E PARA A TRAVE, NADA? TUUUUDO!!

Tem vezes em que ficamos sem saber o que dizer… Como é que um time como o do Palmeiras vai empatar com o Ituano? E por que diabos o time titular tem que ficar sendo poupado se só vamos jogar na Libertadores em Abril? Qual o problema de se jogar duas vezes na semana? Perguntas e mais perguntas… Onde estão as respostas? Com  Vanderlei Luxemburgo, provavelmente…

Ontem, o time do Palmeiras era um amontoado de jogadores, que muitas vezes pareciam nem saber o que fazer em campo. Pelo menos, na maior parte do tempo. Esse time está treinando??? Não sei, não… O modesto time do Ituano (time B da Traffic) foi quem se apresentou mais ofensivo e com boas possibilidades de vencer. Meteram quatro bolas na trave!!! Mas não é o nosso técnico o especialista em times ofensivos? E por que cargas d’água K9 tem ficado sozinho lá na frente, sem receber bola alguma e com os outros jogadores tentando chutes de longe? Ele, buscando o jogo, me deu até dó. Tanto talento sendo desperdiçado. Me lembrei de Alex Mineiro em 2008…

Luxemburgo é que tem errado muito. Uma coisa é certa: ele não é mais aquele treinador que conhecemos em outros tempos. Como ele pode achar que chegaremos em algum lugar com Jeci, Jumar e Marcão (de capitão!)? Marcão precisa fazer pré-temporada, não é possível. Prá falar a verdade, do time só se salvaram Armero, Pierre, Lenny e a trave (a melhor em campo!). Edmilson fez falta, Marcão (O Santo) também… Não temos uma voz de comando dentro de campo. Diego também fez falta… Ainda bem que a trave jogou muuuuito!! Vamos contratá-la! Uma trave palestrina, tá na cara! Situação clara de gol, eu até fechava os olhos e ela… PIMBA! Era como se dissesse: “Aqui não, esse time vai ser o campeão!!”

Mas não podemos esquecer que, mesmo jogando mal, fomos muito prejudicados pelo juiz Rodrigo Braghetto. Ele, que já tinha exagerado ao dar cartão amarelo para Jumar, se superou ao dar outro, seguido de vermelho, num lance em que nem falta o jogador cometeu. Se fosse só isso já seria demais, mas ele ainda deixou de dar penalti claro em Armero. Lances capitais que mudam o andamento e o resultado de uma partida. Dois jogos seguidos em que fomos operados e ninguém do Palmeiras parece que vai brigar por isso. Mas deveriam, pois essa conta pode ficar cara…

Time mal escalado, jogando nada; juiz metendo a mão… nada poderia ser pior… NÃO??? E a transmissão?? Como diz o meu amigo Esmeraldino, lá do Observatório Alviverde, o que essa gente pensa da vida? Que só tem gambá no mundo? E que Ronaldo é Deus? A Rede Globo, teve a cara de pau de colocar imagens do jogo dos gambás com a bola rolando em Itu. Porra, então porque não transmitiram o jogo deles de uma vez? Pelo menos, nós palmeirenses, não precisaríamos assistir. Mas na hora de comprar pay-per-view, não é a gambazada que enche o r…..  deles de grana, né? Somos nós (eu não), os palestrinos! Mudei de canal, claro!

Mas, se em relação às imagens, a coisa era um pouco (bem pouco) melhor, a narração na Band era de matar de desgosto. Luciasno está cada vez pior. Confunde o nome dos jogadores e ontem teve a pachorra de trocar os caras até de time. As afanadas do juiz, passam batido. Nem penalti ele enxerga. Não bastasse isso, ficava fazendo contas e mais contas para ver se os gambás assumiriam a liderança. Contando gols!! Porra! Que ele tá meio esclerosadão, a gente sabe. Mas ninguém falou prá ele que o Palmeiras não perderia a liderança de jeito nenhum? Se fosse propaganda daquela loja de móveis a gente perguntaria: Tá pagando quanto? Ou melhor, tão te pagando quanto? Quase ao final do jogo, Palmeiras no ataque e ele, esquecido que os palmeirenses eram o público alvo da emissora, numa falta de respeito absurda, solta uma das últimas pérolas: ” Os gambás (ele disse outro nome) estão a um ponto da liderança, SERÁ QUE O PALMEIRAS VAI ESTRAGAR TUDO??

Sinceramente? Se eu fosse da diretoria do Palmeiras, esse bando de safados, nunca mais colocaria os imundos pés em Palestra Itália! Abre o olho Belluzzo! Tá o maior complô para tirar o que é nosso!!  E vamos de radinho, Nação! Chega de dar audiência prá essas emissoras sacanas e seus profissionais de araque!

