COM O PIRATA IMPLACÁVEL, PALMEIRAS SAQUEIA O BOTAFOGO

Palmeiras x Botafogo estrearam na Copa Sulamericana 2012, jogando na Arena Barueri. Pouco mais de 3,8 mil torcedores foram assistir à partida. Não sei qual a vantagem de se pagar um aluguel mais barato, não ter o estádio cheio para pressionar o adversário, e ficar com uma merreca de arrecadação. No horário das 21h50, num estádio muito distante da linha mais próxima do metrô, o torcedor não vai mesmo! E é fatal que, com público cada vez menor, menor também seja o interesse da TV em transmitir os nossos jogos.  No final das contas, não é ruim apenas para o torcedor.

Numa coincidência nada coincidente, Roberto Braatz ia bandeirar a segunda partida seguida do Verdão. Estranho que “sorteiem”, por duas vezes seguidas, para um jogo do Palmeiras, um bandeira que processa o seu técnico. Total falta de bom senso dos homens do futebol, não é mesmo? Mais estranho ainda, é esse bandeira, na partida anterior, diante dos jogadores palestrinos, ter chamado o Palmeiras de “time de merda” (só os jogadores vão ao tribunal quando ofendem árbitros?). Imaginem com que espírito e boa vontade ele assinala os lances e jogadas da equipe que ele chama de “time de merda’! Quando ele tiver dúvida num impedimento, será que ele apitará favoravelmente ao time, que ele diz que é “de merda”, ou vai deixar o seu desprezo apitar? Não é difícil a gente saber a resposta… Felipão, por cautela, nem no banco ficou

O primeiro tempo foi meio esquisito. Apesar da disposição dos nossos marcadores, a movimentação e velocidade dos jogadores do Botafogo os deixou perdidos, e, por isso, o time carioca criava muitas oportunidades. Bruno,  (e eu  também) levou um baita susto com uma bola na trave. Minutos depois, num lance extremamente perigoso, Vítor Junior entrou na área e chutou forte, Bruno saiu pra fechar o ângulo e fez uma baita defesa! Nosso goleiro vai se firmando a cada dia.

Felipão optara por Mazinho, Maikon Leite e Barcos. Obina, para minha tristeza, e a de quem acha que ele e o Pirata têm que jogar juntos, ficara no banco. Mazinho, mais recuado, não conseguia armar o time, e o Palmeiras criava muito pouco. Barcos voltava bastante para buscar o jogo, e ao Verdão sobravam as cobranças de Assunção. Mas o jogador, após 20 dias parado, parecia meio sem pontaria e não levava perigo ao gol do Botafogo.

E que dureza acompanhar os comentários de “Máguio Serguio” e Simon na transmissão da Fox…  A torcida pelo time carioca era um desrespeito ao torcedor palestrino que, apesar de esquecido pela TV, com toda certeza, era maioria na audiência.

Simon, aquele mesmo que nos roubou sem anestesia, diante do Fluminense, no brasileirão de 2009, quando anulou um gol legítimo de Obina, alegando que ele cometera falta, quando, na verdade, ele sofrera um pênalti, fazia a análise da arbitragem.  Mas que legal! João Bafo de Onça comentando sobre os Metralhas… Não bastasse isso, Simon, afirmou durante a transmissão, que Obina teria admitido ter cometido mesmo a falta em 2009.  MENTIRA DO SIMON,  QUE FOI DESMENTIDA POR OBINA TÃO LOGO O JOGO ACABOU! O cara nos afana, prejudica jogador, clube e torcida, inventa uma declaração que Obina não deu, tentando justificar o roubo que o Brasil inteiro viu e continua impune. MAS QUE SEM VERGONHA!

O Botafogo tinha mais volume de jogo, e o Palmeiras, que errava muito na marcação, pouco criava. Aos 38′, Felipão promoveu a entrada de Obina em lugar de Mazinho.

