A Nação exige: FORA TRAFFIC!!!

Já faz muito tempo que a Nação Palestrina está com Traffic até o pescoço… Tirando pouquíssimas boas contratações, essa parceira de araque, pertencente a um palmeirense também de araque, só encheu o nosso time de porcarias, no único intuito de usar a vitrine Palmeiras, para tentar valorizá-los e lucrar nas vendas. Mas compraram sem nenhum critério, escolheram atletas a esmo, muito ruins e quase nenhum deles valorizou ou foi desejado por outros clubes. Também… um monte de jogadores sem talento e sem fibra, que jamais poderiam ter vestido a gloriosa camisa da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Além do mais, a parceira de araque, que nunca nos deu exclusividade,  fez parcerias com outros clubes, para os quais tem levado jogadores muito melhores dos que os que costumava trazer para o Palmeiras. Costumava, porque nem isso faz mais. Dizem que é porque Cipullo saiu. MAS A TRAFFIC É PARCEIRA DO CIPULLO OU DO PALMEIRAS?

Quem não se lembra quando perdemos Valdivia, o maior craque que tínhamos no time, e a parceira de araque não se prestou a ajudar o Palmeiras a ficar com ele? Quem não se lembra quando não tínhamos dinheiro para ficar com Kleber, e a parceira, se negando mais uma vez a ajudar o Palmeiras, alegou que ele não tinha o perfil exigido para contratações Traffic? Empresa vagabunda que de parceira nunca teve nada!

Mas a Traffic quer ganhar dinheiro quando a Arena Palestra estiver pronta, não é engraçado? Quer usufruir do contrato que permite à empresa de J. Hawilla (palmeirense uma ova!) comercializar os camarotes da nova Arena Palestra, com inauguração prevista para 2013. Só que esta parceira de araque, essa parceira picareta, foi a principal fiadora da operação para colocar Ronaldinho no Flamengo, mesmo sabendo que o Palmeiras negociava com o clube italiano e com o empresário de Ronaldinho desde Junho de 2010. E a Traffic tampouco se incomodou com as ameaças de Belluzzo, de quebrar esse contrato e tirar a Traffic  do projeto da Arena Palestra, caso continuasse negociando o atleta para o Flamengo. E ela não só continuou negociando, como colocou Ronaldinho no clube  carioca. Hoje, o martelo foi batido, e o jogador anunciou a sua ida ao Flamengo. A Presidente do clube carioca, Patrícia Amorim, confirmou que a Traffic deu muita ajuda para que a contratação fosse concluída. Mas que “bela” parceira o Palmeiras tem…

Pois bem… Chegou a hora de Belluzzo cumprir a ameaça. Queremos ver se nosso Presidente mostra alguma coragem (pelo menos uma vez na vida) ao conduzir as coisas do Palmeiras. Porque, se não era para cumprir a ameaça, nem deveria tê-la feito, né Belluzzo? Chega de passar vergonha!! Afinal, que parceria é esta? Ela entra com a bota e o Palmeiras com a b…. para ser chutada?

VAMOS LÁ, BELLUZZO! A Nação Palestrina, de 20 milhões de torcedores, está esperando, está exigindo… CHEGOU A HORA DE COLOCAR A  TRAFFIC  FORA DO PALMEIRAS! E já está demorando muito…

  • Tania,
    Dia desses li uma entrevista do Pepinho, que nao tem nada a ver com o Mago, e ele disse que a Traffic forçou o Palmeiras a vender o Mago, porque o DIego Bosta Souza, jogador da investidora, não saia do banco de reservas. Ou seja, nos obrigou a vender um ídolo para promover aquele estrume sem alma do Pantufa. Se o Beluzzo fosse bom mesmo, tinha rompido alí a parceria.

    Abraço,

    Maluquinho

  • Heitor

    Completando o que o Maluquinho disse, a Traffic não só exigiu a saída do Mago para favorecer Diego Souza, como armou também a queda de Muricy Ramalho, porque o técnico não entrava em negociatas e colocava os jogadores da Traffic para jogar, vide Marquinhos e Willians, como costumava fazer o técnico anterior que apoiava o pojeto da Traffic. Detalhe, o Palmeiras paga até hoje a rescisão de Muricy, e os salários do técnico anterior que a Traffic ajudava pagar agora cobra via imprensa (algo em torno de 12 milhões). A parceira ajudou a afundar as finanças do Palmeiras e foi uma das responsáveis pela perda do título brasileiro de 2008, porque não deu suporte ao técnico, muito pelo contrário.

  • Roberto

    Sinceramente não acredito que o Sr. Belluzzo convença a W.Torre a romper o contrato com a Traffic-o.

  • Edna

    Qual é a da Traffic heim?, e seu mandatário Palmeirense (Ah tá!).
    Em uma entrevista J.Hawilla disse que o contrato da Arena do Palmeiras é com a WTorre e não c/ o Palmeiras, mas a do Grêmio ele vai dar um tempo e conversar com a direção deles para acertar tudo.

  • Milton

    Belluzo, pelo amor de Deus, chuta esta Traffic pra Longe do Palmeiras, isso cabe também a todos os candidatos a presidente do Palmeiras, esta empresa sem vergonha colocou o zagueiro Wallace no Corinthians só para retaliar o Palmeiras, vocês, diretores e conselheiros não vão fazer nada ?

  • Tania – eu estava pedindo o mesmo ate’ ler que existe a questao dos “R$ 12 milhoes”…. dai fiquei assustado. O que e’ mesmo que esta divida representa? O preco de cabecas-de-bagre a la Fabinho Capixaba, Jefferson e outros varios Darintoes da vida? Sera’ que poderiamos recorrer `a justica para diminuir isso? A W.Torre ja disse que sim, aceita outro parceiro. Entao fica somente esta “questao dos R$12 milhoes” e alguma multa recisoria por romper o contrato, se bem que eu acho que na justica minimamente esta 2a quantia poderia ser eliminada porque na verdade, em termos juridicos, o fato da Traffic ter ajudado a urubuzada na transacao do RG pode representar um “breach of contract” (mas eu desconheco os termos do contrato entre o Palmeiras e a patota do JHawilla & Cia.).

    • Oi Ronald,

      O Hawilla tinha dito mesmo que, se o Palmeiras pagasse a dívida que tem com a Traffic, poderia levar em frente a ideia de excluí-la do projeto da Arena.
      Mas acontece, e isto é o que eu penso, que uma coisa não está atrelada à outra. Se temos uma dívida, ele que cobre pelas vias corretas. Que eu saiba não há contrato nenhum que estabeleça que, por não pagar esta dívida, o Palmeiras é obrigado a ceder direitos de comercialização de camarotes à Traffic, na futura Arena Palestra Itália.
      E cá entre nós, sabe-se lá do que é esta dívida, né? Muito provavelmente dos salários dos jogadores, uma vez que Luxemburgo e a Traffic, contratavam uns abacaxis com salários de craques (vide Mozart), e o Palmeiras não conseguia pagá-los. Eu imagino que este deva ser uns dos motivos, mas deve ter muito mais coisa. Ainda bem que Belluzzo é um excelente economista. Imagina se não fosse…
      De qualquer forma, se eu estivesse no lugar dele, não pensaria duas vezes e mandaria a Traffic pro olho da rua. E a dívida? Ah, a dívida a Traffic que vá cobrar na justiça…

      Um abraço 😀
      Tânia “Clorofila”