CHOVEU RAÇA, VONTADE E INGRATIDÃO NO PALESTRA

Eu não ia ao jogo. Fui ao Palestra apenas rever e abraçar umas amigas. Mas ao chegar lá, um amigo tinha um ingresso para vender e aí já viu, né?  Não é cornetagem, mas não gostei muito da escalação. Achei que Ortigoza tinha que sair jogando e o Souza, também. Não sei porque Luxemburgo insiste com Mozart. “Ele precisa entrar em forma e pegar ritmo”, diz o técnico. Conversa mole, de quem não usa do mesmo peso e medida para todos os atletas. Souza é muuuito melhor. Uma boa notícia foi ver o “desaparecido” Sacconi, ser finalmente relacionado. Agora só falta descobrir em que cativeiro está Maurício Nascimento.

Henrique fazia sua estreia, bem apagada, é verdade, mas ele se empenhou. Jefferson, embora tenha se esforçado, não conseguia segurar os baianos,que vinham pelo corredor aberto, na esquerda. Foi menos ruim que das outras vezes, mas, mesmo assim, não deu conta de Apodi. Eu prefiro Armero na esquerda e Wendel na direita.

O Palmeiras não jogou bem no primeiro tempo. K9 e Obina nem recebiam a bola, prá variar. Aí o Vitória começou a gostar do jogo… E foi vindo prá cima do Verdão. Marcos… ah, Marcos! Não fosse ele… Tirou uma bola, aos 40′, que eu, mesmo estando tão perto, não consegui entender como foi. Dizem que a bola teria entrado. Talvez o juiz, assim como eu, também não tenha visto. Mas faltavam umas peças ao time. Nosso problema é sempre esse. O time não é ruim, mas com umas peças nos lugares errados, não dá. Quando Keirrison abria para receber a bola, não havia ninguém para abastecer nosso artilheiro. Nem os jogadores de criação e nem os alas. Obina, por sua vez, não acertava a pontaria.

Veio a segunda etapa. No primeiro minuto, depois de uma bela defesa de Marcos, com os pés, a bola sobrou para o veloz Apodi, sozinho, guardar. A zaga não chegou a tempo e nunca foi tão fácil marcar um gol no Santo. Pierre, prá variar, jogava um bolão. Ganhou até um beijo de Marcos, de agradecimento, por tanta ajuda prestada. Que raça têm esses dois! E que raça teve a torcida! Ao tomarmos o gol ela se acendeu! Ia ajudar o time a buscar! ÔÔÔ VAMOS GANHAR, PORCOOO!! Era o Palestra todo pedindo. Quatro minutos depois, Luxa chamou Ortigoza e Mozart ia embora. O ataque já ficou mais perigoso. Depois, Henrique deu lugar à Souza e aí, sim, a partida mudou. A tal da ligação do meio com o ataque, aconteceu e o Palmeiras começou a buscar o seu gol. O Palestra começava a ferver… A emoção que o torcedor vai buscar no estádio, aparecia em jogadas de perigo ao gol do Vitória. 20′, depois de bela jogada, Ortigoza recebeu dentro da área, dominou e tocou na saída de Viáfara. Era o empate! O Caldeirão Verde explodiu! A torcida jogava com o time.

Sacconi, também entrou e, apesar de estar sem ritmo,teve uma movimentação interessante. E a gente sabia que o segundo gol poderia sair. Mas será que haveria tempo? Na bancada todo mundo se perguntava: “Quanto falta?”. E aos 46′ , um passe de Cleiton, achou Maurício Ramos, que subiu mais que todo mundo e virou a partida. Estava decretada a Festa no Chiqueiro! Que alegria! Viramos na raça e na vontade de jogadores como Marcos, Pierre, Souza e Ortigoza…

Essa alegria só não foi maior porque a nossa torcida, aquela que pôs o time prá cima, aquela que joga com o time quando quer, resolveu fazer besteira. Fez com que nosso menino artilheiro, aquele mesmo, que já marcou 22 gols na temporada, que já conseguiu a média de gols maior do que a que conseguiu muito jogador renomados; que já fez marca histórica no Verdão, nem bem chegou; aquele garoto que só tem 20 anos e é a primeira vez que joga num time com a grandeza do Palmeiras; que ficou feliz, de olhos brilhando e não conseguia parar de sorrir quando vestiu a nossa camisa pela primeira vez; esse garoto, a nossa torcida fez com que ele saísse de campo vaiado, humilhado. Apenas porque não está marcando gols em todos os jogos. E eu pergunto? Qual é o jogador de nosso time que está? Nos outros times tem algum assim? K9 é um jogador técnico e veloz e não vai mesmo trombar com zagueiro. Luxemburgo é quem deixa o time lento e não sabe usar as qualidades de Keirrison em proveito do time. Tive vergonha dos palestrinos, hoje…

