À LUTA, PALMEIRAS!! ESSA CAMISA TEM PODER!

“Os pessimistas, paralisados pelos obstáculos que não se imaginam capazes de transpor, são meros espectadores… Os otimistas… Ah, os otimistas… Esses são os que conseguem transformar o mundo!”

Eu sempre soube que a torcida iria ficar com o time; que a torcida, apesar de tudo o que estava errado com/no Palmeiras, não iria lhe faltar  nas horas mais difíceis. Já tinha falado sobre isso em outro texto, quando ainda nos restavam muito mais partidas… http://migre.me/bg6lk .

Mas eu também tinha dito que as arbitragens, em muitas oportunidades, estavam sendo determinantes para que o Palmeiras não conseguisse enfiar três pontos no bolso…

Ganhamos do Bahia na partida passada! E comemoramos a vitória como se fosse um título! Só nos sabemos que os tais três pontos, para nós, valem bem mais que isso! Mas não é porque ficamos felizes, que vamos fazer de conta que não vimos que o juiz nos roubou, de novo! E que a imprensa (que faz escarcéu por um impedimento de dois centímetros desfavorável ao Corinthians) se calou, de novo! Mão na bola, com o braço aberto é pênalti, SIM!! E não tem desculpa! Nem mesmo se o sujeito estivesse dando tchauzinho pra mãe na arquibancada! Mas o juiz não marcou o pênalti escandaloso… E eu pergunto: Na conta de quem ficaria esse “erro” se, por acaso, o Bahia tivesse empatado? Será que a imprensa diria que o empate teria sido construído no apito, ou iriam se esconder no mantra de sempre: a má fase do time? (Na conta de quem ficou a expulsão do Thiago Heleno no jogo contra o Naútico e a não expulsão do agressor de Thiago Real num jogo antes?)

A imprensa já se acostumou a encobrir tudo o que acontece, com a frase feita e manjada de que “se erra contra todos”. Frase que é mastigada, engolida e digerida por muitos torcedores nossos, metidos a fazer o tipo do “politicamente correto” (eu tenho um adjetivo melhor para “correto”), que nem percebem que ajudam a fazer com que passe a ser “direito adquirido” a obrigação de “erros” do apito a favor de uns, e em prejuízo de outros.

E todos os profissionais de imprensa, e o público consumidor de futebol também, parecem ter esquecido as denúncias do ex-árbitro Gutemberg Fonseca… Ele denunciou haver um esquema de favorecimento aos gambás, lembram? Informação que vai de encontro ao que 100 entre 100 “lunáticos”, “com mania de perseguição” e “passionais” já sabem! E ficou por isso mesmo… Ninguém fala sobre o assunto, ninguém foi investigar… As denúncias devem ter ido parar no mesmo “saco” pra onde vão as imagens de roubos contra o Palmeiras, porque delas ninguém fala, ninguém sabe, ninguém viu…

E é tão mais difícil assim, não é mesmo? É tão mais difícil quando a mídia quer enfiar na sua cabeça que você deve desistir mesmo quando há chance pra lutar… É como você ter uma pessoa amada na UTI, os médicos lhe dizerem que ela ainda tem chances de sobreviver e você pedir para desligarem os tubos, porque alguém enfiou na sua cabeça que assim é melhor…

E quantas coisas mais enfiam em nossas cabeças…

Todo mundo tem certeza que o Corinthians vai entregar (E ELE VAI ENTREGAR) o jogo para o Bahia. E todo mundo tem certeza por quê? Porque coisa mal feita, mutreta, é com eles mesmos! Mas a imprensinha já usa a desculpa que eles vão se vingar de 2010, quando o Palmeiras perdeu para o Fluminense. E tem quem repita isso!! MAS E O JOGO QUE O CORINTHIANS ENTREGOU, VERGONHOSAMENTE, PARA O FLAMENGO EM 2009? Desse jogo todo mundo esqueceu também? Até os palmeirenses?

Eu concordo que um time que não tenha mais aspirações num campeonato, e que não corra risco de cair, não tenha mesmo motivação para vencer. Mas, time desmotivado é muito diferente de time desonesto…

Amigo palestrino, alguma vez na sua vida, você viu um goleiro da Escola de Palestra Itália fazer algo parecido com isso, na penúltima rodada do campeonato para prejudicar três outros clubes que disputam o título?

