Simplesmente São Marcos de Palestra Itália…

Correu, bateu… DEFENDEU, MAAAAAAAARCOOOOOOS!!

E pensar que alguns hereges andaram pedindo a aposentadoria do Santo… Do maior jogador da história do Palmeiras. Que sacrilégio! Ele, que já nos deu tanto,continua a nos enlouquecer de felicidade. Que orgulho, São Marcos de Palestra Itália! Você merece, não um busto, mas uma estátua em tamanho natural, lá no Palestra, atrás do gol; cenário onde a sua luz e o seu talento brilharam para o Brasil e o mundo, e onde você fez a ponte até os corações palestrinos. E pensar que um imbecil, de mente putrefata, o chamou de podre. Ah! O tempo é o senhor da razão… Que partida maravilhosa, perfeita, Marcos fez, numa noite em que o Palmeiras jogou tão recuado. Dio Santo! Eu quase morri do coração!

Nós sabíamos que lá na Ilha de Lost seria difícil. O Sport tem um bom time e nós já tínhamos saído da partida de ida, com um gol a menos de vantagem graças ao penalti em K9, que o juiz deixara de marcar. Prá dificultar ainda mais, Luxa, medroso, colocou o time atrás e novamente deixou K9 sozinho, na frente. Coitado! Ele ainda não tem a manha de ir prá cima do marcador. Mas é bom jogador. Sei não, mas acho que essa “fase” de Keirrison, tem ligação direta com o treinador. E, por não atacar, o Palmeiras sofreu  45 minutos de uma pressão danada. Mas, quando as coisa estão complicadas, deixa com o Santo, que ele resolve. Em altíssimo estilo! Paulo Baier teve três(!) chances de marcar. Marcos fez dois milagres e na terceira, cresceu prá cima de Baier que acabou errando ao tentar tirar do goleiro. A gente já pressentia que seria uma noite especial… Era cada defesa de tirar o fôlego. Que medo! Mas tivemos também um bom momento que, não fosse Magrão espalmar, teria sido um golaço de Maurício Ramos. E a gente torcendo: “Vaaaaai, Palmeiras!!!

Eu queria um gol para que não tivéssemos que sofrer tanto, mas Luxa não colocava o time no ataque. Eu não vi o jogo (só depois), fiquei ouvindo no rádio e nunca dá para saber ao certo o que rola em campo, mas estava botando a maior fé no Diego, que anda jogando muito e, com aquele tamanho e vigor, dá uma dor de cabeça danada aos adversários. Prá variar, eu estava rezando, pedindo ajuda para que os nossos garotos pudessem jogar o que sabem, e também pedia sorte. Mas dá até vergonha pedir para ter sorte, quando se tem Marcos. Quer mais sorte do que isso? O nosso Santo careca, é uma benção, uma dádiva! Mistura de homem e anjo, Marcos faz a ligação direta do torcedor com tudo o que é divino. Há tanto tempo vemos os milagres do nosso Santo e, ainda hoje, a gente não acredita em como é que ele consegue fazê-los. Ah! Deus te abençoe, Marcos!

Veio o segundo tempo e aí é que a adrenalina “pegou”.Tava na cara que ia ser mais pedreira.. Ao Sport, só a vitória interessava. E por dois gols, senão iríamos para a famigerada cobrança de  penâltis. Que não é loteria, não! É competência! No meu íntimo eu sabia que íamos passar, mas vai explicar isso para o coração… Primeiros minutos e eu já tremia inteira, pois sabia que agora a sorte seria selada. O Palmeiras até que estava melhor, mas o Sport continuava na pressão, empurrado por sua torcida. Sem nada ver, só ouvindo, eu quase tive um “treco”. Em uma defesa espantosa de Marcos, senti o mundo rodando e escurecendo… “Agora não, Deus, por favor! Quero comemorar a  classificação do Verdão.” Um pouco d’água e muitas lágrimas, enquanto respirava fundo, fizeram com que eu me sentisse melhor. O Palmeiras não jogava bem, mas eu achei que tinha aquela “pegada” de Libertadores. Jogando mal, Luxa errando muito, mas os jogadores buscando a bendita vaga. As defesas de Marcos eram de arrepiar, literalmente.

