NÃO MERECEMOS ISSO, PALMEIRAS…



Eu já me cansei de dizer aqui que os nossos maiores problemas não estão dentro de campo. Eles são administrativos e fruto da inoperância de dirigentes que não estiveram e não estão nem aí com o Palmeiras. Mas, ainda que quisessem, nossos dirigentes não podem, diretamente, fazer o time ganhar ou perder. Tem mais gente ajudando a coisa a desandar de vez, e é preciso que se fale a respeito. Diante do Coritiba, foi para matar a gente de vergonha e medo! Levei uns dias para assimilar e poder escrever.

Jogo na Arena Barueri, contra o Coritiba. Finalmente, Felipão iria colocar em campo os jogadores que fez tanta questão de ter no elenco para a temporada de 2011. Jogando com aqueles que privilegiou durante o ano todo, jogando com os bem comportados (nem todos que jogaram são comportados como pensa o torcedor), parecia que seria mais fácil conquistarmos a tão sonhada vitória, que nos deixaria dormir mais tranquilos pelo resto do ano. Afinal, o técnico é ótimo, alguns jogadores é que o estavam atrapalhando…

E lá fomos nós… com Luan, que Felipão, ameaçando até deixar o clube, fez o Palmeiras comprar – pena que compraram a versão sem cérebro; Tinga, que não joga nada, mas nunca foi escalado na posição que o fez ser revelação na Ponte Preta; Rivaldo, que Felipão faz questão de dizer que é ótimo jogador – só se for para os adversários, e que também joga fora de sua posição; Ricardo Bueno, motivo de birra do nosso técnico com a diretoria; Chico, que foi menos ruim que os demais, mas não é melhor que Pierre, DISPENSADO POR FELIPÃO, NEM AQUI E NEM NA CHINA (quem obrigou a diretoria a comprar Luan poderia ter ficado com Pierre se quisesse, mas não quis); João Vítor, Gerley (que estava à sua disposição)… E Maikon Leite no banco (POR QUÊ?), Carmona nem relacionado para a partida (POR QUÊ X 2)… Assim não dá, né Felipão? 42 pontos disputados, o time ganhou só 9, e você não muda nada, nunca? Não dá para por todas as culpas no episódio da “transferência” do Kleber. Não dá para você tirar o seu da reta. Olha só a tabela do segundo turno:

O Coritiba, de técnico e jogadores comuns (tinha até o Jeci, lembra dele?), estava bem mais arrumado em campo que o Palmeiras. Quando um jogador deles descia pelo meio, até eu que não entendo nada de esquemas e táticas, já percebia o desenho do ataque se formando. Todo mundo sabendo como fazer. E o Palmeiras? Parecia um catado! Não temos padrão de jogo, não temos jogadas ensaiadas… a não ser a bola parada de Assunção, que só dá certo em anos bissextos e quando há a passagem do cometa Halley por aqui. MAIS NADA! Cadê o Felipão? Vou reclamar no PORCON! Até agora, ele nada fez para melhorar esse time. Nem mesmo foi alguma vez olhar a molecada lá na Base. Não merece mais essa blindagem toda que lhe damos, há quase um ano e meio. Sua teimosia, que antes nos parecia interessante, peculiar, agora virou burrice extrema. Ele castiga o Palmeiras e a torcida… POR BIRRA? Qual a vantagem de atitudes assim?

Aos jogadores não falta vontade.  Mas falta “T” de jogar. Nós os vimos correndo em campo, tentando fazer faltas (nem isso fizemos mais que o Coritiba), tentando achar um caminho. MAS ELES NÃO SABEM COMO FAZÊ-LO! A falta de qualidade da maioria (e eles não são culpados por não terem qualidade), aliada à falta de um esquema que lhes dê confiança, à falta de confiança no esquema utilizado, são as maiores responsáveis, DEPOIS DESSA DIRETORIA ESCROTA, INOPERANTE, – QUE SÓ PENSA EM CONTAS NO AZUL E TIME NO CHÃO, pelos vexames seguidos que temos passado. É uma bola de neve, que vai crescendo no decorrer da partida. Se a gente, que acredita até em Papai Noel e mula sem cabeça, já percebe depois de alguns minutos de jogo, que a coisa não vai, imaginem quem está dentro de campo?

