No Palestra, com frio, chuva e um buraco no coração…

Eu fui ao Palestra, assistir à Palmeiras x Vitória. Cheguei com algum tempo de antecedência, recusando oferta atrás de oferta, dos vendedores de capas-de-chuva. rsrsrs Uma atitude nada sábia, essa minha, uma vez que o céu estava carregado.

Cheguei na Turiassu, encontrei os amigos da #TwitPigs  e, em meio às conversas de sempre, os risos de sempre, desabou uma baita chuva. Hora do jogo se aproximando e as ruas já estavam alagadas. Acabei me protegendo da chuva que caía forte, com a bandeira (não, ela não é impermeável) e lá fomos nós. Ao descermos as escadas, encontrei um vendedor e comprei a bendi
ta capa.

O coração estava meio apertado… Minha última vez no Palestra, do jeito que ele é hoje… Vem aí a Arena Palestra. Pelo que dizem, os preços para a última partida, diante do Grêmio, no dia 22, serão bem ‘salgados’. Tá na cara que não irei… Enquanto íamos conversando, mais uma vez eu ia ‘fotografando’, na alma, aquele lugar tão meu, tão nosso. Tivemos muitas tristezas, é verdade, mas as alegrias ali vivenciadas, os craques maravilhosos que por ali passaram, os gols fantásticos, os dribles, os títulos conquistados, jamais poderão ser esquecidos. Eu já sentia saudade…

Fazia frio e a água caía sem dó dos quase 7 mil torcedores que ali estavam. Mesmo depois da triste desclassificação na Copa do Brasil, lá estava a torcida, encharcada, gelada e cantando…Difícil, viu?  Mas quem é que explica as razões do amor?

O Palmeiras jogava bem, os jogadores corriam, se esforçavam. Mas os nossos problemas de sempre, que jogam por terra todo o trabalho em campo, ainda permanecem conosco. Passe errados, medo de chutar a gol (também, pelo que a torcida anda fazendo, vai ser difícil achar quem queira chutar, correndo o risco de errar)  um ‘algo mais’ que ninguém consegue identificar o que seja. Temos bons jogadores e sabemos disso. Marcos, como sempre, estava  bem. Lincoln e Edinho, também. Armero, cheio de vontade, fazia um partidão. Defendia e descia com perigo muitas vezes, mas o jogo se amarrava por não conseguir chegar ao clímax, que é o momento de gol. Sem muitas expectativas, só conseguíamos mesmo sentir aquele frio que se tornava ainda mais intenso por causa da chuva fria.

Veio o segundo tempo e numa jogada maravilhosa, Robert conseguiu perder quase embaixo da trave. A torcida já se eriçou! Alguns minutos depois, pênalti para o Palmeiras!! Que felicidade! Os jogadore, num gesto bacana de que estão unidos, fizeram uma rápida reunião e resolveram que Robert bateria, para se redimir, diante da torcida, do gol inacreditavelmente perdido. Mas quando a coisa tá difícil… Embora tenha feito uma boa cobrança, o “fiadaputa” do goleiro esticou um braço quando caiu e conseguiu defender.Robert se encostou na trave e me deu pena ver o seu semblante. Se fosse um desenho animado, teria diminuído de tamanho até ficar pequenino. E lá foi a torcida repetir a mesma “reza” que dedicou anteriormente a Diego Souza (que carregou o time no BRA/09): “Ei Robert, v…. t…. n… c…!”. Onde será que atitudes assim (nem discuto se estão certas ou não) vão nos levar? Tudo bem que Robert, mesmo sendo o nosso artilheiro, anda perdendo gols que não pode perder(tem horas em que parece ter dois pés esquerdos e tortos), mas isso não é problema para o técnico? Não é ele quem deve ser cobrado por escalar ‘esse’ ou ‘aquele’ jogador? Qual de nós desempenharia melhoras suas funções sendo humilhado? Decididamente não é, e não tem sido uma atitude inteligente da torcida. Só temos tido prejuízos dentro e fora de campo. E eu ainda me pergunto como é que um torcedor palestrino tem coragem de xingar assim quem está vestindo a nossa tão linda camisa? Mas Robert, cheio de brios, suportou os xingamentos e, com altivez, ainda aplaudiu a torcida que o xingava, quando mais tarde Zago (que não serve como técnico do Palmeiras, de jeito nenhum!) o substituiu. Após o jogo, o atacante ainda pediu desculpas.

E ainda bem que tinha o Lincoln lá e, numa jogada em que ele acreditou, foi prá cima do marcador, entrou na área e guardou. Uffa!! E o jogo terminou assim. Vencemos com a já costumeira goleada: 1 x 0! Mas ainda faltam 37 rodadas, né? Esse não é o meu Verdão! As coisas caminham mal… Estamos todos errando e o Palmeiras é quem vai ficar com a “conta” para pagar.

Nem o frio, nem a chuva, os pés e roupas encharcados, o resfriado iminente, conseguem incomodar mais do que a dor de ver meu Palmeiras sendo abandonado, maltratado a cada dia. Dou uma última olhada na nossa “casa”, agradeço a ela todas as alegrias (e foram tantas) ali vividas,  guardo aquela última imagem no coração e saio sem nem poder imaginar o que o futuro nos trará.