Quando o Nelsinho fez as três substituições, tirando o Baier (que bom!), fiquei esperando Luxemburgo “matar” o jogo, colocando o Palmeiras no ataque. Mas para minha decepção, ele tirou K9 e Diego Souza(!!) para a entrade de Ortigoza e Willians. “Ah, Luxa! Você tá de sacanagem!”  Que burrice! Porra, ultimamente, Diego tem sido “o cara”. Pobre coração palestrino… gueeenta! A Nação vivendo momentos de ansiedade sem igual. Cada jogo é uma “final”. Mas é assim que o campeão vai sendo “forjado”.

E se é para o coração palestrino ser testado, que seja em grande estilo. Aos 35′, o Sport consegue o seu gol. PQP!! Vamos para os penâltis. A não ser que a gente marque um gol. VAAAAAAI, VERDÃO!!! Que nervoso! “Deus, abençoe o Marcos.” O Palmeiras aguentando a pressão e, no finalzinho de jogo, Ciro mandou um balaço que o Santo defendeu e a bola ainda tocou na trave. Meu Deus, de que planeta veio Marcos? Ele é mais que humano, ele é divino! Seremos sempre seus devedores. Com suas magistrais defesas ele impediu que o Palmeiras fosse desclassificado nos 90 minutos. Que sorte termos Marcos. Que sorte tem Luxa, por ter alguém que o salve de suas cagadas. Eu decidi que nem ia ouvir quem ia bater, só ouviria o resultado de cada cobrança. Não aguento! Primeira cobrança e Magrão defendeu… não é possível! Marcos não jogou tanto para ser desclassificado. “VAMOS PEGAR, MARCOS!!” E ele pegou! E depois pegou mais dois e levou o Palmeiras à outra fase da Libertadores. A Nação explodiu em alegria, gritos, lágrimas, murros na mesa, rojões, abraços… E o canto, profano, ecoava para louvar  o Santo… PUTA QUE PARIU, É O MELHOR GOLEIRO DO BRASIL, MARCOS!

VALEU, SANTO! A NAÇÃO TE AGRADECE, MAIS UMA VEZ! Agora, nós vamos correndo ouvir as suas tão divertidas e adoráveis entrevistas. E tenha certeza de que não vamos descer das nuvens de maneira alguma. Hoje, graças a você, é no céu que vamos dormir…

 

 

  • alcides drummond

    Tania
    Estou postando meia hora antes do jogo em Porto Alegre.
    Fiquei muito alegre em ver a sua postagem embora a sua volta, até agora, seja apenas esporádica.
    Dei uma incrementada em meu blog e gostaria que voce esperasse mais uns dois ou tres dias e fizesse a sua crítica sincera. Como vc sabe eu prefiro(mesmo) uma crítica forte e sincera do que um elogio só para agradar.
    Se você achar feio ou não concordar com alguma coisa, mande bala. Vou considerar, muito, o que você escrever.
    Interessante que quando procurei o seu endereço na aba do blog, verifiquei que ele não estava mais lá. Foi um descuido e vou corrigir a situação após a postagem do jogo. Sem mais deixo-lhe um forte abraço e muita clorofila para nós hoje contra o Inter.
    Alcides

  • Irineu Curtulo

    Que esse retorno tenha característica de para sempre.
    Quanto ao Marcos, despensa -se comentários. Porém, quando se referimos a esse pseudo-técnico, que desgraça. Ele consegue acabar com as melhores características de cada jogador, e, se não fosse o espírito palestrino do Marcos, esse também seria contagiado pelo estrelismo desse pseudo-técnico. Minha paciência se esgotou. Se passarmos para a próxima fase será em virtude, e apenas a isso, do nosso Herói.