Não, é claro que você não viu! Aqui é Palmeiras, porra! Em 2010, no jogo que dizem que “entregamos” para o Fluminense, Deola  fez uma partida excepcional, honrada; naquela ocasião, até o Dinei fez gol, e, ao final do jogo, ninguém falava em “entregada”, muito pelo contrário.

Prestem atenção com que “contrariedade” Jorge Henrique reclama da marcação do pênalti…

Mas que se f@#*da o time gambá e a falta de caráter dos seus! Nosso compromisso é com o Palmeiras! E o compromisso do Palmeiras é com a sua grandeza, com a sua honra e com a sua gente! Até mesmo quando caímos, em 2002, fomos e voltamos sem macular a nossa história, a nossa camisa. Sempre nos utilizando das ‘portas da frente’, fomos o primeiro clube grande a não se valer de maracutaias para permanecer na série A. E é por isso que a camisa do Palmeiras é pesada, porque ela carrega a honra de gerações e gerações de palestrinos! Essa camisa, como nenhuma outra, tem uma história linda pra contar!! E até ela, a camisa, se sente orgulhosa disso!

Nossas batalhas ainda não terminaram, meu amigo! Tem uma outra hoje, em Araraquara! E, a cada nova partida, nos parecerá ainda mais difícil. E precisaremos nos superar ainda mais, precisaremos nos empenhar ainda mais. Se nós, aqui do lado de fora, somos diferentes uns dos outros em determinação e vontade, se entre nós há os que acreditam muito, os que acreditam nada, há os que temem, os que “vão pro pau”; se precisamos buscar forças a cada dia, não podemos imaginar que é diferente com quem entra em campo…

Mas quem não acredita, é porque não conhece a força da nossa camisa… Não sabe quão especial se torna aquele que a veste…

E, diferentes ou não, acreditando muito ou acreditando só um pouquinho, é obrigação de time e torcida se darem as mãos neste momento; é nossa obrigação ajudar a levantar a cabeça de quem está se sentindo desanimado; é nossa obrigação ficarmos unidos; é nossa obrigação emprestarmos a nossa coragem aos que têm medo; é nossa obrigação amarmos e respeitarmos ainda mais o Palmeiras…

Vamos ouvir só o nosso coração, palestrino!! Ele conhece o caminho! Vamos vestir com orgulho a nossa poderosa camisa, nos dar as mãos e abraçarmos o Gigante para que ele permaneça de pé.

FORÇA, PALMEIRAS!! NOSSAS ARMAS SÃO A HONRA, A LUTA, A VONTADE DE VENCER E A FORÇA DA NOSSA CAMISA!! 

  • Leandro Pereira de Souza

    EU ACREDITO!!!
    Vai Palmeiras…Minha vida é Você!!!!

  • Leandro Pereira de Souza

    EU ACREDITO!!!
    Vai Palmeiras…Minha vida é Você!!!!

  • Por mais que algum pessimista palestrino esteja, ele não deixa de torcer justamente por amar incondicionalmente o Palmeiras.

    Já postei, logo após o jogo contra o Coritiba, minha incredulidade com relação a permanência na Série A, mas isso não significa que não estou fazendo continhas, torcendo, orando, rezando e até recorrendo a superstição usando a minha ‘camisa da sorte’. . .  A unica coisa que pode mudar o pessimismo do torcedor é a ATITUDE dos jogadores. . .  ATITUDES como a do BARCOS que chegou do aeroporto e foi direto para o estádio jogar [estou com olhos cheios de lagrimas agora], ATITUDES como a do M.ASSUNÇÃO que com o joelho estourado não esta fugindo da responsabilidade, ATITUDES como a do M.RAMOS que briga o tempo todo em campo e como a do BETINHO que mesmo sabendo da deficiência técnica, não teve medo!

    Quanto aos Gambás, é bem a cara deles entregar mesmo e ainda digo mais, a  ordem vem decima, de um tal de A.Sanchez (da CBF) que por sinal já manifestou publicamente o desejo de ver o Palmeiras rebaixado.

    Os árbitros estão comprados e totalmente mal intencionados para ajudar alguns clubes e prejudicar outros. Sinceramente, não sei quem ganha com a queda do Palmeiras, mas já foram 9 pontos que tiraram do Palmeiras, prejuízo sem retorno. 

    Gutemberg Fonseca,  caberia na época uma CPI, mas política + futebol só pode dar merda e mais corrupção né? 

  • Marcio Lima

    Por mais que algum pessimista palestrino esteja, ele não deixa de torcer justamente por amar incondicionalmente o Palmeiras.

