DE “GOLEADA” É MAIS GOSTOSO… UAHUAHA

Eu não vou falar que o jogo foi meio ruinzinho. Que o Palmeiras começou jogando bem, fechadinho, depois se atrapalhou e as dificuldades já tão conhecidas nossas, apareceram em campo.

Não vou falar que mesmo tendo se esforçado, Marcio Araujo e Figueroa, vira-e-mexe estavam na lateral ao mesmo tempo e que era nas costas do Márcio (improvisado na posição, porque não temos um lateral-direito) que os poodles levavam perigo algumas vezes.

Também não vou falar que Edinho jogou muito. Nem que Armero é um guerreiro!  Lutou, defendeu, atacou. Ah, se essa vontade gigante fosse coletiva…

Não vou falar que o juiz foi complacente com o Atlético e rigoroso com o Palmeiras… Que o pênalti em cima do Lincoln (que deu uma enfeitada, mas foi pego, de verdade por Manoel) existiu e o juiz fez que não viu. Como fez que não viu tantas faltas duras que os palmeirenses sofreram, embaixo do seu nariz… Não vou dizer que ele era ruinzinho  de doer e não é porque expulsou aquele cara-de-pau do Paulo Baier (que deve ter começado a fazer cera mesmo antes do jogo iniciar), que teve uma boa atuação.

Também vou fazer que não estou percebendo que Robert já está sendo injustiçado. É meio caneludo, mas tá fazendo os seus gols, e não fosse ele ontem, não teríamos vencido…

Não vou dizer que Diego continua sumindo nos jogos, principalmente no segundo tempo. E nem vou sugerir que o façam tomar um Viagra no intervalo, para ver se ele entra com um pouco mais de motivação, de tesão, na segunda etapa. A psicóloga está aí e quem sabe dê jeito nisso (me refiro apenas à motivação rsrsrs)…

Não vou me aprofundar nos erros de Zago. Foi  errado tirar o Lincoln do time (ainda que ele não estivesse uma “Brastemp” em campo). Perdeu-se a armação para que o atacante Paulo Henrique  fizesse a sua estreia. O Palmeiras caiu muito de rendimento depois disso. E é melhor nem falar nada da saída de Robert, que tinha feito o gol e, por estar lutando muito, merecia que “outro” saísse em seu lugar. Da entrada do Marquinhos então, melhor que nada se fale. Se ele entrou para chutar fora o escanteio, cumpriu seu papel…

Não vou falar da hipocrisia que assola o Brasil, onde se pode dizer sorrindo que “loira é burra”, que “argentino é filho-da-p@#ta, que a mãe de alguém está na zona, que o cara é corno, é viado, que a “fulana” é bi@#cate*, que judeu é “isso”, que baiano ( paraíba, dependendo da região) é “aquilo”,  que o Ricky é gay, que mulher é so peito e bunda, que gaúcho é viado, que bater na mulher é normal… Quer xingar alguém? Nunca diga “preto do C@#*&alho“! Diga qualquer coisa antes do palavrão. Pode ser “branco” do c……, “japonês” do c……, “índio”… (esse, pode até ser queimado vivo,que não dá nada), “espanhol”…, “argentino”… (esse, todo mundo gosta de xingar!), “gordo”…, “velho”… “bêbado”… e por aí vai. É  errado o que Danilo fez?  É, SABEMOS MUITO BEM! Tanto quanto qualquer um dos exemplos acima.   A “vítima” Manoel, deu cabeçada no Danilo, xingou a mãe dele, chutou, pisou e, por três vezes,  teve a maldosa intenção de quebrar o Marcos.  Manoel (que afirma  em entrevista: ‘Pisei , mesmo! Pisei porque eu quis!’) abusou; Danilo se esquentou e perdeu a cabeça. No calor do jogo, ambos erraram; mas é hipócrita ser caso de polícia. Nosso dinheiro sumindo em mensalões e contas na Suíça é que é caso de polícia…

Mas eu quero mesmo é falar de coisa boa!!!!!!!!!! Daquela gente toda na rua, antes do jogo. Aqueles milhares de mantos, em verde, branco, azul, limão… Aquele monte de parmeras perdidamente apaixonados pelo Verdão… Que coisa linda!