Foi uma das partidas mais lamentáveis à que eu assisti. No começo do primeiro tempo deu até a impressão que o Palmeiras poderia conseguir algo. Mas, desorganizado, dando chutões (qual a vantagem de se jogar assim?), sem criar nada, a única coisa que conseguiu mesmo foi tomar um gol do Coritiba. Aos 23′, Everton Costa desceu pela direita, Henrique falhou na marcação, o jogador invadiu a área, passou por Deola (que não parou a bola e nem o atacante), e tocou para Davi estufar as redes. Ao Palmeiras sobrou apenas a correria, sem propósito, fruto do desespero de não se sentir em condições de reverter o placar.

Na segunda etapa, Rivaldo deu lugar à Maikon Leite. O Palmeiras parecia determinado a buscar o empate. O Coritiba ficava todinho em seu campo de defesa e a gente até se animou lá na bancada. Bobagem… O coração que não bate mais, só apanha, de olhos arregalados via as finalizações horrendas destruírem qualquer possibilidade de gol.  Via o delírio insano de jogador bater no peito pelo gol perdido, como se tivesse feito gol de placa…

Eu não conseguia sentir toda a dor daquele espetáculo de horrores. Não… Meu coração era uma placa de gelo. Mas, aos 11′, a placa de gelo trincou e começou a sangrar. O Coritiba, que estava todo atrás, desceu num contra ataque e, com três toques, a bola chegou para Leonardo fuzilar Deola. O sangue foi derretendo a superfície gelada do meu coração e a dor  apareceu… Do técnico aos 11 em campo, a impressão que eu tinha era a de que aquelas pessoas estranhas roubaram as camisas do Palmeiras e as vestiram para entrar em campo no lugar do meu time… Aquilo não era e não podia ser o Palmeiras! ISTO, QUE TEMOS VISTO EM CAMPO, NÃO É O PALMEIRAS!

Felipão colocou Fernandão no lugar de Tinga, mas nada mudou. Perdemos dois gols feitos. Um com Ricardo Bueno (será que obedecia ao empresário?) e outro com Fernandão. Eles devem ter faltado ao treino específico para atacantes que Felipão tinha dado durante a semana. O coração sangrava e doía cada vez mais…  E, com o time precisando desesperadamente marcar gols, Felipão tirou Ricardo Bueno e colocou… Márcio Araújo!  Tirar um atacante, por pior que ele seja, e colocar um volante é pedir para perder mesmo, né? E foi o que aconteceu! O jogo acabou, os seres estranhos que se faziam passar pelo Palmeiras foram embora…

A torcida vaiou, xingou e saiu… Caminhava apática pelas ruas, sem protestos, sem revolta, sem choro, sem graça… Parecendo alheia à dor que rasgava o seu peito, conversava e discutia normalmente os erros do Palmeiras, os erros de Felipão e de todos os demais envolvidos, como se eles não fossem do nosso time, como se eles não estivessem nos levando à Segundona, como se milhares de lágrimas não estivessem querendo brotar de todos os olhos, como se não doesse muito a cada vez que respirássemos, como se eles não fossem os responsáveis pelo medo gelado, viscoso, definitivamente misturado ao nosso sangue…

Os 7 pontos que nos separam da zona de degola, e a desilusão de mal poder acreditar numa reação, pesavam sobre as nossas costas, fazendo com que caminhássemos devagar. Longe do título, e das classificações que o campeonato possibilita, longe das alegrias e comemorações do final de temporada, nossos desejos de torcedor se reduzem a um só: uma mísera vitória para não cair. Com um desempenho horrível neste segundo turno, obter uma única vitória já está quase na cota dos milagres… Já vimos esse filme. É difícil (pelos adversários que temos à frente), mas ainda não é impossível.

1999 já passou (não volta mais), e 2012 tá logo ali… Será que o nosso coração aguenta?

