Vamos brincar de “sério”, Palmeiras? Passou da hora!!

O palestrino está muito bravo depois da derrota de ontem. Mas se engana quem pensa que foi por ter sido para o time da Marginal sem nº. Imagina se vamos reclamar de uma derrota bissexta. Bissexta, sim! Desde 2006! Acontece de quatro em quatro anos. Iniciei o Blog em 2007, e esta é a primeira vez que escrevo sobre uma derrota do Palmeiras para os gambás. Nem existia o Twitter quando perdemos pela última vez. E, se o mundo for mesmo acabar em 2012 (rsrs), os gambás que comemorem bastante a façanha de ontem, porque não terão outra oportunidade…

Mas o jogo foi uma coisa!! Que os gambás têm um time bem ruinzinho, até o Mirassol sabe… Que eles jogaram contra o Palmeiras, encolhidos, com todo mundo na defesa, como se fossem o Taquaritinga, todo mundo viu. E por 80 minutos!!! E, por isso mesmo, o Palmeiras não poderia ter jogado tão mal. Mas o Verdão jogou muito bem, dirão alguns. Com um jogador a mais (já que O Máscara, antes dos 10 inciais, foi expulso), o Palmeiras teve a posse de bola praticamente o jogo todo. Posse de bola ilusória, uma vez que os gambás acuados e cagões não se aventuravam ao ataque a não ser em raríssimas vezes. E, mesmo com o domínio das ações, um time sem atacantes, poucas vezes leva perigo ao goleiro adversário. Eu diria que o goleiro nos parou apenas em duas reais oportunidades; uma, com Danilo e outra, com William. Sem Diego Souza não dá, né? E tem gente que acha que ele não joga sério… Fez e, sempre que não joga faz, uma falta desgraçada!!!

Eu já não tinha gostado da escalação de Gualberto, João Arthur (por serem inexperientes) e Armero. Se Armero está em má fase, teria sido melhor ser poupado da “fritura” e ter ficado no banco.  Além do mais, se Eduardo não serve como suplente, porque cargas d’água faz parte do elenco? E podemos ainda contar com Wendel, que quebra bem o galho por ali.

Começo de jogo (6′) e o juiz marcou uma falta de Armero; daquelas cometidas por tantos jogadores, em todas as partidas. A bola foi alçada quase da entrada da área, bem próxima à linha de fundo. Bola besta para ser aliviada pela defesa. Edinho (que foi bem no restante da partida) falhou no lance, deixando Jorge Henrique (quase um anão) subir mais do que ele e marcar de cabeça. Achei que Marcos, indeciso, também falhou. Dois minutos depois, o picareta do Roberto Carlos, resolveu “dar um aviso” ao jovem e bom jogador, João Arthur. O vagabundo, num carrinho criminoso, por trás, entrou para quebrar o moleque e foi expulso. E as “putas” da transmissão da TV reclamaram até não querer mais. Na Globo, Arnaldo César Coelho, dizia que era falta para expulsão, mas que pena ter acontecido com RC. Se fosse com outro, tava tudo bem, Arnaldo? Na Band, mais enlouquecidas ainda, as “putas” diziam que a expulsão não era justa. Não acredito que  seja espontâneo, viu? Tem alguma coisa por trá$$$ di$$o…

Com um  a menos, Mano Menezes colocou Danilo na esquerda, e os gambás ficaram encolhidinhos atrás, de onde não sairam mais. Tivéssemos atacantes e teria sido uma festa, outra vez. Numa falha de Chicão, Edinho, dentro da área, chutou fraco nas mãos do goleiro. Aos 33′, Robert, também na área, recebeu em condições de marcar mas se atrapalhou e tocou para Daniel tocar pro gol, em impedimento. Muricy, por sua vez, tratou de mudar o time e o que eu tinha entendido como uma escalação errada. Mas cá entre nós, sem opções, vai colocar quem??? Sacou Gualberto e colocou Daniel, que não jogou nada! Armero, muito nervoso, cometia muitas faltas e tava na cara que o juiz logo ia querer compensar a expulsão do Sr. Meião.Deu lugar a Wendel e saiu chorando. Chorando porque, mesmo em má fase, tem consciência do que é vestir a nossa camisa. Chorando, porque tem brios e para ele é, sim, importante ser jogador do Palmeiras. Merece ser respeitado!  É jovem e deve ser melhor trabalhado, orientado. Ano passado, pouquíssimas pessoas o queriam fora do time.

