A HORA DO PESADELO (gambá) – PARTE 1

“O cão não ladra por valentia e sim por medo” – Provérbio chinês (minha homenagem à ridícula coletiva do técnico Tite)

Eu nem sei dizer com que espírito fui ao Pacaembu para Palmeiras x Bambis. Com tantas coisas em jogo, preferi não investigar o que ia no meu coração. Mas, se o Palmeiras vai jogar, eu vou! A partida que, em relação ao campeonato para nós nada valia, era importantíssima para a nossa auto estima, para o fortalecimento do grupo, para quebrar a sequência de 9 partidas sem vencê-los no Brasileiro, para tirar (who knows?) as gazelas da Libertadores e para umas deliciosas coisinhas mais… E tão certo era isso, que quase 20 mil torcedores estavam no estádio. Fiquei arrepiada e com o coração feliz quando anunciaram a escalação do Palmeiras, e a torcida exultou ao ouvir o nome de Valdivia…

Sem esquecer das nossas deficiências, eu achava que podíamos ganhar, mas não fazia ideia do tipo de espetáculo que encontraria. É claro que, com Valdivia no time (que pavor eu tinha que ele levasse amarelo), o papo é outro. Tinha estado com ele antes do jogo contra o Bahia, e o senti muito disposto a jogar tudo o que sabe. E, só pela maneira que o Mago se cuidou o jogo todo para não levar cartão, a gente sabe QUE ELE ESTÁ DOIDINHO PARA PEGAR OS GAMBÁS! Tirar o título deles então, pode vir a ser a cereja do nosso bolo de Natal.

Eu não sei se era mesmo por causa do Kleber que nos andou faltando aquele algo mais; não sei se é coincidência, ou se aquele episódio serviu para todo mundo colocar as barbas de molho; o fato é que o Palmeiras que vi em campo contra o Bahia, e que vi diante do São Paulo, está cheio de pegada e muito mais unido.

E o jogo diante dos bambis foi sensacional! Foi nervoso, é verdade (eles deram algum trabalho), mas teve momentos deliciosos. Teve o Palmeiras indo pra cima dos bambis, logo de cara. (Aos 2′, Marcos Assunção levantou a bola na área e Henrique deu o primeiro susto em Rogério Ceni); teve Valdivia colocando os companheiros na cara do gol do farsante (Ah, se tivéssemos um Evair no time…) e, contrariando todas as expectativas, espertíssimo para não levar o tão temido amarelo. Infelizmente, teve o juiz, ‘Oliveirando’, como sempre (Ô família desgraçada essa, de juízes gatunos). Mas a tarde era nossa, e teve Assunção, que fez uma partidaça, utilizando com muito mais propriedade a nossa única jogada; teve Leandro Amaro, Henrique, Cicinho e Gerley jogando muito; teve o Palmeiras esbanjando garra e vontade de vencer; teve o time abraçado comemorando gol; teve a torcida cantando, sem medo de ser feliz…

Os bambis faziam muitas faltas; Fernandinho no Cicinho, no Mago; Dagoberto em Henrique… cada hora um, mas, para o juiz Metralha, que amarelava os palmeirenses por qualquer motivo, errado era o Felipão por reclamar. O tal Luís Flávio de Oliveira, tão criterioso com o Palmeiras, “esquecia” de amarelar os bambis em muitas das faltas duras que cometiam.

O Verdão continuava assustando o eterno terceiro reserva do Marcão, que passava apertado e fazia boas defesas. Luís Fabiano, Fernandinho e Dagoberto levavam perigo, é verdade, e as chances se sucediam para ambos os times, mas o domínio de jogo era nosso. O Mago, que deve ser de titânio, apanhava como sempre. Nas cobranças das faltas, Assunção dava uma dor de cabeça danada para os bambis. Ora Rodolfo aliviava, ora o cara de rato tirava de soco…

O tempo passava e nada do nosso gol sair. Aos 38′, Valdivia (como eu gritava pra ele sair de perto do juiz, para não bater em ninguém, não reclamar…) fez uma bela jogada individual e chutou forte de fora da área, mas a borboleta mor defendeu no canto. Aos 46′, a jogada mais sensacional da primeira etapa; Luan recebeu na esquerda, cruzou fechado e o goleiro espalmou; na sobra, Assunção chutou pro gol e o goleiro tocou na bola mandando-a na trave; ela foi parar com Valdivia que, numa quase bicicleta, mandou pro gol. Ela passou pertinho… Se sai aquele gol do meu ídolo, eu teria ido parar no Incor. Então, o juiz apitou o final da primeira etapa. O goleiro de hóquei, que já dá na cara essa paixão que tem pelo Mago, foi provocá-lo, foi dizer para ele parar de encenar, foi empurrá-lo… QUEM É VOCÊ SEU FARSANTE, INVENTOR DE PROPOSTA DE TIME INGLÊS, PARA COBRAR QUALQUER COISA DE UM JOGADOR DO PALMEIRAS? Vá cobrar isso do seu time, do Dagoberto, seu frangueiro, e deixe as suas mãos bem longe do Mago!

Na segunda etapa o Palmeiras já chegou, chegando. Nosso ataque, com velocidade, ia encontrando espaços. Marcos Assunção achou Luan na área, mas ele tocou por cima do gol. Depois foi a vez de Luan achar o Mago, que bateu colocado e a bola, caprichosa, passou perto. A gente com o coração e olhos no Pacaembu, mas de antena ligada  nas outras partidas. Meu medo de o Mago tomar um cartão amarelo era cada vez maior. Mas ele conduzia a situação admiravelmente.