  • Irineu Curtulo

    Eu só quero saber quem é que arcará com o enorme prejuízo que os indicados pelo Felipão nos acarretará. Não conseguiremos trocar esses “peladeiros” com ninguém, a não ser que banquemos os salários, luvas e etc. O Palmeiras virou um enorme depósito de lixo.

    • Anônimo

      Pois é… tanta gente fala do custo benefício de outros jogadores, mas se esquece que esses “craks”, inventados por Felipão, estão nos custando salários e, provavelmente, continuarão a nos custar mesmo quando conseguirmos emprestá-los por aí…

      Saudade de você, Irineu.
      Beijo

      • Irineu Curtulo

        Tânia, bom dia! Também estou com saudade. Perdi o tal do msn e agora só me resta o facebook (sebo do neu). Primeiramente, acho que temos que aprender a formar ídolos (e isso vale pra diretoria e torcida). Achamos que um beijo no escudo, uma declaração emocionada, uma “$$$ vontade $$$” de voltar, uma disputa mais aguerrida, enfim, qualquer demonstração de “amor” pelo Palmeiras nos ilude. Segundamente (rs), cansei de torcer.

        • Dinahsarto

          Tania, todo esse amadorismo exposto,  são especialistas em sérieB. Aquele apalermado a nos dirigir sem ser querido, ai! E o jogo final, imagino ! Bjos

          • Anônimo

            Dinah, dá até calafrios de imaginar o que poderemos passar nessas últimas rodadas, né? Tomara nosso caminho até lá seja menos sofrido.
            Que venha essa bendita vitória que nos falta!

            Beijão

      • Irineu Curtulo

        Tânia, bom dia! Também estou com saudade. Perdi o tal do msn e agora só me resta o facebook (sebo do neu). Primeiramente, acho que temos que aprender a formar ídolos (e isso vale pra diretoria e torcida). Achamos que um beijo no escudo, uma declaração emocionada, uma “$$$ vontade $$$” de voltar, uma disputa mais aguerrida, enfim, qualquer demonstração de “amor” pelo Palmeiras nos ilude. Segundamente (rs), cansei de torcer.

    • Se vc tem um carro q so da problema por mais bacana q ele seja, vc não sai comprando peça ate reformar o carro todo… isso é jogar dinheiro fora… vc vende, compra um mais simples e se vira com ele até poder comprar um melhor. No Palmeiras tentaram ir trocando peças e gastando dinheiro a toa ate chegar onde estamos. O negocio era fazer um expurgo ali, vender todo mundo pelo melhor preço possivel, contratar uns jogadores baratos e ir levando, economizando os salarios milionarios e tapando as dividas até poder montar um time de verdade. Se tentar sair do jeito q tá e já emendar num time campeao das américas ja pro ano q vem, a gte vai repetir o fiasco do ano passado e desse.

  • Irineu Curtulo

    Eu só quero saber quem é que arcará com o enorme prejuízo que os indicados pelo Felipão nos acarretará. Não conseguiremos trocar esses “peladeiros” com ninguém, a não ser que banquemos os salários, luvas e etc. O Palmeiras virou um enorme depósito de lixo.

    • taniaclorofila

      Pois é… tanta gente fala do custo benefício de outros jogadores, mas se esquece que esses “craks”, inventados por Felipão, estão nos custando salários e, provavelmente, continuarão a nos custar mesmo quando conseguirmos emprestá-los por aí…

      Saudade de você, Irineu.
      Beijo

    • Alexandre Wesley

      Se vc tem um carro q so da problema por mais bacana q ele seja, vc não sai comprando peça ate reformar o carro todo… isso é jogar dinheiro fora… vc vende, compra um mais simples e se vira com ele até poder comprar um melhor. No Palmeiras tentaram ir trocando peças e gastando dinheiro a toa ate chegar onde estamos. O negocio era fazer um expurgo ali, vender todo mundo pelo melhor preço possivel, contratar uns jogadores baratos e ir levando, economizando os salarios milionarios e tapando as dividas até poder montar um time de verdade. Se tentar sair do jeito q tá e já emendar num time campeao das américas ja pro ano q vem, a gte vai repetir o fiasco do ano passado e desse.

