O PALMEIRAS VAI JOGAR…EU VOU!!

Acordei cedo e lá fui para o Palestra.
Os ingressos começariam a ser  vendidos e não  dava para facilitar. A gente sabe  do amor  dessa torcida pelo Palmeiras. Manhã de  terça-feira, tempo  nublado, friozinho, ameaçando chover, não vai haver muita gente.À tarde sim, com certeza vai ser a maior confusão.

Melhor ir de trem, assim não corro o risco de pegar trânsito e chego mais rápido. No caminho eu me pego pensando em tudo o que representa essa partida….time novo; craques contratados;  um técnico vencedor, campeão; novas parcerias; planejamento bem feito; vaga na final… Sapo Nojento cada vez mais longe. Só não podemos bobear com as armações.

O trem está quase chegando e vou pensando… Será que  Luxemburgo vai transformar aquela roubalheira numa arma  decisiva e mortal contra o  adversário? Será que o juiz vai  ‘conseguir’ ser honesto? Será que o Mago vai nos encantar novamente? Será que o Lenny vai entrar? Será…? Quantas incógnitas… Desço do trem e até parece dia de jogo, as camisas verdes, brancas e limão, vão aparecendo. Fico contente achando que o movimento ainda vai começar. Vamos caminhando apressadamente para chegar antes do caos se instalar.

Mas……surpresa!!! A fila já está dando a volta no quarteirão. Camisas verdes prá tudo quanto é lado. Ô torcida apaixonada essa nossa, viu? E as bilheterias ainda não abriram. E eu pensando que me adiantaria aos outros…….O jeito é ficar na fila e esperar. Os comentários não poderiam ser outros: “Só roubando conseguem ganhar do Palmeiras”, “Juiz safado”, “Bandeirinha estúpida, validou gol de mão”, “Timinho bambi jogando na retranca dentro de casa”, “Vamos detonar elas agora”, “Os bambis não vão aguentar Valdívia e Cia”, “Marcão vai fechar”… e por aí vai. E isso vai ajudando a passar os minutos, as horas…

A fila não anda, os cambistas parecem abelhas zumbindo prá lá e prá cá. Só que eles têm mais “facilidades” para comprar e em pouco tempo têm as mãos cheias de ingressos. Isso com a “ajuda” de algumas pessoas que lá trabalham para organizar as filas. Revoltante isso. Já passou da hora de acabar. E nós continuamos na fil…e as horas passa… uma, duas e a bilheteria que não chega nunca. Dentro do Palestra a fila, para sócios, não é menor e nem melhor do que a de fora. Nos movemos lentamente e tudo pára novamente. Três horas…

E o palmeirense espera, na boa. Está confiante. Pode-se perceber isso em cada rosto, nos olhares firmes, nos sorrisos. Parece que cada torcedor sabe algo que o outro não sabe. Cada um esconde um segredo…É como se cada qual soubesse o que vai acontecer no domingo e só não fala para não estragar, não gorar. A confiança salta aos olhos de todos.

A bilheteria está chegando, estou quase lá. Continuo a observar as pessoas, suas reações e me pergunto: “será que trago esse mesmo brilho nos olhos?” , “será que alguém pode sentir a minha confiança, olhando prá mim? Finalmente chega a minha vez!!!!! Só que, inacreditavelmente a moça da bilheteria me diz: “Acabaram os ingressos.” Não posso acreditar. Como se numa loteria maldita, fui “eu” a grande contemplada a ficar sem ingresso. Quatro horas na fila… sem ingressos?? Não acredito e peço que ela repita a informação. E ela, repete!!! E agora?

Me recuso a sair da bilheteria e fico olhando para a cara da moça que, afinal, parece compreender a minha angústia: “Espera um pouquinho, foram ver se ainda há algumas arquibancadas.” Esperança… Finalmente, alguns ingressos aparecem. São para o Setor Limão, mas não importa. Tenho que estar lá no domingo e nem quero saber onde, contanto que dê para ver os gols do Palmeiras e principalmente o do Mago. Tenho muita confiança que verei Valdívia marcar o seu gol, classificar o Palmeiras e me enlouquecer de felicidade. Eu e mais 27 mil pessoas, apaixonadíssimas que esgotaram os ingressos em apenas quatro horas…

Mas não seremos 27 mil palmeirenses a cantar e torcer…seremos vinte milhões, espalhados pelos quatro cantos do Brasil e do planeta, numa corrente fantástica, fazendo com que até o Universo conspire a nosso favor e nos devolva em felicidade, todo o amor que sentimos e dedicamos a você Palmeiras.
BOA SORTE, VERDÃO!!! E MUITA MAGI… RUMO À FINAL!!!