SÓ FALTA UMA! VAMOS BUSCAR, PORCOOOO!

              “O Palestra Itália está onde quer que o coração palestrino o leve…”

Só agora, os meus pés tocaram o chão e consegui chegar ao PC, para contar o que foi a primeira partida da final da Copa do Brasil…

Cheguei na Arena Barueri e ao ver a avenida tomada de palmeirenses, me lembrei da Turiaçu… Um mundo de gente vestindo a camisa mais linda do mundo, com rostos pintados, bandeiras, fogos, chapéus, bigodes, olhos ansiosos, abraços apertados; com largos e escancarados sorrisos e cantando sem parar! O Palmeiras na final… M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!

As pessoas, colorindo a rua em verde e branco, faziam um “corredor” e,  com luzes verdes de sinalizadores, fogos, fumaça, cantos e toneladas de amor, criavam um cenário lindo, mágico,  para esperar a chegada do ônibus que traria a delegação do Palmeiras. Imagino como os jogadores se sentiram quando viram aquela recepção… A festa era comovente e a energia que havia ali, de arrepiar! O amor da torcida pelo Palmeiras, derramado em plena avenida, sem nenhum pudor, sem nenhuma reserva… E que amor é esse, que aumenta a cada dia, e resiste a períodos em que o sol se esconde em nosso mundo?

Pedacinhos do Brasil inteiro (interior de São Paulo, da capital, de Roraima, Sergipe, Minas, Paraná, Ceará, Santa Catarina.. ) vieram à Barueri para ser o centrovante de Felipão na tão sentida ausência do nosso Pirata. Sempre temos que lutar contra leões inimagináveis…

Os relógios pareciam parados… Não vi o ônibus chegar, porque já tinha entrado e, dentro do estádio, tinha a impressão que o tempo demorava ainda mais a passar… E ali, naquele lugar, onde, segundo a imprensa, disputaríamos uma final acanhada, escondida, sem graça, helicópteros sobrevoavam o céu para ver o Palmeiras (todo mundo vai onde ele estiver), para ver a festa da Que Canta e Vibra… A lua, brilhando no céu, também tinha vindo ver o espetáculo… E nem ela, nem os helicópteros, e nenhum de nós  podia ver e ouvir a conversa que acontecia no vestiário, entre dois velhos amigos…

Tava chegando a hora… Os goleiros do Coritiba entraram em campo, lá perto da torcida deles, para se aquecer; e tomaram vaia da Que Canta e Vibra! Minutos depois, os goleiros palestrinos também entraram. E o estádio era um coro só: “Bruno! Bruno!”; e ele, confiante, acenava para os torcedores. Nós e o Bruno, na final!! Quem diria… E então, a torcida passou a gritar o nome de Deola. Depois de alguns episódios, que fizeram com que Bruno passasse a ser o titular, foi de arrepiar, de verdade, ouvir a torcida gritar o nome de Deola, e vê-lo acenar de volta, cheio de garra. A família, finalmente unida e em paz.

E, enquanto esperávamos cantando, a festa ia sendo preparada… Com bigodes para homenagear Felipão e o Mago, com balões, milhares de bandeirinhas, máscaras de porco, rostos pintados, corpos envolvidos pela bandeira do time tão amado… logo, o cenário já estava pronto. Meu coração parecia que ia explodir. Eu ficava tentando imaginar como seria a preleção, e o que pensariam e diriam entre si os jogadores, enquanto ouviam a força do canto da torcida palestrina.

Estávamos com os olhos grudados no campo, esperando, e quando o Palmeiras  apareceu,  algo aconteceu…  o que era para ser uma festa, se tornou um espetáculo para os sentidos, para a alma… O estádio explodiu em verde e branco e, ao olhar à minha volta, o Palestra Itália estava ali! O amor, incondicional, da torcida pelo time, tomava posse da Arena Barueri e a transformava na nossa casa. Era o Palestra Italia que viera para a final. Que emoção eu senti! Em meio a uma quantidade absurda de fogos, aplausos, gritos, balões agitados, chuva de papel prateado, bandeiras e bandeirinhas, e cantando a plenos pulmões, a força do amor da Que Canta e Vibra, levara o Palestra até ali. Poucas vezes eu senti algo tão arrebatador assim…

O jogo começou e as coisas não aconteciam como a gente tinha imaginado. O adversário, que fazia uma cera desgraçada desde o primeiro minuto,  marcava a saída de bola e era mais ataque que o Palmeiras, que parecia perdido na defesa, correndo atrás do Coritiba. O juiz nos irritava e irritava o time, deixando de marcar faltas, escandalosas, que sofríamos,  marcando todas para o outro lado e inventando outras.