  • ate quando, Palmeiras?

  • Alexandre Wesley

    ate quando, Palmeiras?

  • Parabéns Tânia! Do início do primeiro parágrafo até o ponto final, concordo com tudo que você escreveu. Penso exatamente o mesmo com relação a Felipão. E não é de agora!

  • Gaetano

    Parabéns Tânia! Do início do primeiro parágrafo até o ponto final, concordo com tudo que você escreveu. Penso exatamente o mesmo com relação a Felipão. E não é de agora!

  • José Luiz Moraes

    ACORDAAAAAAAAAA DIRETORIAAAAAAAAAAA!!!! GONZALO GODOY, ZAGUEIRO URUGUAIO, 23 ANOS, DO NACIONAL DE MONTEVÍDEO. JOGA MUITO, PELA DIREITA, COM CLASSE E A VELHA GARRA URUGUAIA:http://www.youtube.com/watch?v=OvRswPDonQU , http://www.youtube.com/watch?v=ubmCzjvrYQ4&feature=related

  • José Luiz Moraes

    ACORDAAAAAAAAAA DIRETORIAAAAAAAAAAA!!!! GONZALO GODOY, ZAGUEIRO URUGUAIO, 23 ANOS, DO NACIONAL DE MONTEVÍDEO. JOGA MUITO, PELA DIREITA, COM CLASSE E A VELHA GARRA URUGUAIA:http://www.youtube.com/watch?v=OvRswPDonQU , http://www.youtube.com/watch?v=ubmCzjvrYQ4&feature=related

  • Dinahsarto

    Tania, todo esse amadorismo exposto,  são especialistas em sérieB. Aquele apalermado a nos dirigir sem ser querido, ai! E o jogo final, imagino ! Bjos

    • taniaclorofila

      Dinah, dá até calafrios de imaginar o que poderemos passar nessas últimas rodadas, né? Tomara nosso caminho até lá seja menos sofrido.
      Que venha essa bendita vitória que nos falta!

      Beijão

  • Irineu Curtulo

    Invencionices Felipônicas:

    Cicinho: não atacar (característica do jogador: atacar);
    Rivaldo: lateral esquerdo (característica do jogador: 2º volante, ruim, mas essa é a sua posição original);
    Tinga: ponta-direita e armador (característica do jogador: 3º volante, ruim, mas essa é a sua posição);
    Márcio Araujo: lateral direito e 2º volante (característica do jogador: 1º volante);
    Wellington Paulista: ponta-direita (característica do jogador: centroavante);

    Sem contar que queimou o Patrick, que já não é lá essas coisas; o Vinicius, o Miguel, O Thiago Heleno, o Mauricio Ramos, o Leandro Amaro, o Gerley, o Pedro Carmona, enfim, respeito o que o Felipão representa para o Palmeiras, mas nessa sua segunda passagem pelo clube, só conseguiu dar alguma estabilidade defensiva até a chegada do Henrique, que nós também glorificamos e acatamos a indicação do técnico, mas desestabilizou completamente a defesa, que mesmo sem o Danilo se comportou magnificamente no primeiro turno, mais uma besteira da diretoria e comissão técnica em liberá-lo.

  • Irineu Curtulo

    Invencionices Felipônicas:

    Cicinho: não atacar (característica do jogador: atacar);
    Rivaldo: lateral esquerdo (característica do jogador: 2º volante, ruim, mas essa é a sua posição original);
    Tinga: ponta-direita e armador (característica do jogador: 3º volante, ruim, mas essa é a sua posição);
    Márcio Araujo: lateral direito e 2º volante (característica do jogador: 1º volante);
    Wellington Paulista: ponta-direita (característica do jogador: centroavante);

    Sem contar que queimou o Patrick, que já não é lá essas coisas; o Vinicius, o Miguel, O Thiago Heleno, o Mauricio Ramos, o Leandro Amaro, o Gerley, o Pedro Carmona, enfim, respeito o que o Felipão representa para o Palmeiras, mas nessa sua segunda passagem pelo clube, só conseguiu dar alguma estabilidade defensiva até a chegada do Henrique, que nós também glorificamos e acatamos a indicação do técnico, mas desestabilizou completamente a defesa, que mesmo sem o Danilo se comportou magnificamente no primeiro turno, mais uma besteira da diretoria e comissão técnica em liberá-lo.