Cheguei faltando bem mais de uma hora para o início da partida e já dava para perceber que o público seria muito bom. Depois de perdermos a entrada do time, porque os policiais, grosseiros e estúpidos,  não nos deixavam entrar, descemos as escadas correndo, passamos pelas catracas e, ainda lá embaixo, eu fiquei arrepiada!! A Que Canta e Vibra me deixou emocionada, com um nó na garganta. Mais de vinte mil pagantes!!! MEU DEUS, QUE AMOR É ESSE? Nossa torcida é simplesmente MARAVILHOSA!! Não sei como tem jogador que consegue ficar imune à energia que irradia das arquibancadas…

E eu vou falar do Palmeiras fechadinho, jogando certinho (apesar de ter perdido rendimento depois), com dificuldades para ir até o gol, mas seguro e lutando o tempo todo. Do orgulho que dava ver Danilo, Edinho, Léo, Armero, Robert, Diego (pena que ele só por alguns momentos), Lincoln, Márcio Araújo, Figueroa, Pierre (prá ele nunca falta vontade) dando carrinho e defendendo nosso território, como deve ser em nossa casa, ou em qualquer outro estádio onde o Palmeiras jogue. Do Marcos, tão valente e determinado, naquela sequência interminável de escanteios para os ‘poodles’. Ah, Marcos… Não fosse o Santo (que se calem os hereges!) e teríamos tomado o empate no final do segundo tempo. Mais um milagre na sua extensa conta!!

Vou falar que estamos na Copa do Brasil e, ter vencido, sem tomar  gol em casa, é uma grande coisa! Termos feito dois,  é melhor ainda! Não estou doida, não! Ter o Paulo Baier expulso e fora da segunda partida foi um golaço!!! hahaha

Mas eu quero falar mesmo daquele momento mágico… Daquele gol… Edinho tocando de calcanhar para o Robert, sem nenhuma dificuldade, chutar rasteiro e cruzado, pro fundo das redes. E o grito, “pássaro” preso na garganta do palestrino, ganhou os ares, e voou. E o nosso coração foi junto… Todo mundo pulando, se abraçando. Uma felicidade que é só nossa!! Robert comemorando… A TUP, fazendo uma chuva linda de papel prateado, cantava… A Mancha, de braços ao alto, também cantava… Cantava a Savóia, a Pork’s, o Visa, as numeradas… 1 x 0 foi goleada!! Tem uma luz brilhando para o Palmeiras, na Copa do Brasil…

E  prepare  o coração, palestrino, que quarta-feira tem mais…  “Eu plantei Palmeiras no coração…” 

  • Sensacional seu texto Tania!

    mais uma vez, ressalte-se!

    Parabéns!

    verdaços.

  • Renan(@NananRe)

    “Eu plantei Palmeiras no coração…” desde pequeno Tania……e pro resto da vida esse amor crescera….sempre ótimas suas palavras.Parabéns.

  • Andreia

    Tânia lindo texto como sempre, parabéns.
    Não concordo com o que o Danilo fez, mas também não é motivo p/ a imprensa cair matando em cima do Danilo. Os jornais fazem muito drama quando se trata de palmeiras, se fosse outro time aposto que não teria tido toda essa repercussão. Porque será que a imprensa não noticiou os torcedores do corinthians que foram presos no uruguai antes do jogo da libertadores que foram pegos roubando uma bandeira ?
    Porque que o palmeiras sempre tem que levar a pior ?

    “palmeiras minha vida é vc “

  • Venho por meio desta comunicar ao Sr. Danilo Larangeira, que hoje, dia 16 de Abril, do ano de 2010 juntamente ao Dr. King Kong, meu advogado, estarei analisando os vídeos, e tomando providências cabíveis contra V.Sª. Não o conheço, muito menos, lhe dei tal liberdade para me ofender de maneira
    absurda e imperdoável como fez ontem, ao me chamar de “Manoel do c***”, tento entender até o presente momento o que posso ter feito á você Sr. Danilo, para tomar essa atitude, me comparar a esse zagueirinho de merda, mais como já te foi alertado, estarei tomando as providencias cabíveis, nem lhe conheço, uma atitude absurda, suja, cretina e digna de punição, deixo claro que vou até as ultimas consequências mais quero vê- lo punido de preferência preso. Meu advogado está acertando os papéis, na noite de hoje estarei indo até a Delegacia aqui do Zoológico, prestar um B.O contra V.Sª, fique ciente que a qualquer momento, um oficial de justiça pode ir te buscar na Barra Funda,

    Sem mais,

    Macaco.

  • Fabio Tatú

    Perfeito o texto, Tânia.
    Só discordo em relação ao episódio Danilo x Manoel.
    A atitude preconceituosa do Danilo foi lamentável. Pelo menos ele já veio a público, assumiu e agora que aguente as consequências do seu ato. Ok, ele estava de cabeça quente, foi provocado, etc. Explica mas não justifica.
    Mas o que nenhum palmeirense está falando é da cusparada.
    Depois da ofensa, Danilo vai atrás do zagueiro e manda o perdigoto na cara do sujeito.
    Cuspir na cara de alguém é das coisas mais nojentas, mais baixas, mais abjetas que existem. Taí o Neto que não nos deixa mentir.
    Aliás, vi muitos palestrinos comemorando quando Marcos deu um nocaute ao vivo em Neto. Disse que em sua casa não entrava mau caráter, gente que cuspia na cara de outra pessoa. E agora vejo muitos palmeirenses contemporizando a cusparada do Danilo. E se fosse o contrário, Danilo no Atlético e Manoel no Palmeiras, será que a torcida iria ser tão complacente assim ?
    Deixo claro que acho o zagueiro Manoel outro mau caráter. Pisou no Danilo e disse que foi de propósito. Foi a delegacia pq os dirigentes paranaenses o orientaram e viram uma ótima brecha pra ofuscar a derrota e criar um clima de guerra, ainda mais sem Paulo Baier. E pq sofreu injúria racial, claro.
    É só minha opinião e não a verdade absoluta. E é sempre bom discutir sobre temas tão delicados tendo vários pontos de vista.
    Bjo
    Enfim,