Aos 10′, o momento de catarse… Marcos Assunção, pela esquerda, e muito longe da área, cobrou falta. Ela foi em direção ao gol, quicou na frente de Rogério e entrou  (ainda tenho a sensação que Luan desviou)! O Pacaembu explodiu no grito de gol! Que felicidade enorme eu sentia naquele momento! O Palmeiras, ainda que tardiamente, mostrava a sua força. O Palmeiras, finalmente, compreendia que, ao invés de temer os adversários, pode ser um dos seus maiores pesadelos. Como se estivéssemos ligados por fios invisíveis, todos nós torcedores sentíamos a mesma coisa, todos passávamos a ter a  mesma venenosa intuição…

O jogo ficou aberto, mas tivemos muitas oportunidades. Gerley quase marcou de fora da área. Rogério teve que trabalhar. Assunção levantou na área para Henrique cabecear por cima; Assunção (que partidaça) da entrada da área, chutou muito forte e a bola passou raspando a trave… Aos 24′, Felipão tirou Patrik e colocou Chico. Achei que era muito cedo. Sorte que as coisas deram certo pra gente…

Felipão sacou Ricardo Bueno e Cicinho para as entradas de Fernandão e João Vítor. Perdemos muito da nossa ofensividade, mas João Vítor até que corrigiu os erros que, naquele momento, aconteciam lá pros lados do Cicinho. Eu quase morria de nervoso… Com as três substituições, Valdivia, que estava jogando muito, diga-se de passagem, não poderia ser sacado para ser preservado para o Derby. Os bambis se aventuravam mais ao ataque e davam trabalho. Só que foi o Palmeiras, com Fernandão, que desperdiçou o gol mais feito da partida. Luan avançou pelo lado esquerdo, tocou para Valdivia que deu passe perfeito deixando Fernandão na cara do goleiro bambi. Mas ele desperdiçou a chance… Até agora não entendo como ele perdeu aquele gol, que eu podia jurar que tinha entrado.

Enquanto isso, os gambás ganhavam a sua partida e o Vasco empatava a dele. Enquanto isso, Emerson, dos gambás, ainda não foi julgado (acho que o tribunal espera o campeonato acabar). Finalzinho de jogo… Os palestrinos esperavam o apito final para comemorar a vitória do Verdão… Finalzinho de jogo no Rio… vascaínos, palestrinos e todas as pessoas de bem do Brasil, contrárias às mutretas da CBF com o dirigente gambá, contrárias aos 88% de chance de titulo para a bandidagem, esperavam um gol do Vasco…

De repente, sem mais, o Pacaembu explodiu de vez! Enquanto os gambás davam volta olímpica em SC, no Rio de Janeiro o Vasco marcava o seu segundo gol e deixava a decisão do título para a última rodada. Quem é que diz que campeonatos de pontos corridos não têm final? TÊM SIM! E SERÁ ENTRE PALMEIRAS X GAMBÁS!!!

Não falei que íamos nos transformar no maior pesadelo gambá? No seu medo de se transformar na segunda maior piada do ano (ser desclassificado na pré Libertadores, foi a maior piada de todas)?

E você vê que o futebol está uma m… e as pessoas sem caráter, quando Valdivia diz que quer vencer por honra, e isso vira polêmica, causa o maior escarcéu. Mas se disser que é pelo “prêmio”, aí tá certo?

Como podem ver, a “reclamabilidade” e a “chorabilidade” já começaram! E olha que o empate é deles. Mas a “paurabilidade” é tanta que nem se lembram disso. E afinal, não eram os jogadores, não era o Tite, que diziam que tínhamos que ganhar do Vasco, pelo profissionalismo? Então… vamos ser profissionais.

Vamos lá Tirone, Palmeiras de camisa listrada e meião branco para o jogo de domingo! E, se for possível, coloca o Evair no banco, para assistir a partida ao lado do Marcão. É FATALITY NA GALINHADA!

 

SE SEGURA, GAMBAZADA! O SEU PESADELO COMEÇA AGORA!!!!! Mas vocês não vivem de títulos mesmo, né? hahahahahah

  • Anônimo

    A Lidiane é uma leitora do blog, e eu recebo seus comentários sempre no e-mail. Então, vou postar aqui o que ela me enviou sobre Palmeiras x Bambis:

    De:Lidiane Gomes (lidiane…) Enviada:segunda-feira, 28 de novembro de 2011 12:21:58o palmeiras é o carrasco dos rivais nesta reta final , primeiro acabou com o sao paulo, libertadores adeus, e ainda tem o corinthians pra tirar o titulo e entrega-lo ao vasco,muito obrigado palmeiras, por nada vasco, mas que fim de ano esse do palmeiras melhor impossivel.

  • taniaclorofila

    A Lidiane é uma leitora do blog, e eu recebo seus comentários sempre no e-mail. Então, vou postar aqui o que ela me enviou sobre Palmeiras x Bambis:

    De:Lidiane Gomes (lidiane…) Enviada:segunda-feira, 28 de novembro de 2011 12:21:58o palmeiras é o carrasco dos rivais nesta reta final , primeiro acabou com o sao paulo, libertadores adeus, e ainda tem o corinthians pra tirar o titulo e entrega-lo ao vasco,muito obrigado palmeiras, por nada vasco, mas que fim de ano esse do palmeiras melhor impossivel.