Ah, Palmeiras… Paciência tem limite!!

“Achei que fosse acordar com um grande buraco no peito… Bobagem! Hoje o buraco sou eu…”

Talvez eu tenha visto  outro jogo, talvez eu tenha assistido com outros olhos… O fato é que não achei que o Palmeiras mereceu perder. Juro que não vi os bambis jogarem para saírem vencedores e com dois gols no placar. Eu sei que nosso time tem muitas carências, mas o time dos bambis não é grande coisa, daí vem o motivo de tamanha frustração. Perder para aquela porcaria de time… Não enterraram um sapo no Palestra, atrapalhando a nossa vida…  TEM UM TIRANOSSAURO REX ENTERRADO LÁ! Mesmo fazendo o que parece certo, a nossa luz não quer brilhar…

Ontem, era mais um dia de comemoração para o palestrino, assim como tinha sido no aniversário do clube. E mais uma vez o nosso time estragou a festa… O Palmeiras entrou em campo com uma réplica da camisa usada em 1942 e com a bandeira do Brasil, relembrando a data em que o Palestra, para não ter seu estádio roubado pelo São Paulo, virou Palmeiras e decidiu o campeonato de 1942.  Ver Deola com a camisa igual à de Oberdan, foi uma emoção prá mim. Olhei, achei lindo e, quando fui olhar de novo, eles já tinham tirado as camisas! No site oficial, não era possível encontrar uma foto legal desse momento. Esse marketing do Palmeiras é uma desgraça!! Uma falta de percepção absurda! Numa época de vacas tão magras, não sabem usar as coisas boas que têm. Não sabem cuidar da marca Palmeiras como se deve. Não conseguiram nem perceber ainda que a grafia do nome “Valdivia” está errada na camisa dele. Está com acento e, VALDIVIA, NÃO TEM ACENTO, CARAMBA!!! Será que vai ser preciso chamar o professor Pasquale??

Mas o Verdão que foi a campo, tinha tudo para se sair bem na partida, estava com moral, depois de vencer o Grêmio no Sul;  jogava diante da sua torcida (que de tão assustada com a instabilidade do time, e ainda pagando os ingressos mais caros, não enche o Pacaembu nunca)… E até que começou o jogo bem. As ausências de Edinho e Kleber preocupavam, mas a  de Rivaldo era um reforço, uma vez que Fabrício, também improvisado, se apresentava melhor pela lateral esquerda. Não era grande coisa também, só acho que passei menos raiva com ele (MAS QUERO DEIXAR CLARO QUE NÃO TENHO NADA CONTRA O PALMEIRAS CONTRATAR UM LATERAL ESQUERDO, OU USAR GABRIEL SILVA, TÁ? ESTOU DE SACO CHEIO DESSAS “GAMBIARRAS” NO TIME!).

Quando o clássico começou, já percebemos que a nossa vida não ia ser fácil. O árbitro José Henrique de Carvalho, e seus assistentes, atrapalharam o jogo e o Palmeiras o quanto puderam. Inverteram faltas, laterais, e até escanteios. Felipão foi expulso aos 23′ do primeiro tempo, por reclamação (Só o Palmeiras tem um técnico expulso aos 23′ do primeiro tempo, né?) Ele reclamava da distância da barreira, é verdade, mas não estava reclamando com o juiz. E, ainda que estivesse, todos os técnicos reclamam e ajudam a “apitar” os jogos E QUANTOS OUTROS A GENTE VÊ SENDO EXPULSOS DE CAMPO? FELIPÃO JÁ FOI EXPULSO DUAS VEZES! O que é que ele faz de diferente dos demais?  Foi expulso porque falava do árbitro, para o seu banco de reservas?!?! O juiz disse que não viu e nem ouviu nada! E isso não é perseguição?  Se ele não se dirigiu ao árbitro e nem aos seus assistentes (todos os canais de TV mostram isso), por que foi expulso? Por que não foi advertido? Será que  Renato Silva que provocou a torcida do Palmeiras, e poderia ter causado consequências desastrosas, será devidamente punido? QUERO VER SE JORGE WAGNER, QUE AGREDIU PIERRE, SERÁ PUNIDO! O Procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt não vai querer a fita para ver o lance da agressão? Não vai denunciá-lo? O Palmeiras tem que tomar providências, mas só espero que a expulsão descabida de Felipão (que já devia ter se tocado que com o Palmeiras todo mundo quer moralizar o mundo), não vá servir de cortina de fumaça para a vergonha de ontem, né diretoria e comissão técnica?

O São Paulo veio com um amontoado de volantes (6) e ainda contava com Fernandão que voltava para marcar. Ainda assim, a bola estava sempre com o Palmeiras. Mas o nosso ataque, sem Kleber, não tinha objetividade alguma. Coitado do Marcos Assunção e  do Valdivia (que conseguiu amarelar três bambis), os dois melhores do Verdão, na partida. Tínhamos dois atacantes e era como se não tivéssemos nenhum. Ewerthon, ninguém ousa dizer que é ruim, mas não desencanta; Tadeu até que é esforçado, mas que vá se esforçar na p… q… p….! Com improvisações tendo que ser feitas e esses “esforçados”, eu me pergunto: cadê a garotada boa de bola do time B? Evaporou?