    Já postei, logo após o jogo contra o Coritiba, minha incredulidade com relação a permanência na Série A, mas isso não significa que não estou fazendo continhas, torcendo, orando, rezando e até recorrendo a superstição usando a minha ‘camisa da sorte’. . .  A unica coisa que pode mudar o pessimismo do torcedor é a ATITUDE dos jogadores. . .  ATITUDES como a do BARCOS que chegou do aeroporto e foi direto para o estádio jogar [estou com olhos cheios de lagrimas agora], ATITUDES como a do M.ASSUNÇÃO que com o joelho estourado não esta fugindo da responsabilidade, ATITUDES como a do M.RAMOS que briga o tempo todo em campo e como a do BETINHO que mesmo sabendo da deficiência técnica, não teve medo!

    Quanto aos Gambás, é bem a cara deles entregar mesmo e ainda digo mais, a  ordem vem decima, de um tal de A.Sanchez (da CBF) que por sinal já manifestou publicamente o desejo de ver o Palmeiras rebaixado.

    Os árbitros estão comprados e totalmente mal intencionados para ajudar alguns clubes e prejudicar outros. Sinceramente, não sei quem ganha com a queda do Palmeiras, mas já foram 9 pontos que tiraram do Palmeiras, prejuízo sem retorno. 

    Gutemberg Fonseca,  caberia na época uma CPI, mas política + futebol só pode dar merda e mais corrupção né? 

  • Marco

    Primeiro vídeo – comentário do Noriega
    – ridículo – vaselina – dizer que o Felipe não foi para a bola por estar
    revoltado com a arbitragem do Roman. Esse é um dos jornalistas “palmeirenses”
    que temos na imprensa.

    Jogo de 2010 – Outro fato estranho nas
    lembranças sobre o assunto entrega de jogos é que somente o jogo do Palmeiras
    onde Deola foi o melhor em campo é lembrado pela imprensa. Essa partida serviu
    de justificativa para a colocação de clássicos na última rodada do campeonato.
    Durante toda a temporada, como faz sempre, a imprensa rotulou o Palmeiras como
    time e elenco fraco e depois a mesma imprensa cobrava que o time “medíocre”
    segundo ela vencesse o líder do campeonato. Neste ano de 2010, a goleada
    sofrida pelo São Paulo, em casa, nunca foi mencionada na relação de jogos
    “entregues”.

    Marginal sem número x Bahia –
    Empataram, então não entregaram? A relação de jogadores feita para a partida
    era uma lista de atletas escolhidos para vencer o jogo? Será que se não
    houvesse questionamentos diretos ao treinador, o resultado seria o empate?
    Daria muito na cara?

    A imprensa trabalhando a favor – Graças
    à incompetência do clube, iriam cometer uma irregularidade que levaria a perda
    de pontos, mas foram alertados por jornalistas. Seriam colocados quatro
    jogadores estrangeiros na súmula. Entre titulares e reservas o número máximo é
    de três atletas e eles tinham relacionado quatro, incluindo o Chinês. O Chinês
    estava preparado para fazer parte do grande evento, mas teve que ser retirado
    às pressas graças à nobre colaboração da imprensa esportiva.

    Tite indignado – A exemplo da
    indignação que ele teve após o jogo na Vila, o jogo que fez cair a comissão de
    arbitragem, o Sr, Tite se mostra indignado com os comentários sobre entrega de
    jogo. Qual a autoridade moral do Sr. Hipocrisia para ficar indignado com alguma
    coisa no futebol? O cidadão é treinador do time da marginal sem número, time de
    “linda” história no esporte nacional!

  • Marco

    Primeiro vídeo – comentário do Noriega
    – ridículo – vaselina – dizer que o Felipe não foi para a bola por estar
    revoltado com a arbitragem do Roman. Esse é um dos jornalistas “palmeirenses”
    que temos na imprensa.

    Jogo de 2010 – Outro fato estranho nas
    lembranças sobre o assunto entrega de jogos é que somente o jogo do Palmeiras
    onde Deola foi o melhor em campo é lembrado pela imprensa. Essa partida serviu
    de justificativa para a colocação de clássicos na última rodada do campeonato.
    Durante toda a temporada, como faz sempre, a imprensa rotulou o Palmeiras como
    time e elenco fraco e depois a mesma imprensa cobrava que o time “medíocre”
    segundo ela vencesse o líder do campeonato. Neste ano de 2010, a goleada
    sofrida pelo São Paulo, em casa, nunca foi mencionada na relação de jogos
    “entregues”.