Que Deus nos ajude! Eu não confio mais nos homens que lá estão…

  • Alcides

    Tania
    O Futebol é assim mesmo. O Robert bateu não só bem, mas muito bem e com muita força o penalti. O goleiro deles foi melhor. Os goleiros de hoje são mais altos, de muito maior envergadura, treinam defesas de penalti à exaustão, são mais ágeis e uma bolada com as bolas de hoje, de material sintético, não causa tanta dor e estrago quanto uma bolada de antigamente com bola de couro. Os goleiros aprenderam isso e se atiram contra a bola sem qualquer receio, de corpo inteiro. Por isso defendem tantos penaltis. Fora o fato de se mexerem quase sempre e a arbitragem não falar nada. Tânia, essa perseguição a jogadores do Palmeiras, como disse o participante Edson lá no OAV não acontece apenas no Palmeiras.. Acontece em todos os clubes, até em dimensões maiores do que no Palmeiras, só que a imprensa não repercute a informação e nem critica as organizadas dos outros times que fazem isso. Os gambás agrediram o Edilson (bem feito) e ficou por isso mesmo. Agora levantaram uma tese de que jogador nenhum quer jogar no Palmeiras e alguns até embarcam nessa onda. Eles nem citam que Lincoln optou pelo Palmeiras e que Ewerthon não quer nem ouvir falar nos gambás e fez questão de vir jogar no Verdão. Por que a torcida não pega no pé de Marcos, de Danilo e do limitado Pierre? Por que são jogadores que tem comprometimento com o clube e treinam e jogam com garra e afinco. Agora, como gostar de Diego barriga de chope. de Marquinhos rei da boca do lixo, de Vagner Love que não se entregou no Palmeiras como vem se entregando no Flamengo, do moleque (como a expressão é conhecida fora de São Paulo, isto é , do irresponsável) Keirison. Claro que o palmeirense comete injustiças, e o Robert e o Armero foram injustiçados, principalmente o Armero. Se dissessem que a nossa torcida é um pouco mais exagerada e exaltada do que as outras quando se trata de jogador eu até concordaria mas na essência, as torcidas são todas iguais. Agora é esperar que a diretoria traga Felipão, embora eu deva reconhecer que Zago já conseguiu acertar a nossa defesa, apesar da perda de Danilo. Um abração

  • Boa noite Tânia,
    A coisa tá feia mesmo, eu tb não gosto de ficar acabando com jogador,e estádio é local para incentivo. O verdão parece time pequeno, vive acuado, vive tenso, a bola parece que pega fogo e é dificil de alguém chutar ao gol. Eu não acho um time digno de Palmeiras, mas os resultados estão muito abaixo do que esse time pode conseguir. Sei lá, ninguém entende o que acontece. Dia 22 será o último jogo, e vc já antecipou que os ingressos serão “salgados”. Atualmente moro em caraguá, mas vou nesse jogo de qualquer forma. Tenho 30 anos, e desde de os 6 anos que frequento a “nossa casa”, e eu tb já tenho sauadade e muito medo de como funcionarão as coisas na arena. Mais uma vez a diretoria mostra que não liga a mínima para o torcedor mais leal ao Palmeiras, que somos nós que molhamos ou esquentamos a bunda naqueles degraus de cimento desconfortáveis com tanta satisfação e amor, que até parece a mais cômoda das poltronas(td que bem só assisto ao jogo em pé, mas vc entende). Deviam colocar o ingresso a dez reais e liberar o setor visa, assim eu poderia assistir ao jogo no meu lugar de origem e quebrar uma porção de cadeiras do “setor câncer” para minimizar um pouquinho a raiva que tenho daquele espaço, e para torná-lo produtivo novamente no último jogo do verdão no estádio nessas condições. Nosso amor e lealdade ao verdão inabaláveis, mas a situação preocupa demais.
    Parabéns pelo texto, muito legal.
    Bj e da-lhe porco!!!!!!!!!

  • Diego_rsantos

    Volta pro forum Clô!

    Lá no forum os caras tao detonando os jogadores e só eu pra defender ta dificil rsrsrsrs

  • Minha amiga, já passou da hora desta pequena parte de nossa torcida jogar contra o time, eles são os mesmos que já vaiaram Felipão, Alex, Zinho, Rivaldo e agora o Diego e o pior que me parece que nossa diretoria dá o maior valor para estes babacas, a ponto de exigir que o Diego peça desculpas, quanta bobagem, e ai então os bons jogadores vão embora e reforçam nossos adversários, hoje o Palmeiras precisa de reforços não de perder os poucos bons jogadores que tem.

  • Cicero

    Querida Clorofila, dizer que o Diego carregou o Palmeiras no Brasileirio 2009 é verdade, carregou pro buraco, pois quando mais precisamos dele, ele tirou o pé, se escondeu, se acovardou e nunca mais jogou até hoje…. Seria muito melhor que ele tivesse sido vendido na janela de meio de ano de 2009. Aliás, ele, o CX10 e muitos outros que não tem a menor intenção de honrar nossa tão amada camisa… eu continuo desconsolado….