Homenageado com boneco, Scolari elogia defesa e conta com Pierre

Durante a entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira (26), na Academia de Futebol, o técnico Luiz Felipe Scolari foi homenageado com o lançamento de um boneco personalizado com sua imagem. O produto começa a ser vendido neste sábado e estará disponível na loja oficial ‘Forza Verde’ do estádio Palestra Itália e também no site oficial do Palmeiras, pelo valor de R$ 349,90. 

A iniciativa partiu dos departamentos de marketing, comunicação e licenciamento do clube, e a ideia é explorar a imagem que os principais ídolos palmeirenses possuem junto aos torcedores. No ano passado, já haviam sido lançados os bonecos dos atletas Marcos, Kleber e Valdivia.

Kleber está vestido com uma roupa de Gladiador, apelido que ele ganhou em sua primeira passagem pelo Verdão, em 2008. Valdivia também está caracterizado pelo seu apelido, com uma roupa de Mago. Já o goleiro Marcos aparece de joelhos com os dedos apontados para cima, cena peculiar após as defesas em cobranças de pênalti do Santo. Já Felipão aparece com o agasalho do clube e com o dedo apontado como se estivesse orientando algum jogador junto ao gramado.

Defesa recebe elogios – Na entrevista que durou aproximadamente 30 minutos, Felipão fez questão de elogiar as boas atuações de seus defensores durante toda a temporada.

“Isso é mérito do nosso trabalho, mas também deles, que se dedicam e se doam ao máximo nos treinos e nos jogos. Estamos muito bem servidos para essa posição”, comentou o treinador, que destacou o ótimo retorno de Maurício Ramos ao time titular após a saída de Danilo.

“Ele está jogando muito bem, pois nunca desistiu e sempre manteve o interesse em voltar a jogar, e bem. O Maurício sempre foi um grande jogador, se encaixou muito bem ao lado do Heleno e é bom saber que ele está motivado”, analisou o comandante palmeirense, não descartando utilizar a equipe no sistema com três zagueiros quando Henrique estiver em condições. O novo reforço deverá ser relacionado pela primeira vez na próxima semana.

“O Henrique não joga há dois meses e vem treinando forte. Nessa semana, ele sentiu um pouco de dores musculares, normal para quem não treinava com tanta intensidade. Pode ser que tenha uma pequena possibilidade de viajar para Curitiba (para o jogo de quarta-feira, contra o Coritiba). Mas, se não der, vai para a partida do final de semana (sábado, contra o Grêmio, no Pacaembu).”

Os números defensivos do Palmeiras estão entre os melhores do Brasil em 2011, com apenas 28 gols em 41 jogos, média de 0,68 gol por jogo. O time tem a 2a. defesa menos vazada do Brasileiro, com 7 gols. E em 22 partidas -metade dos jogos na temporada, o time saiu de campo sem sofrer gols.

Pierre – Felipão também foi perguntado sobre os motivos de não estar utilizando o volante Pierre, um dos ídolos da torcida palmeirense, e afirmou que só não o coloca em campo em razão de suas características, mas que conta com ele para a sequência da temporada.

“Eu gosto do Pierre e conto com ele. Mas as características dele são diferentes dos outros volantes. O Márcio e o Assunção estão jogando juntos há tempos e possuem um estilo diferente. O João Vitor sai mais para o jogo, enquanto a opção pelo Chico é por ele ser mais alto, de ter a opção de segurar um jogo na bola aérea ou até ter uma opção nas jogadas ofensivas. É só isso, não tenho nada contra o Pierre, pelo contrário.”

Agência Palmeiras
Fábio Finelli