E o “Máguio Sérguio” que afirmava não ter o Palmeiras time para disputar a Libertadores e, por isso é que Felipão iria embora no final do ano (ele dorme com o Bigode?), se divertia fazendo piada sobre os problemas que Obina teria (tem uma ova!) com a nutricionista. Muita cara de pau de quem esquece dos probleminhas muito mais sérios que teve quando jogava bola. Probleminhas com outra “balança”…

O melhor lance do primeiro tempo foi um torcedor devolver a bola para o campo e, de uma distância considerável, acertar a cabeça do bandeira Altemir Hausmann (bem que podia ter sido a do outro). A torcida delirou! E, mesmo sem poder provar que tenha sido intencional, a polícia, com bastante truculência,  retirou o torcedor do estádio.

Mas o espetáculo que nós queríamos ver estava todo reservado para o segundo ato. E seria um show de Barcos! O cruel Pirata (vai jogar bem assim lá no Palestra), fez o Botafogo andar na prancha!

Felipão no intervalo, colocara Fernandinho em lugar de Maikon Leite que não estava jogando bem lá pela esquerda, e o Palmeiras voltou para o segundo tempo com a corda toda! No primeiro minuto de jogo, Artur desceu pela direita e cruzou; Barcos, com uma matada de peito, tirou o seu marcador e chutou no ângulo esquerdo do goleiro! MAS QUE CLASSE DE BARCOS! E QUE GOL LINDO!!!

Aos 17′, Obina recebeu um belo passe de Assunção pela direita e cruzou na área. Barcos tocou levemente de cabeça, e a bola passou rente à trave. Dois minutinhos depois, o nosso Pirata, “de fraque e cartola”, recebeu passe fora da área, matou no peito (ele é um espetáculo) ajeitou pro pé esquerdo e, mais uma vez, colocou no ângulo do goleiro do Botafogo! BARCOS, SEU LINDO, QUE GOLAÇO É ESSE? NÓS TEMOS, SIM, UM MATADOR! E ele é implacável!

“Máguio Sérguio” sem creditar ao Palmeiras o maior volume de jogo na segunda etapa, e a melhora na marcação, se lamentava que o Botafogo é que deixara de jogar.

E em campo, com dois gols de vantagem, com Bruno fazendo mais uma ótima intervenção, foi só o Palmeiras se posicionar bem na defesa, segurar mais a bola, e deixar o jogo correr.

Barcos ainda tentaria mais uma das suas… Aos 35′, fez uma bela jogada pela esquerda, deu um chapéu em Fábio Ferreira, quase estragando o penteado do moço, mas não conseguiu continuar a jogada. Uma pena…

Mas o jogo terminou com 2 x 0 mesmo! Um excelente resultado para o Palmeiras!

E hoje tem campeonato Brasileiro!  Nas últimas partidas, a juizada anda metendo a mão no Palmeiras descaradamente e a imprensinha fazendo cara de paisagem! Com lances pra lá de absurdos, já nos tiraram muitos pontos e nos mandaram para a zona de degola. ESTAMOS DE OLHO!!

VAMOS GANHAR, PORCOOOOO!

 

  • Tem coisa que só acontece com o Palmeiras. Nossa diretoria e o ‘diretor jurídico’, que adora se aparecer no twitter, são omissos. O triste é que no final sabemos o que vai acontecer, NADA. 
    Quanta ao Barcos, não me lembro de ter torcido tanto para um argentino como torço para ele… claro que acima de tudo eu sou PALMEIRAS, mas pelo menos até agora ele é exemplo de profissionalismo, raça  e honra a camisa.
    Evair deve estar orgulhoso de ver a camisa que ele usou estar com alguém a altura para representa-la como ele representou.

    #ForzaPalmeiras

  • Tem coisa que só acontece com o Palmeiras. Nossa diretoria e o ‘diretor jurídico’, que adora se aparecer no twitter, são omissos. O triste é que no final sabemos o que vai acontecer, NADA. 
    Quanta ao Barcos, não me lembro de ter torcido tanto para um argentino como torço para ele… claro que acima de tudo eu sou PALMEIRAS, mas pelo menos até agora ele é exemplo de profissionalismo, raça  e honra a camisa.
    Evair deve estar orgulhoso de ver a camisa que ele usou estar com alguém a altura para representa-la como ele representou.

    #ForzaPalmeiras