ESTÃO QUERENDO ATRAPALHAR O CAMINHO DO PALMEIRAS?

É tão fácil para um árbitro mal intencionado, oooops, equivocado, decidir uma partida… E, nos últimos anos, temos visto árbitros, pra lá de “equivocados”, decidindo mais que partidas, decidindo campeonatos. 2005 que o diga… Aquele gol do Obina, anulado pelo Simon em 2009, que confirme…

As táticas são as mesmas, ora tirando jogadores importantes de decisões, ora premiando clubes, com a permanência em campo, de jogadores que deveriam ter sido realmente expulsos; pênaltis inventados; pênaltis que realmente aconteceram, não marcados; gols legítimos anulados, com alegações esdrúxulas; benevolência e conivência com uns, perseguição com outros…

E tudo com as bençãos da CBF e do STJD, que denuncia e pune jogadores (árbitros não), de acordo à conveniência sabe-se lá de quem. Talvez das “forças ocultas”…

Depois de termos sido prejudicados nas quartas,  na fase seguinte, diante do Grêmio, numa semifinal de campeonato, perdemos Henrique, sem que ele nada tivesse feito para ser expulso. Na mesma partida, tivemos um pênalti claro em Barcos, não assinalado; tivemos impedimentos marcados que não existiram; várias agressões cometidas por jogadores do Grêmio ficaram impunes… Se dependesse da arbitragem, o Verdão teria perdido a vaga. Sorte que o Palmeiras lutou bravamente e que o time todo jogou muito!! Sorte, que Valdivia decidiu, senão poderíamos ter nos complicado.

Diante do Coritiba, Valdivia levou um cartão amarelo sem ter feito nada para merecê-lo. Simulou que ia dar, e não deu, a bola para o jogador do Coritiba, que queria tirá-la da mão dele, e até o empurrara por esse motivo. Mas, nada de mais de nenhum dos dois. Vejam o gesto “agressivo” do Mago, que mereceu cartão, segundo o criterioso, só de vez em quando, juiz:

Durante a partida, o juiz parecia sempre hostil com ele, por qualquer motivo. Mais tarde, numa jogada mais dura de disputa de bola, levou outro cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho. Assim, perdemos o nosso camisa 10 para a segunda partida da final. Um prejuízo desgraçado!

O juiz, Wilton Pereira Sampaio, que deixou de marcar muitas faltas escandalosas, que inverteu várias outras, e inventou mais algumas, ‘achou’ que Valdivia merecia cartão amarelo; mas, esse mesmo juiz, não achou nada da agressão descarada e escancarada que você verá no vídeo abaixo, e que aconteceu um pouco antes do lance em que ele expulsou Valdivia. O jogador do Coritiba agrediu o Mago e continuou em campo para, minutos depois, supervalorizar uma jogada mais dura de disputa de bola e, com a ajuda do juiz,  conseguir a expulsão do jogador do Palmeiras, deixando seu time com um a mais no jogo. Mas não era para ele estar em campo encenando uma agressão violenta, se o juiz não estivesse apitando com um livro de regras diferente para cada time.

O ÁRBITRO,  WILTON PEREIRA SAMPAIO, TIROU O JOGADOR DO PALMEIRAS DA DISPUTA DO TÍTULO, mas não tirou o jogador do Coritiba, que agrediu o Mago, e tampouco o jogador que cometeu o pênalti em Betinho, quando ele ia marcar um gol, e que deveria ter sido expulso sim! A quem mais (além do outro time) será que interessam esses “equívocos”? E vai ficar assim barato? O Palmeiras é prejudicado na semifinal, na final, leva o prejuízo e fica por isso mesmo? A entidade maior do futebol não defende os seus clubes? As imagens são tão óbvias. Já tá dando na cara isso…

Não bastassem essas “falhas” todas, não bastasse O Palmeiras ter sido prejudicado nas quartas, na semi e na final, ainda têm quem faça insinuações descabidas de que o time é favorecido por ter o mesmo patrocinador da competição. Por insinuações muito mais brandas do que as que estão sendo feitas agora, nosso treinador e nossos jogadores já tiveram que dar satisfações ao tribunal. E o mesmo tribunal não faz nada agora!?! A justiça no futebol, pelo visto, também tem livros de regras e leis diferentes para cada clube…

E já que a CBF permite essa bandalheira toda, já que o tribunal pune sem se utilizar de critérios iguais, já que ele pune sem nenhuma justiça, já que os clubes e jogadores ficam à mercê dos árbitros, se eu fosse dirigente do Palmeiras, iria à delegacia mais próxima! Iria mesmo, e faria um barulho sem precedentes nessa vergonha que é o futebol  brasileiro!

É CONTRA TUDO E CONTRA TODOS, MESMO, PALMEIRAS! VAMOS ESTRAGAR OS PLANOS DE SABE-SE LÁ QUEM,  E GANHAR ESSE TÍTULO NA MARRA!

  • É brincadeira o tamanho da perseguição em cima do Mago,ele quer jogar mais os fdp’s não deixam.Ele recebe 10 faltas,o juiz marca 1 ou 2,agora se ele faz uma,toam cartão amarelo,ou vermelho,po deixa o Mago jogar né

  • É brincadeira o tamanho da perseguição em cima do Mago,ele quer jogar mais os fdp’s não deixam.Ele recebe 10 faltas,o juiz marca 1 ou 2,agora se ele faz uma,toam cartão amarelo,ou vermelho,po deixa o Mago jogar né

  • Acho que o primeiro cartão foi inventado ao extremo, o segundo foi merecido.