  • Guiu

    Lembro que em 2006 , quando eu tinha 13 anos , e o PAlmeiras tomou 6a1 do figueirense pelo Brasileirao , e caiu o Leao , meu Pai me disse: ” Esse time só vai ganhar jeito daqui pra frente com Luxemburgo , Felipão , ou alguem do estilo ranzinza.”
    Pois é , o 1º Passou , 2º ainda está aih , o 3º tmbm se foi (Muricy).
    Esses dias lembrei ao mei Pai essa frase dele , e por incrivel que pareça , meu pai que já esteve gritando no estádio pro Viola que seu salário era o café do Edmundo (huauhhaeuaheu sempre raxo o bico com essa historia), colocou a mao em meus ombros , abaixou a cabeça e saiu.

    “Esperamos dias melhores pra sempre !”

    • Anônimo

      Guiu,

      Eu tb falava as mesmas coisas que o seu pai… E, assim como ele, agora me pego sem saber o que pensar. Todas as respostas que eu tinha na época, todas as soluções, agora são como roupas velhas num armário, não me servem mais…

      Custei a admitir que Felipão não é aquele com o qual eu, e toda a Nação Palestrina sonhava. E, o que é pior. Ele se mantém inflexível, não muda de ideia nem a pau, como se isso fosse qualidade. Acho que nem ele mesmo percebe que já é burrice e que prejudica o Palmeiras, os jogadores, a torcida e, principalmente, ele mesmo.

      Penso que ele nunca ouviu Raul Seixas: “EU PREFIRO SER ESSA METAMORFOSE AMBULANTE, DO QUE TER AQUELA VELHA OPINIÃO FORMADA SOBRE TUDO…”

      Um abraço
      Tânia Clorofila

  • Guiu

    Lembro que em 2006 , quando eu tinha 13 anos , e o PAlmeiras tomou 6a1 do figueirense pelo Brasileirao , e caiu o Leao , meu Pai me disse: ” Esse time só vai ganhar jeito daqui pra frente com Luxemburgo , Felipão , ou alguem do estilo ranzinza.”
    Pois é , o 1º Passou , 2º ainda está aih , o 3º tmbm se foi (Muricy).
    Esses dias lembrei ao mei Pai essa frase dele , e por incrivel que pareça , meu pai que já esteve gritando no estádio pro Viola que seu salário era o café do Edmundo (huauhhaeuaheu sempre raxo o bico com essa historia), colocou a mao em meus ombros , abaixou a cabeça e saiu.

    “Esperamos dias melhores pra sempre !”

    • taniaclorofila

      Guiu,

      Eu tb falava as mesmas coisas que o seu pai… E, assim como ele, agora me pego sem saber o que pensar. Todas as respostas que eu tinha na época, todas as soluções, agora são como roupas velhas num armário, não me servem mais…

      Custei a admitir que Felipão não é aquele com o qual eu, e toda a Nação Palestrina, sonhava. E, o que é pior. Ele se mantém inflexível, não muda de ideia nem a pau, como se isso fosse qualidade. Acho que nem ele mesmo percebe que já é burrice e que prejudica o Palmeiras, os jogadores, a torcida e, principalmente, ele mesmo.

      Penso que ele nunca ouviu Raul Seixas: “EU PREFIRO SER ESSA METAMORFOSE AMBULANTE, DO QUE TER AQUELA VELHA OPINIÃO FORMADA SOBRE TUDO…”

      Um abraço
      Tânia Clorofila

  • Anônimo

    E, pelo que saiu na Gazeta, nem o dirigente “To nem aí para o futebol” está contente com ele…

    A diretoria do Palmeiras repete o discurso de que planeja manter o técnico Luiz Felipe Scolari até o fim de seu contrato, em dezembro de 2012. Porém, a campanha atual do clube decepciona a cúpula alviverde. O vice-presidente de futebol do Verdão, Roberto Frizzo, até admite que o desempenho do time está bem abaixo do esperado, mas faz um alerta para as dificuldades financeiras enfrentadas para montar o atual elenco.

