E o Palmeiras continua chegaaando… !!!

Me perdoem o atraso na postagem dos textos.  Estou tendo problemas com meu PC e  espero resolver isso logo.

 

Cx10gol

Não precisava ter sido tão sofrido…

Cheguei ao Palestra umas duas horas antes do início de Palmeiras x Atlético/GO e já tinha gente demais nas ruas. Acho que só o Palmeiras e seus “filhos” têm isso. Ruas e bares repletos de “parmeras”, amigos, alegres, conversando,rindo, comendo e bebendo, naquele ‘pedaço’ de Palestra, que é tão nosso.  No meio da rua, e nos sentindo felizes, em casa.

Do lado de dentro, era um espetáculo! Oficialmente, um pouco mais de 23 mil torcedores estavam ali. Mas não sei onde caberiam mais 5 mil… rsrsrs Lindo! Que maravilha é a nossa torcida! Uma vibração e energia enormes se desprendiam das arquibancadas. Como sempre, era de arrepiar!! Eu sabia que não ia ser fácil(embora como torcedora que sou, estivesse cantando vitória de 2 ou 3 gols, antes da hora rsrs), mas não imaginei que quase fosse parar no Incor, prá variar.

O Palmeiras veio com uma formação inédita e trazia Cleiton Xavier (retornando ao time) e o estreante Marcos Assunção. Levamos uns minutinhos apenas para acertarmos a marcação e o Palmeiras passou a dominar as ações e ir ao ataque. O “Dragão” (Atlético) marcava bem, tinha jogadores altos, fazia um bom jogo e não era bobo, como poderiam pensar alguns. Com 12′ oPalmeiras quase marca, depois de jogada linda pela direita, onde Cleiton rolou para Lincoln, que tocou por cima do gol. Em uma outra oportunidade, Cleiton quase acerta uma ‘bicicleta’… Marcos Assunção tentava, nas cobranças de falta, mas as nossas já conhecidas dificuldades de achar o gol, continuavam conosco. E, por isso mesmo, o adversário resolveu nos ameaçar. Robston cobrou falta de fora da área e Marcos caiu no canto e espalmou. Defesa difícil…  A bola ainda sobrou pro ataque, mas Edinho salvou, mandando prá fora.

Eu achei que o Palmeiras até que jogava bem, mas os erros de passes no ataque, e a falta de decisão na área ainda nos atrapalham.  Aos 42′, jogada linda de Lincoln que, de calcanhar, deixou Cleiton na cara do gol. Ele chutou colocado mas o goleiro espalmou. Robert só teve o trabalho de empurrar pras redes. Comemoramos  tanto, mas o juiz, corretamente,  assinalou impedimento… Aos 45′, Lincoln invadiu a área e tocou pro Robert, mas o goleiro defendeu. Agora ia ficar pra segunda etapa… A ansiedade crescia, enquanto eu não podia deixar de sentir o coração apertado sabendo que, mais duas partidas, e teríamos que nos ‘despedir’ do Palestra. Sentia um bolo na garganta olhando prá ele, tão lindo, pintado de verde-branco e salpicado de verde-limão e azul… Queria “fotografar” na memória, cada detalhe, para nunca mais esquecer. Mesmo estando feliz pela nova Arena, já morria de saudades do nosso velho e querido Palestra Itália…

Veio o segundo tempo e nada do gol sair. Eu já me sentia bastante apreensiva. Marcos fazendo cada baita defesa, aumentava a minha preocupação. Defendeu um chute de Jobson, à queima-roupa, que deixou a gente sem respirar!!  O goleiro deles também tava pegando tudo.  Uma mão atleticana,  na bola, o juiz fez que não viu… Um gol irregular do Dragão, foi anulado… Difícil e angustiante…

 Zago colocou Ewerthon no lugar do Robert. Diego (não podemos fazer de conta que não vimos),  colocou nossos atacantes, por três vezes na cara do gol. Na última delas, deu uma bola açucarada, para Ewerthon chutar prá fora. E a torcida na bronca só com Diego, que chamam de  “Sono”.  Eu acho que ele pode jogar mais emerece um banco faz tempo… É esse o castigo para quem não rende e está em má fase. E cobro isso do técnico! Mas Zago, o aprendiz,que podia muito bem ter sido mais  sagaz e ter evitado a encrenca, tirando Diego nos vestiários, resolveu sacá-lo aos 33′ e colocar Paulo Henrique. A torcida não perdeu tempo. Os da numerada começaram a xingá-lo ferozmente. Ele, orgulho ferido, respondeu com aquele mesmo gesto mal-educado e obsceno, de Ronaldo, lembram? Errou feio e aí a coisa explodiu! A numerada bradava:”Ei Diego, vai t…. no c…!” O Palestra quase inteiro acompanhou. Digo quase, porque, assim como eu, muitas pessoas se mantiveram caladas. Me senti constrangida, triste… Não concordo e não faço isso com alguém que está vestindo a camisa do meu time. Alex também era acusado de “dormir”, era mole, Alexotan, não servia pro time…Rivaldo sofreu também. Valdívia, a cada amarelo tomado, era acusado de estar com a cabeça no exterior, de querer ir para o Chile e, por isso, tomava propositalmente os cartões. Hoje, os três são o sonho de consumo de 11 entre cada 10 palestrinos. Deve existir uma outra maneira (favorável ao Palmeiras) de se resolver isso…

O jogo chegava ao seu final e o Palmeiras “alugando” a área do Atlético não conseguia marcar. Caramba! Só faltava termos que ir sem vantagem para Goiás…Eu já nem queria mais olhar o relógio. Agora o esquema era apenas raça! Cada chance que a gente desperdiçava, minha Nossa Senhora! Eu nem sabia mais para quem rezar… Sentada, do outro lado, vi Paulo Henrique cair na área, mas, por estar distante, não vi o puxão que ele sofreu. EM COMPENSAÇÃO, VI O JUIZ APONTAR A MARCA DA CAL!! PENALTI, gritou o Palestra inteiro!!! Que alegria! Comemorávamos e nos perguntávamos: “Quem vai bater?”. CX10, pegou a bola e colocou na marca…  Milhares de olhos grudados nos pés de Cleiton Xavier… E COM QUE COMPETÊNCIA ELE BATEU! E COM QUE GRANDEZA FOI OFERECER O GOL AO AMIGO DIEGO SOUZA! Nosso coração, aliviado! O juiz apitou o final, enquanto a torcida cantava o hino do clube…  Que São Jorge, o quê? Foi São Cleiton quem matou o “Dragão” e decretou festa no Palestra…

Prepare seu coração, palestrino! Semana que vem tem mais. O PALMEIRAS VAI BUSCAR A VAGA EM GOIÁS!!!

  • Erik

    Se o verdao passar em goias , eu voh na semi final apoiar ele !!!

    Aí qualquer coisa nós combinamos de ir Eu , Lais ,vc(tânia) e a Isabella !!

    Abraços Tânia

  • Então está combinado, Erik! Vamos “batizar” a Laís! hahahahah
    PORQUE O VERDÃO VAI TRAZER A VAGA, LÁ DE GOIÁS!!
    E o Caldeirão Verde do Palestra Itália vai ferver!!!

    SIAMO NOI!!

    Bjo
    Tânia “Clorofila”