Para complicar, Ewerthon saiu machucado, ainda no primeiro tempo e Tinga entrou.  Na segunda etapa, Márcio Araújo deu lugar à Luan… Queria saber quem foi que disse pro Luan que ele é jogador de futebol… Ainda bem que Ricardo Oliveira não servia, mas Luan serve, né? Meu Deus! Vamos nos conformando em ter jogadores assim… Obina (até sinto saudade dele), Robert, Paulo Henrique, Bruno Paulo, Tadeu, Ewerthon, Luan e agora vem aí… DINEI, QUE NÃO MARCOU NENHUM GOL EM SEU ÚLTIMO CLUBE, O TENERIFE, REBAIXADO À SEGUNDA DIVISÃO DO CAMPEONATO ESPANHOL! O que faz com que o Palmeiras queira contratá-lo?  Será que a nossa diretoria pensa que vai reinventar a pólvora? BELLUZZO, VOCÊ É QUEM DEVE CONDUZIR E NÃO SER CONDUZIDO!! Com o dinheiro gasto nesses “jogadores” todos, não dava para  o Cipullo ter contratado um bom? Não aguentamos mais essas apostas! Temos que ter jogadores que resolvam, nas 11 posições! E no banco também! E se a molecada do B não serve prá nada, então acaba com aquela porra de time e para de gastar dinheiro à toa!

O que não podemos mais é ficar nos enganando, dando todas as desculpas do mundo para o Palmeiras e quem o comanda.  Fizemos três ótimas contratações, mas não temos lateral esquerdo; Lincoln não volta nunca pro time; Lenny, deve ter tido as pernas amputadas, porque o Depto Médico não o devolve de jeito nenhum; à exceção de Kleber, não temos um atacante que preste e não temos banco. Como vamos querer ganhar títulos assim? Deola tava pegando tudo ontem, mas a nossa zaga não consegue interceptar lançamento de goleiro? E Maurício Ramos, com um pouco mais de cabeça,  poderia ter evitado o chute de Marcelinho. O gol foi um achado para os bambis que, a partir daí, só precisaram contar com ineficiência de Tadeu e Luan e os chutões do Palmeiras, que até foi prá cima, mas sem proveito algum. E, para selar a desgraça, aos 31′,  Lucas (que jogou muito bem) levantou na área e achou Fernandão que, sem combate algum, só teve o trabalho de fazer o segundo. Nas imagens dá para entender quando ele diz  aos companheiros: “Foi muito fácil”. E  foi mesmo…  Depois bastou apenas administrar o “tilt” que deu no Verdão.

As estatísticas mostram: o Palmeiras é o que mais desarma e  o que mais perde a bola (rouba a bola, mas não consegue ficar com ela), um dos que menos ataca, o segundo que mais fica impedido e  um dos que menos chutam.

E eu achando que o problema é o Pacaembu…

Agora é a hora do “MAIS”, Palmeiras! MAIS trabalho, MAIS determinação, MAIS paciência, MAIS treinamentos, MAIS acertos, MAIS envolvimento, MAIS coragem, MAIS respeito ao torcedor, MAIS AMOR AO TIME… nosso amor é sem limites, mas a nossa paciência já está na reserva!

  • Bruna

    Falou e disse, gostei muito e concordo! ^^
    Já viu que no site http://torcidapanini.virgula.uol.com.br/futebol-album/0/participe-das-promocoes-180146-1.asp tem um concurso pra encontrar a musa e o chefe de torcida de cada time do campeonato brasileiro…conte pros seus amigos!

    Beijinhos!

  • Irineu Curtulo

    Tânia, bom dia! Como é possível que esses pseudos-jogadores consigam ganhar salários altíssimos e direitos de imagem estratosféricos? Quem redige os contratos desses fdp é tão fdp quanto os mesmos. É inexplicável que esses pseudo-jogadores arrasem com os nossos cofres. É inexplicável que esses pseudo-jogadores consigam vestir o nosso manto. É inexplicável que por qualquer motivo de ausência, e aí cito apenas dois exemplos, o Lenny e o Lincoln, esses atletas recebam direitos de imagem, quê imagem, só se for propaganda do INSS, que merda! Precisamos de profissionalismo na direção do clube. Jogador é como qualquer trabalhador, se produz, recebe, se não produz, que vá catar coquinho no muro ao lado. A paciência é a arte dos sábios, mas até mesmo eles não teriam paciência com a mediocridade da nossa diretoria. Sinceramente, temo pelo nosso futuro. Temo, não mais por se sentir perseguido, mas pela incapacidade de administrar tais perseguições.

  • Tania,
    o fato do Felipão ser perseguido pela arbitragem paulista deve ter relação com quem preside essa entidade: um tal de “coroné azul escuro”(bambi maldito, fdp).
    Esse vagabundo faz de tudo pra prejudicar o Palmeiras por problemas anteriores coma torcida Mancha Verde. Enquanto não calarem a boca dele e tirarem seus poderes dentro do futebol estaremos sujeitos a interferências inexplicáveis. Ele pressiona a arbitragem pra que nos prejudique sempre. Existem inumeras evidencias mas ninguem pode provar infelizmente. No jogo Palmeiras 2 x 2 bambizada no Palestra em 2009 ele estava presente pra acompanhar a arbitragem do Rodrigo Bragheto que não apitou penalidade no rapa que deram no Diego Souza dentro da area. Esse lance foi bem na minha frente que estava na numerada descoberta.
    O Palmeiras precisa usar força política, se é que temos alguma ainda, pra tirar do caminho os que não nos querem bem ou vamos continuar reclamando de tudo e de todos a vida inteira!