    “É lógico que não estamos satisfeitos e nem ele (Felipão), talvez seja a campanha mais decepcionante da vida profissional dele como treinador. Para nós, é uma campanha que está longe de nos deixar satisfeitos”, afirmou o dirigente, que completou.

    “Mas temos um treinador com capacitação profissional, caráter e as virtudes dele. E nós entendemos que tivemos um ano de dificuldades, com o clube muito depauperado financeiramente. Agora, que temos a possibilidade de ter reforços mais maduros e experientes, com toda certeza que queremos continuar com o Luiz Felipe”, acrescentou.

    Quando assumiu o comando do clube em janeiro, a atual diretoria alviverde informou a Felipão que não poderia fazer grandes investimentos para esta temporada e combinou de realizar contratações melhores para 2012. Diante da promessa, o pentacampeão aceitou trabalhar com promessas e até indicou algumas apostas, que não deram certo.

    No Brasileirão, o Palmeiras ocupa o 13º lugar, com 41 pontos, e amarga uma série de quatro derrotas consecutivas. Agora, o técnico quer ver a diretoria cumprindo a palavra de trazer reforços renomados para 2012. Felipão também sabe que tem resistência dentro do Verdão, mas não está disposto a pedir demissão.

    E o discurso de Frizzo, que não tem boa relação com o técnico, segue em sintonia com o do presidente Arnaldo Tirone.

    “No que depender da nossa vontade, este é o planejamento que está sendo feito (segurar o técnico)”, avisou.

    SEGUREM-SE NAS CADEIRAS! 2012 ESTÁ CHEGANDO!!!

    • cassio

      …oi Tania,
      se me permite, eu tenho uma opinião sobre tudo isso que está nos deixando de cabelos em pé,… o Palmeiras é uma caixa d’água, e há muito tempo está caixa apresentava problemas técnicos,…mas foram deixando prá depois o conserto dos problemas, … e até que num belo e ensolarado dia,… aquilo que foi empurrado com a barriga, ou foi deixado prá resolver outra hora,…acabou estourando, arrebentando tudo e danificando tudo,… pois é, o problema, não apareceu agora, neste campeonato, nesta gestão diretiva, ou com este técnico, ou com este elenco,… a coisa já vem ruim desde muito tempo, bem lembrado pelo Guiu, aquele memorável 6 a 1, acredito que quando caímos prá 2a.divisão, me perdoe o trocadilho…aquilo foi um divisor de águas.
      abraços,
      Cassio.

      • Anônimo

        Oi Cássio,

        É verdade, temos problemas há décadas. Mas precisamos saber separar as coisas. As burradas de Felipão, e ele tem feito muitas, são distintas desses problemas todos que a “caixa d’água” já tinha.
        Não é porque temos problemas há anos que vamos fazer de conta que Rivaldo joga bem, Tinga, Luan… e também não podemos fazer de conta que não vemos os erros de Felipão.
        Eu sempre escrevo aqui reclamando das administrações. A atual, por exemplo, abusa do direito de ser ruim. Tirone e Frizzo são uma nulidade.
        Mas o Felipão podia colaborar, né? Apesar de não ter bons jogadores (não esqueçamos que ele quis muitos desses pernas de pau que estão aí), de viver num ambiente insalubre, ele comete erros de escalação e substituição que são imperdoáveis.
        Sem contar no time que não tem um esquema de jogo, a não ser as bolas paradas.
        Aí não dá.
        Reclamamos da diretoria, dos jogadores, do pipoqueiro, do bilheteiro… que seja dada a Felipão a parte que lhe cabe.