No segundo tempo o quadro foi o mesmo, os “ratones” encolhidos e o Palmeiras dominando a partida, só que sem poder de fogo. Falta cobrada por Cleiton que o goleiro defendeu; uma outra oportunidade que Robert concluiu rasteiro para defesa fácil de Felipe… Joãozinho deu lugar a William. Nos minutos finais, nosso time aumentou a pressão, mas sem competência nas finalizações, o gol não saía de jeito nenhum. Uma bola de Wiliam tinha endereço certo, mas o zagueiro gambá tirou. O juiz ainda expulsou Cleiton Xavier, por reclamação. Imaginem se um nosso não seria expulso… Antes do apito final, Danilo recebeu e, ao invés de matar no peito e chutar (é zagueiro, né?), cabeceou nas mãos do goleiro.

A torcida culpa o Armero… Caramba, isso é mascarar os reais problemas que o Palmeiras enfrenta. O time não tem atacantes, não tem zagueiros suficientes para a maratona dos campeonatos, precisa de laterais e tampouco tem banco. Quando, finalmente, perceberam que Sacconi poderia jogar e nos ajudar e o colocaram no time, a diretoria vende o cara, às vésperas do clássico. E o pior, vendem de qualquer jeito, sem o bendito passaporte da Comunidade Européia, e o negócio é desfeito. E, quanto aos atacantes, tudo bem que a diretoria não esperava o que aconteceu com a Emília, mas esses homens dirigem o Palmeiras, porra!! Têm que ter soluções na manga, e prá ontem!

Estamos em Fevereiro e o time não está pronto! E nós perguntamos: CADÊ OS REFORÇOS, BELLUZZO? E as declarações  ‘mandrakes’  de Cipullo e Toninho: “Estamos satisfeitos com o time” CUMA??? Estamos quem?? Eu não estou. Não é porque amo o Palmeiras e admiro muitos jogadores que temos no elenco, que estou satisfeita. QUERO VER MEU TIME JOGAR UM FUTEBOL DIGNO DA GRANDEZA QUE O PALMEIRAS POSSUI. E, para que isso aconteça, é preciso contratar!! Léo, Edinho e Márcio Araújo foram belíssimas contratações. Mas não resolvem o nosso problema. Onde vamos chegar só com esses jogadores que temos? Cada vez que um zagueiro se contundir ou levar o terceiro amarelo, a gente faz o quê? Reza? E quando Diego não jogar? Ou Cleiton? Rezamos outra vez? Armero não está bem, Figueroa está mais ou menos, precisamos de laterais. O ataque não existe. Não tem como fugir disso. Tem que contratar, Belluzzo!! Sabemos do seu empenho, e de todas as dificuldades que você enfrentou, até agora, em prol do Palmeiras e já te agradecemos por isso. Agora, não! Agora é hora de você ser cobrado!

Costumam chamar de “corneta” aquele torcedor que reclama, após as derrotas. Mas eu escolho ser a pessoa que  reclama por querer ver o meu time bem montado, jogando bem e ganhando títulos,  a ser uma “Alice” do País das Maravilhas, alienada,  que vive correndo atrás do “utópico” Coelho Branco…  

  • Rodolfo

    ACOORDA DIRETORIA!
    Chega de falar e vamos agir!
    O nosso Palmeiras merece um elenco de responsa,chega de patifaria!

    Otimo texto,Clo!

  • Essa é minha amiga Tânia Clorofila que não tem medo de nada e de ninguém !!!!
    Como qualquer palmeirense que se preze, tem ódio quando seu time é derrotado e em especial para o arqui rival Corinthians !!! Aí vira uma catástrofe que só um legítimo torcedor Alvi Verde e palestrino sabe como é.

    Parabéns mais uma vez pela matéria a continue assim.

    Abraços do amigo Marcello Lima

  • Você me conhece um pouco né Tânia, então imagina só o meu humor! Imagina minha satisfação com a diretoria, ao ver o Marcelo Moreno fechando com o Wigan, ou simplismente o Santo André da Inglaterra!
    O que está acontecendo?
    Estamos tomando chapéu até do timinho falído de Minas, o Atlético que se acostumou a tomar 5 em finais de Campeonato Mineiro. E vem o Toninho Descartes, com a desculpinha da Libertadores, engraçado né o Inter sem Libertadores trouxe Nilmar, D’Alessandro, Kléber, Guiña? O Fluminense levou o Fred, os gambás trouxeram o Gordo, o Flamengo com o Adriano, e agora, qual a desculpa? quem vamos trazer? Já não tinha opção, e as que tinham já praticamente acabaram, a não ser que busquem um certo camisa 10 aí, lá na Terra do Nunca,um que conhecemos muito bem!! Um Mágico da bola, que enfiaram no rabo pela primeira propostinha mixuruca que apareceu! Como é fácil negociar com o Palmeiras né?
    Aqui é assim, pague o quanto quiser e leve, assim foi com Sacconi, mais nem San Genaro se conformou com o amadorismo da diretoria e entrou no meio do negócio, alguém me explica esse negócio da China que fizeram? Mandar o cara para a França, que é pior que o Paulistão, só pq é Zoropa? E bateram o martelo por 6,5 mi o mesmo valor, que as moças do Leonor venderam o André dias, um ZAGUEIRO, 10 anos mais velho que nosso MEIA ATACANTE é mole? E ainda, as vésperas do clássico, se nem banco temos, nosso banco é mais engraçado que o banco da Praça é Nossa!! Não poderia ter fechado hoje? Assim teriamos mais opções, mais tudo bem, dos males o menor, espero que a diretoria veja a merda que ia fazer!!
    CONTRATA BELLUZZO! Valdivia, Zé Roberto, Jackson, Everthon, Kléber, a lista é imensa, custa fazer um esforço? Até o Santos, falido, que reduziu o salário dos medalhões em 50% e perdeu Rodrigo Souto pra ter “Alouca” por falta de grana, conseguiu trazer a maior enganação dos ultimos tempos de volta, queira ou não uma bela jogada de marketing! Mais eu ainda tenho um resto de esperança, Belluzzo tem carater e é Parmera, não vai nos deixar com Daniel Lovinho, Joãozinho, Gualberto e Cia pelo resto de 2010, eu acredito e quero crer que assim será!!
    Parabéns pelo texto Clo.. Beijão!!