  • @Diego_Cps

    Grande texto, Tânia!
    Não vou me aprofundar no assunto Danilo, pois cada um tem uma visão distinta, ainda que todos concordem que nosso atleta agiu de forma desprezível.
    Quero, sim, ressaltar, como vc, essa torcida linda, da qual me orgulho de fazer parte e que ajudei a compor ontem! Sabia que todos abraçariam o time, pelo amor ao Verde e Branco que jamais morrerá, por mais incompetentes que sejam os dirigentes e jogadores que nos representam.
    Lamentável o ‘embaço’ que a PM fez para liberar a entrada, demorou mais pra entrar que pra comprar ingresso, mas estar naquele jardim suspenso sempre vale todo o sacrifício! Ainda mais com essa contagem regressiva que me deixa comovido, pois sei que sentirei saudades do ‘velho’ Palestra e de todas as emoções que já vivi ali.
    Saí confiante no título da Copa do Brasil ontem. Óbvio que não foi uma partida brilhante taticamente, mas deu gosto de ver a deteminação de todos, ao melhor estilo ‘copero’ que se faz necessário em uma competição 100% mata-mata.
    Vale lembrar que o objetivo era duplo ontem: jogar e não tomar gol. É bem diferente de jogar pura e simplesmente para vencer. Ao meu ver, Zago errou nas substituições: deveria ter trocado Diego Souza por Ivo, e Figueroa por Ewerthon. Ainda mais depois da expulsão de Baier. Mas ele (Zago) vai aprendendo aos poucos, e é uma aposta muito mais válida que o eterno fracassado Ricardo Gomes, que tá aí há 10 anos e nunca foi nada expressivo.
    Valeu Palmeiras! Tamo junto…

  • Fábio, meu amigo, a atitude preconceituosa é lamentável, desprezível e apenas isso. Não é, e não pode ser caso de polícia, num país como o nosso, que permite tantos outros tipos de preconceitos. E, principalmente no calor de uma partida de futebol.
    A cusparada no rosto, eu nem tinha visto quando escrevi, e também não concordo e abomino que se cuspa no rosto de alguém. Eu não faria. Atitudes como as que Danilo teve, não fazem parte da minha formação. Não aprendi que devemos ser iguais e sim, que somos todos irmãos. No que eu acredito, é uma questão de evolução. Mas ainda assim, só podemos lamentar e condenar. Também não deveríamos julgar, né? Mas julgamos, e sem pensar duas vezes. Fazemos isso o tempo todo e com tantas pessoas e situações. Nem nos damos conta disso. É o Ricky servindo de gozação por suas preferências sexuais, Ronaldo, pelo mesmo motivo e por ser gordo… Se eu faço isso, como vou apontar o preconceito alheio?
    O que eu condeno e vou continuar condenando, é que pessoas que praticam os mais variados tipos de preconceitos, todos os dias, levantem bandeiras contra o Danilo, pela ofensa ao jogador, que acabou virando caso de polícia. Não lembro de nenhum palmeirense sair em defesa do Vagner Love, quando se referiam a ele com adjetivos relacionados à sua raça.
    Nunca vi ninguém ir parar na polícia por disseminar que portugueses são burros, que argentinos são FDP, ridicularizar mulheres e homens gordos… e tudo isso é preconceito também! Chamar de ‘preto’ é crime, chamar de ‘branco’, não! POR QUÊ??? Existe a lei? Então, que Danilo se acerte com ela. Mas que a Lei é hipócrita, é, uma vez que esquece outros tipos de preconceitos.
    Que o nosso país ofereça aos negros, brancos, amarelos e índios, as mesmas condições de educação, trabalho, moradia, saúde e lazer e aí sim, estaremos sendo tratados com igualdade.

    Beijo

  • Camila

    Ótimo texto, Tânia!
    Não vou comentar sobre o assunto DaniloXManoel… acho que isso já tomou proporções maiores do que deveria! Foi racismo? Sim… mas o tal do Manoel não é santo!
    Mas… o que importa realmente, é o amor do Palmeirense!
    Em Plena Quinta Feira… um estádio praticamente lotado!!!
    Me arrepiei toda lendo a sua descrição da hora do Gol!
    Vontade imensa de poder ter participado dessa festa!!