        Um abraço

      • taniaclorofila

        Oi Cássio,

        É verdade, temos problemas há décadas. Mas precisamos saber separar as coisas. As burradas de Felipão, e ele tem feito muitas, são distintas desses problemas todos que a “caixa d’água” já tinha.
        Não é porque temos problemas há anos que vamos fazer de conta que Rivaldo joga bem, Tinga, Luan… e também não podemos fazer de conta que não vemos os erros de Felipão.
        Eu sempre escrevo aqui reclamando das administrações. A atual, por exemplo, abusa do direito de ser ruim. Tirone e Frizzo são uma nulidade.
        Mas o Felipão podia colaborar, né? Apesar de não ter bons jogadores (não esqueçamos que ele quis muitos desses pernas de pau que estão aí), de viver num ambiente insalubre, ele comete erros de escalação e substituição que são imperdoáveis.
        Sem contar no time que não tem um esquema de jogo, a não ser as bolas paradas.
        Aí não dá.
        Reclamamos da diretoria, dos jogadores, do pipoqueiro, do bilheteiro… que seja dada a Felipão a parte que lhe cabe.

        Um abraço

  • taniaclorofila

    E, pelo que saiu na Gazeta, nem o dirigente “To nem aí para o futebol” está contente com ele…

    A diretoria do Palmeiras repete o discurso de que planeja manter o técnico Luiz Felipe Scolari até o fim de seu contrato, em dezembro de 2012. Porém, a campanha atual do clube decepciona a cúpula alviverde. O vice-presidente de futebol do Verdão, Roberto Frizzo, até admite que o desempenho do time está bem abaixo do esperado, mas faz um alerta para as dificuldades financeiras enfrentadas para montar o atual elenco.

    “É lógico que não estamos satisfeitos e nem ele (Felipão), talvez seja a campanha mais decepcionante da vida profissional dele como treinador. Para nós, é uma campanha que está longe de nos deixar satisfeitos”, afirmou o dirigente, que completou.

    “Mas temos um treinador com capacitação profissional, caráter e as virtudes dele. E nós entendemos que tivemos um ano de dificuldades, com o clube muito depauperado financeiramente. Agora, que temos a possibilidade de ter reforços mais maduros e experientes, com toda certeza que queremos continuar com o Luiz Felipe”, acrescentou.

    Quando assumiu o comando do clube em janeiro, a atual diretoria alviverde informou a Felipão que não poderia fazer grandes investimentos para esta temporada e combinou de realizar contratações melhores para 2012. Diante da promessa, o pentacampeão aceitou trabalhar com promessas e até indicou algumas apostas, que não deram certo.

    No Brasileirão, o Palmeiras ocupa o 13º lugar, com 41 pontos, e amarga uma série de quatro derrotas consecutivas. Agora, o técnico quer ver a diretoria cumprindo a palavra de trazer reforços renomados para 2012. Felipão também sabe que tem resistência dentro do Verdão, mas não está disposto a pedir demissão.

    E o discurso de Frizzo, que não tem boa relação com o técnico, segue em sintonia com o do presidente Arnaldo Tirone.

    “No que depender da nossa vontade, este é o planejamento que está sendo feito (segurar o técnico)”, avisou.

    SEGUREM-SE NAS CADEIRAS! 2012 ESTÁ CHEGANDO!!!

    • cassio

      …oi Tania,
      se me permite, eu tenho uma opinião sobre tudo isso que está nos deixando de cabelos em pé,… o Palmeiras é uma caixa d’água, e há muito tempo está caixa apresentava problemas técnicos,…mas foram deixando prá depois o conserto dos problemas, … e até que num belo e ensolarado dia,… aquilo que foi empurrado com a barriga, ou foi deixado prá resolver outra hora,…acabou estourando, arrebentando tudo e danificando tudo,… pois é, o problema, não apareceu agora, neste campeonato, nesta gestão diretiva, ou com este técnico, ou com este elenco,… a coisa já vem ruim desde muito tempo, bem lembrado pelo Guiu, aquele memorável 6 a 1, acredito que quando caímos prá 2a.divisão, me perdoe o trocadilho…aquilo foi um divisor de águas.
      abraços,
      Cassio.