É JORGE PREÁ, SIM SENHOR!!

Eu não pude ir ao Palestra e tive que me contentar com o rádio. Jogo difícil, não pelos talentos da Lusa, mas por ter sido uma jornada de menos inspiração para alguns de nossos jogadores.Mas no futebol é assim,não existeaquele jogador que renda 100% em todas as partidas e prá isso há que se ter banco à altura. E isso nós temos!!

O Palmeiras  mandando no jogo, a despeito dos quatro  volantes que o  Benazzi escalou, a despeito da arbitragem bastante equivocada, a despeito das faltas ininterruptas que o Mago sofreu. Valdívia teve até o joelho sangrando.

Agora vai ser assim, todos os times que enfrentarem o Verdão, sabendo da nossa superioridade, vão vir batendo sem dó. E como já  sabem que o tribunal desonesto, não pune as  agressões contra os nossos craques, aí é que vão se sentir mais livres para bater.

Ouvi o jogo na Band, transmissão chata, comentários tendenciosos (eles não aguentam ser imparciais por muito tempo). Pena que no .rádio não dá para deixar sem som… Todo. mundo adorando a idéia de que o Palmeiras iria empatar. Teve gente na internet que publicou a notícia do jogo, já falando do empate, antes mesmo do jogo acabar (né Gazeta?), que feio, caíram-do-cavalo. Esqueceram que o Palmeiras acredita até o último minuto, que se joga sério até o último minuto, que o jogo só acaba no último minuto….

Ainda bem que a TV mostrou os dois minutos finais…

E time bom, time que vai ser  campeão tem que ter aqueles  lampejos do destino, da  predestinação, da sorte… Luxemburgo, que busca a vitória o tempo todo, resolveu colocar em campo o nosso menino Preá, ou seria George Preah? hahahahahah!! E os Deuses do Palestra, porque lá tem  deuses e não fantasmas, resolveram agir e iluminar o menino simples com a realização de um sonho. Sonho dele e da Nação Alviverde que o queria em campo já faz tempo.

Minutos finais, nos acréscimos, muito bem dados em virtude dos inúmeros cartões distribuídos a torto-e-a-direito. Lá está Preá, que os  comentaristas da Band ficaram  ridicularizando o tempo todo. Diziam que, Preá tudo bem, mas Jorge não. Pois bem, ele é Jorge Preá, sim senhores. E tiveram que gritar seu nome, pois foi ele quem deu números à partida.

E o Palmeiras, que tem o Mestre de Todos os Magos, que tem Santo no gol, que tem tantos craques… tem também Preá… Luxemburgo deve ter lhe dito: “Bora Preá, vai  marrrrcarr o seu gol, baralho!!!” E lá foi ele pro jogo, com o coração aos saltos na ânsia de marcar um gol… E a Nação cantava: ” ÔÔÔ VAMOS GANHAR PORCOOO”

O torcedor já sabia… desde a hora em que ele entrou…  todo mundo pressentiu… A falta ia ser cobrada, minutos finais, quase 48′ de um jogo que iria a 50′. O ar parou quando Leandro levantou no segundo pau, ninguém ousava respirar para não estragar a magia daquele momento especial, único…só os olhos e coração acompanhando a trajetória da bola… David cabeçeou no travessão, a bola levantada por Leandro; Diego Souza jogou para dentro da pequena área… E o menino predestinado, estava no lugar certo, na hora certa…. O menino, humilde, que sente orgulho de ser a quinta opção de ataque do time….. O menino que conhece a Grandeza, Tradição e Glórias da camisa que agora veste….O menino que caiu nas graças da Torcida que Canta e Vibra desde que aqui chegou…O menino iluninado guardou a bola com vontade no fundo das redes…

GOOOOOOOOOOOOOOOOL!!!!! PREÁ!!!!!

E o Palestra Itália veio abaixo!!!!! Todo mundo enlouqueceu!!! Ninguém sabia para que lado ia, a quem abraçava. Comissão técnica, jogadores, torcida….os Deuses do Palestra…em plena comunhão de felicidade!!!!

VALEU PREÁ!!!  VALEU VERDÃO!!!

AAAAAHHHHHHHHH!!!   PREÁ É MELHOR QUE O KAKÁ!!!!!!!