    O Coxa tinha que ter terminado com pelo menos dois a menos, no Pênalti o Betinho era ultimo homem, e o Jonas tinha que ter sido expulso. O mesmo vale para o Emerson que só levou amarelo quando Artur passou por ele no segundo tempo.

    Caramujo cometeu pênalti claro no Tcheco , para nossa sorte o Juizão devia estar olhando para Lua, pois se ele tivesse olhando só o vulto teria marcado.

    Agora fica essa história de favorecimento de patrocinador. Espero que a Diretoria fique de olho na arbitragem em Coritiba, que o Palmeiras é o único grande roubado até de time pequeno.

    • taniaclorofila

      Bruno,

      O segundo cartão teria sido justo se, durante toda a partida, o juiz tivesse punido infrações daquele tipo da mesma maneira.
      Mas não foi o que ele fez!
      Deixou passar faltas muito mais graves e muito mais escandalosas como, por exemplo, essa que o vídeo mostra; e existiram muitas outras que ele não puniu e tampouco assinalou.
      O fato do juiz ter critérios diferentes para os times é que é estranho. Valdivia sofreu uma porrada de faltas duras, e o juiz marcou menos da metade delas; além disso, não puniu os infratores com cartões… E ele que fez uma falta, acabou sendo expulso, graças à maneira como o juiz já tinha ajeitado as coisas no início da partida…

      No jogo da Libertadores, nós vimos um jogador morder um outro diante do juiz, sem ser expulso… E isso é agressão! Mas sabemos muito bem que em jogos muito pegados, que valem títulos, se os jogadores forem mansinhos não ficam com o caneco. Taí o Boca, mansinho, que não me deixa mentir.

      Abç

      Tânia Clorofila

  • Acho que o primeiro cartão foi inventado ao extremo, o segundo foi merecido.

    O Coxa tinha que ter terminado com pelo menos dois a menos, no Pênalti o Betinho era ultimo homem, e o Jonas tinha que ter sido expulso. O mesmo vale para o Emerson que só levou amarelo quando Artur passou por ele no segundo tempo.

    Caramujo cometeu pênalti claro no Tcheco , para nossa sorte o Juizão devia estar olhando para Lua, pois se ele tivesse olhando só o vulto teria marcado.

    Agora fica essa história de favorecimento de patrocinador. Espero que a Diretoria fique de olho na arbitragem em Coritiba, que o Palmeiras é o único grande roubado até de time pequeno.

    • taniaclorofila

      Bruno,

      O segundo cartão teria sido justo se, durante toda a partida, o juiz tivesse punido infrações daquele tipo da mesma maneira.
      Mas não foi o que ele fez!
      Deixou passar faltas muito mais graves e muito mais escandalosas como, por exemplo, essa que o vídeo mostra; e existiram muitas outras que ele não puniu e tampouco assinalou.
      O fato do juiz ter critérios diferentes para os times é que é estranho. Valdivia sofreu uma porrada de faltas duras, e o juiz marcou menos da metade delas; além disso, não puniu os infratores com cartões… E ele que fez uma falta, acabou sendo expulso, graças à maneira como o juiz já tinha ajeitado as coisas no início da partida…

      No jogo da Libertadores, nós vimos um jogador morder um outro diante do juiz, sem ser expulso… E isso é agressão! Mas sabemos muito bem que em jogos muito pegados, que valem títulos, se os jogadores forem mansinhos não ficam com o caneco. Taí o Boca, mansinho, que não me deixa mentir.

      Abç

      Tânia Clorofila

  • Vitorpoke

    É isso mesmo!!!!!!!!!!!

  • Caramba, não é preciso se preocupar! O título é nosso!! Afinal, é Copa Kia Brasil e a Kia é patrocinadora do time! Claro, o fato de haver um juiz que expulsa o Henrique sem ele ter feito coisa alguma não quer dizer grande coisa, os juízes estão aí para NOS AJUDAR!! Deu para entender? Não chamar NENHUM jogador do time que foi campeão brasileiro o ano passado para a selenike, chamando os importantes do Santos, isso é “mera coincidência”. Um juiz tirando o Henrique do jogo mais importante do Palmeiras, isso é o juiz ajudando o Palmeiras. Caramba, é tão fácil de entender …!! (ai, meu saquinho virtual!!)

  • Caramba, não é preciso se preocupar! O título é nosso!! Afinal, é Copa Kia Brasil e a Kia é patrocinadora do time! Claro, o fato de haver um juiz que expulsa o Henrique sem ele ter feito coisa alguma não quer dizer grande coisa, os juízes estão aí para NOS AJUDAR!! Deu para entender? Não chamar NENHUM jogador do time que foi campeão brasileiro o ano passado para a selenike, chamando os importantes do Santos, isso é “mera coincidência”. Um juiz tirando o Henrique do jogo mais importante do Palmeiras, isso é o juiz ajudando o Palmeiras. Caramba, é tão fácil de entender …!! (ai, meu saquinho virtual!!)