O CAMPEÃO SE APRESENTOU EM BRAGANÇA

Parecia até aqueles velhos filmes, do ano passado. O Palmeiras enfrentando um timinho sem-vergonha, numa falhaboba da zaga tomou um gol e aí com a ajuda do juizinho safado tomou o segundo. Pronto!  Estava anunciada a tragédia.
Estava?  De jeito nenhum!!
Esse Palmeiras é outro. Quanta raça e talento desfilaram no campo do Bragantino hoje. O Verdão soube vencer todos os seus obstáculos. Venceu as próprias falhas, os jogadores botinudos do Bragantino e principalmente o Sr. Paulo Cesar de Oliveira…..vai ser incompetente assim lá na federação de futebol do Uzbequistão!!  E esse é o árbitro nº 1 do Brasil? O cara conseguiu fazer besteira duas vezes e em um único lance. Deixou o Marcão levar uma senhora solada na região do estômago, não marcou falta, expulsou o Marcos que deu um empurrão no “pedreiro” disfarçado de jogador e assinalou penalti. Lamentável!!! Se ele tivesse marcado a falta e expulsado o tal de Malaquias, a jogada parava aí. E se não parasse,  São Marcos poderia até ser expulso, mas não haveria o penalti. E fora isso, o juiz errou o jogo inteiro.                          

O QUE FAZ O TAL CORONEL MARINHO, ALÉM DE PERSEGUIR LUXEMBURGO E QUEM MAIS QUE CRITIQUE ESSA CORJA DA ARBITRAGEM?

Mas o Verdão, mesmo com um homem a menos, colocou os seus nervos no lugar e foi atrás dos gols que mudariam o placar adverso. Na hora do aperto, Valdívia e Diego Souza chamaram pra si a responsabilidade e comandaram o Palmeiras numa virada espetacular.  Afinal, de virada e goleada é muito mais gostoso!!! E foi ainda com um homem a menos, que  aos 36′ Diego Souza foi para o ataque e marcou o golaço que iniciaria a maravilhosa reação verde. Minutos depois, César, do Bragantino, de tanto fazer faltas, acabou indo pro chuveiro mais cedo. Logo em seguida,  aos 40′, Pierre manda um balaço que Gleguer só consegue espalmar e quem chega para o rebote? Ele mesmo, Valdívia!! El Mago, que agora é matador,  fazendo mais uma fantástica partida,deixa o seu na rede e vibra, muito, para alegria da torcida e dessa torcedora que aqui escreve. Nessa altura do jogo já estávamos igualados no placar e tínhamos um homem a mais, Kleber que ia para o gol, foi pego quase na entrada da área, por Da Silva, que também recebeu vermelho e foi para os vestiários mais cedo.

Tudo igual e o torcedor palmeirense já sabia que o bicho ia pegar. O Palmeiras  jogando certinho, valente, raçudo, sobrando talento,era só uma questão de tempo. Já no comecinho do segundo tempo, aos 3′, numa maravilha de jogada de Kleber (como joga bem esse cara), Leandro só teve o trabalho de chutar e marcar o seu primeiro gol da temporada, que além de colocar o Palmeiras à frente no placar, foi determinante para a postura que o time de Luxemburgo  assumiria na partida. O Palmeiras  avançou, segurou como e quando quis, conforme era conveniente. Pra desespero de alguns torcedores comentaristas, que já davam a fatura como liquidada, quando dos 2 x 0  no primeiro tempo. Eu já tinha desistido de ouvir os “comentários” e deixei a TV sem som, ouvindo apenas uma coisa ou outra. Minha paciência tem limite.

Mas ainda tinha mais……numa jogada cheia de magia, de um craque mais do que genial, Valdívia dá um presente,  uma bola açucarada pedindo por favor para ser chutada, que Denilson logo tratou de guardar nas redes do Bragantino. E ele ainda marcou mais um num belo passe de Lenny. Agora sim estava liquidada a fatura. Esse era o resultado que Luxa queria quando pediu: “Vamos matar o jogo, baralho”. Nós todos pudemos ouvir. E sabíamos que o time iria atender. Afinal, não foi um jogo comum, e nem o jogo da afirmação como tanto falou a imprensinha.
HOJE, O CAMPEÃO PAULISTA DE 2008 SE APRESENTOU, LÁ EM BRAGANÇA.

OBRIGADA, PALMEIRAS!!!!   A NAÇÃO ALVIVERDE INTEIRA TE AGRADECE!!!