QUEM DISSE QUE A MÁFIA DO APITO ACABOU?

Eu não considero bom qualquer empate fora de casa, como é de praxe as pessoas afirmarem. Não mesmo! Principalmente, num campeonato de pontos corridos, depois de já termos empatado em casa, e num jogo em que jogamos melhor e não saímos com a vitória porque não soubemos enfiar e bola no gol, porque tivemos (Felipão teve) medo de ganhar, E PORQUE O JUIZ NOS ROUBOU!

Tá certo que a gente até esperava que o juiz metesse a mão. Já é rotineiro na vida dos palmeirenses. Nem por isso vamos aceitar! Na partida anterior, diante do Bahia, sofremos o empate com um gol prá lá de impedido. Sofremos pênaltis, não marcados, diante do Flamengo, Coritiba. Mesmo com todas as nossas deficiências e ineficiência de ataque, contabilize os pontos perdidos atráves do apito e veja em que posição estaríamos, MESMO PERDENDO GOLS DE BACIADA! Mas reclamar com quem? Para os jogadores e técnicos, dependendo da camisa que vestem, tem punição de todo jeito. Mas para os árbitros…

E  contra os bambis, não foi diferente…

Jogo no Morumbi, ingressos mais caros para os palestrinos, poucos lugares à disposição (para nós, só 3600), e não é que, para quem assistiu na TV, parecia que estávamos em maioria? Público total de 16.813 pagantes. Os bambis, que já quiseram nos roubar o estádio e agora,  querem nos roubar também o posto de terceira maior torcida do Brasil, não conseguiram colocar nem 14 mil “modinhas” no estádio. Mas conseguiram colocar uma bomba, de fabricação caseira, que jogaram nos torcedores palestrinos. Detalhe: os palmeirenses, estiveram acompanhados o tempo todo pelo promotor. Imaginem se a bomba fosse “verde”? O que aconteceria com a nossa torcida? Quero ver o que farão agora… A imprensinha já quase faz de conta que nem soube do ocorrido.

Em campo, estávamos sem Valdivia, sem Thiago Heleno e Gerley, suspensos por cartões amarelos e guardadinhos para o Derby. Maikon Leite estava no banco – não entendo isso, viu Felipão?  Ele é bom jogador e, se está em má fase, só vai sair dela jogando! Gostei do esquema de quatro jogadores no meio. Chico e Márcio Araújo, Assunção e Patrik. Pena que quem resolveu armar o jogo, na maioria das vezes, foi o Márcio Araújo.  E ele não fez uma boa partida e, no decorrer do jogo, o que tínhamos eram 3 volantes reforçando a marcação e apenas um atacante, Kleber, lá na frente. Por isso, João Filipe, sem ter quem marcar, sobrava na defesa bambi.

Mas o fato é que o Palmeiras dominou as ações, botou pressão nos bambis e teve muitas oportunidades. M.Araújo subia pela direita e Luan pela esquerda. Mas o goleiro de hóquei resolveu ter uma boa tarde. Pegou um chute perigoso de Luan, depois de um belo passe de Assunção. E teve muita sorte quando o mesmo Luan, ao tentar chutar pro gol, deu um chute no vácuo nele mesmo; na sequência, meio caído, achou a bola outra vez e tentou de bicicleta. Seria um golaço, mas o goleiro, que na primeira tentativa de chute, estava caído dentro do gol, já tinha conseguido voltar e defendeu.

Em alguns momentos, o Palmeiras deixava os bambis, que adiantaram a marcação, crescerem no jogo, Dagoberto se mostrava perigoso.  Marcos fez uma defesa de Marcos, num perigoso chute de Fernandinho. O jogo estava muito mais para o Palmeiras mas, num erro de passe lá atrás, os bambis vieram prá cima, Rivaldo (esqueceram que ele saber fazer o que fez) recebeu da intermediária, e achou Dagoberto lá na frente. Leandro Amaro dormiu na frente do atacante são paulino, Marcos saiu errado, Dagoberto tocou por cima e guardou. Um vacilo e tanto nosso. Um preço muito caro para se pagar pela desatenção..

Veio o segundo tempo e o Palmeiras voltou com Maikon Leite no lugar de Márcio Araújo. (Eu só não conseguia entender porque Felipão, que tinha levado o Patrick Vieira, não o colocava no time no lugar do outro Patrik.) Nossas oportunidades surgiam. Kleber, agora com um companheiro no ataque, desceu pela esquerda, fez boa jogada e cruzou; Patrik meteu de cabeça, mas o goleiro defendeu. O gol palestrino começava a amadurecer. Minutos depois, Kleber, muito marcado, sofreu falta; Assunção cobrou e meteu na área, Henrique, de costas, cabeceou pro gol e igualou os números da partida! Aleluia! Se os atacantes não guardam, o zagueiro vai lá e confere! Gol lindo de Henrique! Não deu tempo nem de a “Borboleta” bater as asas…

Mas, sem conseguirmos marcar nossos gols, o jogo foi caminhando para o empate, como resultado final. Últimos minutinhos de jogo e Kleber foi derrubado na área por Piris… O JUIZ, CLEBER WELINGTON ABADE, NÃO DEU NADA e, aos 47′, terminou a partida! Na conta de quem fica o prejuízo que o Palmeiras levou ao ser garfado em dois pontos?