Por que podemos receber Obina de braços abertos e não abraçamos Keirrison? Quem é o artilheiro do nosso time? Será Obina? Não, né? Ele também não marcou gol hoje e nem no jogo passado. E é o autor de 22 gols quem vamos vaiar? Não temos que vaiar ninguém, baralho! Acorda palestrino! Esse menino tem que voltar a fazer gols, a se sentir bem em campo. Quem é que vai ganhar com isso? Nós, porra! O Palmeiras vai ganhar. Será que vamos esperar ele ser vendido, para depois ficarmos implorando a sua contratação novamente? Já não bastam as vezes em que isso nos aconteceu? Ele foi artilheiro do campeonato Brasileiro passado, jogando num time considerado pequeno no cenário nacional. Fez 43 gols na última temporada e não foi por acaso, né? E aqui no Palestra, seremos nós quem iremos atrapalhar? Somos a Torcida que Canta e Vibra, catzo!  O jogador quando incentivado, se acende e fica cada vez melhor. Todos os adversários querem ver o Palmeiras sem K9. E seremos nós a fazer o jogo do bandido? A assinar atestado de burrice? Vamos apoiar quem quer que seja que vista a nossa camisa e a honre. E, se 22 gols em menos de meia temporada, não são suficientes, para que o valorizemos e tratemos com o respeito que ele merece, acho que eu não entendo nem um “tiquinho” de futebol e me enganei com a torcida que aprendi a admirar…

FORÇA K9! EU TENHO O MAIOR ORGULHO DE VÊ-LO COM A CAMISA DO MEU TIME!

  • Marta

    FORÇA KEIRRISON!!

    Lamentável a atitude de um bando de corneteiro que ao invés de ficar em casa, vai encher o saco no Palestra, vaiar o artilheiro do verde é um ato de burrice e ignorancia, dá vergonha.

    Valeu Verdão, Valeu São Marcos, Valeu Guerreiro Pierre, que orgulho ter esses dois vestindo nosso manto heim.

    O Palmeiras não jogou bem, mas chutamos a zica e vencemos, que isso de ânimo ao elenco dia 17 vai ser decisivo e vamos precisar chegar com força.

    PALMEIRAS MINHA VIDA É VOCÊ!!

    Beijo grande Tânia, amei o presente viu, seu e do Parmera rsrs 😉

  • Torcida burra, né Marta?
    Ao invés de encher a bola dele ou, pelo menos aplaudi-lo, para que ele vá com todo o gás contra o Nacional, que é quando o bicho vai pegar, preferem deixar o cara por baixo. Vaias são sempre horríveis e inoportunas.
    Mas tenho certeza que K9 vai dar a volta por cima, em grande estilo. E quem sabe não vai responder aos mal-educados torcedores, com uma volta olímpica?

    Ah, eu adorei o pão de mel…ô coisa boa! Obrigadíssima! 🙂 Beijão!

  • K9 merece mais respeito. Não se faz tantos gols em tão pouco tempo como ele fez.

    “Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!”

  • palmeiras sempre

    concordo com e uma injustiça com esse garoto tenho a mesma idade que ele e muita responsabilidade e não tem um treinador que da força pra ele e keirrison esta assim porque os meias não jogam pra ele k9 e craque e vc precisa jogar os 90 minutos tentando extrair toda a sua qualidade do k9 mas o luxa esta fazendo tudo pra ser mandado embora e pega a multa

  • Prisco Di Napoli

    Sensacional o texto!

    Há anos que me irrito profundamente com parte de nossa torcida.
    Xingar jogador do palmeiras, e ainda mais durante os 90 minutos, é demonstração de destempero, despreparo intelectual e falta de visão do futebol moderno.
    Quantos jogadores mais serão queimados por essa minoria burra e barulhenta que infesta as sociais de nosso estádio?
    Não é por acaso que não conseguimos lançar jogadores de base. Quem, aos 18 anos de idade, aguentaria o que estão passando Keirrison e Marquinhos? Nem o lateral Henrique aguentou a pressão e sofreu contusão muscular, nitidamente pelo stress da estréia e da pressão desses imbecís.
    Não é questão de falar amém para tudo. Criticas, desde que construtivas, são necessárias para o aperfeiçoamento dos processos. Mas no Palmeiras, parece que tudo o que se deseja é destruir, arrasar, descarregar frustrações em jogadores, técnicos, diretores, presidentes.
    Assim nunca alcançaremos o equilíbrio para conquistas maiores no campo internacional.
    Azar de todos, mas também dessa gama de cretinos que exigem perfeição dos outros sem que sejam perfeitos.