VALEU TRAVE!!  A LIDERANÇA É NOSSA! E COM UM JOGO A MENOS!

 

 

  • Esmeraldino

    Tânia
    Concordo com tudo o que vc falou. A imprensa age assim com o Palmeiras porque o Palmeiras nunca reagiu e nem vai reagir nunca.
    Os italianos de sangue quente que sempre compuseram a nossa diretoria, já estão todos “do outro lado”.
    Os genéricos que aí estão não são capazes de nada.
    Basta que se diga que o nosso atual presidente tomou, mesmo sem merecer, um cacete violentíssimo da Jovem-Bambi, digo, da Jovem Pan e colocou o galho dentro. Até entrevista para essa emissora que trabalha há anos para o SPFW ele continua dando. Ele se esquece que o estardalhaço que fizeram com o nome dele foi violento demais para ser relevado tão depressa. Em razão disso eu lhe pergunto, a propósito do que vc disse “ir de radinho”:
    que estação nós iríamos sintonizar ?
    Um grande abraço
    Esmeraldino

  • Esmeraldino, não consegui parar de rir depois de ler a sua pergunta final, no comentário.
    uhauhuahahuahuahuahuahuah

    Estamos encrencados! Nem de radinho vai dar. A não ser que sejam aqueles comunicadores e os palmeirenses que estiverem no estádio, forem narrando para quem estiver fora. Assim vamos trocando informações entre nós. Porque não há uma estação decente e profissional o suficiente para que possamos sintonizar. Mas, ouvindo, por mais besteiras que falem os comentaristas e narradores, ainda é melhor que a overdose de imagens do time do barril de cachaça, enquanto o nosso Verdão está jogando.

    Quanto à Rádio JP (TÔ FORA! SOU PALMEIRAS), o Palmeiras publicou uma Nota de Repúdio até que bem contundente, mas é pouco! Além dela, nossos dirigentes deveriam não mais conceder entrevistas à essa rádio vagabunda, e vetarem as entrevistas dessa corja com os nossos jogadores.
    Deveriam também impedir que esse Fred Junior e qualquer outro pangaré de lá, colocasse os pés no Palestra Itália.

    Já disse uma vez, à PQP tanta diplomacia usada com esses picaretas… Tem horas em que é preciso chegar “chutando as portas com os dois pés”.

    Abraço

  • BRUNO BATERA

    eu ñ vi o jogo pela band, mas essa de “será q o Palmeiras vai estragar tudo” já é demais pra mim…
    tá na hora da diretoria mandar um processos violentos pra esses caras…Aqui é Palmeiras!!!

  • Aversa

    Acho que a nota da diretoria contra a Pan vai começar a diminuir a esculhambação.
    Pra quem apanhava quieto por tanto tempo, essa foi sensacional. E a diretoria já rebateu o Kibosta e o Flávio Prado também. Está mudando a coisa. Isso leva tempo.

  • Tânia, minha colega:

    Existem perguntas que deveríamos fazer a nós mesmos.

    Ter a responsabilidade de decidir o destino de um grupo de trabalho não é fácil. Ganhar ou perder é uma questão extensiva, na medida exata de um atravessar de rua.

    Somos responsáveis por aquilo que cativamos, já dizia o autor francês, Antoine Saint-Exupèry. Portanto, parece que a passionalidade do torcedor sempre responderá que aquilo que fizemos pelo outro já foi esquecido.

    Não podemos tratar o “negócio futebol” como se o dinheiro jorrasse nas árvores. Um elenco alcança sucesso através da continuidade do processo de sua maturação.

    Não se forma um elenco a cada seis meses.

    Um grande abraço,

  • Caro Catedral,

    Se tem uma coisa que não compete ao torcedor – ainda que ele queira – é contratar, treinar,escalar o time, fazer as substituições. Ganhar ou perder não é como um atravessar de rua não. Além do cuidado de se olhar para os lados é preciso que haja PLANEJAMENTO,COMPROMETIMENTO E DEDICAÇÃO DE TODOS OS ENVOLVIDOS. Inclua o técnico nessa!

    A passionalidade do torcedor estará sempre na medida do que ele receber em esforço e trabalho dos responsáveis pelo time que ele ama.

    Falar em continuidade de um trabalho que não está sendo feito corretamente – principalmente pelo treinador – fica um tanto quanto estranho.

    Não se forma um elenco em seis meses. Mas faça as contas e verá que esse tempo já foi ultrapassado, faz tempo.Estamos no segundo ano (14 meses) e ainda o discurso é o mesmo: “Acertar a defesa; posicionamento nas bolas aéreas; entrosamento; time sendo montado…”

    Torcedor pode ser passional e tudo mais que quiserem acrescentar, menos bobo.

    Um abraço