    Marginal sem número x Bahia –
    Empataram, então não entregaram? A relação de jogadores feita para a partida
    era uma lista de atletas escolhidos para vencer o jogo? Será que se não
    houvesse questionamentos diretos ao treinador, o resultado seria o empate?
    Daria muito na cara?

    A imprensa trabalhando a favor – Graças
    à incompetência do clube, iriam cometer uma irregularidade que levaria a perda
    de pontos, mas foram alertados por jornalistas. Seriam colocados quatro
    jogadores estrangeiros na súmula. Entre titulares e reservas o número máximo é
    de três atletas e eles tinham relacionado quatro, incluindo o Chinês. O Chinês
    estava preparado para fazer parte do grande evento, mas teve que ser retirado
    às pressas graças à nobre colaboração da imprensa esportiva.

    Tite indignado – A exemplo da
    indignação que ele teve após o jogo na Vila, o jogo que fez cair a comissão de
    arbitragem, o Sr, Tite se mostra indignado com os comentários sobre entrega de
    jogo. Qual a autoridade moral do Sr. Hipocrisia para ficar indignado com alguma
    coisa no futebol? O cidadão é treinador do time da marginal sem número, time de
    “linda” história no esporte nacional!

  • Marco

    Tânia,

    Estive em Araraquara.

    Presenciei uma cena impressionante ao final do primeiro tempo. O Estádio
    inteiro xingando o árbitro como nunca tinha visto. Pessoas de todas as idades,
    mulheres, crianças, idosos se manifestando contra a arbitragem do
    flamenguista que se mostrava claramente tendenciosa. Ele só não aprontou porque
    não teve chance maior. O eco no estádio deu um efeito muito forte. A torcida do
    Palmeiras mostrou que não suporta mais o que estão fazendo com o time.

    O jogo mostrou claramente que só estamos nessa situação por tudo o que já
    foi comentado. Após a partida, sintonizando várias emissoras de rádio escolhidas
    pelo sinal na estrada notei um “fora” do Sr. Vanderlei Nogueira que deixou
    escapar um “xiii” ao ouvir o comentário de que o Palmeiras poderia se livrar do
    rebaixamento. Já a Globo preferiu dar destaque total para o jogo do Pacaembu e a
    “indignação” do Tite.

    A noite, na repetição do programa da ESPN, o Paulo Calçade ao comentar a
    questão das “entregas” de jogo quis mostrar solidariedade ao Tite e citou o jogo
    do Palmeiras em 2010. (Só existe esse jogo para eles). Calçade é mais um dos
    jornalistas que todos os anos classifica o Palmeiras como elenco fraco. Trata-se
    de uma pessoa que procura ser coerente, mas nunca deve ter parado para pensar
    que alguém como ele torcer para o time da marginal é a mesma coisa do Ghandi
    torcer para o Hitler.

  • Marco

    Tânia,

    Estive em Araraquara.

    Presenciei uma cena impressionante ao final do primeiro tempo. O Estádio
    inteiro xingando o árbitro como nunca tinha visto. Pessoas de todas as idades,
    mulheres, crianças, idosos se manifestando contra a arbitragem do
    flamenguista que se mostrava claramente tendenciosa. Ele só não aprontou porque
    não teve chance maior. O eco no estádio deu um efeito muito forte. A torcida do
    Palmeiras mostrou que não suporta mais o que estão fazendo com o time.

    O jogo mostrou claramente que só estamos nessa situação por tudo o que já
    foi comentado. Após a partida, sintonizando várias emissoras de rádio escolhidas
    pelo sinal na estrada notei um “fora” do Sr. Vanderlei Nogueira que deixou
    escapar um “xiii” ao ouvir o comentário de que o Palmeiras poderia se livrar do
    rebaixamento. Já a Globo preferiu dar destaque total para o jogo do Pacaembu e a
    “indignação” do Tite.

    A noite, na repetição do programa da ESPN, o Paulo Calçade ao comentar a
    questão das “entregas” de jogo quis mostrar solidariedade ao Tite e citou o jogo
    do Palmeiras em 2010. (Só existe esse jogo para eles). Calçade é mais um dos
    jornalistas que todos os anos classifica o Palmeiras como elenco fraco. Trata-se
    de uma pessoa que procura ser coerente, mas nunca deve ter parado para pensar
    que alguém como ele torcer para o time da marginal é a mesma coisa do Ghandi
    torcer para o Hitler.