  • Fala Tânia!

    Quero falar só uma coisa…

    Como excelente economista que é, imagino que o Belluzzo saiba que o crédito de todo mundo um dia acaba, basta “gasta-lo” todo de uma vez…

    Ele ainda tem crédito, mas…

    Ainda estamos esperando… vamos ver…

    Abraço!

  • Só espero que as contratações ocorram pra ontem!!!
    Não temos ataque, não temos reservas, não temos opções em nenhuma posição e ontem esse foi o grande motivo da vitória suada do timinho da Marginal sem nº.
    Está certíssima, Tânia.
    Beijo grande e eu continuo viva!!!rsrsrs. Somente fora do twitter por uns tempos….rs.

  • Vagner – S J Campos-SP

    A paciência da torcida palmeirense já acabou… basta acessar à mídia palestrina para comprovar.
    Já levamos chapéu de tudo quanto é time… é muita incompetência!!! Acho melhor o Belluzzo dar um pé no traseiro desse toninho descartes logo, porque senão a sua credibilidade e os seus créditos vão se esgotar de vez! Tânia, mais uma vez parabéns pelo excelente texto!
    Um grande abraço a toda a nação alvi-verde.

  • alcides drummond

    Tânia

    Faz parte da cultura do Palmeiras só contratar baixotes, magrelas, enfeitadores principalmente se forem meias e souberem tocar bonito. É o complexo de academia que ainda existe, como se Ademir da Guia fosse apenas um enfeitador. Foi um dos grandes marcadores e tomadores de bola que eu vi em toda a minha vida E de que adiantaria Ademir sozinho se não houvesse Leão, um goleiro altissimo para os padrões da época e jogadores de força tipo Dudu, Baldochi, Luiz Pereira, Eurico, César, Artime, Edu Bala e tantos outros.
    Esse negócio de academia atrapalha a gente até hoje, porque abdicamos de jogadores de força e o futebol de hoje é predominantemente de força e velocidade. Os gambás ganharam da gente na base a estatura e da força bruta. É evidente que você não deve ter um time só de brutamontes, gigantes e jogadores de força. Sabemos disso. Você acha que com Obina, que não é nenhum craque, de centro avante a gente passaria em branco? Mas com Lovinho, Joãozinho (que pelo menos hoje não aguentam um sopro) ou com Lenny ou Marquinhos, nós conseguiríamos fazer gols?
    Há quantos anos não temos um homem de área de peso e medida. Eu não disse dois, disse um. Desde que Evair deixou o Verdão que não temos um centro-avante compatível com as nossas necessidades. Todo ano é a mesma coisa. Contratamos beques e meio-campistas, mas homens de área, não. Ademais a nossa torcida fica exigindo nomes. Veja que se você falar em jogadores da base, de equipes menores ou da série B, que dão sempre certo nos bambis e gambás, a nossa torcida rejeita.
    Nem o Val Bahiano que fez tantos gols pelo Barueri no último brasileiro foi aprovado. É preciso mudar essa mentalidade de que o bom e barato não serve. Os bambis e os gambás montam grandes equipes através do bom e barato, mas o nosso preconceito contra jogadores assim ou jogadores da base, é a nossa ruína. E por falar em base, até na base a gente não tem centro-avante. Era o nosso ponto fraco e só por isso não fomos às finais. O garoto Miguel era muito inferior ao restante do time e também não tinha substituto. Por isso temos goleiro, laterais, meio campistas e tudo mais que queiram para testar no time principal, menos um camisa nove. Está vendo como o problema do homem de área é mesmo um problema crônico e cultural no Palmeiras. É preciso mudar. Muda, Palmeiras

  • Análise bem situada, com coração e com cérebro. Parabéns mais uma vez.