, eu sempre conseguir sorrir depois delas…

Mas eu confesso, sofri um bocado…

Sofri por imaginar que a nossa Arena, vítima dos muitos obstáculos que colocaram em seu caminho, talvez não se colocasse de pé… Mas você, 2012, se deu muito mal. Não conseguiu nos tirar o orgulho de vê-la quase pronta e a certeza que ela vai ser a mais linda arena do país. Ninguém mais vai lembrar de você, 2012, quando os refletores da minha casa forem acesos pela primeira vez…

Eu sofri sim…

E, enquanto eu sofria, naquele jogo diante do Grêmio, em Barueri, eu tomei de você aquela água que caía brilhando do céu, me apropriei daquela comemoração mais linda do mundo, do encantamento de ter visto aquela pintura de jogada,  enquanto a minha família enlouquecia com o gol genial daquele Mago, mais enlouquecido ainda. Você não pôde nos roubar a sensação de estarmos também no meio daquele abraço gigante, de nos sabermos na final…

E com você distraído, 2012, desatento, eu tomei de você o ‘Palestra Itália’ que estava em Barueri, naquela final com o Coritiba… roubei de você toda aquela alegria, aqueles sons e cantos maravilhosos… tomei posse daquele pênalti, magistralmente cobrado por Valdivia; roubei a precisão do pé de Assunção, e a pontaria certeira de Thiago Heleno, quando ele guardou aquele gol de cabeça… me apropriei da maravilha das defesas de Bruno… eu tomei pra mim todas aquelas lágrimas que corriam no rosto das pessoas e no meu também…  saqueei aquela energia, aquela felicidade,proporcionada pelo espetáculo que acontecia diante dos meus olhos… Agora, tudo isso é meu…

Você, 2012,  que se preocupou tanto em nos causar desastres, imprevistos, enquanto se distraía com os seus sequestros, assaltos, brigas, crises de apendicite, lesões, intrigas… nem se deu conta do que aconteceu em Curitiba… Eu, e milhões de palestrinos, tomamos de volta a raça , a valentia e a loucura  (elas sempre foram nossas) do gol de Betinho… Você não foi capaz de nos impedir de arrancarmos de você aquele grito de campeão, que saiu do fundo da nossa alma… e ele vai ecoar pelos infinito enquanto o universo existir.  Nada teve mais importância do que essa conquista. Eu não trocaria esse título pela permanência na séria A, nem a pau! Ele entrou pra história, o resto foi um acidente de percurso que vamos consertar. Ser o clube que mais conquistou títulos nacionais foi a cereja do nosso bolo.

Você nem percebeu, 2012,  e roubamos de você 28 maravilhosos gols de Barcos… as ótimas partidas de Henrique…

Nós tomamos de você a vaga na Libertadores 2013…

Ganhamos na marra algumas partidas, sofridas, suadas, mas que tanta alegria nos deram quando aconteceram…

Quando você pensou que tinha nos dado um golpe mortal, quando você deu a sua última cartada, nós transformamos a imensa tristeza em lágrimas de alegria e orgulho. E, num Pacaembu lotado, reverenciamos São Marcos,  o maior e melhor goleiro do mundo; e sem que você se desse conta, nos apoderamos da inesperada e rara alegria de comemorarmos um gol do nosso ídolo amado, na noite em que nos despedíamos dele…

Você quis tanto nos ferir (ou será que foi sem querer?) e nós, só nós, pudemos aplaudir alguns dos melhores craques que o futebol brasileiro já viu… nossos ídolos, ídolos do Palmeiras! Tomamos posse da delícia de rever Ademir da Guia em campo, Edmundo, Evair, Alex, Antonio Carlos, Tonhão, Sérgio, Velloso, Rivaldo, Djalminha, Paulo Nunes, Euller, César Sampaio, Cleber, Junior, Roberto Carlos… craques maravilhosos do Verdão. Nos encharcamos do orgulho de ver que só o Palmeiras mesmo para fazer um time e uma seleção brasileira de ex-jogadores…

É… 2012, você já pode ir embora, o que tomamos de você ficará conosco pra sempre. Mas, por favor, avisa lá o seu amigo 2013, que essa gente que se veste de verde e branco, com um grande P no coração, é dura na queda e está muito mais forte agora! Que o amor e o orgulho desses milhões de apaixonados não têm divisão, e são tão grandes que não cabem no peito!

Faz mais um favor 2012, diz também pra 2013,  que ele é muito bem vindo, e que nós, palestrinos,  vamos fazer dele o melhor ano do resto de nossas vidas!!!

FELIZ 2013, PARMERADA!!!

PAZ, SAÚDE, SUCESSO, ALEGRIAS, GOLS, MUDANÇAS PROFISSIONALIZAÇÃO…

E PAULO NOBRE, PRESIDENTE DO VERDÃO!!!

  • tiago

    Tânia, que belíssimo texto… como é bela a alma palmeirense. Parabéns, e um novo ano cheio de paz.

  • tiago

    Tânia, que belíssimo texto… como é bela a alma palmeirense. Parabéns, e um novo ano cheio de paz.