Embora a bola não chegasse muito fácil em Valdivia, ele se movimentava bem, tentava chamar o jogo e, assim, chamava também as travas das chuteiras adversárias em suas canelas… e como apanhava! Em algumas vezes, o Mago fazia a jogada e ninguém o acompanhava. Henrique fazia muita falta, mas, para mim, Barcos fazia mais! E num lance em que o jogo estava parado, Valdivia foi empurrado pelo adversário e, em resposta, estendeu os braços fingindo que daria a bola pra ele; e o juiz, sem motivo algum, deu amarelo pra ele! Que pilantra! Já imaginei o que viria…

Para nossa sorte, Bruno estava numa noite esplêndida! Fez cada defesa!! Numa delas, logo no comecinho, o cara do Coxa entrou sozinho na área e, com o “Palestra” aterrorizado, Bruno travou a jogada e ficou com a bola. Espetacular! Fui parar de tremer uns 10 minutos depois. O adversário ainda teve outras oportunidades, que a péssima finalização dos seus atacantes, mandou pra fora. Tenso…

Já estávamos nos descontos, numa cobrança de falta, Assunção levantou na área; Betinho, à frente de Jonas, foi agarrado por ele e derrubado, num lance que mais parecia um golpe de judô. PÊNALTI! (nesse caso acho que a regra prevê que o infrator seja expulso, seu juiz!) O “Palestra” explodiu de alegria! Não dá para explicar o que foi aquele momento…

Eu tenho pavor de penalidades, ainda mais num jogo de final… Valdivia ia cobrar… Eu tinha medo de olhar e, durante aquele silêncio que tomou conta do “Palestra”, enquanto eu segurava a medalhinha de um certo escapulário, vi o Mago se dirigir para a bola. Com o coração paralisado, eu olhei para a lua e disse ao meu medo: DESTA VEZ, NÃO! E então olhei pro campo no momento em que a Que Canta e Vibra explodia e o ‘Palestra’ enlouquecia! E com uma emoção sem tamanho, eu vi, bem à minha frente, Valdivia comemorar o gol (me disseram depois, que ele cobrara como Evair em 93) com a saudação pirata que homenageava Barcos. Lindo demais!! As lágrimas eram de alívio e emoção…

E sem que nos déssemos conta, fomos transportados para dentro de um sonho…  

Eu não sei direito tudo o que se passou na segunda etapa, mas me lembro de Thiago Heleno jogando muito, lembro da segurança de Bruno, lembro da defesa que se acertou, do Palmeiras que passou a marcar melhor e a atacar mais, da luta do time em campo e daquela demonstração de amor no “Palestra”… Barueri jamais veria algo assim…A confiança de fazer o segundo gol e o medo de tomarmos um, se revezavam em meu coração.

E então, o Coritiba fez mais uma falta… Assunção cobrou em direção ao gol; a bola, explodindo em Lincoln, procurou e achou Thiago Heleno, e ele,  de cabeça, mandou pras redes. O “Palestra” veio abaixo! A torcida do Coritiba ia cantando cada vez menos. A Que Canta e Vibra, fascinada, já podia sentir o gostinho de tocar a taça e cantava e pulava sem parar… O Palmeiras, que a imprensa tanto ridicularizou, transformava o estádio acanhado e sem graça (segundo ela) no maior estádio do mundo!

Minutos depois, numa disputa mais dura de bola, devidamente aumentada pelo adversário, o juiz expulsou Valdivia. Nos primeiros momentos, o Palmeiras sentiu o golpe; o Mago fazia falta em campo. Pra complicar, num lance na área, Márcio Araújo foi disputar a bola com Tcheco e o Coritiba reclamou de pênalti. O juiz nada marcou e Tcheco foi pra cima dele. Levou cartão? NÃO! Não sou expert nas regras do jogo, mas me pareceu que M. Araújo tinha por objetivo a bola e, quando Tcheco ficou com ela e mudou a sua direção, Márcio Araújo já não podia mais parar ou voltar, e acabou derrubando o jogador. O fato é que o jogo continuava tenso…

Felipão colocou Maikon Leite e, no minuto seguinte, Betinho o lançou à frente do marcardor; ele dominou e foi em direção ao gol, mas se atrapalhou ao tentar tirar o goleiro, e perdeu o gol. Seria o gol do título… Que pecado! E o Coxa veio pra cima, e a defesa que ninguém passa tirou tudo. O Palmeiras lutava pela vantagem construída, o Palmeiras lutava pela chance de conquistar a Copa do Brasil, lutava contra assalto, sequestro, apendicite, expulsões muito mandrakes… e a torcida lutava junto…  E no “Palestra Itália”, feliz, de bigode, coberto por faixas verdes, brancas e vermelhas, ecoava: “…meu Palmeiras, meu Palmeiras, você é meu bem querer…”♫

O banco do Verdão, de pé, acenava e pedia o final de jogo; os torcedores olhavam os relógios…

E então, o juiz apitou! E decretou a festa da torcida mais linda e mais apaixonada do mundo! E decretou também que o Palmeiras vai à Curitiba, desfalcado, prejudicado por arbitragens coniventes com a pancadaria e implacáveis com lances corriqueiros..