Foi pênalti indiscutível em Kleber (igual àquele que Ronaldo sofreu ano passado e que a imprensinha toda afirmou ser pênalti claro), que o juiz fez questão de não ver. Costumo dizer que jogar mal,  faz parte do repertório de todos os times, o que não faz é o juiz mudar o resultado de uma partida, por conta própria. De uns anos prá cá, os ‘deuses’ onipotentes do apito, graças à impunidade, estão cada vez mais sem vergonha e caras de pau! Quero que o meu time tenha o direito de vencer, se tiver oportunidade, mesmo quando não está sendo eficiente, mesmo quando tem dificuldades em guardar nas redes. Eu sei que poderíamos ter saído com a vitória, mesmo sendo garfados, se tivéssemos sido mais decisivos, se Felipão tivesse sido mais ousado… Mas não pode ser o juiz quem vai determinar se o Palmeiras merece ou não vencer. Mas são eles que, há muito, têm determinado a nossa sorte em vários campeonatos.

Você pensa que estou “puxando a brasa para o meu lado”? Já não somos só nós, os palestrinos, que achamos isso. Existe um site, o Placar Real, que traz estatíticas a esse respeito:

MUDANÇA ENTRE OS SEIS PRIMEIROS

CLASSIFICAÇÃO REAL            TABELA COM OS “ERROS”
1. Corinthians – 37 pontos       1. Corinthians – 37 pontos
2. Flamengo – 35 pontos         2. Palmeiras – 35 pontos
3. São Paulo – 34 pontos         3. Vasco – 33 pontos
4. Vasco – 34 pontos              4. Flamengo – 32 pontos
5. Botafogo – 31 pontos          5. São Paulo – 32 pontos
6. Palmeiras – 29 pontos          6. Botafogo – 31 pontos

São seis pontos (e olha lá) que nos garfaram na mão grande! E sabemos muito bem disso! Eu tenho comigo algumas lembranças de favorecimentos aos gambás que parecem não ter sido computadas. Mas o que me interessa é o Palmeiras e, nessa farra do apito, nos tiraram 4 posições na tabela!

OS MAIS “AJUDADOS” (segundo o site Placar Real)

INTERNACIONAL: dois pontos a mais e quatro posições acima
SANTOS: dois pontos a mais e três posições acima
FLAMENGO: três pontos a mais e duas posições acima
SÃO PAULO: dois pontos a mais e duas posições acima

OS MAIS “PREJUDICADOS”

PALMEIRAS: menos seis pontos e quatro posições abaixo
ATLÉTICO-MG: menos cinco pontos e três posições abaixo
FLUMINENSE: menos dois pontos e duas posições abaixo
CORITIBA: menos dois pontos e duas posições abaixo

Vejam só quem é o mais prejudicado…  Assim, a torcida perde a paciência com jogadores e técnico, perde a vontade de ir aos jogos… Assim, é desmotivante para quem vai a campo e luta uma barbaridade. Sim, porque, com algumas poucas partidas como exceções, o time do Palmeiras tem lutado um bocado em campo. Assim é sempre mais difícil, não é mesmo? Assim, o prejuízo acaba acontecendo também em outras esferas e se torna muito maior.

E como se não soubéssemos que há uma verdadeira máfia atuando neste brasileiro, de Ricardo Teixeira apoiado por Andrés Sanchez, sabem quem é que vai apitar o jogo contra os gambás? Luiz Flávio de  Oliveira, irmão de PCO, da família “Metralha Oliveira”! SORTEIO? SORTEIO A PQP!!! E Tirone e Frizzo, dirigentes omissos, covardes, assim como aceitaram PCO nas semi do Paulistão, agora se escondem e aceitam esse outro vagabundo. Mais um para operar o Palmeiras e fazer o servicinho incluído no Bolsa “Istádio”.

E a torcida gosta mesmo é de  bater em jogadores…

  • Até quando nossa pacata diretoria que só sabe atacar a si mesmo vai virar a artilharia pesada para esta sacanagem anunciada? Digo anunciada porque todo ano já sabemos quem são os beneficiados e os prejudicados! 
    A CBF continua decidindo quem leva o titulo e o Palmeiras parece que se tornou um clube a ser usado para ajudar outros…

  • Até quando nossa pacata diretoria que só sabe atacar a si mesmo vai virar a artilharia pesada para esta sacanagem anunciada? Digo anunciada porque todo ano já sabemos quem são os beneficiados e os prejudicados! 
    A CBF continua decidindo quem leva o titulo e o Palmeiras parece que se tornou um clube a ser usado para ajudar outros…

  • Convidado

    Sinceramente, desanimo de assistir aos jogos. Primeiramente não sou Palmeireinse, muito menos sou do Estado de São Paulo. Mas o que vejo é como Corinthians, São Paulo e Flamengo são empurrados pela arbitragem. Ainda tem a puxação de saco da imprensa. Não aguento mais ver jornalista torcedor desses programas falando desses times. E o que mais me deixa transtornado é que, daqui a dez, vinte anos, ninguem vai lembrar que aquele título de 2005 do Corinthinas foi no apito; ou os do São Paulo nos anos seguintes… o único registro que realmente vai ser lembrado é o do nome do time consagrado como campeão do ano. Deixo aqui meu protesto.

  • Convidado

    Sinceramente, desanimo de assistir aos jogos. Primeiramente não sou Palmeireinse, muito menos sou do Estado de São Paulo. Mas o que vejo é como Corinthians, São Paulo e Flamengo são empurrados pela arbitragem. Ainda tem a puxação de saco da imprensa. Não aguento mais ver jornalista torcedor desses programas falando desses times. E o que mais me deixa transtornado é que, daqui a dez, vinte anos, ninguem vai lembrar que aquele título de 2005 do Corinthinas foi no apito; ou os do São Paulo nos anos seguintes… o único registro que realmente vai ser lembrado é o do nome do time consagrado como campeão do ano. Deixo aqui meu protesto.