  • Aversa

    Faaalllllaaaaa Clorofila…
    O Keirrison precisa ajudar um pouquinho também, né?
    Acho que 80% do problema não é ele, mas ele tem que mostrar um pouquinho mais de raça. Só quer bola no pé. Acho que é nisso que a torcida pega mais.
    Tem umas bolas que ele pega, que no começo do ano não tinha como, era caixa. Jogadas como a do gol do Ortigoza não tinha conversa, ele matava. Agora as poucas que chegam nele, ele fica com nhenhenhem. O problema desse negócio de ser moleque é que na hora de assinar o contrato, o salário é de gente grande.
    Acho que será um mal negócio vendê-lo, mas se é pra ser colocado no time do jeito que ele está, é melhor que não jogue. Seria bom por o Ortigoza de titular e por o garoto no final pra ele mostrar serviço.
    Ou então, e aí a gente entra nos 80% e a coisa é bem mais dificil, o psicopata muda o esquema de jogo e coloca gente pra jogar com ele. Mas aí teria que sacrificar os Mozarts e Marcões da vida…

  • Edson

    Texto realmente sensacional, como todos que Tania escreve.
    A torcida do Palmeiras é realmente impaciente, e isso faz com que jogadores mais novos tenham dificuldade, razão pela qual não se consegue revelar jogadores. Em relação ao Keirrison, não acho que a torcida esteja vaiando a má fase do jogador, que talvez esteja mesmo sacrificado pelo esquema do manager Luxa, o que se vaia é a falta de empenho do jogador em lutar pela bola. Nesse ponto, concordo plenamente com o Aversa, o Keirrison poderia se ajudar mais.
    O Manager deveria, até para preservar o atleta, que tem boas qualidades, deixá-lo um pouco à margem e ir colocando aos poucos nos jogos.

    Acabei de ver o jogo do Chile 4×0, pelas eliminatórias. Parei de ver o jogo do Brasil contra o Paraguai, para ver o Valdívia jogar (entrou aos 24 minutos do segundo tempo)e desmontou a defesa adversária com 2 passes que resultaram em gol.
    Devemos essa também ao madureira, o Evandro não conseguiu substituir o mago, como profetizou o Luxemburgo.

    Tenho saudades desse jogador que foi a cara do Palmeiras.
    Em tempo: só tinha 21 anos quando chegou ao verdão e conquistou a galera pela sua técnica e pela sua garra.

    Saudações esmeraldinas

  • Esmeraldino

    Tânia

    Infelizmente compramos gato por lebre. K9 é detentor de algumas poucas qualidades, mas não tem bola compatível com a fama.
    Ele não tem capacidade para fintar, driblar, dividir.
    Só sabe tocar de prima e finalizar. Nada mais.
    Não divide bolas, tem medo de beques botinudos e não é, pelo que vem mostrando até agora, um jogador ao nível da S.E.Palmeiras. Trata-se, porém, de um jogador novo sobre quem o Palmeiras pode desenvolver um trabalho especial de aprimoramento. Fosse Eu o técnico, neste momento, o deixaria no banco, e o colocaria ao meu lado mostrando os atalhos do jogo e o que fazer quando o colocasse em campo por volta dos 20 do segundo tempo. Se mesmo assim ele não desse no couro, eu solenemente o dispensaria. Na verdade venderam-nos gato por tigre. Ele não é 50% do que diziam. Ficaria muito satisfeito se ele me desmentisse, mas acho pouco provável. Agora entre o que eu disse e a vaia há uma formidável distância. Vaia é só para adversários, inimigos ou para após um jogo ruim ou corpo mole. Eu nõ vaiaria K9, mas tentaria recuperá-lo psicologicamente.

  • Olá amigos, esse assunto Keirrison é polêmico, não é mesmo?
    Não vou fazer de conta que não vejo que ele poderia se doar um pouco mais, mas, como disse o Aversa, isso é só uns 20% do problema. E É ISSO QUE A TORCIDA NÃO ENXERGA!! OS 80% DO PSICOPATA!!
    Vaiar um jogador, dessa maneira vexatória, às vésperas de um jogo com a importância de Palmeiras x Nacional, é uma sandice sem tamanho. Será que o torcedor não percebe, que precisamos de todos eles muito motivados, confiantes, para conseguirmos essa bendita vaga à semifinal da Libertadores? E, por consequência, para as finais, também? Porque haveremos de passar, se Deus quiser. Com Keirrison jogando bem, Obina e quem mais vestir a nossa gloriosa camisa.
    E cá entre nós, eu jamais vaiei e vaiaria um jogador que estivesse vestindo o nosso Manto. Simplesmente não consigo. E, domingo, eu juro que doeu.

    Edson, eu também me lembro da garra que Valdívia teve (e tem) em sua passagem pelo Palmeiras. Mas VALDÍVIA É ÚNICO, INCOMPARÁVEL E INSUBSTITUÍVEL.
    Quem dera eu pudesse ser dirigente do Palmeiras apenas por um dia… haveria de repatriar o nosso Mago custasse o que custasse.

    Saudações Clorofiláticas!

  • O K9 vai ser o Kaká do Palestra, anotem!!

    Abraços!!!
    se der passa lá /