Mas, jogue quem jogar, o Palmeiras vai à Curitiba mais forte, mais unido (obrigada Sampaio), mais pertinho do título; vai com “um olho no gato e outro na frigideira”…

O Palmeiras vai à Curitiba com Barcos, Mago e mais vinte milhões de palestrinos guardados no coração, para trazer a taça pra casa…

SÓ FALTA UMA! AVANTI PALESTRA! SCOPPIA CHE LA VITTORIA È NOSTRA!!!

  • Texto de emocionar. VAMOS PALMEIRAS

  • Texto de emocionar. VAMOS PALMEIRAS

  • andreia_russi

    Só falta uma !!! sensacional. Tânia, o Universo vai continuar conspirando  a favor do palmeiras.

  • andreia_russi

    Só falta uma !!! sensacional. Tânia, o Universo vai continuar conspirando  a favor do palmeiras.

  • Lidiane freitas

    não existe torcida mai vibrante que a nossa, que festa linda fizeram na arena barueri , não houve brigas, nem xingamentos, só alegria e confiança no palmeiras que está no caminho certo rumo ao titulo

  • Lidiane freitas

    não existe torcida mai vibrante que a nossa, que festa linda fizeram na arena barueri , não houve brigas, nem xingamentos, só alegria e confiança no palmeiras que está no caminho certo rumo ao titulo

  • Lidiane freitas

    a  homenagem que valdivia fez ao barcos mostra como que esse time é unido, e a união faz força, é isso aí mago pirata.

  • Lidiane freitas

    a  homenagem que valdivia fez ao barcos mostra como que esse time é unido, e a união faz força, é isso aí mago pirata.

  • Lidiane freitas

    nessa festa só faltou o barcos , mas sei que ele está feliz com  a vitoria e mais ainda porque estamos bem proximo do titulo, vamos buscar esse tesouro el pirata

  • Lidiane freitas

    nessa festa só faltou o barcos , mas sei que ele está feliz com  a vitoria e mais ainda porque estamos bem proximo do titulo, vamos buscar esse tesouro el pirata

  • Lidiane freitas

    o tcheco falou que o palmeiras perdeu o titulo por não ter feito 3×0, ah é tcheco?  pro palmeiras levar o titulo só vai ser preciso fazer 1×0, portanto cale a boca e não menospreze o palmeiras

  • Lidiane freitas

    o tcheco falou que o palmeiras perdeu o titulo por não ter feito 3×0, ah é tcheco?  pro palmeiras levar o titulo só vai ser preciso fazer 1×0, portanto cale a boca e não menospreze o palmeiras

  • Só mais uma!! Só mais uma!! Avanti Palestra!! Parabéns lindo texto! Torcida maravilhosa!! 

  • Rani

    Só mais uma!! Só mais uma!! Avanti Palestra!! Parabéns lindo texto! Torcida maravilhosa!! 

  • Lidiane freitas

    pois é porque que o maikon leite foi perder aquele gol do titulo, mas estou feliz da vida porque sei que aconteça o que acontecer seremos campeões , esta escrito nas estrelas de nosso escudo a copa do brasil 2012

  • Lidiane freitas

    pois é porque que o maikon leite foi perder aquele gol do titulo, mas estou feliz da vida porque sei que aconteça o que acontecer seremos campeões , esta escrito nas estrelas de nosso escudo a copa do brasil 2012

  • Lidiane freitas

    quanto mais o tempo passa, mais eu tenho orgulho de fazer parte dessa torcida maravilhosa e vibrante

  • Lidiane freitas

    quanto mais o tempo passa, mais eu tenho orgulho de fazer parte dessa torcida maravilhosa e vibrante

  • Lidiane freitas

    como sempre a mafia do apito contra nós, o valdivia foi agredido ,recebeu um chute no meio das pernas e o juiz não viu, e não expulsou o jogador do coritiba, mas o valdivia ele expulsou. quantos gambazentos fazem parte dessa mafia né ?

  • Lidiane freitas

    como sempre a mafia do apito contra nós, o valdivia foi agredido ,recebeu um chute no meio das pernas e o juiz não viu, e não expulsou o jogador do coritiba, mas o valdivia ele expulsou. quantos gambazentos fazem parte dessa mafia né ?

  • Como sempre, um texto de se emocionar!!!!!! 

    Estamos todos ansiosos para quarta feira!

  • Como sempre, um texto de se emocionar!!!!!! 

    Estamos todos ansiosos para quarta feira!