    E que venha Quarta-feira!!!!!

    Beijos

  • Claudio Vilas Boas

    Tânia,mais uma vez um texto brilhante.
    O meu tmabém ja está plantado.
    Saudações Palestrinas.
    Um grande abraço

  • Julio

    Cara Tânia,

    É muito bacana ler suas palavras e partilhar contigo nossas esperanças e indignações nesse belíssimo resumo com o qual nos presenteia!

    Enaltecer nossa torcida e reconhecer nosso São Marcos deu característica de JUSTO ao seu texto sem deixar, claro, de transbordar sua paixão e sinceridade!

    Plantamos e cultivamos nosso Palmeiras….com muita honra, com muito amor!!

    Abraços

    Júlio

  • LittleLucy

    Mãe … Amo ler seus textos ..

    Mais uma vez parabéns; vc consegue fazer com que as lágrimas brotem dos meus olhos sempre que vejo teu amor infinito pelo nosso Parmera =))

    Bjus

  • Sem Comentários…Disse Tudo!
    Parabéns pelo texto Tânia….
    “Nós também plantamos PALMEIRAS no coração”

    Beijão!

  • Bárbara

    Qta emoçao vivida nesse jogo…… realmente entrar no palestra e ver nossa torcida foi sensacional……. poder gritar mais uma vez gol entaum nem se fala….. e comemora a “goleada” foi d +…. o time num ta 100% mas ganhamos e temos td p chegar na final……. tem q jogar com a raça e c com o coração só isso….

  • Bruna

    Um dos melhores que já li no seu blog, Tânia!
    Arrepiei aqui!
    Espero que o jogo de volta nos trague mais alegrias!

  • alcides drummond

    Os caras entraram de caso pensado no mínimo para tirar Marcos ou Danilo do próximo jogo. Aquele Manoel se jogou o tempo todo em cima do Marcão na hora das cobranças de escanteios e conseguiu deixar o nosso goleiro nervoso e, por instantes, desestabilizado emocionalmente. Mas o alvo preferencial deles era Danilo e fizeram o que fizeram. Esse time do Atlético é muito sujo, semi-varzeano e está acostumado a esse tipo de baixaria. O Palmeiras vai ter que mostrar muita calma no jogo lá na Arena. Ele vão usar dos mesmos artifícios para nos tirar da Copa. O Palmeiras precisa entrar com uma reclamação antecipada junto à CBF e pedir um árbitro bem rigoroso para apitar esse jogo. Se não fizer isso, mais uma vez será roubado e desclassificado. Está nas mãos da diretoria. Um abraço, Tânia e parabéns pela frequencia seleta em seu blog de tantos bons comentaristas

  • Marcelo Barbagallo

    Grande post, Tânia!
    Tudo o que você disse eu estou de acordo.
    Sou assíduo do 3VV e tentei postar um comentário com a mesma posição que a sua sobre essa bobagem que é o racismo dentro de campo. Infelizmente o comentário não “colou” no post…
    A mesma coisa sobre o time do Palmeiras… antes não ganhavamos nem do Oeste, do Paulista, do Rio Claro, do Santo André, do Grêmio, entre outros! E achei que o jogo contra o Atlético foi o mais tranquilo do ano! Jogando pouco… ganhando só de 1×0… mas conseguimos ganhar! Que nossa torcida continue apoiando o time, e que a equipe responda com raça, garra e bom futebol! Abraços

  • Rucinski

    Tania Perfeita em suas palavras…
    mais unica coisa que acho q está na hora de Diego souza voltar a jogar um banco de reserva seria ótimo pra ele !! vamos parar de criticar jogadores q as vezes fazem menos coisa e a gente desce o pau neles heheh, mais o Diego ta em divida mta divida BANCO PRO DIEGO …!! ABRAÇOSSS

  • Ótimo texto, Tânia!
    Não vou comentar sobre o assunto DaniloXManoel… acho que isso já tomou proporções maiores do que deveria! Foi racismo? Sim… mas o tal do Manoel não é santo!
    Mas… o que importa realmente, é o amor do Palmeirense!
    Em Plena Quinta Feira… um estádio praticamente lotado!!!
    Me arrepiei toda lendo a sua descrição da hora do Gol!
    Vontade imensa de poder ter participado dessa festa!!

    E que venha Quarta-feira!!!!!

    Beijos

  • Fernanda(@nandamd)

    Como sempre…texto perfeito,sempre traduzindo o nosso amor pelo Palmeiras ,por tudo q ele representa pra nós,pra mim!!!Quase chorei,juro!!!
    Sem falar no q vc escreveu sobre preconceito…PERFEITO!!!